Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

A fragilidade da vida humana

Livres associés

Gratuit avec un essai de 30 jours de Scribd

Tout voir
  • Soyez le premier à commenter

A fragilidade da vida humana

  1. 1. Trabalho de Português realizado por Jorge Lopes, nº 19, 12º LEscola Secundária Alves Martins – Ano Lectivo 2011/2012A FRAGILIDADE DA VIDA HUMANA
  2. 2. A BASE DO TRABALHO (CANTO I DE“OSLUSÍADAS”) Estância 105 “(…) Ó grandes e gravíssimos perigos! Ó caminho de vida nunca certo: Que aonde a gente põe sua esperança, Tenha a vida tão pouca segurança!” Estância 106 “No mar tanta tormenta, e tanto dano, Tantas vezes a morte apercebida! Na terra tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade avorrecida! Onde pode acolher-se um fraco humano, Onde terá segura a curta vida, Que não se arme, e se indigne o Céu sereno Contra um bicho da terra tão pequeno?”
  3. 3. REFLEXÃO SOBRE O TEXTO Estes excertos mostram-nos a reflexão do poeta sobre a fragilidade e a insegurança da vida humana. Falam, mais especificamente, sobre os perigos que espreitam o ser humano que é demasiado pequeno para se enfrentar com forças poderosas (tempestades, mar, vento, guerra e enganos traiçoeiros dos inimigos). Especifica-se que o grande inimigo do Homem seja Deus, o Criador que está permanentemente dominado pelos ciúmes que desperta a mais perfeita de todas as criaturas.
  4. 4. REFLEXÃO SOBRE A FRAGILIDADE NA VIDAREAL A fragilidade na vida real é, na minha opinião, muito forte nos momentos mais difíceis. Nós sentimo-nos frágeis quando nós estamos sensíveis, quando nós estamos tristes, quando nós somos forçados a fazer alguma coisa que não gostaríamos de fazer. A vida está sempre a andar na frente mas poderá haver acontecimentos que poderão adversar toda a nossa vida, como um acidente. É óbvio que somos bastante frágeis, a brutalidade pode arruinar a nossa felicidade e admitir a nossa fragilidade é um bom ponto de partida para manter o nosso projecto de vida. Ser frágil tem a capacidade enorme de aliar a outros frágeis pela solidariedade para construir um mundo melhor.
  5. 5. FIM DO TRABALHO

×