Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Literatura e Filosofia para Infância

EDUX realizado na Casa do Saber - Julho/2016

  • Soyez le premier à commenter

Literatura e Filosofia para Infância

  1. 1. LITERATURA E FILOSOFIA PARA INFÂNCIA Rona Hanning EDUX julho 2016 Mathilde Aubier
  2. 2. George Steiner “Uma cultura desprovida de grandes obras estéticas é uma cultura pobre.” http://brasil.elpais.com/brasil/2016/06/29/cultura/1467214901_163889.html
  3. 3. “Hacer una pregunta, es tomar el riesgo de conocer la verdad. Responder una pregunta es tomar el riesgo de escuchar una mentira..” Oscar Brenifier
  4. 4. PODEMOSVIVER SEM FILOSOFIA? Pelas circunstâncias, sim. Pela finalidade, não Construir pensamento com a palavra. Alex Gozblau
  5. 5. O ser humano se põe a perguntar. Quer entender, quer pensar diferentes possibilidades, quer construir quem é. Especialmente no séc XXI alguns esquemas do pensamento tradicional são desconstruídos. Por isso há um interesse do grande público por questões filosóficas. Êxito nas edições de livros de filosofia e cafés filosóficos. Há uma democratização da Filosofia por as pessoas quererem eleger suas próprias valores Oscar Brenifier Qual é a função da filosofia no século XXI?
  6. 6. Sair da ideia da Filosofia como erudição, ser um filósofo prático. Pensar em não tanto transmitir um conhecimento mas perguntar-se, interrogar- se, buscar problemas. Por isso a ideia de trazer a prática filosófica para as crianças! Comparar suas ideias, produzir hipóteses. Como atividade e não só como conhecimento. Quando uma criança quer saber, encontra resistência, encontra incoerência, encontra obstáculos ao desejo de entender, desejo de saber. Somos todos Nina. Como você se situa no panorama da filosofia atual? Iris de Mouy
  7. 7. De que se trata a prática filosófica? Busca transportar as ideias e competências da Filosofia acadêmica à vida cotidiana. Devemos criar sujeitos capazes de julgar com coerência, para ter êxito devemos explicar porque atuamos de determinada maneira e ensinar-lhes a viver uma vida tranquila, sem dramatizar cada pedra no caminho. Marta Monteiro
  8. 8. Ser filósofo é, antes de mais nada, refletir sobre todas as questões que colocamos para nós mesmos quando estamos sós ou quando estamos juntos. Ser filósofo é uma maneira específica de fazer perguntas sobre o que dizemos e sobre o que pensamos. Um jeito de nos desenvolvermos juntos, conversando. Marie Jose Mondzain Isabelle Arsenault
  9. 9. Jane, a raposa e eu Fany Britt & Isabelle Arsenault
  10. 10. "Eu te proponho refletirmos juntas sobre as coisas que vemos em torno de nós e, particularmente, sobre as imagens" ... Você disse que nossos olhos nos fazem sair e ir para longe de nós."
  11. 11. Entre o antropológico e o tecnológico, entre o secular e o sagrado, entre o espectáculo e a nostalgia, há muitos lugares que o sujeito – espectador e autor – pode ocupar. Esses lugares são umas vezes mutáveis e transitórios, outras inseguros e arriscados, seja política, teológica ou filosoficamente. Daí a pertinência da sua proposta e a necessidade da nossa atenção, pois são lugares valiosos. Pierre Pratt Sobre o homo spectator
  12. 12. ... parece-nos que entre a vida das imagens e as imagens da vida – no fundo, aquilo a que se resume a nossa condição de espectadores – que o nosso tempo nos oferece, existe uma pluralidade de relações, de forças, de trocas e de figuras que, de um ponto de vista artístico ou cultural dificilmente se deixa aprisionar numa lógica única de dominação e disseminação.
  13. 13. Quando a Arte intercepta a realidade devolve-lhe o sentido
  14. 14. • De onde partem as questões? • Qual é a problemática levantada? • Proposição da pergunta • Como perguntar? • Como ouvir? • Identificação da superação do obstáculo • Como encaminhar o diálogo Filosofia como uma metodologia pedagógica a fim de que cada criança aprenda a produzir seu pensamento próprio. GonçaloViana

×