Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.
Prochain SlideShare
What to Upload to SlideShare
What to Upload to SlideShare
Chargement dans…3
×
1 sur 1

Poster

0

Partager

Télécharger pour lire hors ligne

.

Livres associés

Gratuit avec un essai de 30 jours de Scribd

Tout voir

Poster

  1. 1. Educação em Portugal Beatriz Barqueiro, Inês Teixeira, Marta Monteiro, Jorge Almeida Matemática Aplicada às Ciências Sociais - 10º Ano Turma E Podemos concluir que a educação, em Portugal, tem mudado ao longo dos anos. Analisamos diferentes dados em diferentes épocas e anos. Os tempos mudam, e a educação também, e por isso é sempre importante saber valorizá-la. 2.6 92.4 602.8 652.4 0 200 400 600 800 1972 1986 2000 2015 DinheiroInvestido,emeuros, peloEstado por cada aluno desde 1972 Anos Os seguintes dados foram retirados do site PORDATA e foram reorganizados em tabelas e em gráficos de barras. Dinheiro, em euros, investido pelo estado x - Valor não disponível -- Ausência de valor // - Não aplicável x - Valor não disponível Depois de concluída a análise da tabela anterior, podemos tirar como conclusão que o número de alunos matriculados pode provavelmente vir a diminuir nos próximos anos, o que nos leva a outro aspeto da educação. Será que o número de estabelecimentos de ensino também sofreu alguma alteração? Ao comparar o número total de alunos matriculados em 1978 e 2015 pode não ser encontrada uma notável diferença, porém, se analisarmos os dados por nível escolar, podemos encontrar algumas informações relevantes. Comparando o ensino básico de ambos os anos, repara-se que existe uma grande diferença entre 1978 e 2015. Em suma, os anos escolares pertencentes aos alunos mais novos, têm vindo a obter, gradualmente, menos alunos matriculados, enquanto que no ensino secundário e superior deparamo-nos com uma situação diferente: Em 2015 existiram mais alunos matriculados do que em 1978 Em 1978 havia um maior número de estabelecimentos de ensino, no 1º ciclo, em comparação a 2015. O motivo de tal diferença deve-se ao facto de que nos anos 70 um quarto da população portuguesa não sabia ler nem escrever. A educação pré-escolar foi dos níveis de ensino que notavelmente atingiu um maior número de estabelecimentos em 2015 em comparação a 1978. Já no 2º ciclo houve uma diminuição gradual ao longo desses anos Podemos observar uma grande diferença entre 1972 e 2015 com um salto extraordinário de 2,6€ para 652,4€. Ao longo dos anos o investimento do Estado para cada aluno tem vindo a aumentar e provavelmente será essa a tendência, já que não existe nenhum ano, presente no gráfico, em que esse valor tenha diminuído Consideramos isso um aspeto interessante em que podemos evidenciar o interesse do Estado português na educação dos jovens

×