Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Open data e OpenStreetMap

24 vues

Publié le

Apresentação dos fundamentais do movimento Open Data e foco sobre o projeto OpenStreetMap

Publié dans : Données & analyses
  • Soyez le premier à commenter

  • Soyez le premier à aimer ceci

Open data e OpenStreetMap

  1. 1. Open Data e OpenStreetMap Séverin Ménard
  2. 2. 1 Breve histórico do Open Data ● Tendências antigas e separadas na áreas do governo público (acesso de dados públicos), da pesquisa (noção de bem público), do software livre (garantido por licenças explicitas) e do web ● Criação da associação Open Knowledge International em 2004 que promove o saber livre e concebe a Open Database Licence (OdbL), o Global Open Data Index e o software livre CKAN (plataforma que permite compartilhar dados) ● Encontro de pensadores/ativistas/empresários do web e do livre em Sebastopol em 2007 → Open Government Initiative nos Estados Unidos em 2009
  3. 3. 1 Porque abrir dados? http://opendatahandbook.org/guide/pt_BR/why-open-data/ ● Transparência e controle da Democracia ● Participação ● Self-empowerment ● Melhoria ou criação de produtos e serviços privados ● Inovação ● Melhoria na eficiência dos serviços públicos ● Melhoria na efetividade dos serviços públicos ● Acompanhamento do impacto de politicas públicas ● Produzir novos conhecimentos a partir da combinação de várias fontes de dados e enxergar padrões em grandes volumes de dados ● Também o potencial de salvar dinheiro através a transparência dos preços em favor da aumentação da competitividade
  4. 4. 1 O que são dados abertos? http://opendatahandbook.org/guide/pt_BR/what-is-open-data/ Dados abertos são dados que podem ser livremente usados, reutilizados e redistribuídos por qualquer pessoa - sujeitos, no máximo, à exigência de atribuição da fonte e compartilhamento pelas mesmas regras. Porque é tão importante ser claro no que significa aberto e porque essa definição é usada? A resposta é simples: interoperabilidade. Interoperabilidade significa a capacidade de diversos sistemas e organizações trabalharem juntos (interoperar). Neste caso, trata-se da capacidade de interoperar - ou combinar - diferentes conjuntos de dados.
  5. 5. 1 Alguns exemplos de dados que não são abertos ● Dados sem licença explicita, dados com uma licença privativa, ou mesmo dados que são accessivéis para o download mais com componentes Non Derivative, Non Commercial ● Sites web que mostram dados em mapas ou gráficos, mas sem possibilidade de baixar os dados e reutiliza-los livremente
  6. 6. 1 Alguns exemplos de projetos de dados abertos por autoridades locais
  7. 7. 1 Alguns exemplos de projetos de dados abertos por autoridades locais
  8. 8. 1 Alguns exemplos de projetos de dados abertos por autoridades locais
  9. 9. 1 OpenStreetMap é um projeto web com o objetivo de criar uma base mundial de dados geográficos, accessível, livre, cujos dados podem ser baixados por qualquer pessoa. Foi iniciado por um estudante inglês em 2004. = + www.osm.org O que é OpenStreetMap? O crescimento é alimentado pelas ações coletivas de milhares de contribuidores voluntários. Qualquer pessoa pode participar !
  10. 10. 1 Google Maps Serviço de mapas da internet mais conhecido, base de imagens aéreas de alta resolução, Google Earth, Google StreetView... mas : Licença bastante restritiva: Para usuários individuais, o Google Maps, incluindo os resultados de pesquisas locais, os mapas e as imagens fotográficas, estão disponíveis apenas para uso pessoal, não comercial. Para usuários empresariais, o Google Maps incluindo os resultados de pesquisas locais, os mapas e as imagens fotográficas, estão disponíveis apenas para uso interno e não pode ser redistribuído comercialmente. Dependência de uma empresa Faltam mapas de cidades pequenas e ciclovias, e em geral das áreas pouco desenvoldidas economicamente Uma enfase sobre vias e alguns tipos de pontos de interesse apenas
  11. 11. 1 OSM é um mapa livre, Não está sujeito à obrigações políticas Exemplo na China onde OSM não tem um offset
  12. 12. 1 Porque escolher e participar no OpenStreetMap (OSM) ? http://switch2osm.org/why-switch/ ● OSM é livre, inclusive para uso comercial ● Uma comunidade grande e forte ● Controle da qualidade ● Criar o mapa que você precisa ou quer ● Dados imediatamente accessíveis depois da atualização ● Não é complicado ● E divertido, poderoso e emocionante ● Evite perca e duplicação de dados
  13. 13. OSM foca-se sobre todos os objetos visíveis, físicos como: rodas, edifícios, usos do solo, as instalações (saúde, educação...), lojas, indústrias, agua e saneamento, espaços naturais ... Mas tem tambem características não visíveis, como caminhos de transporte, limites administrativos, etc. Porém não tem informações sobre as populações, nada que seja confidential. 1 www.osm.org Cartografia de qualquier cosa que tem uma existência no campo, visível ou não
  14. 14. 2004 criação de OSM Dia 13 de Fevereiro 2019 : Pontos GPS transferidos : 7 172 548 458 Nodes : 5 036 857 593 Linhas e polígonos : 562 606 420 Relações (ex zonas administrativas) : 6 594 339 1 Uma base de dados enorme feita por milhares de contribuintes http://wiki.openstreetmap.org/wiki/History_of_OpenStreetMap Desde 2004 o projeto cresceu para atingir mais de 5 milhões de usuários e mais de 5 bilhões de nós foram criados http://wiki.openstreetmap.org/wiki/Stats
  15. 15. Muitos usuários no mondo inteiro estão contribuindo a OSM no tempo todo As contribuções podem ser vistas ao vivo aqui : http://live.openstreetmap.fr/
  16. 16. 1 Os “Mappers” • Qualquer pessoa pode abrir uma conta e se tornar de repente um contribuinte • Todas as contribuições são registradas
  17. 17. Esses usuários trabalham sozinhos ou juntos em comunidades ativas
  18. 18. 1 Detalhes "legais" Funcionava com a licença CC-BY-SA 2.0 Mudou em 2012 para ODbL (Open Database License)
  19. 19. 1 OSM comunidade e governança OSM project = um bem público possuído pelo conjunto dos contribuintes Dezenas de milhares de mappers ativos, em grupos informais, associações oficiais ou capítulos nacionais, Fundação OSM. Um Wiki onde são apresentados e discutidos projetos, as regras de mapeamento, etc. Guias internacionais como http://www.learnosm.org/ Listas de discussão (gerais ou por país ou por temática) como talk-br Suportes do projeto : Organizações sem fins lucrativos (governos, organizações internacionais) Escolas, universidades Setor privado  Free lancers  Start-up (MapQuest, MapBox, Geofabrik…) & empresas (Microsoft, Telenav, Foursquare, etc.)
  20. 20. 1 Os dados e a renderização deles Existem várias renderizações que podem ser selecionadas a partir de www.osm.org quando apertar o icone Mapnik é a renderização Standard, mas tem outras. Quem tem um servidor ou uma conta em MapBox pode criar a sua
  21. 21. Sunu Gox : mapeamento comunitário para estabelecer um diagnóstico urbano L e Libres s Géographes Antes/depois : Dalifort
  22. 22. 1 Usos Mapas GPS para Garmin
  23. 23. 1 Usos OpenStreetMap serviços: Mapas offline para smartfones OsmAnd ou Maps.me - Routing - Busca - Edits/Bugs
  24. 24. 1 Usos Extração de dados OSM, WMS e SHP Com GeoFabrik, HOT Exports ou Bbbike
  25. 25. Usos Utilização dos dados OSM baixados num SIG como QGIS
  26. 26. Usos Utilização de serviços para criar seus próprios mapas como umap
  27. 27. Usos Utilização de bibliotecas para criar seus próprios mapas como leaflet
  28. 28. 1 Usos Mapas de cidade – MapOSMatic https://maposmatic.osm-baustelle.de
  29. 29. 1 Usos Serviços de navegação http://openrouteservice.org/
  30. 30. 1 OSM no contexto de crises humanitárias
  31. 31. Dia 28 OpenStreetMap no Haiti: um verdadeiro início a partir do terremoto do dia 12/01/2010 Dia 1 Um trabalho feito por cerca de 600 voluntários no mundo a partir de imagens satélitas e mapas antigos do NGA
  32. 32. 1 As fontes dos mappers OSM depois do terremoto: Imagens de satélite e mapas americanos antigos OSM WikiProject Haiti - imagens
  33. 33. 1 O novo interesse das organizações humanitárias para trabalhar com as comunidades técnicas virtuais (VTC)
  34. 34. Ativação Ebola : antes/depois na Guinéa  em uma semana só
  35. 35. Ativação Ebola  Exemplo de mapa feito por MSF integralmente com dados MSF
  36. 36. OpenStreetMap e dados humanitários Integração sistemática nos dados de referência da plataforma Humanitarian Data Exchange da ONU
  37. 37. Ferramenta de coordenação: o Tasking Manager (administrador de tarefas) http://tasks.hotosm.org/
  38. 38. 1 Como contribuir na Bahia e fora
  39. 39. Contribuir no OSM Na Bahia, há ainda pouquíssimos contributores e projetos ! Adicionar dados com levantamento por gps, por fotos georeferenciadas, por imagens de satélite, que sejam qualquer tipos de pontos de interesses (POI) ou de areas, ruas ou nomes de ruas... Controlar e corrigir os dados existentes, que sejam de posicionamento absoluto, de topologia (relação entre os elementos, como a rede de vias), atributos Participar nos projetos na area de computação relacionados ao OSM ou criar novos. Exemplos em discussão na lista dev-talk Qualquer coisa que você imagina e quer fazer
  40. 40. 1 Onde contribuir Na sua casa, no seu bairro, no lugar onde você trabalha ou qualquer outro que você conhece Participar dos projetos em andamento no Brasil: ver o Wiki Brasil e a lista de discussão. Pode começar por ler os arquivos. Tem também um grupo OSM-BA no telegram : http://t.me/OSMBA Adicionar dados nos lugares que vocês visitam, no Brasil ou fora
  41. 41. 1 Os princípios técnicos de OpenStreetMap
  42. 42. Núcleo OSM – componentes do sistema
  43. 43. 1 Que são as características topológicas em OSM ?
  44. 44. 1 Ways highway = residential name = Chestnut Lane oneway = true surface = flags highway = primary name = Otley Road ref = A660 Tags ou etiquetas são chave=valor (key=value) http://wiki.openstreetmap.org/index.php/Map_features amenity = hospital name = Saint James emergency = yesPOIs Areas leisure=nature_reserve OS dados OSM : objetos primitivos + OSM Tags
  45. 45. 1 Tags (atributos) As informações atribútarias OSM são acumuladas sob a forma de um par que associa uma chave (key) a valores (values). Esse sistema de tagging é completamente flexível, pemitindo que sejam criadas novas chaves e valores adaptados ao contexto geográfico. Ė bastante recomendado basear-se sobre os tags que já existem e que foram discutidos pela comunidade OSM, a fim de garantir uma compatibilidate dos dados OSM. Os detalhes do sistema de tags OSM é acessível no Wiki: http://wiki.openstreetmap.org/wiki/Map_Features
  46. 46. 1 As listas de discussão Tem duas categorias de listas : temáticas (dev, HOT, imports...) e geográficas (como a Talk-br para o Brasil). A mais geral é a lista Talk (em inglês) Todas as discussões são arquivadas.
  47. 47. Documentos de treino: LearnOSM para Iniciantes,  Intermediários e Avançados ou Instrutores http://learnosm.org
  48. 48. 1 Contribuir em OSM
  49. 49. 1 Digitalização de imagens aéreas e satélites Livres, compradas ou com acesso negociado
  50. 50. 1 Levantamentos de terreno GPS (às vezes com a associação de câmera)
  51. 51. Com GPS ou smartphones s Se pode recuperar o que foi coletado com aparelhos GPS, como os da Garmin Existe também mais e mais aplicativos para smartphones ou tablets para coletar dados no campo. Exempla aqui com o OsmAnd e as imagens do Bing Earth como camada sujacente.
  52. 52. OsmTracker - Routing - Pedestrian - Edits/Bugs - Edits/Bugs & transports Vespucci - light online editor - online - Edits/Bugs Com GPS ou smartphones
  53. 53. Levantamentos de terreno sem GPS com os Field Papers http://fieldpapers.org/
  54. 54. Um site web e um serviço web que permitem: - a impressão de mapas em papel de uma parte do mapa geral OpenStreetMap a vários níveis de zoom - utilizar esses mapas durante levantamentos de terreno como suporte para anotar informações e esboçar novos objetos geográficos - scanear ou fotografar qualquer Walking Paper anotado, carregá-lo sobre uma plataforma web dedicada e, graças aos ícones em cada canto e um código único, criar automaticamente uma camada georeferenciada Levantamentos de terreno sem GPS com os Field Papers http://fieldpapers.org/
  55. 55. As anotações se tornam assim visíveis nas interfaces de edição na posição geográfica certa e podem estar digitalizadas A combinação de dados de GPS e de Walking Papers pode também ser utilizada para um levantamento mais completo e a possibilidade de controlar a qualidade do posicionamento dos dados GPS. Levantamentos de terreno sem GPS com os Field Papers http://fieldpapers.org/
  56. 56. 1 Formulários de levantamento: adaptados a modelos de dados humanitários (ex : UNDIT para estradas)
  57. 57. JOSM e Potlatch são os dois principais editores utilizados para criar e editar os dados OSM. ID é uma interface web simples acessível a partir do site web OpenStreetMap. JOSM é um software mais elaborado, concebido em Java, o que permite um uso sobre qualquer sistema operacional e pode funcionar online e offline. Então ele é muito bem adaptado aos contextos de internet deficiente, 1 Editores para computadores : ID e JOSM (Java OpenStreetMap)
  58. 58. 1 Mapping Parties, Mapathons
  59. 59. 1 Importação de bases de dados Domínio público ou CC-SA (OdbL) Canadá NMA (Geobase) AND (Pays-Bas) Yahoo imagery UN-JLC (Sudão, Haiti), UN-FAO Africover, UN-WHO – Centros de Saúde
  60. 60. Mapillary, um serviço online de fotos geolocalizadas em crowdsourcing sob licença CC-BY-SA que se pode usar para mapear no OSM Um app para smartphone que permite qualquer pesso de tirar fotos no campo (manualmente ou de modo automático) e de carga-las depois no Mapillary Essas fotos podem ser usadas como fonte de informação nos editores OSM
  61. 61. 1 O controle de qualidade (“quality assurance”)
  62. 62. 1 JOSM – Validator Validação e correção dos dados em JOSM
  63. 63. History 1 A história completa de cada objeto pode ser acessada
  64. 64. 1 OSM Inspector http://tools.geofabrik.de/osmi/ Correção de erros
  65. 65. 1 KeepRight http://keepright.ipax.at/report_map.php?lang=EN Correção de erros
  66. 66. 1 TagInfo Validação e estatísticas de tags
  67. 67. 1 TagInfo Validação e estatísticas de tags
  68. 68. 1 A análise mostra que onde os dados OSM foram coletados por vários utilizadores e beneficiou de um controle de qualidade, a qualidade desses dados é comparável aos dados oficiais e podem servir em várias aplicações. A precisão é aproximadamente de 6 metros, o que é o valor esperado do levantamento de dados no OSM. A comparação entre os grandes eixos viários mostra aproximadamente 80% de recobrimento entre OSM et o Ordnance Survey. Qualidade : comparação da qualidade do posicionamento Muki Aklay (UCL) Reino Unido: OSM - Ordnance Survey Meridian II database Haiti: OSM - GoogleMapMaker – MINUSTAH/CNIGS

×