Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Jornal. Edição de Março de 2018

231 vues

Publié le

Jornal Paulista em Foco

Publié dans : Actualités & Politique
  • Soyez le premier à commenter

  • Soyez le premier à aimer ceci

Jornal. Edição de Março de 2018

  1. 1. redacao@paulistaemfoco.com.br As notícias da nossa cidade I Ano II I n° 13 O Centro Universitário Joaquim Nabuco/Paulista abre as portas para quem quiser fazer a declaração sem erros e medo de cair da malha fina. O Projeto vai atender gratuitamente a população em todas as sextas, até o dia 27 de abril. Imposto de Renda Social vai atender paulistenses Divulgação Pág. B-02 Ecoparque recebe estátua d0 professor Jonatan Para marcar o aniversário do professor Jonatan da Rocha Leite que, se estivesse vivo, faria 76 anos, o Fernando Ferrari programou dois dias de atividades e festa no Ecoparque das Paineiras, que leva o nome do educador. Paulista lança programa de combate às drogas PROERD Ao longo de dez encontros, PM’s vão disseminar a cultura de paz nas unidades de ensino, por meio de palestras e estudos de caso sobre prevenção ao uso de drogas e o enfrentamento à violência. Prefeitura define prioridades para as praias A gestão municipal definiu as ações prioritárias que serão viabilizadas, no mais breve espaço de tempo, para seguir na execução das diretrizes de requalificação da orla do Paulista. A decisão foi tomanda durante reunião com o prefeito Junior Matuto. Uso de tablets pelos ACS’s virou referência Representantes do Arquipélago de Fernando de Noronha estiveram no Paulista para conhecer a implantação exitosa do uso de tablets no trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde do município. Olhar Paulista já entregou 630 óculos aos alunos Os alunos beneficiados passaram por uma triagem que identificou a necessidade do uso do acessório, com o objetivo de ajudar os que têm dificuldade no aprendizado por problemas na visão. Paulista mantém viva a tradição das encenações da Paixão de Cristo As tradicionais apresentações serão realizadas em Jardim Paulista e Maranguape II. Os espetáculos tem o apoio da gestão municipal. Arthur II comemora calçamento de rua “O prefeito Junior Matuto realizou o sonho da comunidade. Estamos todos de parabéns”. As palavras emocionadas do vereador Camelo do Seguro mostram o quanto os moradores de Arthur Lundgren II Baixo estão felizes com o calçamento da Rua Valdemar Sebastião de Farias. A obra foi inaugurada na segunda-feira (05.03) pelo prefeito Junior Matuto e o evento contou com a presença do chefe de Gabinete do Governo de Pernambuco, João Campos. Inscrições abertas para II Paulista North Way Rum Para participar do evento esportivo, o interessado pode acessar o site www.corre10.com.br e preencher o formulário de inscrição ou comparecer ao stand no Paulista North Way Shopping. Quem garantir participação nos primeiros dias vai pagar apenas R$55,00. O prazo para se inscrever e efetuar o pagamento é até o dia 17 de abril ou até as vagas esgotarem. A corrida e caminhada de rua acontecerá dia 22 de abril, com largada marcada para às 7h da manhã, em frente ao Shopping. O percurso da corrida passará pelas principais vias do do centro do Paulista. Sinprop fecha acordo com a Educação Em assembleia, os educadores decidiram optar, por unanimidade, pela proposta que garante um dia da semana exclusivo para o planejamento das atividades pedagógicas, ficando dispensado da sala de aula. Número de assassinatos em PE diminuiu 16,13% O número de latrocínio, roubo seguido de morte, teve uma redução de 51,85% no mesmo período Os números de Crimes Violentos Letais Intencionais em Pernambuco continuam a cair progressivamente em 2018. Em fevereiro deste ano, a redução é de 16,13% em relação ao mesmo mês em 2017 - houve 416 mortes violentas, 80 a menos do que no ano anterior. As operativas da Secretaria de Defesa Social (SDS) aumentaram as prisões de criminosos e a apreensão de armas. Janeiro deste ano já havia registrado uma redução de 6,08% no quantitativo de CVLIs em comparação com janeiro de 2017. As estratégias de fortalecimento da segurança pública têm sido determinantes nessas reduções. Francisco Marques/Secom Paulista Secom Paulista Pág. B-01 Pág. B-04 Pág. A-03 Pág. A-05 Pág. B-05 Pág. A-06 Pág. A-02 Pág. A-04Pág. B-3Pág. B-06 Março 2018 PAULISTA
  2. 2. PAULISTA EM FOCO as notícias da nossa cidade A-2redacao@paulistaemfoco.com.br O jornal Paulista em Foco é uma publicação da Fatos Comunicação (MEI). Rua Lauro Sodré, 171, Mangueira - Recife-PE CNPJ:28.154.027/0001-58 Redação: Rua 7 de Setembro, 48,Vila Torres Galvão - Paulista/PE CEP: 53.403-540 Fone: (81) 99693-1547 redacao@paulistaemfoco.com.br www.paulistaemfoco.com.br Jornalista responsável: Denis Araújo / Reg. DRT/PE 4101 Telefone: (81) 99693-1547 Gerente Comercial: Andréa Ribeiro Telefone: (81) 99609-1949 Março 2018 A quadra esportiva do Clube Municipal de Para- tibe está passando por uma revitalização. A iniciativa vai assegurar as condições ideais para a prática espor- tiva no local. O trabalho contempla a troca do telha- do danificado; manutenção no sistema de iluminação e instalação de refletores; além da pintura das paredes internas externas e da tela de proteção. A ação também vai via- bilizar os jogos da primeira Copa Paulista de Futsal, que será realizada pela Secreta- ria de Políticos Sociais e Es- portes do Município (SPSE), cuja abertura acontece no dia (26.03). A competição é gra- tuita e destinada ao público masculino e feminino, com idade mínima de 17 anos e máxima de 40 anos. A atividade é resulta- do de um convênio entre o Ministério do Esporte e a Secretaria de Políticas e Es- portes do Paulista (SPSE). A Copa de Futsal reunirá cerca de 10 equipes femininas e 10 masculinas, tendo assim uma média de 400 partici- pantes. O prefeito do Paulista, Ju- nior Matuto, se reuniu na na segunda-feira (05.03) com representantes da Cooperativa dos Condutores de Transporte Complementar do município e do Sindicato da categoria para definir estratégias de atuação no trânsito, com ações de fis- calização, no intuito de garan- tir um transporte mais seguro e eficiente para os usuários. “Convocamos os condu- tores que fazem o transporte complementar na cidade para se adequarem à legislação. Prorrogamos os prazos. Ofe- recemos todas as oportuni- dades, mas ainda tem muitos condutores que não atende- ram ao nosso chamamento. Vamos formalizar convênios com outros órgãos de trânsito para agir de forma mais efeti- va. Nossa intenção é oferecer um transporte legal, seguro e com mais qualidade para os E m alusão ao período da Páscoa e mantendo a tradição da Semana Santa, as encenações da Pai- xão de Cristo no Município do Paulista, são atrações garanti- das para a população na Sex- ta-feira da Paixão, no Sábado de Aleluia e no Domingo de Páscoa. As festividades con- tam com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econô- mico, Turismo e Cultura da cidade. Os espetáculos da Paixão de Cristo apoiados pela gestão receberão serviço de limpeza, estrutura do palco, iluminação cênica, som e tablados, assim também como a operação de vídeo monitoramento no lo- cal. A iniciativa é uma ação integrada das Secretarias de Serviços Públicos e de Mobi- lidade. As tradicionais apresenta- ções no bairro de Jardim Pau- lista acontecerão nas praças da Encenação e Aníbal Fer- nandes. As encenações atra- em um número considerável de público que fazem questão Secom Paulista Os espetáculos da Paixão de Cristo têm o apoio da gestão Municipal, por meio das secretarias de Serviços Públicos e Mobilidade Paulista mantém viva a tradição das encenações da Paixão de Cristo de assistir a história de Jesus Cristo, desde a sua evangeli- zação até a ressureição. Na Praça da Encenação, na Avenida “C”, próximo ao Senac do Paulista, a tradicio- nal peça celebra seus 31 anos de existência ininterrupto. O espetáculo será apresentado nos dias 30 e 31 deste Mês, a partir das 20h. A peça é re- alizada pelo Grupo Coletivo Roda Mundo. No total, 70 profissionais estão envolvidos na organização, entre atores, técnicos, figurantes e colabo- radores. Em outro local no bairro de Jardim Paulista, na Praça Aníbal Fernandes, que fica Os espetáculos atraem um grande público, que revive os últimos dias de Cristo na terra. Prefeitura vai fiscalizar transporte complementar e punir irregulares usuários do sistema”, adian- tou o prefeito. A ação de fiscalização terá início dia 02 de abril, através da Secretaria de Mobilidade e Administração das Regionais. Os permissionários do Trans- porte Complementares que ainda estão com pendências legais correm o risco de so- frer diversas punições, como esclareceu o chefe de Plane- jamento de Transito e Trans- porte, Renato Cândido. “Os condutores que não estiverem dentro das normas legais, que se regularizem, pois vão sofrer diversas sanções como aplica- ção de multa, veículo apreen- dido ou até o alvará suspenso. E para quem persistir em não se legalizar, poderá ter a per- missão cancelada”, informou Renato, lembrando que ainda é possível procurar à secreta- ria, localizada na Rua Campo Grande s/n, no bairro da Auro- ra, por trás do estádio munici- pal Ademir Cunha. O atendi- mento é feito das 08h às 13h. Para realizar o recadas- tramento, os permissionários devem levar os seguintes do- cumentos: CNH; comprovan- te de residência; foto 3x4 re- cente; antecedentes criminais (estadual e federal), CRLV quitado; curso de transporte de passageiro e o certificado de vistoria GNV (caso utilize o combustível). Revitalização da quadra do Clube Municipal de Paratibe Secom Paulista A partir de abril quem estiver irregular corre o risco de punições Secom Paulista na Avenida Tancredo Neves, o Grupo Teatral Nós Quatro apresenta a vida e morte de Je- sus em três dias, na sexta (29), no sábado (30) e no domingo (31), também a partir das 20h. Já no bairro de Maran- guape II, será uma única apre- sentação no sábado (30), a partir das 19h, na Praça José Lopes de Araújo, na Aveni- da A, perto da Associação de Moradores. Com 18 anos de existência, os jovens contam a maior história da humanidade. É dirigida pelo Grupo de Arte e Cultura Unidos pela Fé (Ga- cuf), da Capela Jesus Reden- tor. Todas as encenações são gratuitas. Segundo o Secretário de Desenvolvimento Econô- mico, Turismo e Cultura do Paulista, Fabiano Mendonça, a edição do ano passado dos espetáculos teve um saldo po- sitivo. “Queremos repetir o sucesso do ano passado. Nos- sa intenção é aumentar o pú- blico. Com o apoio da gestão buscamos manter viva a tradi- ção da cultura da nossa cidade como já fazemos em outras festas como Carnaval e São João. Nosso objetivo é valo- rizar os artistas locais dando oportunidade para que reali- zem seus trabalhos”, disse.
  3. 3. D urante reunião na quarta-feira (14.03), o prefeito Junior Ma- tuto junto com secretários municipais, representantes do Projeto de Gestão Integrada (PGI Orla), o Comitê Gestor da Orla e o superintenden- te da Secretaria de Patrimô- nio da União, Felipe Ferreira Lima, monitoraram as ações que constam nas diretrizes definidas no plano de ordena- mento dos 14 quilômetros de praias do município. Ao final do encontro, foram definidas as ações prioritárias que serão viabilizadas no mais breve espaço de tempo para seguir na execução das diretrizes de requalificação da orla do Pau- lista. O secretário-executivo de Meio Ambiente, Leslie Tava- res, afirmou que vários pon- tos previstos no planejamento do PGI Orla para Paulista já avançaram bastante ao longo desta gestão. “Nós já atende- mos grande parte do que es- tava previsto, a exemplo do Bagwall e da duplicação da PE 01. O que estamos defi- nindo nesta reunião é uma re- Prefeitura, SPU e PGI Orla definem prioridades para áreas das praias As ações, que serão implementadas em breve, constam nas diretrizes definidas no plano de ordenamento dos 14 quilômetros de orla do município. formulação envolvendo todas as secretarias, para colocar o que resta das diretrizes, em prática. Acho que não tem nenhum prefeito que tenha colocado o PGI Orla como prioridade. Mas aqui Junior Matuto tomou a frente e esta fazendo isso. Por isso acredito que Paulista vai ter uma das melhores orlas da Região Me- tropolitana”, salientou Leslie. As ações que serão im- plementadas, o mais breve possível, dizem respeito às fiscalizações para impedir as ocupações desordenadas; aumento de investimentos na orla, continuando com os projetos que já estão em an- damento, principalmente no Janga, que já conta com uma estrutura adequada; além de avançar na articulação com a Compesa, para garantir mais balneabilidade nas praias. O superintendente da SPU, Felipe Ferreira Lima, mos- trou-se satisfeito com o en- volvimento do prefeito Junior Matuto na implementação das diretrizes do plano de requali- ficação da Orla e adiantou que a SPU estará acompanhan- A rede de ensino do Paulista teve um aumento no número de alunos matri- culados, segundo o Censo Escolar de 2018. Esse cres- cimento reflete o trabalho desenvolvido pela Secreta- ria Municipal de Educação, que tem se esforçado com programas para acolher e atender as necessidades da comunidade escolar, garan- tindo estrutura e ensino de qualidade para os estudantes da cidade. O secretário acredita que o aumento de alunos na rede municipal é resultado dos programas implantados por toda equipe pedagógi- ca. “A gestão tem investido em programas de inclusão social, atendimento huma- nizado com os estudantes e com as famílias, além do cuidado com a alimentação. As formações continuadas para os professores também representam um peso impor- tante na qualidade do ensino oferecido aos alunos, tudo isso tem influenciado para atrair mais alunos para nos- sas escolas”. Avaliou Carlos Júnior. A produtividade do ano letivo de 2017 rendeu bons resultados em avaliações ex- ternas, como a do Índice de Desenvolvimento da Edu- cação de Pernambuco (IDE- PE), confirmando a qualifi- cação no ensino do Paulista. Com um incremento de mais 100 alunos este ano, a rede está comportando um total de 18.653 estudantes nas sa- las de aula. Paulista registra aumento no número de alunos na Rede Municipal de Ensino A gestão municipal tem garantindo estrutura e ensino de qualidade para os estudantes da cidade. do de perto o andamento das ações. “Queremos mostrar a sociedade que nos temos braços sociais. Destaque para o Projeto Orla e a gestão de praias. O ímpeto do prefeito em resolver situações da orla é grande, e a gente vai dar prio- ridade em acompanhar essas ações, porque sabemos que Paulista tem grande potencial de implementar esse projeto”, avaliou Ferreira Lima. Por determinação do pre- feito Junior Matuto, os secre- tários municipais irão atuar de forma integrada, já que não se trata de uma ação de uma ou outra secretaria, mais um plano de políticas públicas de governo. “Já determinei que todos os secretários tra- balhem de forma integrada. Vamos dividir tarefas, marcar prazos dentro de uma linha do tempo e vamos colocar este planejamento no nosso siste- ma de monitoramento, para acompanhar sistematicamen- te todos os passos, e quando surgir algum nó, a gente vai agir para desatar e garantir a continuidade das ações”, con- clui o prefeito. Secom Paulista As ações vão priorizar o ordenamento e saneamento da orla Secom Paulista O Município tem mais de 18 mil alunos nas salas de aula Março 2018 PAULISTA EM FOCO as notícias da nossa cidade A-3redacao@paulistaemfoco.com.br
  4. 4. A Revolução Industrial que todos estudamos, teve iní- cio no Sec. XVIII na Inglater- ra. Devemos lembrar que ela só foi possível porque houve, ao tempo que a antecedeu, uma grande acumulação de ri- quezas advindas da expansão mercantil nos séculos XVI e XVII, suficiente para finan- ciá-la. A primeira Revolução Industrial, que teve sua anco- ra na invenção da máquina a vapor, substituiu ferramentas por máquinas, transformando a energia humana em força motriz. Com isso, houve uma radical mudança nos meios de produção, com imensos ga- nhos de produtividade e uma produção em larga escala. No Sec XIX houve a grande ex- pansão dessa mudança radical espalhando-se rapidamente por toda Europa e estendendo- -se por todo hemisfério norte. Enquanto isso se dava, por aqui ainda engatinhávamos na rudimentar exploração da ter- ra e, contrariamente ao norte que enriquecia, íamos perden- do as nossas riquezas e sen- do vistos pelos que estavam ficando cada vez mais ricos, apenas como uma terra a ser ainda mais explorada. Em agosto do já distante 2002, quando o mundo esta- va vivendo novas e significa- tivas transformações não só tecnológicas, mas também de ordem política e cultural, Al- vin Toffler, autor d’A Terceira Onda e O Choque do Futuro, deu uma entrevista à BBC/ Brasil onde nos alertava que a nossa saída seria nos enga- jarmos nessa Terceira Onda. Num diagnóstico preciso, ele identificou que possuíamos “três países diferentes”. O Brasil da ‘primeira onda’, que Vem aí a Quarta Onda - Preparemo-nos, portanto! OPINIÃO Paulo Marenga Arquiteto e Urbanista paulomarenga@yahoo.com.br trabalhava a terra “da mesma forma que os seus ancestrais faziam há séculos”, o Brasil da ‘segunda onda’ represen- tado por São Paulo com suas indústrias e as consequências do desenvolvimento urbano e, ‘incipientemente’, como disse, um Brasil da ‘terceira onda’ onde uma parcela da sua gente já estava ligada na Internet e usava computado- res rotineiramente. “O Brasil é um país heterogêneo, cultu- ral e racialmente, e hoje com- porta três estruturas econômi- cas diferentes”, disse Toffler, justificando a sua constatação. O Fórum Economico Mun- dial, recentemente realizado na Suiça, destacou que já es- tamos vivendo o que chama- ram de ‘quarta revolução in- dustrial’, com os avanços que vêm sendo conseguidos nas nano, bio e neuro-tecnologias salientando, sobretudo, as sig- nificativas perdas de emprego que ela gerará pelo uso cada vez mais intensivo de robôs e computadores substituindo mão de obra humana. Para eles, até 2022 essa nova onda, ou nova revolução industrial, será responsável pela extinção de mais de 5 milhões de em- pregos. Assim, como vemos, é notória a necessidade de um crescimento economico substancial que seja capaz de minimizar essa perda de em- pregos, pois as novas tecnolo- gias trazidas com os avanços tecnológicos e o consequente incremento na produtividade, melhoram significativamente os resultados financeiros das empresas, mas não contri- buem na mesma intensidade e velocidade para a melhoria das desigualdades sociais que, por conta do desemprego pre- visto, contrariamente, poderá agravá-las. Mas como nos preparar- mos para enfrentar essa nova onda que já está em andamen- to? Da parte da Economia, como já posto, haverá sem- pre, por parte do empresa- riado de visão, a busca da melhor produtividade com o emprego das novas tecno- logias que vêm sendo dis- ponibilizadas. Da parte dos governos, sobretudo dos ditos ‘países em desenvol- vimento’ que demonstram não terem ainda passado da ‘segunda onda’, mudan- ças de comportamento e de visão, mostram-se impres- cindíveis. Cada vez mais a ideologia parece dominar o pensamento coletivo e os grandes problemas da gente do lugar vão sendo relegados e deixados à pró- pria sorte, tendo a miséria como a pior das suas con- sequências. Parece que, 15 anos de- pois, os ensinamentos do Toffler não foram assimila- dos. “A única esperança de escapar da miséria é habili- tar as pessoas para que elas produzam mais, e isso só vai acontecer com a difusão do conhecimento. É a isso que essa nova revolução se refere”, ensinou Alvin Tof- fler, um dos mais renoma- dos ‘futurólogos’ do mun- do. Os países precisam, sobretudo o Brasil, dedi- car-se mais intensamente à educação e à saúde da sua gente, porque todos con- cordam que esse é o cami- nho que vem sendo trilha- do há séculos pelos países que estão anos luz à nossa frente, onde ideologias continuam sendo discutidas apenas no âmbito dos seus Parlamentos, mas sem in- terferir na vida das pessoas como consequência da apli- cação de suas teorias sabi- damente ultrapassadas. Em assim fazendo, estaremos preparados não só para a quarta, mas para quaisquer revoluções industriais que surgirem, diminuindo ou eliminando as grandes dife- renças que nos separam de- les. Educação em primeiro lugar, esse deve ser o lema a ser perseguido! A opinião abaixo é de inteira responsabilidade do autor. A s inscrições para a II Paulista North Way Run já começaram. Para participar do evento es- portivo o interessado pode acessar o site www.corre10. com.br e preencher o formu- lário de inscrição ou com- parecer ao stand no Paulista North Way Shopping. Quem garantir participação nos pri- meiros dias vai pagar apenas R$55,00. O prazo para se ins- crever e efetuar o pagamento é até o dia 17 de abril ou até as vagas esgotarem. A corrida e caminhada de rua acontecerá dia 22 de abril, com largada marcada para às 7h da manhã, em frente ao Paulista North Way Shopping. Inscrições abertas para II Paulista North Way Rum O percurso da corrida passará pelas principais vias do Centro do Paulista, com trajetos de 4,5 e 7 quilômetros. O percurso da corrida passará pelas principais vias do Cen- tro do Paulista, com trajetos de 4,5 e 7 quilômetros. O corredor inscrito terá direito a um kit, contendo camisa do evento, sacolinha, número de peito, chip de cro- nometragem e alfinetes. A entrega do kit será nos dias 20 e 21.04, das 9h às 20h, no segundo piso do Paulista Nor- th Way Shopping. Caso a ins- crição seja efetuada até o dia 22 de março o corredor pode personalizar a camisa com o seu nome. A Paulista North Way Run tem o apoio da Secretaria de Políticas Sociais e Esportes do Paulista e premiará com tro- féus os três primeiros coloca- dos na classificação e também para os três primeiros colo- cados na faixa etária. As três maiores equipes também rece- berão troféus. Todos os corre- dores inscritos que completa- rem o percurso receberão uma medalha pela participação. Divulgação O evento acontecerá no dia 22 de abril, às 7h, com largada em frente ao Paulista North Way Sopping Março 2018 PAULISTA EM FOCO as notícias da nossa cidade A-4redacao@paulistaemfoco.com.br
  5. 5. A equipe da Secretaria de Saúde do Paulis- ta esteve reunida na quinta-feira (15.03) com re- presentantes da Superinten- dência de Saúde, da Autarquia Territorial Distrito Estadual do Arquipélago de Fernando de Noronha, para trocar infor- mações sobre a implantação exitosa do uso dos tablets no trabalho dos Agentes Comu- nitários de Saúde do municí- pio. O encontro aconteceu na sede do órgão municipal, lo- calizada na Praça João XXIII, no Centro. Na cidade do Paulista, o uso da tecnologia foi implan- tado há dois anos, e tem me- lhorado o desempenho dos cerca de 600 profissionais ACS. Já em Fernando de No- ronha, o sistema ainda está em fase inicial. Por causa disso, as gerentes de Atenção Primá- ria, Daniela Costa, e do Siste- ma de Informação da Saúde, Aline de Medeiros, aproveita- ram para esclarecer dúvidas e levar a experiência para o ar- quipélago. A gerente do Sistema de Informação da Saúde, Aline de Medeiros, disse que tomou conhecimento do sucesso da tecnologia em Paulista quan- do a equipe estava tentando implantar a iniciativa no ar- quipélago. “Viemos conhecer de perto a experiência exitosa em relação aos indicadores, as metas alcançadas, o monitora- mento e o acompanhamento dos relatórios em tempo real. Em Fernando de Noronha, nós contamos com oito Agentes Comunitários de Saúde, que vão ganhar com a implantação dos tablets”, complementou. De acordo com a secretária de Saúde do Paulista, Fabiana Bernart, que recebeu as geren- tes de Fernando de Noronha, o pioneirismo pelo uso dos ta- blets em Paulista é referência para outros municípios. “Nos- sa equipe já trocou experiên- cias com gestores de dez cida- des. Isso é importante porque demonstra que estamos no ca- minho certo em busca de um atendimento de qualidade aos usuários”, disse. Fabiana Bernart ainda des- tacou os avanços que a tecno- logia vem proporcionando ao Sistema Público de Saúde. “O tablet dinamiza o atendimento dos agentes, com isso o núme- ro de visitas domiciliares teve um aumento significativo. Sem falar na agilidade e di- minuição dos erros na hora da digitação dos dados dos usuá- rios. O mais importante é que estamos saindo na frente com a informatização do Sistema de Saúde e nossa meta é fazer isso em todo o município”, enfatizou. Paulista é referência para Fernando de Noronha no uso dos tablets em Saúde O uso da tecnologia foi implantado há dois anos, e tem melhorado o desempenho dos cerca de 600 profissionais ACS. Almir Martins/Secom Paulista Durante a reunião, as representantes de Fernando de Noronha pode conhecer a experiência do Paulista Março 2018 PAULISTA EM FOCO as notícias da nossa cidade A-5redacao@paulistaemfoco.com.br
  6. 6. O Cadastro Único é um instrumento que identifica as famílias de baixa renda per- mitindo que o governo tenha um conhecimento melhor da realidade socioeconômica da população e assim possa criar políticas públicas volta- das para melhoria desse pú- blico. Na base do CadÚnico são registrados alguns dados como, renda familiar, escola- ridade, situação de trabalho, características da residência, mapeamento de área saneada. A partir destas informações ações são tomadas de acordo com a necessidade de cada lo- calidade. “Pode se cadastrar uma pessoa que mora só ou grupo familiar com renda mensal de até meio salário mínimo, por membro da família, ou uma renda total de até três salá- rios mínimos. Dependendo desse salário é que ele vai se enquadrar nos programas do cadastro único”, esclareceu a coordenadora do CadÚnico e do Bolsa Família, da Secreta- ria de Políticas Sociais e Es- portes do Paulista, Fernanda Medeiros. Fernanda ainda citou al- guns dos programas que tem como base o CadÚnico. “Vá- rios programas estão inseri- dos no cadastro único que vão depender da renda per capita dessa família. Entre esses pro- gramas existe o Minha Casa Minha Vida, Tarifa Social, Bolsa Família, Bolsa Verde, isenção das taxas de concur- sos públicos, CNH Popular, Identidade Jovem e o Jovem Aprendiz. Inclusive, o idoso e o deficiente só tem acesso ao BPC se estiver inserido no CadÚnico”, pontuou. Para se cadastrar, o res- ponsável familiar deve ter no mínimo 16 anos e morar na mesma residência do grupo familiar. Ele deve se dirigir ao CRAS que atenda seu bairro ou à Secretaria de Políticas Sociais e Esportes do Paulis- ta com a seguinte documen- tação: RG, CPF, Título de Eleitor, Carteira de Trabalho, comprovante de residência, certidão de nascimento dos filhos, além de declaração es- colar. A documentação solici- tada deve contemplar todos os membros da família. Concurso para Hino Musi- cal do Paulista oferece prêmio de R$ 3.000,00 junto com o Troféu Joel Andrade, em ho- menagem ao compositor do hino da cidade, para o novo arranjo que mais se destacar (1 ̊ Lugar). A premiação con- templa até o terceiro coloca- do, sendo R$ 2.500,00 (2 ̊ Lu- gar) e R$ 1.500,00 (3 ̊ Lugar). A seleção é uma ação inédita na cidade para dar uma rou- pagem nova e popularizar o hino municipal. As inscrições para o con- curso de novos arranjos do hino oficial do Paulista se- guem até o dia 02 de abril. Os interessados devem confirmar participação pela internet, enviando e-mail para o ende- reço eletrônico: concursohi- nodopaulista@gmail.com. É necessário encaminhar as obras em partitura editorada em computador (programa Fi- nalle ou Musescore, Sibelius), devidamente identificadas; declaração de liberação de direitos autorais escaneada; termo de autorização de uso de imagem também escanea- da. Vale lembrar que somen- CadÚnico – O que é e como se beneficiar O s números de Crimes Violentos Letais In- tencionais (CVLIs) em Pernambuco continuam a cair progressivamente em 2018. Em fevereiro deste ano, a redução é de 16,13% em re- lação ao mesmo mês em 2017 - houve 416 mortes violentas, 80 a menos do que no ano an- terior. Ao mesmo tempo, as operativas da Secretaria de Defesa Social (SDS) aumen- taram as prisões de crimino- sos e a apreensão de armas. Janeiro deste ano já ha- via registrado uma redução de 6,08% no quantitativo de CVLIs em comparação com janeiro de 2017. A queda no índice de fevereiro de 2018 também ocorreu em relação às ocorrências do mês ante- rior. Na confrontação desses dados, houve 7,1% menos CVLIs em fevereiro. Nesse contexto, as mais frequentes motivações para os homicídios continuaram a ser as atividades criminais (a exemplo do tráfico de drogas e dos acertos de contas entre grupos rivais): correspondem a 75% dos casos notificados em fevereiro de 2018. Os con- flitos na comunidade também responderam por parte signi- ficante das motivações para CVLIs em fevereiro, relacio- nando-se com 15,1% (ou 63 casos) das ocorrências. As estratégias de fortale- cimento da segurança pública em Pernambuco têm sido de- terminantes nessas reduções. “A aplicação de recursos para a segurança em Pernambu- Número de assassinatos em PE diminuiu 16,13% O número de latrocínio, roubo seguido de morte, teve uma redução de 51,85% no mesmo período co tem crescido ano a ano na gestão do governador Paulo Câmara. Com isso, mais de 6.000 policiais estão ingres- sando no serviço público. Isso se soma ao aumento da frota, à instalação de mais cinco bata- lhões e companhias da PMPE, à criação de nove Delegacias de Repressão ao Narcotráfico e à interiorização da Polícia Científica, com mais nove unidades”, diz o secretário de Defesa Social de Pernambu- co, Antonio de Pádua. Prisões – Em fevereiro de 2018, as polícias de Pernam- buco efetuaram a prisão de 157 acusados de homicídio, dos quais 69 realizaram-se em flagrante delito. Além disso, apreenderam 480 armas no mesmo mês, e foram cumpri- dos 334 mandados de prisão. Latrocínio – Os roubos se- guidos de morte apresentaram uma das maiores reduções em comparação com fevereiro do ano anterior. Caíram de 27 para 13 ocorrências, ou seja, um decréscimo de 51,85% nos índices de latrocínio. Feminicídio – Em fevereiro de 2018, um caso de feminicí- dio foi registrado em Pernam- buco, 75% a menos do que no mesmo mês em 2017. Por sua vez, as ocorrências de estupro apresentaram uma tendência de estabilização, com uma redução de 1,7%. Foram 173 casos em fevereiro de 2018, contra 176 em fevereiro do ano anterior. O combate aos crimes con- tra a mulher tem sido reforça- do no estado. Em novembro, por exemplo, instalou-se mais uma Delegacia da Mulher, se- diada em Afogados da Inga- zeira e atendendo à região do Sertão do Pajeú. Nos quatro meses de atuação, já regis- trou mais de 100 boletins de ocorrência. O Cabo de Santo Agostinho também recebeu, agora em março, uma nova sede para atender as denún- cias das mulheres. Divulgação As estratégias de fortalecimento da segurança pública têm sido determinantes nessas reduções Em contagem regressiva para a entrega da ponte da comunidade do Barão, os operários que tocam o servi- ço continuam intensificando os trabalhos no local para acelerar o ritmo da obra. Nesta reta final, a terrapla- nagem do trecho da ponte está sendo realizada. A pró- xima etapa é a concretagem e o revestimento asfáltico. A obra está prevista para ser concluída ainda neste mês de março, mas só será en- tregue à população no início do mês de abril, por causa do período de fixação do as- falto. O assistente técnico de trio elétrico Jocelito Romão, morador da comunidade há 28 anos, relata que a recons- trução da ponte melhorou bastante o dia-a-dia da co- munidade. “Antes o trânsito era caótico, já que a ponte era pequena, causava con- gestionamentos frequentes e dificultava a circulação dos pedestres. Com as obras, a ponte está duplicada e tem um local reservado para a passagem dos moradores, sem que eles corram riscos” relatou. Além da construção de uma nova ponte, a Secreta- ria de Infraestrutura também vai revitalizar a praça da comunidade e colocar um revestimento asfáltico num trecho de acesso à ponte. Essa ação ocorrerá no perí- odo em que a ponte estiver interditada pelo processo de fixação do asfalto. Aobra da ponte do Barão faz parte de um convênio entre a Secretaria de Infra- estrutura, Serviços Públicos e Meio Ambiente e o Minis- tério da Integração Nacio- nal. Os recursos oriundos dessa parceria já resultaram na entrega da obra da Pon- te do Banheiro do Soldado, em Arthur Lundgren I. Parte da verba ainda possibilita a dragagem do Rio Paratibe. Prefeitura vai entregar Ponte da Comunidade do Barão no mês de abril Secom Paulista Além da ponte, será revitalizada a praça da comunidade Paulista oferece prêmio para concurso musical te serão aceitas inscrições de pessoa física. Todos os detalhes do con- curso podem ser encontrados no edital publicado no site oficial do município: www. paulista.pe.gov.br. No portal também é possível conferir a partitura do hino atual e o cro- nograma do concurso.Ainicia- tiva, coordenada pela Secreta- ria Municipal de Educação, busca popularizar a música que representa a cidade, atra- vés de novos ritmos, produzi- dos pelos artistas regionais. Os vencedores do concurso serão conhecidos no dia 24 de abril. Março 2018 PAULISTA EM FOCO as notícias da nossa cidade A-6redacao@paulistaemfoco.com.br
  7. 7. B E studantes de 16 esco- las da rede municipal iniciaram, na quarta- -feira (14.03), as atividades de formação do Programa Educacional de Resistências às Drogas – Proerd. Lança- do durante evento realizado no auditório do Senac, em Jardim Paulista Baixo, o pro- grama vai proporcionar aulas diferentes aos alunos matri- culados nos 5º e 7º anos, que passam a contar com instru- ções importantes de policiais militares do 17º BPM. Ao longo de dez encontros, os PM’s vão disseminar a cul- tura de paz nas unidades de ensino, por meio de palestras e estudos de caso sobre pre- venção ao uso de drogas e o enfrentamento à violência. O trabalho faz parte da parceria entre a Prefeitura do Paulista e o Governo de PE. Ao todo, 1,2 mil alunos serão beneficiados pela ini- ciativa nesse primeiro mo- mento. Até o fim do ano a expectativa é de que 3 mil sejam contemplados. “Essa é mais uma ação que estamos realizando em parceria com o Governo do Estado em prol dos nossos estudantes, afinal, entendemos que a implanta- ção do Proerd nas escolas vai garantir para nossa juventude Com foco na prevenção, Paulista lança o Programa Educacional de Resistência às Drogas – Proerd Ao longo de dez encontros, PM’s vão disseminar a cultura de paz nas unidades de ensino, por meio de palestras e estudos de caso sobre prevenção ao uso de drogas e o enfrentamento à violência. a oportunidade de conhecer os perigos do mundo das dro- gas, que só leva à violência, à criminalidade e a morte. Es- tamos esperançosos que em pouco tempo vamos alcançar os nossos objetivos”, frisou o secretário de Educação, Car- los Junior. Participando do evento, a educadora Cinthia Albânia, que é diretora da Escola Mu- nicipal Salvador Dimech, no bairro do Janga, disse que o Proerd muda o comportamen- to dos alunos. “Esse progra- ma é capaz de transformar conceitos dentro da unidade de ensino e também dentro da casa de cada estudante envolvido. Temos relato na nossa escola de um aluno que repreendeu os pais por- que eles fumavam. E ele só fez isso porque essa questão foi trabalhada pelos policiais nas escolas. Então fica nítida a mudança de atitudes com a família e os colegas da esco- la” revelou a gestora. O secretário de Segurança Cidadã e Defesa Civil do Pau- lista, Manoel Alencar, apro- veitou a ocasião para reforçar que o trabalho preventivo vai contribuir com o que vem sendo feito na cidade. “Esse é mais um esforço da gestão do prefeito Junior Matuto com a segurança das pessoas. À me- dida que as formações forem acontecendo teremos uma le- gião de estudantes mais cons- cientes e comprometidos com a cultura de paz nas escolas. Essa iniciativa vai proporcio- nar o resgate dos valores da família dentro e fora das es- colas, onde o respeito, a mo- ral e a educação andam lado a lado”, disse. O Proerd foi criado em Los Angeles, nos Estados Unidos, e está presente em cerca de 60 países, bem como em todos os estados do Bra- sil. Em Pernambuco, ele co- meçou a ser implantado nos anos 2000, tendo a primeira formação de estudantes no ano seguinte. Ao longo des- se período, conseguiu formar quase 800 mil alunos. Em 2017, algumas escolas foram contempladas com a iniciati- va. Agora a meta é beneficiar toda a rede de ensino. Um dos representantes da Polícia Militar no evento, o capitão Fábio Santos disse que o programa tem tudo para dar certo porque conta com o apoio integral da prefeitura. “O Proerd já passou por todos os 184 municípios pernambu- canos e o distrito de Fernando de Noronha. Por conta des- sa experiência, temos como identificar quando o muni- cípio está envolvido com o programa. E aqui em Paulista existe um engajamento muito grande dos gestores muni- cipais para que a formação aconteça da melhor forma possível”, assegurou. Francisco Marques/Secom Paulista Francisco Marques/Secom Paulista Os alunos matriculados nos 5º e 7º anos passam a contar com instruções importantes de policiais militares Carlos Junior, secretário de Educação, fa la dos objetivos do Proerd Março 2018 PAULISTA EM FOCO as notícias da nossa cidade redacao@paulistaemfoco.com.br CADERNO
  8. 8. O prazo de entrega da Declaração do Impos- to de Renda 2018 se- gue até o dia 30 de abril, mas, como todo cuidado é pouco, os contribuintes não podem deixar para prestar contas ao Leão em cima da hora. Por isso, a UNINABUCO – Cen- tro Universitário Joaquim Na- buco Paulista abre as portas para quem quiser fazer a de- claração sem erros e medo de cair da malha fina. O Projeto Imposto de Renda Social vai atender gratuitamente a popu- lação em todas as sextas-fei- ras, a partir dessa semana, até o dia 27 de abril. Os atendimentos aconte- cerão no laboratório de in- formática 3 do bloco A da Instituição de Ensino Superior (IES), das 14 às 17h. A ação acontece através do Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF) da IES, que conta com o suporte técnico da Recei- ta Federal do Brasil com o intuito de prestar assistência contábil e fiscal gratuita à so- ciedade. Durante a atividade, a população será atendida por estudantes de Ciências Con- tábeis, que, em triagem, da- rão orientações prévias sobre a documentação necessária. Depois, os contribuintes se- rão atendidos por professores contadores para o preenchi- mento e transmissão das suas declarações. Deve prestar contas ao fis- Imposto de Renda Social beneficia população Professores e estudantes atenderão gratuitamente a população em todas as sextas-feiras, a partir dessa semana até o dia 27 de abril co o contribuinte que ganhou a partir de R$ 2.196 por mês em 2017 ou 28.559,70 anual, incluindo o décimo terceiro salário. Também deve pres- tar contas quem obteve, em qualquer mês do ano passado, lucro por meio de alienação de bens ou direitos (transfe- rência de domínio de um item de valor de uma pessoa para terceiros como títulos, contas a receber e imóveis). A obri- gatoriedade também é válida para quem realizou compra ou venda de ações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas. Os contribuintes devem levar carteira de identidade, CPF, título de eleitor, informe de rendimentos da fonte paga- dora com cópia e recibos de entrega da declaração do ano anterior, Comprovantes de pa- gamentos dedutíveis (escolas, médicos, dentistas, previdên- cia privada) e informes bancá- rios. Se possuir dependentes a partir de 8 anos de idade, é preciso apresentar seu número do CPF. A ação atenderá ape- nas pessoas que possuam bens de até R$ 300 mil, que tenham rendimento tributável anual de até́ R$ 50 mil e que não se- jam empresários ou sócios de empresas. De acordo com a coorde- nadora do curso de Ciências Contábeis da UNINABUCO, Letícia melo, este projeto presta serviço à sociedade e, ao mesmo tempo, proporcio- na mais experiências aos estu- dantes. “Para os contribuintes, essa é uma oportunidade de cumprir com a obrigação jun- to ao Leão de forma simples e prática. Além disso, os alunos irão colocar em prática a cida- dania e solidariedade aprendi- da em sala de aula”, explica. Ainda segundo a coordena- dora, os contribuintes devem doar um pacote de leite em pó ou algum item de higiene pes- soal. Todo material arrecada- do será destinado a um órgão carente. Uma nova edição do pro- jeto Condutor do Amanhã teve início na quarta-feira (07.08) em Paulista, na Re- gião Metropolitana. Alunos do Colégio Municipal José Firmino da Veiga participa- ram do primeiro dia de aulas no kartódramo que simula as vias do município. O ob- jetivo da iniciativa, que faz parte de uma parceria entre a Secretaria de Educação da cidade e o DETRAN, é pro- mover um trânsito seguro, onde os estudantes saibam o seu papel e respeitem as regras para uma boa condu- ta no veículo. A atividade contou com a participação da Turma do Fom Fom. Na ocasião, os estudan- tes puderam vivenciar o trânsito, através de aula te- órica e prática. A garotada utiliza um veículo adapta- do para poder circular pelo kartódramo. O local dispõe de semáforos, faixas de pe- destres e ciclistas. Durante a atividade, os alunos do terceiro ano do Ensino Fun- damental I também tiveram a oportunidade de conhecer muita informação sobre as leis de trânsito. Ao todo, 20 alunos participaram da ex- periência. O município do Paulista é pioneiro nessa ação. A in- tenção da gestão municipal é formar novos cidadãos por um trânsito mais seguro. As aulas que acontecem uma vez por semana, tem a ex- pectativa de atender todas as escolas da rede munici- pal até o mês de novembro. “Além de formar o cidadão do futuro, esse projeto con- segue alcançar os adultos por intermédio das crianças que passam a ter noção das regras de trânsito”, afirmou o secretário de Educação, Carlos Ribeiro Jr. Nova edição do projeto Condutor do AmanhãWagner Santos/Secom Paulista O município do Paulista é o premeiro nessa ação Internet Março 2018 PAULISTA EM FOCO as notícias da nossa cidade B-2redacao@paulistaemfoco.com.br
  9. 9. “ Há 30 anos, ainda na As- sociação dos Moradores, lutamos junto com o povo por essa conquista. O prefeito Junior Matuto realizou o so- nho da comunidade. Estamos todos de parabéns”. As pala- vras emocionadas do vereador Camelo do Seguro mostram o quanto os moradores de Ar- thur Lundgren II Baixo estão felizes com o calçamento da Rua Valdemar Sebastião de Farias. A obra foi inaugurada na segunda-feira (05.03) pelo prefeito Junior Matuto e o evento contou com a presença do chefe de Gabinete do Go- verno de Pernambuco, João Campos. Um dos moradores mais antigos da localidade, o co- merciante Naelson da Silva, que possui um estabelecimen- tonavia,fezquestãodemarcar presença no evento. Ele disse que muita gente já estava sem acreditar que o sonho fosse se tornar realidade. “Quem mora aqui há muito tempo sabe que essa obra vai acabar com o so- frimento de muita gente. Tem muitas pessoas, inclusive, que nem esperavam que isso fosse se concretizar, mas o sonho se tornou realidade. Temos que agradecer muito a Deus”, dis- se. Com mais essa obra en- tregue, que homenageia o já falecido dono do Bar da Char- que, o seu Valdemar, a gestão municipal mantém o ritmo de inaugurações pelos quatro cantos da cidade. Já são mais de 70 vias calçadas e pavi- mentadas pela gestão munici- pal. A execução dos serviços faz parte das parcerias cele- bradas entre a Prefeitura, o Governo do Estado e a União. Todo o trabalho no local, que inclui construção de calçadas, sistema de drenagem e ram- pas com acessibilidade, foi coordenado pela Secretaria Municipal de Infraestrutu- ra, Serviços Públicos e Meio Ambiente. O prefeito Junior Matuto fez questão de falar em grati- dão aos moradores de Arthur Lundgren II. O gestor disse que estava muito satisfeito em voltar à comunidade para rever amigos e realizar a en- trega de mais uma obra. “Ape- sar do momento delicado que estamos passando, onde a classe política está sendo jo- gada na vala comum, o povo do Paulista continua sabendo reconhecer o esforço da nos- sa gestão. Enquanto tem pre- feituras que não paga em dia, falta merenda para as crianças e o lixo toma conta da cidade, nós estamos aqui para mostrar a importância da união de for- ças. Hoje posso ser o prefeito. Amanhã apenas um morador da cidade. Mas quero que as pessoas lembrem desse e de tantos outros compromissos que assumimos e cumprimos no nosso mandato” frisou. Presente ao evento, o ge- rente de Projetos da Secretaria das Cidades, Fabiano Rufino, que na ocasião representou o secretário Francisco Papa- leo, fez questão de enaltecer o papel do prefeito para a re- alização da obra. “Algumas vezes quando celebramos um convênio com um município as coisas não andam como esperamos. É aí que entra a figura do prefeito para destra- var as pendências e resolver Após décadas de espera, moradores comemoram calçamento de rua em Arthur Lundgren II Baixo O vereador Camelo do Seguro festejou o calçamento da rua ao lado da comunidade A Rua do Bar da Charque possui 488 metros de extensão e contou com investimento na ordem de R$ 573 mil para ficar pronta. a questão. O prefeito Junior Matuto não cansa de busca informações, orientações, soluções para os problemas. Isso é muito importante para a cidade. E é assim que obras como esta saem do papel e se tornam realidade”, revelou, na companhia do coordenador de Acompanhamento de Proje- tos, João Almeida. O chefe de Gabinete de Paulo Câmara, João Campos, disse que estava muito feliz em voltar ao município. Re- presentando o governador, ele destacou que Paulista continua no caminho certo. “Essa é uma obra extrema- mente importante para o povo dessa comunidade. E o pre- feito e o governador fizeram questão que ela saísse do pa- pel. O melhor é que não para por aí. Existem outras em an- damento que também serão concluídas. Com a ajuda do governador Paulo Câmara, o prefeito Junior Matuto está fazendo história na cidade”, parabenizou. A Rua Valdemar Sebastião de Farias, que também é cha- mada da Rua do Bar da Char- que, possui 488 metros de extensão e contou com inves- timento na ordem de R$ 573 mil para ficar pronta. A partir de agora a gestão municipal vai fazer um estudo para ana- lisar a viabilidade de criação de um binário na área, envol- vendo ainda a Rua Petrolina, na área comercial do bairro. “Em seu primeiro mandato, o vereador Camelo do Seguro tem trabalhado muito pela comunidade. Aliás, Camelo, há 30 anos, antes mesmo de ser vereador, na Associação dos Moradores, luta por melhorias para Arthur Lungren II. Nós sempre seremos gratos ao prefeito Junior Matuto e ao nosso vereador Camelo.” Fernando Sobral Contabilista Paulista em Foco Paulista em Foco O vereador Camelo do Seguro agradece ao prefeito Junior Matuto a realização da obra, um sonho antigo dos moradores de Arthur Lundgren Março 2018 PAULISTA EM FOCO as notícias da nossa cidade B-3redacao@paulistaemfoco.com.br
  10. 10. Ecoparque das Paineiras recebe estátua do educador Jonatan da Rocha Leite A obra, com 70 quilos, foi confeccionada pelo artista plástico pernambucano Péricles Silva. O dia dois de março de 2018 ficará marcado na história! Para me- morar a data de aniversário do professor Jonatan da Ro- cha Leite que, se estivesse vivo faria 76 anos, o Colégio Fernando Ferrari programou dois dias de atividades e festa no Ecoparque das Paineiras, que leva o nome do educador. A programação começou logo cedo com um café da ma- nhã saudável. Durante todo o dia, a população teve acesso a vários serviços, como afe- rição de pressão, medição de glicose e corte de cabelo. Já a programação cultural teve a participação de Eran Rou- che, Ely Vieira, Irah Caldeira, Amaro Poeta com seu progra- ma Sexta Cultural e Grupo de Poetisas, Além da Banda Musical Aristides Borges. A garotada também pôde curtir a apresentação do espetáculo O Rei Leão, encenado ao ar livre pelos alunos do colégio. O momento mais esperado das comemorações foi a inau- guração da estátua do profes- sor Jonatan, confeccionada pelo artista plástico pernam- bucano Péricles Silva. A obra, com 70 quilos, é inteiramente feita em resina com fibra de vidro, um material leve e re- sistente e levou apenas três meses para ser concluída. “Estamos perpetuando o nome e a história do profes- sor Jonatan, um homem que dedicou a sua vida à Educa- ção, principalmente, dos jo- vens. Um empreendedor, que construiu a história do Colé- gio Fernando Ferrari, um dos mais conceituados do Paulis- ta e de Pernambuco”, enfa- tizou a professora e diretora da instituição, Maria Luiza, que aproveitou para agrade- cer à prefeitura do Paulista, especialmente, ao Secretário de Políticas Sociais e Espor- tes, Augusto Costa, vereador licenciado e autor do Projeto de Lei que deu o nome do educador Jonatan ao Ecopar- que das Paineiras; ao Presi- dente da Câmara Municipal, Fábio Barros; e aos também secretários municipais José Roberto Bezerra Couto e Au- gusto Rodrigues Silva Neto, pelo apoio recebido para a re- alização do evento. No sábado (03), a festa continuou e a meninada pode conferir a peça infantil Cava- lo Marinho, Boi da Luz, com a Família Salustiano da Casa da Rabeca do Brasil, além da apresentação de Eran Rouche e Ely Vieira. Quem é Jonatan da Rocha Leite? O professor Jonatan é o terceiro dos dez filhos que teve o casal Josberto Rocha Leite e Luiza Balbina Leite e, após terminar seus estudos no Seminário de Olinda, ele, para ajudar seus pais a criar e educar os outros irmãos, resolveu sair de Pernambuco para procurar emprego. Foi nesta viagem, no Estado de São Luis do Maranhão, que, aos 22 anos, ele contraiu o ví- rus da poliomielite. Entretanto, a paralisia não foi motivo para Jonatan deixar de ajudar seus pais. O apoio da família, aliado à sua força de vontade em querer superar a doença, foi o primeiro passo para a construção do Colégio Fernando Ferrari. Ainda na cama, sem poder se locomover, ele começou a dar aulas de inglês a um vi- zinho que precisava fazer um concurso, em seguida, outros alunos começaram a surgir e o quarto de Jonatan ficou pe- queno para atender a todos. Então, com muito esforço, ele foi obrigado a dar os primei- ros passos saindo do quarto em direção à sala onde criou uma banca de estudos com hora marcada para atender aos interessados, de acordo com os níveis de escolaridade de cada um. No início, a Escola foi re- gistrada como Curso Rocha (30/03/1964), e posterior- mente como Ginásio Fernan- do Ferrari (04/03/69), a pe- dido de seu pai que conhecia e admirava o trabalho que o Deputado Fernando Ferrari desenvolvia pela educação no Brasil. Conhecido poli- ticamente como “o homem das mãos limpas”, Fernando Ferrari era gaúcho de Santa Maria do Rio Grande do Sul e durante a sua campanha para Vice-presidente da Re- pública, passou por Paulista e deixou em nós a marca do seu alto espírito cívico dizen- do: “Só a criança e a escola devem ter privilégios no Bra- sil”. Assim nasceu o Ginásio Fernando Ferrari que poste- riormente vinha a ser Colégio Fernando Ferrari. Ainda na década de 60, pensando que outros estavam em piores condições físicas do que ele, Jonatan resolveu di- recionar seus esforços em fa- vor das crianças e jovens com necessidades especiais, prin- cipalmente paraplégicos e ce- gos, fazendo um levantamento estatístico na cidade do Paulis- ta, que apresentou a estarrece- dora realidade da existência de 125 (cento e vinte cinco) pes- soas cegas em nossa comuni- dade, das quais 45 (quarenta e cinco) queriam e pediam uma escola para estudar. Mesmo com grandes dificuldades fi- nanceiras, ele montou uma sala de aula para o ensino de Braile e passou a ensinar a estes jovens, filhos da desven- tura, que antes perambulavam pelas ruas do Paulista. A cada ano o número de alunos crescia e os outros ir- mãos também começaram a fazer cursos de especializa- ção para ajudar Jonatan na tarefa de educar os jovens de Paulista. Aos poucos, a casa da família não conse- guia mais acomodar todos os alunos, então, aproveitan- do a sugestão de sua mãe, a Sra. Luiza Balbina Leite, fo- ram construídas quatro salas de aula no quintal da casa. Porém, poucos anos depois, estas quatro salas passaram a ser insuficientes, foi aí que finalmente, com o apoio do Governo Federal e a ajuda do Dr. Marco Maciel foi constru- ído o prédio do Colégio Fer- nando Ferrari, que, até hoje, mantém a mesma Filosofia que norteia sua história desde o início, pois a família Rocha Leite tem convicção de que o ato de educar é um Sacer- dócio, e deve estar sempre alicerçado na seriedade e na responsabilidade de formar cidadãos para o mercado de trabalho com uma educação exigida pela sociedade atual. O que o Colégio Fernando Ferrari fez e continua fazendo pela Educação de nossa gran- de Paulista foi que o tornou conhecido pela comunidade como sendo: “Mais que uma escola, um verdadeiro exem- plo de vida”. O Professor Jonatan nunca deixou de estudar e ensinar, formado em Direito, Letras e Pedagogia, membro e fun- dador da Academia de Letras e Artes da cidade do Paulis- ta, além de ser poliglota, fa- lando, concomitantemente, cinco idiomas, professor Jo- natan se revelou, também um grande Pensador e Filósofo, com frases que ficarão sem- pre gravadas na história do Colégio Fernando Ferrari tais como: “Pretendo usar minhas pernas imóveis, minhas mu- letas e minha cadeira de rodas como arcos e flechas para lan- çar jovens como setas vivas, para um futuro brilhante”. “Está havendo tremores no parafuso do eixo do coração, por isso sofre o homem por- que não sussurra, não pratica, nem vive como devia, a pala- vra AMOR”. No dia 06 de agosto de 2007, partia Jonatan para companhia do Pai Eterno. Mesmo deixando saudades, sempre será lembrado, com carinho e respeito por todos que o admiravam. Divulgação Divulgação Divulgação Divulgação A inaguração da estátua do professor Jonatan, que dá nome ao Ecoparque das Paineiras, ficará eternizada na história do Paulista No palco, Irah Caldeira mostra toda a força dos ritmos nordestinos A Banda Musical Aristides Borges também participou da festa Durate o evento foram oferecidos serviços de saúde à população Março 2018 PAULISTA EM FOCO as notícias da nossa cidade B-4redacao@paulistaemfoco.com.br
  11. 11. P or meio de uma parce- ria entre as secretarias de Saúde e de Educação do Paulista, mais uma edição do programa Olhar Paulista foi realizada na sexta-feira (09.03). Desta vez, 64 óculos foram entregues a alunos da rede municipal de ensino. Ao todo, o programa já entregou 630 óculos para os estudantes que passaram por uma tria- gem que identificou a neces- sidade do uso do acessório, com o objetivo de ajudar os alunos que têm dificuldade no aprendizado por problemas na visão. O evento aconteceu na escola Academia Maria Leo- poldina, no bairro de Maran- guape II. Além da entrega dos ócu- los, a ação contou ainda com uma apresentação teatral de um telejornal, no qual foram detalhadas as ações do Progra- ma Olhar Paulista, ressaltando que ele tornou-se um modelo de sucesso para outras pre- feituras. A ação contou ainda com a apresentação cultural do Grupo Atos de Resgate, integrado por alunos da rede municipal. De acordo com a secretá- Programa Olhar Paulista já entregou 630 óculosa para alunos do município ria de Saúde do Paulista, Fa- biana Bernart, o programa é de grande importância para a educação do município, so- bretudo por oferecer de ma- neira gratuita um atendimento oftalmológico para todos os cerca de 10 mil estudantes da rede, resultando em melhores condições de aprendizagem por meio da correção visual. Para a gestora, o programa tem cada vez mais se amplian- do, e isso vem sendo medido por meio dos números de ócu- los entregues desde o início do programa no município. “Esse programa tem tido um impacto muito grande na cidade, pois a gente conse- guiu realizar em 2017 quase o dobro de consultas realizadas no ano de 2016. Com isso, a gente entende que o programa está sendo ampliado, que está crescendo, sempre atenden- do aos escolares da rede de maneira integral”, explicou Bernart, ressaltando que já foram realizadas mais de mil consultas entre os alunos que se queixam de dificuldade na vista. Dentre os beneficiados com esta nova entrega de ócu- los, estava a estudante Tarcila Tainá, de 13 anos, que estu- da na Escola Municipal Rosa Amélia, no bairro do Janga. A adolescente contou que tinha dificuldade, e que ficou bas- tante feliz com o benefício. “Antes, eu sentia minha visão totalmente embaçada, agora estou vendo muito melhor do que antes. Isso vai me ajudar muito nos estudos. Eu tinha muita dificuldade de enxergar de longe, só conseguia enxer- gar de muito perto. Estou mui- to feliz, e agora vai ser só 10”, comemorou a jovem. Presente no evento e rea- lizando a entrega dos óculos, o prefeito do Paulista, Junior Matuto, falou da importância do programa para melhorar o aprendizado e evitar a evasão escolar, por meio desse pro- grama que para ele se traduz em reforçar o compromisso da gestão em cuidar das pessoas da cidade. “Nosso compromisso com a cidade não é somente com obras de infraestrutura, como pavimentação de ruas e ma- crodrenagem, mas é princi- palmente com as pessoas, pois como diz em um de nossos slogans: ‘Cuidando da Cida- de, Trabalhando para você’, isso quer dizer que a prefeitu- ra também tem a sensibilida- de de cuidar das pessoas. E o Olhar Paulista não é somente uma entrega de óculos, mas sim, um investimento na edu- cação e no futuro das crianças que têm muito a contribuir com a cidade, com Pernambu- co e com o Brasil”, concluiu Matuto. O Olhar Paulista tornou-se modelo de sucesso e está sendo implantado por diversas prefeituras. Secom Paulista Prefeito Junior matuto faz a entrega dos óculos do programa Olhar Paulista, que já beneficiou centenas de alunos da rede municipal Março 2018 PAULISTA EM FOCO as notícias da nossa cidade B-5redacao@paulistaemfoco.com.br
  12. 12. A Casa das Juventudes do Paulista entregou, na ter- ça-feira (13.03), os certifica- dos de conclusão aos 50 alu- nos que realizaram o curso de Informática da empresa Norte Americana, Cisco. A inciativa é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Políticas Sociais e Esportes do Paulista e a empresa, que busca afastar os jovens dos perigos das ruas e prepará- -los para o mercado de tra- balho. Além da entrega dos certificados, a Casa também divulgou a abertura de novas turmas. A jovem Stefane Wayne tem 27 anos, é mãe, e mes- mo em meio as dificuldades se esforçou para concluir o curso. “Me desenvolveu muito, eu tinha só a infor- mática básica. Com o curso pude aprender Excel, Word e Power Point”. Stefane completou ainda que deseja continuar o próximo módulo para conquistar seus obje- tivos de vida. “Irei cursar o segundo módulo porque sei que assim estou lutando por um futuro melhor”, argu- mentou. A coordenadora da Casa das Juventudes, Elaine Cris- tina, falou sobre o evento e o intuito do curso. “Nosso ob- jetivo com a ação é capacitar e qualificar os jovens para a inserção no mercado de tra- balho, a Casa é um lugar de inclusão e pudemos contar com a participação de jovens que possuem deficiência”, disse. De acordo com o secre- tário de Políticas Sociais e Esportes do Paulista, Augus- to Costa, o curso fortalece a política da juventude. “Já entendemos que essa oportu- nidade de trazer esses cursos para a Casa das Juventudes fortalece uma política deter- minada pelo prefeito Junior Matuto para que avancemos cuidado desses jovens”. O secretário ainda apro- veitou a ocasião para lançar as novas turmas do curso de informática. “Hoje, além de entregar os certificados, nós lançamos novas turmas. Uma para dar continuidade aos jovens que já cursaram o primeiro módulo e outra para jovens que querem in- gressar no curso”. Alunos recebem certificados de curso internacional de informática A Prefeitura do Paulis- ta e o Sindicato dos Professores (Sinprop) chegaram a um acordo sobre a implantação de 1/3 de aula atividade na rede municipal. Após apresentar duas propos- tas sobre o tema, a Secretaria de Educação foi comunicada oficialmente sobre a escolha da categoria. Em assembleia, os educadores decidiram op- tar, por unanimidade, pela proposta que garante um dia da semana exclusivo para o planejamento das atividades pedagógicas, ficando dispen- sado da sala de aula. Neste dia de planejamen- to, a aula será ministrada por professores itinerantes, sem comprometer a carga horária dos alunos. A implantação do 1/3 de aula atividade vai bene- ficiar professores (servidores ativos) da Educação Infan- til e Anos Iniciais do Ensino Fundamental em regência. A expectativa é de que a medida passe a valer a partido do mês de abril deste ano. Nas rodadas de negocia- ção, a Secretaria de Educação também havia apresentado outra proposta à categoria. Ela previa a ampliação da carga horária do professor Prefeitura e Sindicato dos Professores fecham acordo sobre implantação de 1/3 de aula atividade de 156 para 188 horas/aula, disponibilizando mais tempo para que ele pudesse se orga- nizar dentro e fora da escola. Essa iniciativa resultaria num incremento financeiro no sa- lário base do docente que poderia ser levado para a apo- sentadoria. O secretário de Educação do município, Carlos Junior, explicou que as duas propos- tas apresentadas atenderam aos anseios dos professores. Ele disse que ficou satisfeito pelo andamento das negocia- ções. “Fizemos questão de ou- vir a categoria e apresentamos propostas dentro do que eles esperavam para a rede munici- pal. Estamos felizes de chegar a um acordo com o sindicato que contempla a categoria. E o melhor é que a Educação é quem ganha”, destacou. Reajuste – Representantes da Secretaria de Educação e do Sindicato dos Professores se reunirão nos próximos dias, para tratar do reajuste salarial 2018 da categoria. A Secreta- ria de Administração do Pau- lista está definindo como será repassado o aumento, dentro do que estabelece o Ministério da Educação. No dia de planejamento das atividades pedagógicas, a aula será ministrada por um professor itinerante SecomPaulista Professores da rede municipal terão um dia da semana exclusivo para o planejamento das atividades pedagógicas, ficando dispensado da sala de aula. Beatriz Lorrany/SecomPaulista Março 2018 PAULISTA EM FOCO as notícias da nossa cidade B-6redacao@paulistaemfoco.com.br

×