Pesquisa sobre o carnaval
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Pesquisa sobre o carnaval

on

  • 1,640 vues

 

Statistiques

Vues

Total des vues
1,640
Vues sur SlideShare
1,265
Vues externes
375

Actions

J'aime
0
Téléchargements
19
Commentaires
0

6 Ajouts 375

http://bibliomaesoberana-loule.blogspot.pt 328
http://bibliomaesoberana-loule.blogspot.com.br 38
http://bibliomaesoberana-loule.blogspot.com 4
http://www.bibliomaesoberana-loule.blogspot.pt 2
http://bibliomaesoberana-loule.blogspot.se 2
http://bibliomaesoberana-loule.blogspot.ch 1

Accessibilité

Catégories

Détails de l'import

Uploaded via as Microsoft Word

Droits d'utilisation

© Tous droits réservés

Report content

Signalé comme inapproprié Signaler comme inapproprié
Signaler comme inapproprié

Indiquez la raison pour laquelle vous avez signalé cette présentation comme n'étant pas appropriée.

Annuler
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Êtes-vous sûr de vouloir
    Votre message apparaîtra ici
    Processing...
Poster un commentaire
Modifier votre commentaire

Pesquisa sobre o carnaval Document Transcript

  • 1. História e Origem Carnaval é uma festa que teve origem na Grécia nos meados dos anos 600 a 520a.C.. Passou a ser uma comemoração adotada pela Igreja Católica em 590 d.C.. Operíodo do carnaval era marcado pelo “adeus à carne” ou do latim “carne vale” dandoorigem ao termo “carnaval”. Durante o período do carnaval havia uma grandeconcentração de festejos populares. O carnaval da Antiguidade era marcado porgrandes festas, onde se comia, bebia e participava em alegres celebrações e buscaincessante dos prazeres. O Carnaval moderno, feito de desfiles e fantasias, é produto da sociedadevitoriana do século XIX. Em geral, o Carnaval tem a duração de 3 dias, os dias que antecedem a Quarta-feira de Cinzas. Em contraste com a Quaresma (tempo de penitência e privação), estesdias são chamados “gordos”, em especial a terça-feira. Tradições e Costumes O Carnaval é uma festa que contagia todos. Em vários países da Europa, o carnaval acontecia e, ainda, acontece em formade desfiles nos grandes centros urbanos, onde as pessoas usam belas máscaras ediversificadas fantasias. São conhecidas várias personagens ligadas aos mesmos: aColombina, o Pierrô, o Rei Momo e o Arlequim. No final do século XVII, o Carnaval chegou ao Brasil. No século XX, surgiram osblocos carnavalescos e os famosos “corsos”. Dessa tradição, originaram-se os carrosalegóricos, típicos das escolas de samba atuais. A festa de Carnaval chegou a Portugal nos séculos XV e XVI, recebendo o nomede Entrudo. Os desfiles mais famosos são os de Mealhada, Torres Vedras, Alcobaça,Loulé, Ovar, Madeira, entre outros. A sátira social e política continua a ser oinstrumento privilegiado dos foliões portugueses. O Carnaval em Portugal O Carnaval é um dos mais importantes “ciclos” festivos.
  • 2. Em Portugal, os festejos ou rituais têm características comuns: - ausência completa de restrições alimentares; - uso de máscaras; - exibição e destruição de manequins / bonecos, visível nas paródias aosenterros (“enterro do Entrudo”); - as “pulhas” carnavalescas ou sátiras de acusação e provocação; - as troças (com uso de chocalhos, como no Alto Alentejo ou em Trás-os-Montes). Os mais conhecidos carnavais de Portugal são os de Loulé (o mais antigo), Ovar,Alcobaça, Torres Vedras (o “Carnaval mais português de Portugal”), Mealhada, Madeirae Canas de Senhorim. Os Carnavais mais importantes do Mundo Brasil – o Carnaval brasileiro é um festival anual no Brasil. O Rio de Janeiro é olugar mais famoso, onde escolas de samba disputam o primeiro lugar em desfiles, naPassarela do Samba, Marquês de Sapucai, como é chamado o Sambódromo carioca, oprimeiro a ser construído no Brasil. Outros desfiles importantes ocorrem em São Paulo,Porto Alegre, Florianópolis, Manaus e em Vitória. No Carnaval, todos os dançarinosusam trajes incríveis de lantejoulas e penas. Itália – o mais conhecido e famoso é o Carnaval de Veneza, que tem a duraçãode 10 dias. As pessoas usam trajes e máscaras característicos do século XVIII. Inglaterra – o mais conhecido é o Carnaval de Notting Hill (Londres), que setornou nos últimos anos um dos maiores festivais de rua do mundo. Eslovénia – o Carnaval na Eslovénia é marcado por uma grande variedade detradições locais e o uso de máscaras específicas da região (máscaras com estilosdiferentes). O maior Carnaval na Eslovénia ocorre em Ptuj. Croácia – o festival de Carnaval da Croácia é um dos maiores carnavais domundo. É típico eleger uma rainha do Carnaval. Suíça – os Carnavais mais conhecidos na Suíça realizam-se em Basileia eLucerna. No início do Carnaval (que começa na segunda-feira, após a Quarta-feira de
  • 3. Cinzas, precisamente às 4 horas da manhã), as ruas das cidades suíças ganham vida como som dos tambores, flautas e figuras de mascarados a marchar. Jamaica – o Carnaval é comemorado em tempo de Páscoa nos centros deKingston, Ocho Rios e Montego Bay e inclui grupos de fantasiados que desfilam edançam nas ruas. Bélgica – em muitas cidades belgas o Carnaval ocorre com desfiles de fantasias,festas e fogos-de-artifício. Os desfiles mais famosos são o de Gilles (onde osparticipantes saem com os seus trajes tradicionais em Mardi Gras e lançam laranjas paraa multidão) e o de Binche. O Carnaval de antigamente em Portugal O Carnaval em Portugal denominado de Entrudo era diferente do Carnaval dehoje em dia. As pessoas mascaravam-se, pregavam partidas, gozavam com os outros (atravésdos “assaltos”, em que faziam a vida negra de uma pessoa e gozavam com ela até sefartarem). O Carnaval de cada terra tinha um rei e uma rainha. Pelas ruas das várias localidades generalizava-se uma verdadeira luta em que as“armas” eram os ovos de gema ou as cascas contendo farinha e gesso, milho, feijão,tremoços, cartuchos de pós de goma, … Também se usaram nos velhos entrudos portugueses a vassourada e asbordoadas com colheres de pau. Existiam, ainda, as “matrafonas” (que são homens vestidos de forma ridícula oude mulher), os “zés-pereiras” (acompanhavam e animavam os desfiles a tocar bombo),as “tropas fandangas” (também a tocar e a fazer disparates) e os gigantones (oucabeçudos). 3.º Ano, Turma A E.B. 1 / J.I. Horta de Santo António Professora Celina
  • 4. Carnaval de Veneza Carnaval do Rio de JaneiroEntrudo Português (chocalhos ou caretos) Carnaval de Loulé – desfile 2013
  • 5. Matrafonas CabeçudosGilles de Binche – Bélgica Carnaval da Madeira