Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.
Alegria, Alegria:
A MPB e a Censura na Ditadura
Militar
O relacionamento da MPB
com o regime militar foi de
suspeita visto que muitos
músicos foram alvo de
censura e de vigilânci...
• Os grupos considerados como
subversivos e alvos de vigilância
da censura foram:
• * Estudantes
• * MPB (Música Popular
B...
Cabe mencionar que a MPB estava
de tal forma engajada com
movimentos de contestação, que no
evento do Diretório Acadêmico ...
A censura nunca deixou de existir
no país, e não é com o regime
militar que ela aparece, antes é
instrumento dos governos ...
O alvo maior da
MPB por parte da
censura foi
Geraldo Vandré
exilado em 1968.
Depois do exílio de
Vandré foi Chico
Buarque ...
Alegria, Alegria
(Caetano Veloso)
Caminhando contra o vento
Sem lenço e sem documento
No sol de quase dezembro
Eu vou…
O s...
Em caras de presidentes
Em grandes beijos de amor
Em dentes, pernas, bandeiras
Bomba e Brigitte Bardot…
O sol nas bancas d...
Eu tomo uma coca-cola
Ela pensa em casamento
E uma canção me consola
Eu vou…
Por entre fotos e nomes
Sem livros e sem fuzi...
Sem lenço, sem documento
Nada no bolso ou nas mãos
Eu quero seguir vivendo,
amor
Eu vou…
Por que não, por que não…
Por que...
Prochain SlideShare
Chargement dans…5
×

Alegria, alegria slides

649 vues

Publié le

Apresentação no Instituto de Educação Carlos Pasquale em Nilópolis.

Publié dans : Formation
  • Soyez le premier à commenter

Alegria, alegria slides

  1. 1. Alegria, Alegria: A MPB e a Censura na Ditadura Militar
  2. 2. O relacionamento da MPB com o regime militar foi de suspeita visto que muitos músicos foram alvo de censura e de vigilância, para que não viessem subverter a ordem política e social.
  3. 3. • Os grupos considerados como subversivos e alvos de vigilância da censura foram: • * Estudantes • * MPB (Música Popular Brasileira), os Músicos considerados subversivos como: Chico Buarque, Geraldo Vandré, Nara Leão, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Edu Lobo
  4. 4. Cabe mencionar que a MPB estava de tal forma engajada com movimentos de contestação, que no evento do Diretório Acadêmico da PUC-RJ em 1972 pelos universitários de Engenharia e Direito, que teve a presença de Sérgio Ricardo, MPB-4, Chico Buarque, portanto os órgãos da censura relataram que no final do show foi mostrada a seguinte faixa pelos estudantes: PELA CULTURA CONTRA A CENSURA.
  5. 5. A censura nunca deixou de existir no país, e não é com o regime militar que ela aparece, antes é instrumento dos governos para regular e fiscalizar diversões públicas. As atividades visadas eram: livros, jornais, teatro, música e cinema, o que regulamentava a censura eram estes instrumentos: leis de imprensa, classificações etárias e proibições de atentados à moral e aos bons costumes. Contudo, com a decretação do Ato Institucional nº 5 a censura se tornou mais sistemática e foi aplicada imediatamente à imprensa .
  6. 6. O alvo maior da MPB por parte da censura foi Geraldo Vandré exilado em 1968. Depois do exílio de Vandré foi Chico Buarque seguido de Caetano Veloso, Gilberto Gil, Milton Nascimento, Gonzaguinha e Ivan Lins, eram considerados como de alto grau de suspeição.
  7. 7. Alegria, Alegria (Caetano Veloso) Caminhando contra o vento Sem lenço e sem documento No sol de quase dezembro Eu vou… O sol se reparte em crimes Espaçonaves, guerrilhas Em cardinales bonitas Eu vou…
  8. 8. Em caras de presidentes Em grandes beijos de amor Em dentes, pernas, bandeiras Bomba e Brigitte Bardot… O sol nas bancas de revista Me enche de alegria e preguiça Quem lê tanta notícia Eu vou… Por entre fotos e nomes Os olhos cheios de cores O peito cheio de amores vãos Eu vou Por que não, por que não…
  9. 9. Eu tomo uma coca-cola Ela pensa em casamento E uma canção me consola Eu vou… Por entre fotos e nomes Sem livros e sem fuzil Sem fome, sem telefone No coração do Brasil… Ela nem sabe até pensei Em cantar na televisão O sol é tão bonito Eu vou…
  10. 10. Sem lenço, sem documento Nada no bolso ou nas mãos Eu quero seguir vivendo, amor Eu vou… Por que não, por que não… Por que não, por que não… Por que não, por que não… Por que não, por que não…

×