Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Correio

25 vues

Publié le

matéria jornal correio popular, 25/4

Publié dans : Business
  • Soyez le premier à commenter

  • Soyez le premier à aimer ceci

Correio

  1. 1. Ceasa oferecerá curso para famílias carentes OPORTUNIDADE ||| ISA Tenho impressão que se poderia ter esperado aqueles embargos. Workshop discute sobre uso da água Espanto, só que não Evento, aberto ontem, prossegue hoje no auditório do IAC, em Campinas Cerco a bares irregulares AGROPOLO ||| BIOECONOMIA Alenita Ramirez DA AGÊNCIA ANHANGUERA alenita.jesus@rac.com.br A Centrais de Abastecimento de Campinas (Ceasa) oferece- rá curso de formação para co- zinheiros e alimentação sus- tentável a famílias carentes atendidas pelo Instituto de So- lidariedade para Programas de Alimentos (ISA). A propos- ta foi anunciada ontem pelo diretor-presidente da compa- nhia, Wander Villalba, duran- te o lançamento do projeto que conta com parceira da Universidade São Francisco (USF). Na primeira fase do projeto, que inicia em agosto, o curso será direcionado para jovens que são atendidos em duas entidades, o Instituto Pa- dre Haroldo e o Grupo Prima- vera. No total, são 30 vagas. Os alunos serão selecionados pelo ISA e as aulas ministra- das pela USF. A cerimônia de inaugura- ção da cozinha industrial — re- formada para receber as aulas — foi realizada no entreposto, com a presença do prefeito Jo- nas Donizette (PSB), vereado- res da base do governo muni- cipal, representantes das duas entidades e do deputado Luiz Lauro Filho (PSB/SP). O lança- mento do projeto faz parte da ação Campinas em Movimen- to - 50 Dias de entregas. Estrutura O ISA conta com cinco tipos de atendimentos, entre os quais ao menos 1,8 mil famí- lias, que estão distribuídas em diversas áreas carentes da ci- dade, somando 47 pontos. No total, 31 mil pessoas são beneficiadas com os alimen- tos sustentáveis doados por parceiros da Ceasa. Pelo projeto, os seleciona- dos terão transporte de gra- ça. O curso-piloto terá dura- ção de seis meses, com três aulas por semana, no perío- do da tarde. Este curso será filmado e, ao fim dele, os alu- nos irão aos pontos de atendi- mento para fazer a apresenta- ção e distribuição dos alimen- tos feitos por eles. “Nossa proposta é adaptar um ôni- bus, com telão e equipamen- tos e levar essas aulas para as famílias. Vamos ensiná-las a aproveitar os alimentos que recebem e não desperdiçar nada”, disse Villalba. Hoje, a distribuição de ali- mentos ocorre de manhã e de tarde entre quatro e cin- co bairros por dia. Para levar as aulas às famílias, segundo o assistente social do ISA, Érik Campos, será feito um estudo de logística dos pon- tos de atendimento. As famí- lias não serão selecionadas neste momento. Elas serão avisadas nos próprios pon- tos de distribuição. A expec- tativa é que até início do ano que vem a primeira tur- ma tenha concluído o curso para se realizar as primeiras apresentações. “Os alunos que vão fazer o curso agora, receberão certifi- cado da USF e do Ministério da Educação”, enfatizou o prefeito. “Além de orientar a população a usar todas as propriedades dos alimentos que são doados a ela, esse projeto também irá qualificar e capacitar as pessoas atendi- das pelo ISA para que, no fu- turo, possam conseguir traba- lhar na área da gastrono- mia”, reforçou o diretor-presi- dente da Ceasa. Lula 1 O ministro Gilmar Men- des afirmou ontem que a pena de 12 anos e um mês imposta ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva po- de ser reduzida quando o processo no qual ele foi condenado chegar ao STJ, por meio de um recurso es- pecial, ou ao Supremo, atra- vés de um recurso extraor- dinário. Lula 2 Durante evento promovi- do pela revista Veja, Gilmar afirmou que, eventualmen- te, o crime de lavagem de dinheiro pelo qual Lula foi condenado no processo do triplex do Guarujá (SP) po- de ser desqualificado e res- tar apenas o enquadramen- to por crime de corrupção passiva. Lula 3 “Se o tribunal disser que não houve crime de lava- gem, obviamente dirá que só subsiste o crime de cor- rupção”, afirmou, observan- do que, com isso, a pena deveria ser reduzida. Dárcy 1 A Justiça Federal conde- nou a ex-prefeita de Ribei- rão Preto (SP), Dárcy Vera (sem partido), a cinco anos de prisão em regime semia- berto pelo desvio de R$ 2,2 milhões, destinados pelo Ministério do Turismo para realização de anúncios pu- blicitários durante etapa da Stock Car na cidade em 2010. Dárcy 2 O processo não tem rela- ção com o caso de corrup- ção da Operação Sevandija, em julgamento na 4ª Vara Criminal de Ribeirão Preto, em que a ex-prefeita é acu- sada de receber R$ 7 mi- lhões em propina para libe- rar pagamentos indevidos de honorários advocatícios. Ela está presa na Peniten- ciária de Tremembé (SP) desde maio de 2017. Drogas 1 O vereador Nelson Hos- srri (Podemos), presidente da Comissão de Políticas de Prevenção às Drogas da Câmara, vai propor a imple- mentação do Programa Re- começo Jovens e Adolescen- tes em Campinas. Drogas 2 Para ele, essa faixa etária não conta com um atendi- mento exclusivo na cidade, ampliando o drama de quem sofre com a depen- dência química. Henrique Hein DA AGÊNCIA ANHANGUERA henrique.hein@rac.com.br O Agropolo Campinas-Brasil deu início ontem ao 11º Workshop em Bioeconomia Uso Sustentável da Água. O evento, que terá continuida- de hoje, no auditório do Insti- tuto Agronômico de Campi- nas (IAC), localizado na Ave- nida Barão de Itapura, visa promover um debate entre especialistas da iniciativa pri- vada e de instituições de pes- quisa e ensino, do governo e da sociedade civil, com o ob- jetivo de identificar as oportu- nidades e os desafios do de- senvolvimento de estratégias efetivas para a sustentabilida- de e preservação dos recur- sos hídricos. A pesquisadora do IAC, Re- gina Célia de Matos Pires, ex- plicou que as discussões de ontem e hoje são abertas ao público. Ela frisa também que a cerimônia de abertura proporcionou uma troca de experiências entre as entida- des participantes. “Uma coi- sa muito positiva desse even- to é a possibilidade da gente congregar diferentes institui- ções dos setores público e privado para tratar do assun- to: água. Hoje (ontem) abor- damos muito a questão de recursos hídricos e do uso ra- cional da água nos proces- sos de manufatura”, disse a pesquisadora. Segundo Pires, o objetivo do encontro visa ainda desen- volver novas técnicas de ma- nejo do recurso hídrico, já pensando no futuro da popu- lação. “Nos dias atuais é ne- cessário que se faça um deba- te sobre uma produção mais sustentável e eficiente dos re- cursos hídricos. O que quere- mos com esse encontro é bus- car soluções para um futuro modelo de gerenciamento da água e de garantia da qualida- de e a quantidade de água pa- ra os usos agrícolas, tanto ur- bano e industrial”, explica. Marco Antônio dos Santos, diretor-técnico da Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A (Sanasa), dis- se que o compromisso e a união das empresas trará mo- dernidade e sustentabilidade ao setor. “A importância des- se evento é grande. Nós que- remos unir forças e promover a unificação da ciência com as empresas aqui presentes. Se trata de uma ciência aplica- da, então nós entendemos que esse workshop abre um leque importante para o iní- cio do desenvolvimento de pesquisas que poderão trazer melhorias para o setor e para a população, principalmen- te”, afirmou. Já para o secretário-execu- tivo do Consórcio PCJ, Fran- cisco Carlos Castro Lahóz, uma das grandes carências que existem no Brasil e no mundo hoje é a falta de da- dos de pesquisa. “Nós fica- mos muito felizes em poder estar engajados e trazer um pouco da nossa realidade pa- ra esse evento, que, com cer- teza, vai gerar novas e impor- tantes pesquisas sobre o as- sunto”, comentou. Para ele, os estudos desen- volvidos ainda precisariam ser divulgadas para ajudar a auxiliar a população. “Eu acredito que os próprios gera- dores das pesquisas desenvol- vidas têm que facilitar os ca- nais para que essas pesquisas cheguem à sociedade de uma maneira direta e simples, uti- lizando mídias sociais e to- das as formas possíveis de co- municação. É importante ain- da que se abra um espaço pa- ra dúvidas da população”, ressaltou. Agropolo O Agropolo Campinas-Brasil é uma plataforma interinsti- tucional, que tem com objeti- vo desenvolver projetos de cooperação técnica nas áreas de agricultura, alimentação, biodiversidade, bioenergia, química verde e desenvolvi- mento sustentável. As ativida- des frisam pelo desenvolvi- mento das áreas de pesquisa e inovação tecnológica. Com foco na alimentação sustentável, meta é formar cozinheiros São Paulo lidera A Prefeitura de Sumaré realizou no último final de semana a Operação Bar Legal nas regiões de Nova Veneza e Matão. A iniciativa tem como foco fiscalizar estabelecimentos comerciais sem alvará e aqueles que desrespeitam o sossego público — um estabelecimento foi multado e três notificados. Além da documentação e do som alto, a força-tarefa verificou a ocupação do solo (mesas e cadeiras sobre calçadas, veículos estacionados no passeio público) e exigências da Vigilância Sanitária (produtos perecíveis, data de validade, manipulação e higiene), entre outros. DA REDAÇÃO Xeque-Mate Fachada do prédio da cozinha industrial: curso-piloto terá duração de seis meses, com três aulas por semana O levantamento mostra que São Paulo é o estado que possui o maior número de pessoas com foro privilegiado, cerca de 7,2 mil autoridades nessa situação. A Bahia fica em segundo no ranking, com 6,8 mil favorecidos. O Supremo tem ensaiado retomar o debate do foro, mas sem pressa. Se não houver mudança, a discussão entra na pauta no início de maio. Sabe-se que, sem foro, as instâncias judiciais estariam abarrotadas de ações em todo o território nacional. Abertura do 11º Workshop em Bioeconomia Uso Sustentável da Água cidades@rac.com.br Associado à Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) Noticiário nacional fornecido pela Agência Estado. Noticiário internacional enviado pela France Press. Rua 7 de Setembro, 189 - Vila Industrial - CEP 13035-350 - Campinas-SP (019) 3772-8000 - FAX (019) 3772-8144 e 3772-8142 - http://www.cpopular.com.brTelefone PABX Endereço Internet: 3736-3199 - FAX (019) 3736-3101Diretoria - Telefone PABX PUBLICIDADE Telefones: (019) 3736-3085 e 3736-3086 - Fax (019) 3736-3101 - Tele-Correio Telefone 3736-3000 (Classificados por telefone) Tele-Correio discagem gratuita (0800) 14-1515. SUCURSAL DE SÃO PAULO Rua Tabapuã, 821 - 11º andar - cj. 112 Bairro Itaim Bibi - CEP 04533-013 - SÃO PAULO-SP Telefone (0xx11) 3704-1600 REPRESENTAÇÕES: Brasília (DF) - Consulta Consultoria e Comunicação Ltda. SHIS Qi 17 - Conj. 16 casa 5 - Lago Sul - Brasília - DF - 71.645-160 Fones(61)3226-6462 / 3323-1327 Fax(61) 3226-6480 Curitiba (PR) - Av. Candido Abreu, 776 - sl 1803 Centro Cívico - Curitiba - PR - CEP 80530-000 Fone/Fax (41) 3014-8887 Florianópolis (SC) - Rua Cruz e Souza, 550- Sl 08 Palhoça - SC - CEP - 88133.430 Fones: (48) 3034-2920/3341-5203 Rio de Janeiro (RJ) - Av. Graça Aranha, 145 - Grupo 902 Castelo - Cep 20230-003 Fone (21) 2524-2457 Fax (21)2262-0130 ASSINATURAS: Novas Assinaturas e Disque-Bancas/Atendimento ao Jornaleiro: 3736-3200/3116-3200. Preço promocional assinatura anual à vista...............................................................R$ 930,00 Preço promocional assinatura mensal: .....................................................................................R$ 85,90 Preço promocional assinatura mensal final de semana: .....................................................................................R$ 42,90 Consulte nossas condições especiais de pagamento. PUBLICIDADE LEGAL: 3736-3085 SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO ASSINANTE saa@rac.com.br WhatsApp (19) 97152-3041 3736-3200/3116-3200 O Jornal Correio Popular é produzido e comercializado por Correio Popular S/A, em parceria com as empresas Grande Campinas Editora e Gráfica Ltda. e Metropolitana Comunicação, Empreendimentos e Participação Ltda. 31 A manchete do jornal Folha de S. Paulo de ontem indicou que o foro privilegiado — considerado um dos principais instrumentos para a manutenção da corrupção sistêmica no Brasil em todas as esferas de poder — beneficia aproximadamente 58 mil pessoas no País. Trata-se de prerrogativa amparada por lei que dá tratamento diferenciado a autoridades que ocupam mais de 40 tipos de cargos na administração pública. À primeira vista, espantoso. Só que a classe política usa e abusa do expediente. Pessoas são beneficiadas com os alimentos sustentáveis doados por parceiros da Ceasa Fernanda Sunega/PMC Gilmar Mendes, ministro do STF, criticando a execução da pena de Lula antes da análise dos chamados “embargos dos embargos” Projeto tem parceira com a Universidade São Francisco (USF) Antonio Carriero/Ital MIL A6 CORREIO POPULARA6 Campinas, quarta-feira, 25 de abril de 2018 CIDADES

×