Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.
Lúcio Alves
Quem eu sou?
Pedagogo;
Pai de três filhos: Lucas, Lívia e Maria Eduarda;
Funcionário da Universidade Federal de Sergipe...
De repente, o diagnóstico...
Dia 23 de novembro de 2012;
Internamento no Hospital Primavera – 13 dias.
Início da hemodi...
Começa o Circo de Horrores
Desfile de pacientes com muletas, bengalas, muitos
de cadeira de rodas, amparados por outras p...
Início da Hemodiálise
Muito frio;
Medo;
Ansiedade;
Tristeza.
E agora? Como enfrentar esse
desafio?
A dura fase de adaptação;
Ressignificação de conceitos;
Aceitar o que não pode se...
O poder de sedução!
O tamanho do poder que existe em cada um de nós!
O poder que existe em cada um de vocês que
escolher...
A metáfora do terremoto
Meus contatos
Facebook:
https://www.facebook.com/lucio1alves
Google+:
https://plus.google.com/u/0/116235281875761018064/...
Circo de horrores
Prochain SlideShare
Chargement dans…5
×

Circo de horrores

479 vues

Publié le

Apresentação feita com o intuito de falar sobre os sentimentos, vida, percepções de um crônico renal. Meu esposo Lúcio Alves foi convidado para apresentar no Hospital do Rim, dando seu depoimento hoje na Semana de Enfermagem!

Publié dans : Formation
  • Soyez le premier à commenter

  • Soyez le premier à aimer ceci

Circo de horrores

  1. 1. Lúcio Alves
  2. 2. Quem eu sou? Pedagogo; Pai de três filhos: Lucas, Lívia e Maria Eduarda; Funcionário da Universidade Federal de Sergipe; Funcionário do Senac Sergipe; Doente Renal Crônico, diabético, hipertenso; Atualmente em processo de transplante renal no Hospital das Clínicas em São Paulo.
  3. 3. De repente, o diagnóstico... Dia 23 de novembro de 2012; Internamento no Hospital Primavera – 13 dias. Início da hemodiálise na Clinese -05 de dezembro de 2012.
  4. 4. Começa o Circo de Horrores Desfile de pacientes com muletas, bengalas, muitos de cadeira de rodas, amparados por outras pessoas; Outros com o rosto deformado por causa do parathormônio; Desespero, angústia, medo, estupefação .
  5. 5. Início da Hemodiálise Muito frio; Medo; Ansiedade; Tristeza.
  6. 6. E agora? Como enfrentar esse desafio? A dura fase de adaptação; Ressignificação de conceitos; Aceitar o que não pode ser mudado! Buscar apoio nas pessoas; Encarar de frente as mudanças, nova realidade!
  7. 7. O poder de sedução! O tamanho do poder que existe em cada um de nós! O poder que existe em cada um de vocês que escolheram cuidar de gente, nas piores condições! O poder do toque; Do olhar; Da palavra; E até do SILÊNCIO!
  8. 8. A metáfora do terremoto
  9. 9. Meus contatos Facebook: https://www.facebook.com/lucio1alves Google+: https://plus.google.com/u/0/116235281875761018064/pos ts/p/pub Meu blog: http://cronicasdeumrenal.blogspot.com.br/ Telefone: (79)98154193

×