Isomeria optica
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Isomeria optica

on

  • 18,600 vues

 

Statistiques

Vues

Total des vues
18,600
Vues sur SlideShare
18,356
Vues externes
244

Actions

J'aime
7
Téléchargements
167
Commentaires
1

4 Ajouts 244

http://cal2b.blogspot.com.br 147
http://www.cal2b.blogspot.com.br 62
http://cal2b.blogspot.com 29
http://www.cal2b.blogspot.com 6

Accessibilité

Catégories

Détails de l'import

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Droits d'utilisation

© Tous droits réservés

Report content

Signalé comme inapproprié Signaler comme inapproprié
Signaler comme inapproprié

Indiquez la raison pour laquelle vous avez signalé cette présentation comme n'étant pas appropriée.

Annuler
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Votre message apparaîtra ici
    Processing...
Poster un commentaire
Modifier votre commentaire

Isomeria optica Isomeria optica Presentation Transcript

  • ISOMERIA ÓPTICA Ocorre quando uma substância tem a capacidade de desviar o plano da luz polarizada Luz polarizada - é um conjunto de ondas eletromagnéticas que se propagam em apenas uma direção
  • ISOMERIA ÓPTICA
    • Caso o isômero óptico provoque o giro da luz polarizada para a direita, o enantiômero é denominado dextrógiro (d ,+).
    • Caso o enantiômero provoque o giro da luz polarizada para a esquerda, o composto é denominado levógiro (l ,-)
  • ISOMERIA ÓPTICA
    • Atividade óptica só é possível em moléculas assimétricas, geralmente moléculas que possuem carbono quiral.
    • O carbono quiral é o carbono possui os quatro ligantes diferentes.
    Carbono quiral
  • ISOMERIA ÓPTICA
        • Enantiômeros ou enantiomorfos ou
        • antípodas ópticos
    São imagens especulares um do outro que não se sobrepõem
  • ISOMERIA ÓPTICA
  • ISOMERIA ÓPTICA
    • Mistura racêmica
    • É uma mistura de isômeros ópticos, ou seja, é uma mistura de 50% de levógiro e 50% de dextrógiro.
    • Esta substância não desvia a luz polarizada, logo é opticamente inativa.
  • ISOMERIA ÓPTICA
    • A quantidade de isômeros opticamente ativos, pode ser dada a partir da quantidade de carbonos quirais em uma molécula.
    IOA- isômero ópticamente ativo IOA = 2 n , sendo n o número de carbonos assimétricos diferentes Para a molécula dada, temos: IOA = 2 2 = 4 , 4 isômeros ópticos ativos Duas misturas racêmicas, A metade do número de isômeros ativos.
  • ISOMERIA ÓPTICA
    • Ocorre em compostos cíclicos e saturados, desde que a pelo menos dois carbonos da cadeia cíclica se prendam dois radicais diferentes entre si. .
    EM COMPOSTOS CÍCLICOS
  • ISOMERIA ÓPTICA
    • EM DERIVADOS DO ALENO=PROPADIENO
    • Isomeria ótica sem carbono assimétrico
  • ISOMERIA ÓPTICA Carbonos assimétricos idênticos Isômeros ópticos 2 n = 2 1 = 2 1dextrógiro e 1 levógiro 1mistura racêmica(opticamente inativa por compensação externa. 1 isômero meso(opticamente inativo por compensação interna)