ATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 53-2023.pdf

Caso da Triunfo Engenharia RESUMO A Triunfo engenharia é uma empresa jovem que é especializada em desenvolvimento de projetos de engenharia. Sua equipe de profissionais conta com engenheiros altamente capacitados em todas as áreas. Após um alinhamento estratégico, você e seus sócios resolveram expandir seu raio de área de atuação para o setor de energia solar para o setor agropecuário, entregando projetos e execução de construção de usinas solares. A porta de entrada é a venda de um projeto para uma grande cooperativa da sua região, que vai servir de vitrine para empresários do agronegócio brasileiro. O pro­blema está em alinhar o preço do produto com o nível de investimento que a cooperativa estabeleceu com base no investimento que seus concorrentes apresentam no mercado. Na pele do vendedor Você olhava sua imagem refletida no espelho. Olheiras denunciavam a noite mal dor­mida. Enquanto fazia a barba repassava mentalmente todos os passos dados no último mês. Fazia 30 dias que estava em negociação com o Cooperfeliz, isso sem contar o tempo empregado para chegar até o diretor dessa cooperativa agroindustrial e apresentar sua ideia de projeto. Tinha sido uma luta conseguir convencer o cliente de que seu projeto era muito superior ao apresentado pela concorrência. Além de apresentar tudo o que todos os projetos da concorrência apresentam, sua proposta possuía uma série de soluções es­pecíficas que ajudavam a aumentar a eficiência da usina de energia solar com um custo levemente superior. O projeto que você estava oferecendo era mais completo e o retorno sobre o investimento era muito mais rápido. Enfim, valia cada centavo. Enquanto se preparava para a reunião, você sentia a ansiedade crescer, pois sabia que a reunião de hoje seria definitiva. Precisava convencer a Cooperfeliz de que o seu projeto é o melhor negócio e não apenas mais um projeto. O problema é que Luiz Lima, o diretor da Cooperfeliz, tinha ficado irredutível na última reunião. Ainda conseguia ouvir a voz dele dizendo: “Você diz que o seu projeto é superior, que vai entregar mais resultado. O problema é que seu projeto é 20% mais caro. E eu não posso autorizar um projeto com essa diferença de preço. Além disso, só estamos pensando em executar esse projeto por causa de um diretor que acha isso importante, por mim, eu iria para o mercado livre de energia.” Você se sentia apreensivo. Era como se estivesse se preparando para uma guerra. Pegou seu computador e seus materiais como quem pega uma espada e um escudo para ir para a guerra. Depois de alguns instantes, percebeu que isso não era bom. Essa postura mental, de encarar o cliente como inimigo, nunca é positiva para os negócios. A postura correta seria você apresentar o projeto como a melhor solução para os problemas de energia da Cooperfeliz. Precisava concentrar-se e focalizar o Luiz como um aliado e não como inimigo. Se fosse preparado para um embate poderia pôr tudo a perder. Seus sócios contavam com sua capacidade de neg

Olá, aluno(a)! Está com dificuldade ou sem tempo para elaborar
essa atividade? Iremos te ajudar!
Entre em contato
(63) 99129-5554
ATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E
NEGOCIAÇÃO - 53/2023
Caso da Triunfo Engenharia
RESUMO
A Triunfo engenharia é uma empresa jovem que é especializada em desenvolvimento de
projetos de engenharia. Sua equipe de profissionais conta com engenheiros altamente
capacitados em todas as áreas. Após um alinhamento estratégico, você e seus sócios
resolveram expandir seu raio de área de atuação para o setor de energia solar para o setor
agropecuário, entregando projetos e execução de construção de usinas solares.
A porta de entrada é a venda de um projeto para uma grande cooperativa da sua região,
que vai servir de vitrine para empresários do agronegócio brasileiro. O problema está em
alinhar o preço do produto com o nível de investimento que a cooperativa estabeleceu com
base no investimento que seus concorrentes apresentam no mercado.
Na pele do vendedor
Você olhava sua imagem refletida no espelho. Olheiras denunciavam a noite mal dormida.
Enquanto fazia a barba repassava mentalmente todos os passos dados no último mês.
Fazia 30 dias que estava em negociação com o Cooperfeliz, isso sem contar o tempo
empregado para chegar até o diretor dessa cooperativa agroindustrial e apresentar sua
ideia de projeto.
Tinha sido uma luta conseguir convencer o cliente de que seu projeto era muito superior ao
apresentado pela concorrência. Além de apresentar tudo o que todos os projetos da
concorrência apresentam, sua proposta possuía uma série de soluções específicas que
ajudavam a aumentar a eficiência da usina de energia solar com um custo levemente
superior.
O projeto que você estava oferecendo era mais completo e o retorno sobre o investimento
era muito mais rápido. Enfim, valia cada centavo.
Enquanto se preparava para a reunião, você sentia a ansiedade crescer, pois sabia que a
reunião de hoje seria definitiva. Precisava convencer a Cooperfeliz de que o seu projeto é o
melhor negócio e não apenas mais um projeto.
O problema é que Luiz Lima, o diretor da Cooperfeliz, tinha ficado irredutível na última
reunião. Ainda conseguia ouvir a voz dele dizendo: “Você diz que o seu projeto é superior,
que vai entregar mais resultado. O problema é que seu projeto é 20% mais caro. E eu não
posso autorizar um projeto com essa diferença de preço. Além disso, só estamos pensando
em executar esse projeto por causa de um diretor que acha isso importante, por mim, eu iria
para o mercado livre de energia.”
Você se sentia apreensivo. Era como se estivesse se preparando para uma guerra. Pegou
seu computador e seus materiais como quem pega uma espada e um escudo para ir para a
guerra.
Depois de alguns instantes, percebeu que isso não era bom. Essa postura mental, de
encarar o cliente como inimigo, nunca é positiva para os negócios. A postura correta seria
você apresentar o projeto como a melhor solução para os problemas de energia da
Cooperfeliz. Precisava concentrar-se e focalizar o Luiz como um aliado e não como inimigo.
Se fosse preparado para um embate poderia pôr tudo a perder.
Seus sócios contavam com sua capacidade de negociação para bater o martelo nessa
proposta e dar os primeiros passos no agronegócio. A Cooperfeliz era uma empresa
influente, o seu diretor era o presidente da associação nacional das cooperativas
agroindustriais, sendo assim, se conseguisse fechar esse negócio, outras portas iriam se
abrir para a Triunfo.
Você sabia que teria que ser criativo para encontrar uma solução que fosse boa para ambas
as empresas, mas seu medo é que o Luis percebesse como essa negociação era
importante para a Triunfo e usasse essa informação para dificultar a negociação e exigir
mais da sua parte.
Um ponto importante a seu favor, é que você sabe que os equipamentos que a Triunfo
costuma usar na implantação das usinas é bem superior aos da concorrência, outro ponto
importante é que sua empresa tem um know how diferenciado, que permite um tempo de
execução menor.
Questões para discussão
Tão importante quanto a negociação em si, é o processo de preparação para a negociação.
Com base nos textos acima, responda detalhadamente, as seguintes questões:
1. Apresente pelo menos 3 habilidades essenciais para a negociação que podem ser
usadas nesse caso.
2. Pensando nos possíveis resultados da negociação, qual seria o ideal para você e para a
Cooperfeliz? Explique.
3. Quem tem o poder nessa negociação?
4. Qual estratégia de negociação seria mais adequada para este caso? Lembrando que
você deseja realizar negócios de longo prazo com esse cliente.

Recommandé

ATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 532023.docx par
ATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 532023.docxATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 532023.docx
ATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 532023.docxVandersonCouto2
4 vues4 diapositives
ATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 532023.docx par
ATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 532023.docxATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 532023.docx
ATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 532023.docxVandersonCouto2
4 vues4 diapositives
ATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 532023.docx par
ATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 532023.docxATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 532023.docx
ATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 532023.docxVandersonCouto2
5 vues4 diapositives
RESUMO A Triunfo engenharia é uma empresa jovem que é especializada em dese... par
RESUMO   A Triunfo engenharia é uma empresa jovem que é especializada em dese...RESUMO   A Triunfo engenharia é uma empresa jovem que é especializada em dese...
RESUMO A Triunfo engenharia é uma empresa jovem que é especializada em dese...josepedro158321
3 vues3 diapositives
ATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 532023.docx par
ATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 532023.docxATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 532023.docx
ATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 532023.docxjosepedro158321
3 vues3 diapositives
A Triunfo engenharia é uma empresa jovem que é especializada em desenvolvimen... par
A Triunfo engenharia é uma empresa jovem que é especializada em desenvolvimen...A Triunfo engenharia é uma empresa jovem que é especializada em desenvolvimen...
A Triunfo engenharia é uma empresa jovem que é especializada em desenvolvimen...marcosvsoares
2 vues3 diapositives

Contenu connexe

Plus de Azul Assessoria Acadêmica

Para desenvolver o seu MAPA, primeiramente leia com bastante atenção a descri... par
Para desenvolver o seu MAPA, primeiramente leia com bastante atenção a descri...Para desenvolver o seu MAPA, primeiramente leia com bastante atenção a descri...
Para desenvolver o seu MAPA, primeiramente leia com bastante atenção a descri...Azul Assessoria Acadêmica
4 vues3 diapositives
MAPA – ESOFT - SEGURANÇA E AUDITORIA DE SISTEMAS - 54-2023 par
MAPA – ESOFT - SEGURANÇA E AUDITORIA DE SISTEMAS - 54-2023MAPA – ESOFT - SEGURANÇA E AUDITORIA DE SISTEMAS - 54-2023
MAPA – ESOFT - SEGURANÇA E AUDITORIA DE SISTEMAS - 54-2023Azul Assessoria Acadêmica
2 vues3 diapositives
MAPA – ESOFT - SEGURANÇA E AUDITORIA DE SISTEMAS - 54-2023 par
MAPA – ESOFT - SEGURANÇA E AUDITORIA DE SISTEMAS - 54-2023MAPA – ESOFT - SEGURANÇA E AUDITORIA DE SISTEMAS - 54-2023
MAPA – ESOFT - SEGURANÇA E AUDITORIA DE SISTEMAS - 54-2023Azul Assessoria Acadêmica
2 vues3 diapositives
Temos por certo que os desafios sempre contribuem para a aquisição de conheci... par
Temos por certo que os desafios sempre contribuem para a aquisição de conheci...Temos por certo que os desafios sempre contribuem para a aquisição de conheci...
Temos por certo que os desafios sempre contribuem para a aquisição de conheci...Azul Assessoria Acadêmica
3 vues5 diapositives
Temos por certo que os desafios sempre contribuem para a aquisição de conheci... par
Temos por certo que os desafios sempre contribuem para a aquisição de conheci...Temos por certo que os desafios sempre contribuem para a aquisição de conheci...
Temos por certo que os desafios sempre contribuem para a aquisição de conheci...Azul Assessoria Acadêmica
2 vues5 diapositives
MAPA – ESOFT - PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS II - 54-2023 par
MAPA – ESOFT - PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS II - 54-2023MAPA – ESOFT - PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS II - 54-2023
MAPA – ESOFT - PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS II - 54-2023Azul Assessoria Acadêmica
2 vues5 diapositives

Plus de Azul Assessoria Acadêmica(20)

Dernier

3- Levando em consideração suas respostas anteriores, qual o pré-diagnóstico ... par
3- Levando em consideração suas respostas anteriores, qual o pré-diagnóstico ...3- Levando em consideração suas respostas anteriores, qual o pré-diagnóstico ...
3- Levando em consideração suas respostas anteriores, qual o pré-diagnóstico ...azulassessoriaacadem3
37 vues4 diapositives
5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdf par
5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdf5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdf
5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdfVítor Santos
39 vues21 diapositives
Você foi convidado a ser o Nutricionista integrante de uma equipe que vai des... par
Você foi convidado a ser o Nutricionista integrante de uma equipe que vai des...Você foi convidado a ser o Nutricionista integrante de uma equipe que vai des...
Você foi convidado a ser o Nutricionista integrante de uma equipe que vai des...azulassessoriaacadem3
18 vues3 diapositives
a) Explique como ocorre a circulação do sangue dentro do coração (câmaras car... par
a) Explique como ocorre a circulação do sangue dentro do coração (câmaras car...a) Explique como ocorre a circulação do sangue dentro do coração (câmaras car...
a) Explique como ocorre a circulação do sangue dentro do coração (câmaras car...HelpEducacional
61 vues3 diapositives
ATIVIDADE 1 - RH - PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL - 54/2023 par
ATIVIDADE 1 - RH - PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL - 54/2023ATIVIDADE 1 - RH - PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL - 54/2023
ATIVIDADE 1 - RH - PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL - 54/2023IntegrareAcademy2
60 vues2 diapositives
Sobre essa temática, considere a seguinte situação hipotética: Breno Giord é ... par
Sobre essa temática, considere a seguinte situação hipotética: Breno Giord é ...Sobre essa temática, considere a seguinte situação hipotética: Breno Giord é ...
Sobre essa temática, considere a seguinte situação hipotética: Breno Giord é ...marcosvsoares
16 vues3 diapositives

Dernier(20)

3- Levando em consideração suas respostas anteriores, qual o pré-diagnóstico ... par azulassessoriaacadem3
3- Levando em consideração suas respostas anteriores, qual o pré-diagnóstico ...3- Levando em consideração suas respostas anteriores, qual o pré-diagnóstico ...
3- Levando em consideração suas respostas anteriores, qual o pré-diagnóstico ...
5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdf par Vítor Santos
5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdf5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdf
5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdf
Vítor Santos39 vues
Você foi convidado a ser o Nutricionista integrante de uma equipe que vai des... par azulassessoriaacadem3
Você foi convidado a ser o Nutricionista integrante de uma equipe que vai des...Você foi convidado a ser o Nutricionista integrante de uma equipe que vai des...
Você foi convidado a ser o Nutricionista integrante de uma equipe que vai des...
a) Explique como ocorre a circulação do sangue dentro do coração (câmaras car... par HelpEducacional
a) Explique como ocorre a circulação do sangue dentro do coração (câmaras car...a) Explique como ocorre a circulação do sangue dentro do coração (câmaras car...
a) Explique como ocorre a circulação do sangue dentro do coração (câmaras car...
HelpEducacional61 vues
ATIVIDADE 1 - RH - PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL - 54/2023 par IntegrareAcademy2
ATIVIDADE 1 - RH - PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL - 54/2023ATIVIDADE 1 - RH - PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL - 54/2023
ATIVIDADE 1 - RH - PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL - 54/2023
Sobre essa temática, considere a seguinte situação hipotética: Breno Giord é ... par marcosvsoares
Sobre essa temática, considere a seguinte situação hipotética: Breno Giord é ...Sobre essa temática, considere a seguinte situação hipotética: Breno Giord é ...
Sobre essa temática, considere a seguinte situação hipotética: Breno Giord é ...
marcosvsoares16 vues
ATIVIDADE 1 - SSOC - FUNDAMENTOS TEÓRICO-FILOSÓFICOS DO SERVIÇO SOCIAL - 54/2... par assessoriaff06
ATIVIDADE 1 - SSOC - FUNDAMENTOS TEÓRICO-FILOSÓFICOS DO SERVIÇO SOCIAL - 54/2...ATIVIDADE 1 - SSOC - FUNDAMENTOS TEÓRICO-FILOSÓFICOS DO SERVIÇO SOCIAL - 54/2...
ATIVIDADE 1 - SSOC - FUNDAMENTOS TEÓRICO-FILOSÓFICOS DO SERVIÇO SOCIAL - 54/2...
assessoriaff0611 vues
a) ​DETERMINE quais as funções dos conceitos T1 e T2 e suas principais difere... par HelpEducacional
a) ​DETERMINE quais as funções dos conceitos T1 e T2 e suas principais difere...a) ​DETERMINE quais as funções dos conceitos T1 e T2 e suas principais difere...
a) ​DETERMINE quais as funções dos conceitos T1 e T2 e suas principais difere...
HelpEducacional12 vues
b) Estime, com base no modelo obtido em (A), a massa de uma mulher de 160 cm. par azulassessoriaacadem3
b) Estime, com base no modelo obtido em (A), a massa de uma mulher de 160 cm.b) Estime, com base no modelo obtido em (A), a massa de uma mulher de 160 cm.
b) Estime, com base no modelo obtido em (A), a massa de uma mulher de 160 cm.
Slides Lição 11, Central Gospel, Restaurem a Mesa da Família.pptx par LuizHenriquedeAlmeid6
Slides Lição 11, Central Gospel, Restaurem a Mesa da Família.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Restaurem a Mesa da Família.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Restaurem a Mesa da Família.pptx
5_01_a revolução americana_francesa_outras.pdf par Vítor Santos
5_01_a revolução americana_francesa_outras.pdf5_01_a revolução americana_francesa_outras.pdf
5_01_a revolução americana_francesa_outras.pdf
Vítor Santos129 vues
5) Anexo do folder e da foto de distribuição do folder: Após elaborado o fold... par azulassessoriaacadem3
5) Anexo do folder e da foto de distribuição do folder: Após elaborado o fold...5) Anexo do folder e da foto de distribuição do folder: Após elaborado o fold...
5) Anexo do folder e da foto de distribuição do folder: Após elaborado o fold...
Etapa 3: - Definindo a localização da extremidade da sonda, ou seja, se vai f... par azulassessoriaacadem3
Etapa 3: - Definindo a localização da extremidade da sonda, ou seja, se vai f...Etapa 3: - Definindo a localização da extremidade da sonda, ou seja, se vai f...
Etapa 3: - Definindo a localização da extremidade da sonda, ou seja, se vai f...
Slides Lição 12, CPAD, O Modelo de Missões da Igreja de Antioquia.pptx par LuizHenriquedeAlmeid6
Slides Lição 12, CPAD, O Modelo de Missões da Igreja de Antioquia.pptxSlides Lição 12, CPAD, O Modelo de Missões da Igreja de Antioquia.pptx
Slides Lição 12, CPAD, O Modelo de Missões da Igreja de Antioquia.pptx
A Ciência Contábil desempenha um papel fundamental no mundo dos negócios, for... par HelpEducacional
A Ciência Contábil desempenha um papel fundamental no mundo dos negócios, for...A Ciência Contábil desempenha um papel fundamental no mundo dos negócios, for...
A Ciência Contábil desempenha um papel fundamental no mundo dos negócios, for...
HelpEducacional21 vues
Slides Lição 11, Betel, O Verdadeiro Discípulo é uma referência no serviço cr... par LuizHenriquedeAlmeid6
Slides Lição 11, Betel, O Verdadeiro Discípulo é uma referência no serviço cr...Slides Lição 11, Betel, O Verdadeiro Discípulo é uma referência no serviço cr...
Slides Lição 11, Betel, O Verdadeiro Discípulo é uma referência no serviço cr...
Etapa 4: - Após definir a via de acesso da sonda, o enfermeiro participa dire... par azulassessoriaacadem3
Etapa 4: - Após definir a via de acesso da sonda, o enfermeiro participa dire...Etapa 4: - Após definir a via de acesso da sonda, o enfermeiro participa dire...
Etapa 4: - Após definir a via de acesso da sonda, o enfermeiro participa dire...

ATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 53-2023.pdf

  • 1. Olá, aluno(a)! Está com dificuldade ou sem tempo para elaborar essa atividade? Iremos te ajudar! Entre em contato (63) 99129-5554 ATIVIDADE 3 - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 53/2023 Caso da Triunfo Engenharia RESUMO A Triunfo engenharia é uma empresa jovem que é especializada em desenvolvimento de projetos de engenharia. Sua equipe de profissionais conta com engenheiros altamente capacitados em todas as áreas. Após um alinhamento estratégico, você e seus sócios resolveram expandir seu raio de área de atuação para o setor de energia solar para o setor agropecuário, entregando projetos e execução de construção de usinas solares. A porta de entrada é a venda de um projeto para uma grande cooperativa da sua região, que vai servir de vitrine para empresários do agronegócio brasileiro. O problema está em alinhar o preço do produto com o nível de investimento que a cooperativa estabeleceu com base no investimento que seus concorrentes apresentam no mercado. Na pele do vendedor
  • 2. Você olhava sua imagem refletida no espelho. Olheiras denunciavam a noite mal dormida. Enquanto fazia a barba repassava mentalmente todos os passos dados no último mês. Fazia 30 dias que estava em negociação com o Cooperfeliz, isso sem contar o tempo empregado para chegar até o diretor dessa cooperativa agroindustrial e apresentar sua ideia de projeto. Tinha sido uma luta conseguir convencer o cliente de que seu projeto era muito superior ao apresentado pela concorrência. Além de apresentar tudo o que todos os projetos da concorrência apresentam, sua proposta possuía uma série de soluções específicas que ajudavam a aumentar a eficiência da usina de energia solar com um custo levemente superior. O projeto que você estava oferecendo era mais completo e o retorno sobre o investimento era muito mais rápido. Enfim, valia cada centavo. Enquanto se preparava para a reunião, você sentia a ansiedade crescer, pois sabia que a reunião de hoje seria definitiva. Precisava convencer a Cooperfeliz de que o seu projeto é o melhor negócio e não apenas mais um projeto. O problema é que Luiz Lima, o diretor da Cooperfeliz, tinha ficado irredutível na última reunião. Ainda conseguia ouvir a voz dele dizendo: “Você diz que o seu projeto é superior, que vai entregar mais resultado. O problema é que seu projeto é 20% mais caro. E eu não posso autorizar um projeto com essa diferença de preço. Além disso, só estamos pensando em executar esse projeto por causa de um diretor que acha isso importante, por mim, eu iria para o mercado livre de energia.” Você se sentia apreensivo. Era como se estivesse se preparando para uma guerra. Pegou seu computador e seus materiais como quem pega uma espada e um escudo para ir para a guerra. Depois de alguns instantes, percebeu que isso não era bom. Essa postura mental, de encarar o cliente como inimigo, nunca é positiva para os negócios. A postura correta seria você apresentar o projeto como a melhor solução para os problemas de energia da Cooperfeliz. Precisava concentrar-se e focalizar o Luiz como um aliado e não como inimigo. Se fosse preparado para um embate poderia pôr tudo a perder. Seus sócios contavam com sua capacidade de negociação para bater o martelo nessa proposta e dar os primeiros passos no agronegócio. A Cooperfeliz era uma empresa influente, o seu diretor era o presidente da associação nacional das cooperativas agroindustriais, sendo assim, se conseguisse fechar esse negócio, outras portas iriam se abrir para a Triunfo. Você sabia que teria que ser criativo para encontrar uma solução que fosse boa para ambas as empresas, mas seu medo é que o Luis percebesse como essa negociação era importante para a Triunfo e usasse essa informação para dificultar a negociação e exigir mais da sua parte. Um ponto importante a seu favor, é que você sabe que os equipamentos que a Triunfo costuma usar na implantação das usinas é bem superior aos da concorrência, outro ponto importante é que sua empresa tem um know how diferenciado, que permite um tempo de execução menor. Questões para discussão Tão importante quanto a negociação em si, é o processo de preparação para a negociação. Com base nos textos acima, responda detalhadamente, as seguintes questões: 1. Apresente pelo menos 3 habilidades essenciais para a negociação que podem ser usadas nesse caso.
  • 3. 2. Pensando nos possíveis resultados da negociação, qual seria o ideal para você e para a Cooperfeliz? Explique. 3. Quem tem o poder nessa negociação? 4. Qual estratégia de negociação seria mais adequada para este caso? Lembrando que você deseja realizar negócios de longo prazo com esse cliente.