Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Que Pedagogias para as Próximas Décadas?

4 101 vues

Publié le

Apresentação de abertura do I Encontro Regional de Tecnologias na Educação, Direcção Regional de Educação dos Açores

Publié dans : Formation

Que Pedagogias para as Próximas Décadas?

  1. 1. Que Pedagogias para as Próximas Décadas? Ponta Delgada – 08/09/2017 IEncontroRegionaldeTecnologiasnaEducação
  2. 2. As transparências desta apresentação atualizam as de uma anterior que fiz no Exploratório Ciência Viva, em Coimbra, e adaptam-nas ao tema do I Encontro Regional de Tecnologias na Educação da Direção Regional de Educação dos Açores Sobre a problemática das competências, por favor consultar na plataforma Medium os meus textos “Que Competências para as Novas Gerações” Tenho em preparação um texto sobre os desafios pedagógicos do mapa de conceitos aqui apresentado
  3. 3. Que mundo é este em que vivemos? Que competências serão necessárias para viver neste mundo?
  4. 4. Estão a perder-se milhões de empregos tornados obsoletos pela inteligência artificial, robótica, digitalização e automação World Economic Forum, Jan 2016 e pela deslocalização para outras países
  5. 5. Regista-se um grande aumento da procura de competências nas áreas ligadas a computação, engenharia, matemática, ciências World Economic Forum, Jan 2016
  6. 6. •  Natureza do emprego •  Volatilização do emprego estável •  Precariedade do trabalho Assistimos a uma alteração profunda no mundo do trabalho
  7. 7. •  Deterioração dos salários •  Generalização das economias da partilha •  Subemprego dos graduados
  8. 8. •  Proliferação do multiemprego •  Elevada percentagem de jovens “nem-nem” •  Predominância do capital sobre o trabalho
  9. 9. Ninguém faz ideia de como vão ser as próximas décadas O que significa isto?
  10. 10. Significa que os jovens têm de estar preparados para, com autonomia, imaginação e persistência construírem o seu próprio caminho
  11. 11. Será neste mundo que os jovens das nossas escolas terão de integrar-se, diferenciar-se e afirmar-se se quiserem encontrar a sua plena realização
  12. 12. Como iremos educá-los? Que competências deverão ter?
  13. 13. Que pedagogias explorar? Como envolver os recursos dos próprios alunos?
  14. 14. 2. COMPETÊNCIAS PARA AS PRÓXIMAS DÉCADAS 1. O DESAFIO DAS COMPETÊNCIAS 5. CONCLUSÕES 3. AS PEDAGOGIAS DE NOVA GERAÇÃO 4. USAR OS RECURSOS DOS PRÓPRIOS ALUNOS
  15. 15. 2. COMPETÊNCIAS PARA AS PRÓXIMAS DÉCADAS 1. O DESAFIO DAS COMPETÊNCIAS 5. CONCLUSÕES 3. AS PEDAGOGIAS DE NOVA GERAÇÃO 4. USAR OS RECURSOS DOS PRÓPRIOS ALUNOS
  16. 16. 1. O DESAFIO DAS COMPETÊNCIAS conhecimentos conteúdos competências O QUE OFERECEM OS SISTEMAS DE ENSINO? O QUE PEDEM OS MERCADOS DE TRABALHO? disciplinas Há hoje um diálogo de surdos a propósito das competências
  17. 17. Refletir sobre competências, quando se está habituado a refletir sobre disciplinas, conteúdos e conhecimentos é o mesmo que refletir sobre uma Terra redonda quando se tem a certeza absoluta de que a Terra é plana 1. O DESAFIO DAS COMPETÊNCIAS
  18. 18. Quando um recrutador entrevista um futuro empregado não lhe interessa o que ele sabe, nem que disciplinas concluiu, mas sim o que ele sabe fazer Há pessoas com muitos conhecimentos que são incapazes de os levar à prática 1. O DESAFIO DAS COMPETÊNCIAS
  19. 19. World Economic Forum ( 2015) Muitas das competências necessárias não se relacionam com conhecimentos no referencial do World Economic Forum (2015) Repare-se nas competências assinaladas 1. O DESAFIO DAS COMPETÊNCIAS O que se aprende na escola
  20. 20. O desajuste entre o que a escola oferece e o que o mercado de trabalho necessita de receber 1. O DESAFIO DAS COMPETÊNCIAS traduz-se cada vez mais em desemprego, precariedade, degradação de salários e insatisfação social© Público
  21. 21. 1. O DESAFIO DAS COMPETÊNCIAS Que características têm as competências desejáveis nas próximas décadas?
  22. 22. 1. São de natureza transversal, cobrindo mais de um domínio Competências de Nova Geração 3. Sustentam comportamentos de ordem superior quando aplicadas a situações complexas ou de elevada incerteza 2. Têm caráter multidimensional, incorporando conhe- cimentos, aptidões, atitudes e valores 1. O DESAFIO DAS COMPETÊNCIAS
  23. 23. 2. COMPETÊNCIAS PARA AS PRÓXIMAS DÉCADAS 1. O DESAFIO DAS COMPETÊNCIAS 5. CONCLUSÕES 3. AS PEDAGOGIAS DE NOVA GERAÇÃO 4. USAR OS RECURSOS DOS PRÓPRIOS ALUNOS
  24. 24. Referencial de Síntese das Competências Chave para o Século XXI Síntese dos principais referenciais internacionais: 2. COMPETÊNCIAS PARA AS PRÓXIMAS DÉCADAS UNESCO (1998), OECD (2005), Comissão Europeia (2006), Partnership for 21st Century Learning (2006), World Economic Forum (2015), OECD (2016)
  25. 25. 2. COMPETÊNCIAS PARA AS PRÓXIMAS DÉCADAS © A Dias de Figueiredo
  26. 26. Competências básicas que cada cidadão deve possuir nos nossos dias 2. COMPETÊNCIAS PARA AS PRÓXIMAS DÉCADAS © A Dias de Figueiredo
  27. 27. Entrelaçam-se com as anteriores e reforçam-nas, convidando à inovação, curiosidade, criatividade, pensamento lógico e pensamento sistémico 2. COMPETÊNCIAS PARA AS PRÓXIMAS DÉCADAS © A Dias de Figueiredo
  28. 28. As mais necessárias aos jovens dos nossos dias, para que não ingressem no mercado de trabalho ou em estudos superiores com a passividade e falta de iniciativa que hoje os caracteriza 2. COMPETÊNCIAS PARA AS PRÓXIMAS DÉCADAS © A Dias de Figueiredo
  29. 29. Competências para dar sentido humano e estético aos resultados obtidos com computadores. Indispensáveis para humanizar a tomada de decisão 2. COMPETÊNCIAS PARA AS PRÓXIMAS DÉCADAS © A Dias de Figueiredo
  30. 30. Competências para dar sentido social e coletivo ao que se consegue com as restantes competências 2. COMPETÊNCIAS PARA AS PRÓXIMAS DÉCADAS © A Dias de Figueiredo
  31. 31. 2. COMPETÊNCIAS PARA AS PRÓXIMAS DÉCADAS 1. O DESAFIO DAS COMPETÊNCIAS 5. CONCLUSÕES 3. AS PEDAGOGIAS DE NOVA GERAÇÃO 4. USAR OS RECURSOS DOS PRÓPRIOS ALUNOS
  32. 32. Referencial de síntese das Pedagogias de Nova Geração construído a partir da consolidação (ainda em curso) de dados recolhidos numa seleção de fontes internacionais 3. AS PEDAGOGIAS DE NOVA GERAÇÃO
  33. 33. 3. AS PEDAGOGIAS DE NOVA GERAÇÃO © A Dias de Figueiredo
  34. 34. Pedagogias tradicionais, da explicação pelo professor e da compreensão pelo aluno (autoridade do professor e dependência do aluno). O controlo centra-se no professor 3. AS PEDAGOGIAS DE NOVA GERAÇÃO © A Dias de Figueiredo
  35. 35. Pedagogias da autonomia, emancipação e empoderamento pelo alunos, para que estes possam assumir, individual e coletivamente, os seus destinos. O controlo centra-se no aluno 3. AS PEDAGOGIAS DE NOVA GERAÇÃO © A Dias de Figueiredo
  36. 36. Pedagogias da descoberta, inspiradas nas práticas dos cientistas e da pesquisa 3. AS PEDAGOGIAS DE NOVA GERAÇÃO © A Dias de Figueiredo
  37. 37. Pedagogias de projeto, criação artística e artesanal e do pensamento de designer (design thinking). São, por natureza, emancipatórias 3. AS PEDAGOGIAS DE NOVA GERAÇÃO © A Dias de Figueiredo
  38. 38. Pedagogias do trabalho coletivo, coaprendizagem e coavaliação 3. AS PEDAGOGIAS DE NOVA GERAÇÃO © A Dias de Figueiredo
  39. 39. Pedagogias da prática deliberada (ou do treino, ou da repetição inteligente), como a praticada por atletas de alta competição e músicos profissionais. Tendem a ser assumidas individualmente pelo aluno 3. AS PEDAGOGIAS DE NOVA GERAÇÃO © A Dias de Figueiredo
  40. 40. 2. COMPETÊNCIAS PARA AS PRÓXIMAS DÉCADAS 1. O DESAFIO DAS COMPETÊNCIAS 5. CONCLUSÕES 3. AS PEDAGOGIAS DE NOVA GERAÇÃO 4. USAR OS RECURSOS DOS PRÓPRIOS ALUNOS
  41. 41. As pedagogias da explicação, ou pedagogias tradicionais, não se prestam a mobilizar os recursos dos próprios alunos (TOPA) 4. USAR OS RECURSOS DOS PRÓPRIOS ALUNOS Em contrapartida, as outras pedagogias do referencial revelam- se muito favoráveis para esse efeito quer quando conjugadas com as tradicionais, quer quando as substituem
  42. 42. 4. USAR OS RECURSOS DOS PRÓPRIOS ALUNOS
  43. 43. 4. USAR OS RECURSOS DOS PRÓPRIOS ALUNOS © A Dias de Figueiredo
  44. 44. 2. COMPETÊNCIAS PARA AS PRÓXIMAS DÉCADAS 1. O DESAFIO DAS COMPETÊNCIAS 5. CONCLUSÕES 3. AS PEDAGOGIAS DE NOVA GERAÇÃO 4. USAR OS RECURSOS DOS PRÓPRIOS ALUNOS
  45. 45. 4. CONCLUSÕES A educação para as próximas décadas contém enormes desafios Para além da educação para os conhecimentos, é necessária uma educação para as competências A educação para as competências é um território quase virgem em pedagogia
  46. 46. 4. CONCLUSÕES As pedagogias da explicação, que dominavam a educação do passado terão de ser enriquecidas com outras dimensões Em particular com a dimensão das pedagogias da emancipação
  47. 47. 4. CONCLUSÕES A transição das pedagogias da explicação para as pedagogias da emancipação apresenta-se como muito favorável à integração dos equipamentos dos alunos nas atividades de aprendizagem
  48. 48. Que Pedagogias para as Próximas Décadas? Ponta Delgada – 08/09/2017 IEncontroRegionaldeTecnologiasnaEducação FIMSlides em: www.slideshare.net/ adfigueiredoPT

×