Contenu connexe

Similaire à Organização por Ciclos.pptx(20)

Dernier(20)

Organização por Ciclos.pptx

  1. Segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional nº 9396/96, as escolas podem sistematizar o ensino por séries anuais, por períodos semestrais, por ciclos e pela alternância regular de períodos de estudos. Os municípios têm a incumbência de organizar, manter e desenvolver os órgãos e instituições oficiais dos seus sistemas de ensino, integrando- os às políticas e planos educacionais da União e dos Estados.
  2. No Distrito Federal, desde 2013, o ensino fundamental público foi alterado do sistema seriado para o sistema de ciclos. A proposta visou substituir o avanço dos alunos na aprendizagem pela passagem de séries, para um modelo que levasse em conta o desenvolvimento histórico e social do estudante no seu tempo de aprender, dessa forma também os índices de reprovação e evasão escolar.
  3. A atual metodologia de organização escolar do ensino fundamental no Distrito Federal é organizada em três ciclos. O primeiro ciclo vai do 1º ao 3º ano, e é também denominado Bloco Inicial de Alfabetização (BIA). O segundo, do 4º ao 5º ano e o terceiro, do 6º ao 9º ano.
  4. A progressão continuada ainda é confundida com aprovação automática.
  5. A progressão continuada é justamente garantir a todos o direito de aprender. Reconhecendo que as crianças passam por ciclos de desenvolvimento - como ensinou o psicólogo suíço Jean Piaget e que as aprendizagens ocorrem dentro desses ciclos. Mas cada criança tem um ritmo e uma maneira de aprender, que devem ser respeitados. Por isso, em vez de uma organização curricular dividida por séries, anual, a progressão prevê a possibilidade de ciclos de dois, três ou quatro anos e elimina a retenção dentro desse período, por acreditar que, com um tempo maior disponível, todos podem atingir as expectativas de aprendizagem.
  6. Contudo, o maior ganho não está nos números, mas no impacto sobre o desenvolvimento da criança. A reprovação, tida no sistema seriado como uma "nova chance de aprendizagem", transformou-se, no decorrer dos anos, num instrumento de exclusão de boa parte das crianças e dos adolescentes da escola: a repetência é uma das grandes causas do abandono e da evasão escolar. E o Brasil é um dos países que mais reprovam.
  7. A retenção em si não colabora para a aprendizagem do estudante, muitas vezes só piora, o levando a evasão escolar. É necessário um planejamento e cuidado especial com aquele que não atingiu os objetivos de aprendizagens propostos em determinado ano, esgotando todas as possibilidades de intervenções por parte da equipe pedagógica escolar e da família.
  8. Disponível em: https://especialissimojornal.wordpress.com/016/ 06/06/ensino-por-ciclos-avanca-no-df/ Disponível em: https://www.educacao.df.gov.br/wpconteudo/ uploads/2021/02/Orientacoes-Pedagogicas-3o-Ciclo- VERSAOFINAL.pdf