Ce diaporama a bien été signalé.
Le téléchargement de votre SlideShare est en cours. ×

Trabalho de segmentos alexandre.pptx

Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Chargement dans…3
×

Consultez-les par la suite

1 sur 13 Publicité

Plus De Contenu Connexe

Plus récents (20)

Publicité

Trabalho de segmentos alexandre.pptx

  1. 1. SEGMENTOS DO TURISMO G r u p o : B e a t r i z M a n u e l a d a S i l v a G u i l h e r m e M a r t i n s K l e y c e r M o r e i r a G o m e s K e n i a S i l v a Ve i g a
  2. 2. TURISMO SOCIAL O turismo social tem como visão auxiliar pessoas e comunidades em situação vulnerável. O turista já começa sua viagem ciente de que além de conhecer um local novo, também desenvolverá ações voltadas para suprir as necessidades de uma comunidade. Exemplo: trabalho voluntário na África, feito por ONG’s 2
  3. 3. ECOTURISMO Este ramo do turismo é caracterizado pelo contato com ambientes naturais, pela realização de atividades que promovam a vivência e o conhecimento da natureza e pela proteção das áreas onde ocorre. Exemplo: parques ecológicos 3
  4. 4. TURISMO CULTURAL O turismo cultural é aquele realizado em regiões (bairros, cidades, países) que oferecem locais com informações culturais. Geralmente, este tipo de turismo ocorre em cidades históricas ou locais com monumentos arquitetônicos com grande representatividade cultural. Exemplos: igrejas, palácios, casas antigas, pirâmides 4
  5. 5. TURISMO DE ESTUDOS E INTERCÂMBIO Ele começou a ficar mais evidente a partir da Revolução Industrial. Acontece em todos os países. (independente as características geográficas e climáticas, ocorre durante todo o ano). Turismo de Estudos e Intercâmbio constitui-se da movimentação turística gerada por atividades e programas de aprendizagem e vivências para fins de qualificação, ampliação de conhecimento e de desenvolvimento. 5
  6. 6. TURISMO DE ESPORTE Começou como atividade turística no século XX. Com o processo de globalização e culminando com a popularização mundial das grandes competições esportivas - Jogos Olímpicos, Copas do Mundo, Jogos de Inverno, etc. Turismo de Esportes compreende as atividades turísticas decorrentes da prática, envolvimento ou observação de modalidades esportivas. 6
  7. 7. TURISMO DE PESCA Turismo de Pesca compreende atividades turísticas decorrentes da prática da pesca amadora. Pesca amadora: Tem a finalidade de lazer, sem finalidade comercial. Existem várias formas, e modalidades de pesca amadora. Características da pesca amadora ou Pesca esportiva: Prática de devolver à água os peixes menores e também os maiores. E para o abate quando ocorre, são os peixes de tamanho intermediário, para consumo no local da pescaria. 7
  8. 8. TURISMO NÁUTICO O turismo náutico é feito por meio marítimo, onde se utiliza embarcações náuticas como balsa, iate, flutuante, bote, escuna e outras embarcações, tais embarcações podendo ser usadas como finalidade de movimentações turísticas como o cruzeiro, no entanto, quando usadas como meio de deslocamento não caracteriza-se o segmento. As embarcações são classificadas pela Marinha do Brasil em: embarcação de grande porte ou iate, de médio porte e embarcações miúdas; contando também com embarcações de esporte e de recreio. Este segmento pode ser caracterizado também dependendo do local onde ocorre, que são quatro: o turismo fluvial, lacuatre, marítimo e em represas. Se faz necessária no segmento náutico do turismo a infraestrutura que conta com portos, fundeadouros, atracadouros, marinas e clubes náuticos. O turismo náutico é vantajoso para a economia e especialmente no caso de Florianópolis que tem um grande potencial marítimo significativo, cercado por esse potencial náutico que pode gerar tantas oportunidades, no entanto, o país ainda se vê em desenvolvimento pra este segmento. 8
  9. 9. TURISMO DE AVENTURA O turismo de aventura tem como objetivo junto ao ecoturismo proporcionar aos turistas deste segmento uma oportunidade de fugir do agito da cidade, salas e academias fechadas. Esse segmento consiste na realização de atividades de aventura que envolvem experiências físicas e sensoriais de maneira recreativa. É praticado em contato com a natureza e pode ser encaixar no ecoturismo quando segue certas diretrizes. Além das práticas de atividades de aventura, há também a oferta de serviço, equipamentos e produtos de transporte, alimentação, dentre outros. Este segmento visa a prática de aventura que cause o menor impacto negativo possível no local, usufruindo da natureza enquanto valoriza e a preserva. 9
  10. 10. TURISMO DE SOL E PRAIA Constituído a partir das atividades turísticas de recreação, entretenimento ou lazer em praias em conjunto da água, do sol e calor -esses sendo os principais fatores atrativos, principalmente em temperaturas quentes ou do agrado do turista. Na recreação, entretenimento ou descanso em praia, se faz presente a distração, diversão ou apenas usufruir e se maravilhar com a paisagem. Neste segmento também há a caracterização de oferta de serviços, produtos e equipamentos de transporte, hospedagem, dentre outros. 10
  11. 11. TURISMO RURAL Turismo rural ou Agro Turismo é uma modalidade do turismo que tem, por objetivo, permitir, a todos, um contato mais direto e genuíno com a natureza, a agricultura e as tradições locais, através da hospedagem domiciliar em ambiente rural e familiar. O Agro Turismo ajuda a estabilizar a economia local, criando empregos nas atividades indiretamente ligadas à atividade agrícola e ao próprio turismo, como comércio de mercadorias, serviços auxiliares, construção civil, entre outras, além de abrir oportunidades de negócios diretos, como hospedagem, lazer e recreação. Economicamente, pode-se mencionar, como exemplo de vantagens associadas ao Agro Turismo, a possibilidade de agregar valor aos produtos agrícolas do estabelecimento e a instalação de indústrias artesanais, por exemplo para a produção de alimentos regionais típicos. 11
  12. 12. TURISMO DE NEGÓCIOS E EVENTOS Turismo de Negócios e Eventos compreende o conjunto de atividades turísticas decorrentes dos encontros de interesse profissional, associativo, institucional, de caráter comercial, promocional, técnico, científico e social. Sobre o impacto da economia no país, em 2015 esse setor movimentou mais de R$ 13 bilhões e, em 2016, o Brasil sediou mais de 900 eventos. Já em 2017, houve mais de 2 mil feiras no calendário da União Brasileira de Promotores de Feiras (UBRAFE). Exemplo: Feiras Corporativas, Congressos, entre outros. 12
  13. 13. TURISMO DE SAÚDE Turismo de Saúde ocorre quando o objetivo e a motivação do ato de viajar está ligado a tratamentos médicos, cirúrgicos ou para qualquer tipo de cuidado ligado à esfera da saúde. Os principais países que atuam nesse segmento são a Tailândia, Singapura, Índia, Costa Rica, África do Sul, México, Estados Unidos e o Brasil. As principais especialidades procuradas são cirurgias plásticas, ortopédicas, ortodônticas, gástricas (bariátricas) e cardiológicas. Segundo Adalto Godoi, trata-se de um segmento que movimentará cerca de US$ 100 bilhões nos próximos anos. Apenas os pacientes oriundos dos Estados Unidos gastaram em 2006 US$16 bilhões nos países que atuam com essa atividade. 13

×