Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Napoleão

1 841 vues

Publié le

Apresentação de imagens e tópicos sobre a Era Napoleônica.

Publié dans : Formation
  • Login to see the comments

Napoleão

  1. 1. A ERA NAPOLEÔNICA
  2. 2. O GENERAL BONAPARTE ATRAVESSANDO O MONTE SAINT-BERNARD, JACQUES-LOUIS DAVID, 1800 General francês. Vencedor de grandes batalhas. Nascido burguês e por mérito alçado ao mais alto posto do oficialato. Chegou ao poder em 1799 por meio de um golpe de Estado: 18 Brumário Apoio de políticos burgueses e do Exército.
  3. 3. BONAPARTE COMO PRIMEIRO-CÔNSUL, JEAN- AUGUSTE-DOMINIQUE INGRES, 1804 Em poucos anos, tornou-se o homem mais poderoso de seu tempo. 3 cônsules. • 1º cônsul tinha poder executivo. • 2º e 3º tinham papel consultivo. Jean Cambacérès, Napoleão Bonaparte e Chalres Lebrun
  4. 4. NAPOLEÃO COROADO, FRANÇOIS GERARD, 1804 Napoleão chegou ao topo devido: a) À sua inteligência e talento. b) A circunstâncias históricas favoráveis. c) Ao entusiasmo de seus soldados pelos ideais da Revolução Francesa.
  5. 5. ARCO DO TRIUNFO O Arco do Triunfo é um monumento, localizado na cidade de Paris, construído em comemoração às vitórias militares de Napoleão Bonaparte, o qual ordenou a sua construção em 1806. Inaugurado em 1836, a monumental obra detém, gravados, os nomes de 128 batalhas e 558 generais. Em sua base, situa-se o Túmulo do soldado desconhecido (1920).
  6. 6. O CONSULADO • Uma Constituição, votada às pressas, instituiu o Consulado. • O governo era exercido por três cônsules, mas o poder de fato cabia ao primeiro-cônsul: Napoleão Bonaparte. • A nova constituição manteve o regime republicano, mas deu enormes poderes a Napoleão. Ele podia propor leis, declarar guerras, firmar a paz, etc. • Com tanto poder, Napoleão perseguiu adversários políticos e censurou a imprensa.
  7. 7. ECONOMIA Bonaparte adotou uma série de medidas que melhoraram a economia francesa: • Confirmou a distribuição de terras feitas a milhares de camponeses durante a Revolução. • Mandou drenar pântanos e construir estradas, o que facilitou o transporte e diminuiu o preço dos alimentos. • Criou o Banco da França. • Aumentou o imposto sobre produtos estrangeiros. • Concedeu prêmios para os inventores de máquinas. Tudo isso acelerou o processo de industrialização da França e aumentou a oferta de alimentos e empregos.
  8. 8. EDUCAÇÃO E DIREITO • O governo criou escolas de Ensino Fundamental em todas as cidades de maior porte. • Criou um código civil conhecido como Código Napoleônico: esse código abolia definitivamente os privilégios do clero e da nobreza, protegia o direito à propriedade e a igualdade de todos perante a lei. • O Código Napoleônico favorecia a burguesia, proibindo os sindicatos e as greves.
  9. 9. CÓDIGO NAPOLEÔNICO • 2281 artigos • Título Preliminar: tratam de assuntos como as regras de publicação e a não retroatividade das leis em geral, contudo, não pode ser considerada uma parte geral. • Livro Primeiro: pessoas; • Livro Segundo: bens; • Livro Terceiro: aquisição de propriedade.
  10. 10. RELIGIÃO • Concordata de 1801: • Restaurava as relações entre França e a Igreja. • O Catolicismo seria "a religião da grande maioria dos franceses", porém não a religião oficial, em respeito ao Protestantismo; • O Imperador nomearia os bispos, mas o Papa teria o poder de expulsá-los; • O Estado iria arcar com as despesas e subsídios do clero; • A Igreja renunciaria a todos as reivindicações dos territórios tomados pela França desde 1790; • Estabelecimento do Calendário gregoriano em detrimento do Calendário republicano.
  11. 11. O IMPÉRIO • Plebiscito (1802) – consulado vitalício. • Plebiscito (1804) – Império. • Ao lado, a coroação de Napoleão I e sua esposa Maria Josefina.
  12. 12. O IMPÉRIO O Império de Napoleão foi marcado desde o início pelas guerras, que visavam à expansão do domínio francês.
  13. 13. O EXPANSIONISMO MILITAR • Ainda cônsul, entre 1800 e 1802 conquistou todos os reinos da península itálica. Cria reinos subalternos. • Vitórias militares sobre as coligações estrangeiras: Batalha de Austerlitz e Trafalgar. • Cria a confederação do Reno submetendo a atual Alemanha. • Casamento com Maria Luísa da Áustria. • Com um Exército poderoso, Napoleão conquistou grande parte da Europa, mas não conseguia vencer a Inglaterra, “Rainha dos Mares”. • Para enfraquecer a Inglaterra, Napoleão decretou o Bloqueio Continental, que proibia os países da Europa continental de comercializarem com os ingleses. • Foi para escapar ao Bloqueio continental que a família real portuguesa se transferiu para o Brasil.
  14. 14. O EXTENSÃO MÁXIMA DO IMPÉRIO Notas: 1) França antes da Revolução; 2) Conquistas durante a Convenção; 3) Anexões da época de Napoleão; 4) Limites do Imperio; 5) Reinos e países vassalos da França; 6) Estados amigos ou ocupados; 7) Estados aliados.
  15. 15. O BLOQUEIO Criado em 1806 para enfraquecer economicamente a Inglaterra.
  16. 16. A VER NAVIOS • 1808 – Tropas francesas invadem Portugal. 1807 – Tratado de Fontanebleu.
  17. 17. REAÇÕES AO MILITARISMO DE NAPOLEÃO • Dentro da França, Napoleão era criticado pelo excesso de guerras, por ter sufocado o ideal de liberdade da Revolução Francesa com a introdução da censura prévia. • Fora da França, os povos dominados também reagiram e Napoleão teve de devolver o trono espanhol para a família Real de Espanha. • O Bloqueio Continental não surtiu o efeito esperado, pois a Inglaterra continuou comercializando com a América. • A Rússia, em 1810, voltou a comercializar abertamente com a Inglaterra.
  18. 18. A PRIMEIRA DERROTA • Irritado com o comércio entre Rússia e Inglaterra, Napoleão decidi invadir o grande país russo como castigo a desobediência do Bloqueio Continental. • O Exército de Bonaparte, despreparado para o severo clima russo, foi derrotado pelo general “inverno”. • Derrotado, Napoleão foi enviado para a ilha de Elba, no Mediterrâneo. O trono Francês foi ocupado por Luís XVIII, irmão de Luís XVI
  19. 19. O GOVERNO DOS CEM DIAS • No início de 1815, Napoleão fugiu de Elba e desmbarcou na França, onde foi recebido como herói. • O impopular Rei Luís XVIII fugiu do país e Bonaparte assumiu seu lugar. • Porém, dessa vez, Napoleão governou por pouco tempo, pois os ingleses lideraram um coligação militar com mais de 1 milhão de soldados e derrotaram definitivamente as forças de Bonaparte na Batalha de Waterloo. (1815)
  20. 20. A SEGUNDA DERROTA Com a Derrota em Waterloo, Napoleão foi preso por seus inimigos e mandado para Santa Helena, minúscula ilha localizada no Atlântico, onde permaneceu até a morte, em 1821.
  21. 21. CONGRESSO DE VIENA As nações vencedoras reuniram-se em 1815 com o propósito de tirar proveito do fim do Império Napoleônico: • Nova divisão do mapa da Europa. • Princípio da Legitimidade: cada país europeu deveria voltar a ser governado por reis das mesmas famílias que ocupavam o trono antes da Revolução Francesa. • Santa Aliança: organização militarizada que envolvia Prússia, Áustria e Rússia. Achavam-se no direito de intervir militarmente em qualquer país onde estivessem ocorrendo movimentos liberiais.

×