Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

20170120 DW Debate: Inovação e Desenvolvimento nos Projectos Sociais do 3º Sector

Oliveira Paulo, bacharel em Gestão de Empresas, mestre em Qualidade e Inovação e Oficial de Programas na AIF, foi o prelector do dia 20 De Janeiro de 2017 no espaço do Debate à Sexta feira onde abordou o tema: Inovação e Desenvolvimento nos Projectos sociais do 3º sector. Ao longo da sua explanação, falou da Inovação como ciência e um campo de estudo muito recente e tem menos de 20 anos, e foi unânime em responder as questões como:
As ONGs poderiam ser mais inovadoras? Onde inovar? Será que as ONGs usam as ferramentas certas?

  • Identifiez-vous pour voir les commentaires

  • Soyez le premier à aimer ceci

20170120 DW Debate: Inovação e Desenvolvimento nos Projectos Sociais do 3º Sector

  1. 1. INOVAÇÃO & DESENVOLVIMENTO NOS PROJECTOS SOCIAIS DO 3º SECTOR Por: Oliveira Paulo Oficial para Inovação
  2. 2. INOVAÇÃO  Conceitos básicos da inovação no sentido empresarial  Diferenças entre DESCOBERTA, INVENÇÃO E INOVAÇÃO (ideias do grupo)  Por que as organizações devem inovar? É fácil?  Tipos de Inovação  Factores que determinam a inovação na organização  Inovação social
  3. 3. CONCEITOS Novos produtos, serviços e conhecimentos que impactam os processos de produção e de mercado; É a capacidade para obter novos produtos, processos e serviços ou a melhora substancial dos já existentes e que são recebidos com êxito pelo mercado (Global Marketing); A inovação é a extensão de uma invenção se esta for valorizada pelo mercado
  4. 4. Vendeu? Gerou protótipo? Gerou conhecimento? DESCOBERTA  Sim  Não  Não INVENÇÃO  Sim  Sim  Não INOVAÇÃO Sim Sim Sim
  5. 5. Tipos de Inovação
  6. 6.  Inovação de produtos/serviços – Introdução de novos produtos/serviços ou bastante melhorados no mercado. Inclui alterações significativas nas especificações técnicas, componentes, materiais, software incorporado, interface com o utilizador ou outras características funcionais que garantem competitividade  Inovação de processo – mudança de métodos organizacionais sobre a maneira como se criam os produtos e serviços; melhoria radicais dos processos de fabrico.  Inovação de posicionamento/marketing – cenários em que se tem as mudanças em bens e serviços, bem como as transformações que sofrem os mercados na sua logística e distribuição.  Inovação organizacional – mudanças nos sistemas de produção e paradigmas organizacionais ( “fazer bem feito” já não é uma diferenciação competitiva, tem que ir além).
  7. 7. Inovações quanto ao tipo de resultado
  8. 8. Casos de Estudo Motorizada adaptada a trator na Nigéria para pequenos agricultores 1º carro adaptado em Angola e apresentado na feira do inventor de 2015 - CCT
  9. 9. Factores que determinam a inovação
  10. 10. Quadro conceptual sobre inovação social Emerge como a busca de soluções para problemas sociais, através de novas estratégias, conceitos, ferramentas ou ainda de processos de desenvolvimento, altamente eficientes e com grande impacto social para atender as necessidades sociais, de um grupo ou da sociedade no geral. “refers to the creation, development, adoption, and integration of new concepts and practices that put people and the planet first. Social Innovations resolve existing social, cultural, economic, and environmental challenges” Centre for Social Innovation
  11. 11. DIFERENÇA CHAVE NA INOVAÇÃO EMPRESARIAL & SOCIAL LUCRO IMPACTO SOCIAL
  12. 12. Novos conceitos Inovação e empreendedorismo social; Negócio social/organização híbrida; sector 2.5; Tecnologia social;
  13. 13. • RELATÓRIOS PERIÓDICOS • REVISÃO TRIPARTIDA – RTP • VISITAS DE CAMPO RECURSOS/INPUTS PROCESSAMENTO RESULTADOS/OUTPUTS IMPACTO CP/OUTCOME IMPACTO LP/IMPACT • QUADRO LÓGICO • CUSTO – BENFÍCIO • MODELO CANVAS • FUTURE BACKWORD • TEORIA DA MUDANÇA • DRP • LINHA DE BASE • DESIGN THINKING • ANÁLISE DE RESULTADOS E IMPACTO • SROI AVALIATIVO • ÁRVORE DE PROBLEMAS • ESTUDO DE MERCADO/SECTOR • CADEIA DE VALOR • SROI PROSPECTIVO • DIP – Detailed Implementation Plan • TABLEAU DE BORD – GESTÃO PRO ACTIVA • BSC – BALANCE SCORE CARD • KAIZEN PROJECTO
  14. 14. Como as ONGs poderiam ser mais inovadoras? (Pergunta para os participantes)
  15. 15. • Pode significar mudanças radicais nas abordagens utilizadas, nas áreas de especialização, nos sistemas tecnológicos e de gestão da ONG; • Com melhorias do alinhamento entre doadores, estrutura operacional da ONG e formas de entrega das soluções aos beneficiários – trabalho em rede; • Com a incorporação de metodologias e ferramentas empresariais que acrescentam valor ao trabalho social (exemplo o SROI); • Explorar novos seguimentos de doadores e novas formas de parcerias; • Melhoria contínua das competências da equipa de trabalho;
  16. 16. OBRIGADO
  17. 17. O que não é inovação  Erro de perspectiva - melhorar um produto, processo não é suficiente. Inovação não é apenas melhoria do existente.  Erro de referência - Inovação não é adequação àquilo que todo mercado já pratica  Erro de impacto - Fazer algo diferente e criativo não é suficiente para considerarmos algo como inovação. É preciso que haja resultado. Inovação é mais que criatividade.  Erro de abrangência - tendência de identificar e promover apenas inovações de produto. Inovação não é apenas um novo produto.
  18. 18. ECOSSISTEMA (OPEN INNOVATION)

×