• Partagez
  • E-mail
  • Intégrer
  • J'aime
  • Télécharger
  • Contenu privé
Calendário maia
 

Calendário maia

on

  • 1,070 vues

 

Statistiques

Vues

Total des vues
1,070
Vues sur SlideShare
1,070
Vues externes
0

Actions

J'aime
0
Téléchargements
9
Commentaires
0

0 Ajouts 0

No embeds

Accessibilité

Catégories

Détails de l'import

Uploaded via as Adobe PDF

Droits d'utilisation

CC Attribution-NonCommercial LicenseCC Attribution-NonCommercial License

Report content

Signalé comme inapproprié Signaler comme inapproprié
Signaler comme inapproprié

Indiquez la raison pour laquelle vous avez signalé cette présentation comme n'étant pas appropriée.

Annuler
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Votre message apparaîtra ici
    Processing...
Poster un commentaire
Modifier votre commentaire

    Calendário maia Calendário maia Document Transcript

    • Calendário MaiaPreparei esse texto depois de meses de pesquisa sobre o calendário, a matemáticae a profecia maia. É um texto bem didático e na verdade era um projeto diferentedesenvolvido para trazer essa discussão à sala de aula. Envolveria outras disciplinascomo Matemática, História e Geografia. É um tema atual e vai sofrer muitadivulgação. Como entender esse calendário? Segue abaixo. Começa explicando amatemática, os algarismos maias relacionados aos indo arábicos, até chegar ao indo-arábicos,calendário propriamente dito. Quer algo diferente? Peça para os alunos escreverem riamentede 0 a 100 não em algarismos indo árabicos e sim com algarismos maias! Demanda indo-árabicosmuito raciocínio, tempo e não é mecanizado. Depois converse sobre cultura,educação e adestramento! Talvez sej interessante. sejaNumerais MaiasOs maias escreviam qualquer número a partir de três símbolos: a concha (quesimboliza o zero), o ponto ( número um) e a barra (o número c onto (o o cinco). Porcomparação nós utilizamos cerca de dez símbolos: 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9! 8,De zero a dezenove, pois a base era o número 20, que significa a contagem a partirdos dedos das mãos e dos pés:Números acima de dezenove são escritos de baixo para cima. (Nós fazemos daesquerda para a direita, como 10, onde está implícito 1+0, com o símbolo de + aí, ,não como soma, mas como junção Para escrever vinte-e-sete escreve junção). sete escreve-se um ponto(que simboliza 20, mas o algarismo 7 abaixo). Outro exemplo o número vinte éescrito com um ponto e abaixo dele é acrescentado o algarismo zero.
    • Veja algumas operações básicas de soma e subtrção:Calendário Maia e Profecia MaiaOs maias desenvolveram três calendários em um só: correspondem aosmovimentos do planeta Terra: rotação, translação e a precessão. Os trêscalendários são análogos a três engrenagens girando ao mesmo tempo. Aconcepção dos maias de tempo é circular, ao contrário da concepção ocidental queé linear (com começo meio e fim).1º) Calendário Ritual/Religioso: O TzolkinO calendário de 260 Dias foi herdado da Civilização Zapoteca (do Vale de Oaxaca) ecriado em cerca de 600 a.C.Composto de 20 Dias dotados de nome cada qual repetido 13 vezes (números oumeses). (13 x 20 = 260). Cada dia tinha sua sorte e azar, era um calendário humanoe representava a experiência humana em suas várias manifestações. Os 260 Diascorrespondem aproximadamente aos nove meses de gestação do ser humano. Os números tinham grande significado na cultura maia. Por exemplo, o número 20significa o número de dígitos que uma pessoa possui - 10 dedos nas mãos e 10dedos nos pés. O número 13 se refere às juntas principais do corpo humano poronde se acredita que as doenças entram para atacar - um pescoço, dois ombros,dois cotovelos, dois pulsos, dois quadris, dois joelhos e dois calcanhares. O número13 também representava os níveis do paraíso onde os lordes sagrados reinavamsobre a Terra.
    • Nomes e Glifos dos dias do Calendário Tzolkin 1 Imix` 6 Kimi 11 Chuwen 16 Kib`Crocodilo / Dragão Morte Mono (Deus) Abutre 2 Ik´ 7 Manik` 12 Eb´ 17 Kab´an Vento Mão Homem Terremoto 3 Ak´b´al 8 Lamat 13 B`en 18 Etz´nab´ Noite Estrela Caminhante no Espelho Céu 4 K`an 9 Muluk 14 Ix 19 Kawak Milho Lua Jaguar Tormenta 5 Chikchan 10 Ok 15 Men 20 AjawSerpente Celestial Cão Águia SolO início do calendário tzolkin começa com o primeiro nome de dia , imix, e onúmero um. Os dias continuam em seqüência até que todos os 13 números sejamusados. Então, os números começam novamente com um, mas os nomes dos diascontinuam com o 14° dia. Quando chegar no 13 ben, você deve continuar com 1 Ix,
    • 2 men, 3 kib, e assim por diante até 7 ajaw. Neste ponto, os nomes dos diascomeçam de novo, mas os números continuam: 8 Imix, 9 Ik, 10 akbal, e assim pordiante.Pense em duas engrenagens trabalhando em conjunto. Uma possui os 20 nomesdos dias e seus hieróglifos correspondentes. A outra menor possui os números deum a 13. Se você prender essas engrenagens uma na outra no número 1 com o diaImix, e depois girá-las até chegar no um com Imix novamente, você terá 260 dias,completando todo os calendário tzolkin.Alguns sistemas começaram a contagem em 1 Imix, seguido por 2 Ik, 3 Akbal, etc.até 13 Ben. Os números de dias da trecena então começa novamente em 1enquanto a sequência de nomes de dias continua, assim os próximos dias nasequência são 1 Ix, 2 Men, 3 Kib, 4 Kaban, 5 Etznab, 6 Kawoq, e 7 Ajau. Comtodos os vinte nomes de dias usados, estes começam a repetir o ciclo enquanto asequência numérica continua, assim o próximo dia após 7 Ajaw é 8 Imix. A repetiçãocompleta destes ciclos interconectados de 13 e 20 dias portanto leva 260 dias parase completar (ou seja, para que todas as combinações possíveis de número/nomede dia acontecer uma vez) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 131.ª Imix Ik Kan Akbal Chicc Cimi Manik Lamat Muluc Oc Chue Eb Ben han n2.ª Ix Men Cib Caba Etzna Cauac Ahau Imix Ik Kan Akbal Chicc Cimi n b han3.ª Manik Lamat Muluc Oc Chue Eb Ben Ix Men Cib Caba Etzna Cauac n n b4.ª Ahau Imix Ik Kan Akbal Chicc Cimi Manik Lamat Muluc Oc Chue Eb han n5.ª Ben Ix Men Cib Caba Etzna Cauac Ahau Imix Ik Kan Akbal Chicc n b han6.ª Cimi Manik Lamat Muluc Oc Chue Eb Ben Ix Men Cib Caba Etzna n n b7.ª Cauac Ahau Imix Ik Kan Akbal Chicc Cimi Manik Lamat Muluc Oc Chue han n8.ª Eb Ben Ix Men Cib Caba Etzna Cauac Ahau Imix Ik Kan Akbal n b9.ª Chicc Cimi Manik Lamat Muluc Oc Chue Eb Ben Ix Men Cib Caba han n n10 Etzna Cauac Ahau Imix Ik Kan Akbal Chicc Cimi Manik Lamat Muluc Oc.ª b han11 Chue Eb Ben Ix Men Cib Caba Etzna Cauac Ahau Imix Ik Kan.ª n n b12 Akbal Chicc Cimi Manik Lamat Muluc Oc Chue Eb Ben Ix Men Cib.ª han n13 Caba Etzna Cauac Ahau Imix Ik Kan Akbal Chicc Cimi Manik Lamat Muluc.ª n b han14 Oc Chue Eb Ben Ix Men Cib Caba Etzna Cauac Ahau Imix Ik.ª n n b15 Kan Akbal Chicc Cimi Manik Lamat Muluc Oc Chue Eb Ben Ix Men.ª han n16 Cib Caba Etzna Cauac Ahau Imix Ik Kan Akbal Chicc Cimi Manik Lamat.ª n b han17 Muluc Oc Chue Eb Ben Ix Men Cib Caba Etzna Cauac Ahau Imix.ª n n b18 Ik Kan Akbal Chicc Cimi Manik Lamat Muluc Oc Chue Eb Ben Ix.ª han n19 Men Cib Caba Etzna Cauac Ahau Imix Ik Kan Akbal Chicc Cimi Manik.ª n b han20 Lamat Muluc Oc Chue Eb Ben Ix Men Cib Caba Etzna Cauac Ahau.ª n n b.2º) Calendário Civil/Divino/Cósmico: O Haab (Calendário Solar)O Nosso calendário atual é o calendário egípcio que sofreu duas modificações:pelos romanos no governo de Julio César, e pelo papa Gregório no século XV.
    • Poucos povos do mundo utilizaram o calendário solar, com exceção dos egípcios edos povos do México Antigo. O dia corresponde ao movimento de rotação e o ano tigo.ao movimento de translação. Os 365 ddias eram assim divididos:360 Dias com 18 Meses de 20 Dias cada (18 x 20 = 360)E mais 5 Dias de má sorte a ele acrescentados. Provavelmente acrescentavam orte .também outro dia a cada quatro anos (ano bissexto).É quatro segundos mais preciso que o atual. Meses “Haab” Nome Significado Glifo Nome Significado Glifo Pop Tapete Sak Tempestade BrancaWo ou Conjunção Keh Tempestade Uo Preta Vermelha Sip Conjunção Mak Fechado Vermelha Sotz Morcego Kankin Sol Amarelo Sek ? Muan Coruja Xul Cão Pax Tempo De PlantioYaxkin Sol Novo Kayab Tartaruga Mol Água Kumku Depósito De GrãosChen Tempestade Wayeb Cinco Dias De Negra Azar
    • Yax Tempestade VerdeSincronização dos dois calendáriosUm ciclo de 52 anos solares harmonizava o calendário religioso e o solar. A cadadois ciclos havia a coincidência entre o ano solar, o sagrado e o início de um novociclo. A cada 52 anos correspondia a uma geração pois raramente os maiaspassavam dos 50 anos). Dois ciclos de 52 anos (104 anos) coincidem com 65 anosou revoluções de Venus (a translação da Terra dura 365 dias e a de Ven dura 584 Venusdias). O calendário além de marcar o tempo servia para guiar o futuro existindo atéhoje na Guatemala sacerdotes do calendário.Sincronização: 73 Anos Tzolkin de 260 Dias ( e (73x260 = 18.980 Dias) 52 Anos Solares de 360 Dias {[(52x360) + (52x5)] = 18.980 Dias e [(52x360) Dias} Expressão de 37.960 Dias (104 Anos Solares de 365 Dias e 146 Anos Tzolkin): 4 x 20 x 20 x 20 = 32.000 Dias 32.000+ 14 x 20 x 20 = 5.600 Dias 5.600+ 18 x 20 = 360 Dias 360+ Sem Unidade (de 1 a 20) = 0 0+ Dia Total (Soma Tudo) 37.960 Dias3º) Calendário: “Conta Longa” ou de Séries Iniciais :O calendário longo foi criado no século I a.C. pelos maias. Retiravam o cinco dias riado osadicionais. A data de início do calendário é a origem Mítica dos maias em 13.0.0.0.0.4 Ahau 9 Cumku que no calendário gregoriano corresponde a 13 de Agosto de 3114 ea.C. Nessa data houve a criação dos maias ou dos deuses.A data do fim do ciclo é 21 de dezembro de 2012, ou seja, o calendário será ,“zerado” novamente voltará a ser 13.0.0.0.0 Segundo os maias o mundo será vítima 13.0.0.0.0. aiasde uma inundação esmagadora. Indo-Arábico 13. 0. 0. 0. 0. Maia Maia Baktuns Katuns Tuns Uinal Kin Ocidental Grande Ciclo Quarenta Anos Meses Dias Décadas Longos 23 de Setembro de 2009 – 12.19.16.12.15. 2 Men 13 Chen Tzolkin HaabBaktun Katun Tun Winal Kin Trezena Vintena Dia Mês 12 19 16 12 15 2 Men 13 Chen
    • 28 de Setembro de 2009 – 12.19.16.13.0. 7 Ajaw 18 Chen Tzolkin HaabBaktun Katun Tun Winal Kin Trezena Vintena Dia Mês 12 19 16 13 0 7 Ajaw 18 ChenDia é Kin20 Kins ou 20 Dias = 1 Uinal / Mês18 Uinals ou 18 Meses = 1 Tun / Ano Longo (360 Dias)20 Tuns / Anos Longos = 1 Katun (7.200 Dias) ou aproximadamente 2 décadas s(19,7 anos modernos)20 Katuns ou 40 Décadas o aproximadamente 400 Anos = 1 Baktun (144.000 Dias ouou 394,3 Anos Modernos)13 Baktuns / Grande Ciclo = 1 1.872.000 Dias ou cerca de 5.130 Anos e20 Baktuns = 1 Pictun (7.885 Anos)20 Pictun = 1 Calabtun (157.704 Anos)20 Calabtun = 1 Kinchiltun (3.154.071 Anos)20 Kinchiltun = 1 Alautun (63.081.429 Anos) = Um período curiosamente queremete à extinção dos dinossauros. Segundo os geólogos existe na Península deYucatá no México um astroblema que data de 65 milhões de anos atrás. Nesse d diafatídico a Terra sofreu o impacto de um asteróide que causou desastres em todoplaneta, a extinção dos dinossauros e a supremacia dos mamíferos. A craterachama-se Chicxulub que em maia significa “a cauda do demônio”. seObservação: apenas por consideração 2012 literalmente significa dois : dois-zero-um-dois. Mas implicitamente utilizamos termos equivalentes aos que os maias chamamde baktun, katun ou uinal: milhão, bilhão, mil, etc. Assim sendo lemos dois mil edoze. Os Baktuns Acontecimentos RelevantesCalendário Calendário Maias Mundo Maia Gregoriano13.0.0.0.0. 3113 a.C. a Origem dos Maias Antigo Império Egípcio 2718 a.C. Suméria1.0.0.0.0. 2718 a.C. a Área Meridional Civilização do Vale do 2324 a.C. Indo2.0.0.0.0. 2324 a.C. a Área Meridional Médio Império Egípcio 1930 a.C. Império Babilônio3.0.0.0.0. 1930 a.C. a Área Meridional Dinastia Chang na China 1536 a.C.
    • 4.0.0.0.0. 1536 a.C. a Área Meridional Novo Império Egípcio 1141 a.C. Judaísmo5.0.0.0.0. 1141 a.C. a Área Central Idade das Trevas 747 a.C.6.0.0.0.0. 747 a.C. a Área Central Império Neobabilônico e 353 a.C. Persa Colonização Grega e Fenícia7.0.0.0.0. 353 a.C. a 41 Área Central (El Mirador) Império Macedônio, d.C. Máuria e Chin Guerras entre Roma e Cartago8.0.0.0.0. 41 a 435 Idade do Ouro Antiga Ascensão do Cristianismo (Copán, Tikal, Yaxchilán) Império Romano Área Setentrional9.0.0.0.0. 435 a 830 Idade do Ouro Recente Invasões Bárbaras (Copán, Palenque e Islamismo Tikal)10.0.0.0.0. 830 a 1224 Período Terminal Cruzadas Área Setentrional (Uxmal)11.0.0.0.0. 1224 a 1618 Maia-Tolteca Invasões Mongóis (Hegemonia de Chichén Itzá, Mayapán e Tulum)12.0.0.0.0. 1618 a 2012 Dominação Espanhola e Expansão Européia Marginalização dos Revolução Industrial Maias Guerras Mundiais13.0.0.0.0. 2012 a 2406 “O Sexto Sol” ?Katuns e a Profecia de Chilam BalamCada Katun recebia o nome do dia que terminava (ou seja só podiam ser 13) Os 13 13).Katuns adquiriram reputação: 10 deles ruins.Cada Período de 260 Tuns ou Anos Longos (93.600 Dias ou 256 Anos Solares) 600recomeçaria um Katun do mesmo nome que duraria pouco menos de 20 Anos começaria Anos.Um dos piores era o Katun 8, Ahau, que indicava luta e mudança política. Quandoocorreu o Katun 8 Ahau entre 1441 e 1461, a tribo maia Itza que governava ChichenItza foi obrigada a migrar para o sul onde fundam Tah Itza ou Taysal no Lago Peten.A fundação de Chichen Itza remete ao Katun 8 Ahau anterior quando foram e expulsosde suas terras por invasores (provavelmente os toltecas). Em 1524 Cortez visitou a .cidade e os espanhóis conquistaram a América Central exceto Peten Itza. Em 1696a Igreja e os Espanhóis dão um ultimatum aos itzas ameaçando os sobre o retorno ameaçando-osdo Katun 8 Ahau. Os maias em 1697 são atacados pelos governadores de Yucatan,e se rendem praticamente sem luta! (em parte pela fé na importância do períodorelacionado a tragédias eminentes)
    • Os Katuns ocorriam na seguinte ordem: Katun Profecia de Chilam Balam Período de Acontecimentos Ocorrência11 Ahau “Quando estrangeiros invadem o país”9 Ahau7 Ahau5 Ahau “Um tempo de infortúnios, de 1855-1875 Guerra Civil Americana cisão entre líderes e liderados, o povo perderá a fé em seus lideres que poderão ser maltratados, até mesmo enforcados, haverá também cobras em abundância. A fome será grande e poucos nascerão neste período”.3 Ahau1 Ahau12 Ahau10 Ahau “Mais uma vez a desgraça se 2ª Guerra Mundial abate sobre a Terra. Secas e Desaparecimento dos fomes e uma época de Maias do Sul ocupação estrangeira, mudanças e tristezas”8 Ahau “Uma época de extermínio e 1441-1461 Chichén Itzá é destruída destruição entre os 1690 Guerra do Vietnã governantes. Do fim da cobiça, 1960-1973 Anos 60 mas de muita luta. Uma época de se fixar em outro lugar.”6 Ahau “Uma época de um governo 1973-1993 Irã mal e enganoso, muitos Campanha contra a morrerão de fome.” Fome na África4 Ahau “A divindade suprema 1993-2012 11 De Setembro retornará a Terra, anunciando o início de uma nova era. É uma época de relembrar o conhecimento em meio à escassez e da chegada do pássaro Quetzal, Kukulcan.”2 Ahau “Para metade haverá 2012- 2012 alimentos, para outros infortúnios. É a época em que terminará o mundo de Deus. A época de se unir por uma causa.”13 Ahau “Será uma época de total ruína 1520 1520 os conquistadores onde tudo se perderá. Será a 1776 espanhóis chegaram a época do julgamento de Deus. América arrasando Haverá epidemias e pragas e praticamente 90% da
    • depois virá a fome. população. Em 1776 Estrangeiros conquistarão houve a Revolução governos e sábios e profetas Francesa e Americana. encontrarão seu fim.”Os Quatro Sóis5 Grandes Ciclos de 5125 Anos. Quatro já passaram e o ultimo será em 2012.Formando cinco ciclos de 5.125 Anos (25.625 Anos no Total) correspondendo aprecessão dos equinócios (25.920 Anos). A precessão dos equinócios é ummovimento da Terra sobre o seu próprio eixo e imperceptível pelos humanos. A cada2160 anos o Sol nasce em uma constelação diferente, e dentro em breveentraremos na “Era de Aquário”. Segundo os maias no dia 21 de dezembro de 2012a Terra e o Sol se alinharão com o buraco negro existente no centro da galáxia, e aTerra sofrerá os efeitos de uma onda radioativa. Inclusive as ciclos das manchassolares ocorre em um período de 11 em 11 anos. Outros movimentos da Terra comoa nutação também duram cerca de duas décadas.Os Quatro-Sóis são: (segundo os astecas, que provavelmente partilhavam de umcorpus religioso com os maias, astecas, teotihuacanos, zapotecas e outros povos daMesoamérica)1º Sol: Jaguar = os seres humanos foram destruídos por jaguares2º Sol: Vento = fortes tempestades como furacões arrasam a espécie humana.3º Sol: Água = Dilúvio há 12 mil anos atrás. Nesse período houve o fim da última EraGlacial, responsável inclusive pela Revolução Agrícola. A lenda do dilúvio assimcomo o do afundamento de Atlântida está presente em várias culturasaparentemente distantes, que passaram milhares de anos isoladas entre si.4º Sol: Fogo = uma chuva de fogo causou uma nova destruição. Segundo cientistashouve a passagem de um Cometa sobre o Planeta a cerca de 5 mil anos atrás.5º Sol: Movimento = Terremotos, Vulcões e Furacões6º Sol: Irá Nascer após o 5º Sol201221 de Dezembro de 2012 poderá ou não ocorrer algo com o planeta. Os maiaspossuíam grande conhecimento astronômico e matemático, o seu calendário sendosuperior ao nosso atualmente. Movimentos do Sol, Vênus, Terra e Lua sãointerligados e sincronizados. O homem também desconhece muitos movimentos efenômenos do universo. A tectônica de placas por exemplo que explica a ocorrênciade vulcões, terremotos, rifteamento, abertura de oceanos e criação de novoscontinentes data da década de 60. O estudo das manchas solares também ainda éobscuro. Até mesmo os efeitos do La Niña e El Niño que causam catástrofesperiódicas a todos os povos e continentes não está ainda esclarecido.Segundo os maias o sol do solstício vai se alinhar com o centro da Via-Láctea e aprecessão provocará uma mudança no eixo da Terra. O centro da Via-Láctea é larde um buraco negro (Sagittari A), e buracos negros são estrelas colapsadas quepossuem uma gravidade gigantesca e só são identificados a partir da zona deacreação que é formada pelo buraco negro ao sugar a luz e matéria de outrasestrelas próximas. Se provavelmente o buraco negro causar algum efeitogravitacional sobre o sol, poderá alterar o campo magnético do planeta, e causar porexemplo a incidência de radiação solar acima do comum.Muitas teorias e especulações existem na internet sobre o tema, mas é preciso filtrare ver que algumas não têm noção alguma. Não existe nenhum alinhamento de
    • planetas em andamento. Nostradamus não previu o fim do mundo. Mas devido aodesconhecimento do universo, e a imensidão do mesmo, a Terra é um planeta muitofrágil. E os maias possuem milhares de anos de observação astronômica que foidocumentada mas hoje está perdida. É interessante notar que apenas quatrocódices (ou livros maias) sobreviveram a conquista espanhola. E um desses livrosfala sobre o calendário e a profecia!O Calendário Maia e outras profecias circulam por todo planeta, mas se olharmospara a história documentada da humanidade ou para a longa história geológica epaleontológica da Terra veremos que acontecimentos “naturais” e imprevisíveiscausaram transtornos em todo planeta. Vou listar alguns: Erupção do Vulcão da Ilha de Thera (cerca de 1600-1200 a.C.) – a erupção vulcânica destruiu a Civilização Minóica de Creta, e aumentou a temperatura do planeta. Segundo climatologistas se a temperatura aumentar em um grau em apenas um ano grande parte da colheita pode ser perdida. No outro ano nova perda ocorrerá. Além disso uma cabeça de gado morre por tribo, e gera um efeito dominó, que no período retratado causou a migração de povos bárbaros por todo o Velho Mundo. Só para se ter um idéia: essa migração de povos bárbaros (os povos do mar do Egito Antigo) causaram o declínio da Idade do Bronze ou Idade dos Carros de Guerra/Bigas. O Egito, o Império Hitita e a Mesopotâmia sofreram perdas consideráveis e no período de 1000 - 600 a.C. ouve uma verdadeira “Idade das Trevas”, onde os relatos escritos desapareceram. Esse acontecimento está relacionado com as 10 pragas do Egito da bíblia e relatos incomuns por todas as culturas. Os quatrocentos anos seguintes foram o tempo suficiente para a assimilação cultural e um novo renascimento civilizacional que marcou o surgimento da Grécia Clássica, a Fenícia e Cartago, Roma, só para citar o mundo habitado na Crescente Fértil e Mediterrâneo. Fim da Era Glacial (cerca de 10.000 a.C.) – o aquecimento global iniciado com o fim da Era Glacial explicado pela precessão dos equinócios e a oscilação do eixo do planeta como um pião (considerando a Terra como um pião ou sua cabeça, se você podesse girá-la como uma coruja corresponde ao movimento de rotação, você desse uma volta completa em uma lâmpada com a cabeça parada seria a translação, e se você apenas tonteasse a cabeça seria a precessão, para frente, direita, trás, esquerda; no mais a Terra realiza esses três movimentos básicos e outros maiores, apenas dois sendo perceptíveis ao padrão humano, se quiser saber mais pesquise sobre os ciclos de Milankovitch). O aquecimento do planeta provocou a extinção da megafauna do Eoceno, mamutes, smilodon, entre outros, o que forçou a humanidade a produzir seu próprio alimento. O Mesolítico período de cinco mil anos assinala a passagem de uma sociedade caçadora-coletora para agricultora inicialmente em regiões do México, Peru, Egito, Mesopotâmia, China e Índia. Pequena Idade do Gelo (cerca de 1550-1850 d.C.) – período de resfriamento global. Muito recente já que desde 1850 a temperatura do planeta está subindo. No período de 1000 a 1550 d.C. a Terra viveu um período de aquecimento, e nesse período os Vikings criaram colônias no Canadá (Vinland) e colonizaram a Groenlândia, literalmente (“Ilha Verde”), impossível até cerca de 1990...Bibliografia
    • BARRACLOUGH, Geoffrey (ed.). Atlas da História do Mundo. São Paulo: Folha deSão Paulo/Time Books, 1995.JAMES, Peter. O Livro de Ouro dos Mistérios da Antiguidade. Rio de Janeiro:Ediouro, 2001.TEIXEIRA, Wilson... [et. al]. Decifrando a Terra. São Paulo: Companhia EditoraNacional, 2009.