Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.
Otimismo e criatividade                Ana Caetano | Psicóloga ClínicaI Jornadas de Economia Social, 23 Setembro 2011 | Le...
Roteiro (40m) Apresentação de conceitos relevantes sobre:   Psicologia Positiva   Criatividade   Inquérito Apreciativo...
Psicologia Positiva       Estudo científico da      promoção das forças e  virtudes, que potenciam o      bem-estar e fel...
Antes das II Guerra Mundial… S. Freud:    Curar a doença mental W. James, C. Jung, A. Maslow, C. Watson:   Busca das f...
Emoções PositivasA investigação tem demonstrado que as emoçõespositivas alargam os horizontes individuais, ajudando   a co...
Optimista ou “Pateta Alegre”?O optimismo ajuda ou não o indivíduo a lidar com  uma situação potencialmente stressora?Estud...
Optimistas vs PessimistasAvaliações cognitivas:   Diferem significativamente quanto à 2ª avaliação    cognitiva que fazem...
Apreciando…  Presente    Prazer Sensorial    Prazer Superior – Humor, Alegria, Bem-estar,     Entusiasmo…    Gratifica...
Classificação das 6 virtudes e as 24 forças de Carácter” ( CSV; Peterson& Seligman, 2004)
1. Conhecimento:        Forças cognitivas que envolvem a aquisição e aplicação do conhecimentoCriatividade:           Esco...
Criatividade (Sousa, 1998) Criar e Criatividade   Do grego “greer”, que significa fazer, produzir, crescer; do latim “cr...
Método Osborn-Parnes         (Treffinger (1993), citado por Sousa1   • Definir o Objetivo Geral2   • Encontrar os fatos3  ...
Inquérito Apreciativo Estratégia para a mudança, alternativa ao  clássico “resolução de problemas”. É o estudo e explora...
Processo Apreciativo                       Descoberta                           (Apreciar)  Destino(Manter)               ...
http://www.youtube.com/watch?v=ScbON-y5U2k                      Princípios Fundamentais do IAEm todas as sociedades, organ...
Ciclo AIAApreciar | Imaginar | Agir                        Apreciar     Agir               sentir-se partir para a        ...
Fácil? A criatividade depende do contexto e o contexto pode influenciar-nos muito!
Una os 9            pontos com            4 linhas,             sem retirar                   uma única             ...
Divergir | Convergir                                    
•Os tocadores de trombone•The Big Brother is watching you!
   http://edge.org/conversation/the-marvels-and-flaws-of-intuitive-thinking
A Arte de Ser Português “Às vezes, em horas de desânimo, chego a crer  que esta tristeza negra nos sobe da alma aos  olho...
Ainda sobre a Arte de Ser           Português Miguel de Unamuno, em 1953, definia os  portugueses assim: “constitucionalm...
Portugal Deprimido “Um povo imbecilizado e resignado, humilde e  macambúzio, fatalista e sonâmbulo, burro de  carga, best...
Portugal na Psicóloga
Portugal tem coisas boas? Maior zona exclusiva económica do mundo Bons recursos naturais Língua portuguesa A Necessida...
Carta certa           letra: Zé Pedro                                                 música: Xutos & PontapésTens de olha...
Com’é quié? Vamo lá?                  …
Sugestões de Leituras e Consulta   “A criatividade com disciplina científica”, Fernando Cardoso Sousa.                   ...
WORKSHOP
PROCESSO AIAAPRECIAR | IMAGINAR | AGIR                                  Apreciar       Agir                       sentir-s...
Apreciar   Objetivo: Encontrar o que há de bom em si   Instruções: Consulte o quadro das 6 Virtudes |24 Forças e escolha...
Imaginar   Objetivo: Criar uma imagem futura em que manifesta essa caraterística   Instruções: Escolha uma situação onde...
Agir    Objetivo: Começar a fazer diferente    Instruções: Retorne à imagem de um futuro ideal e responda às seguintes  ...
1. Conhecimento:        Forças cognitivas que envolvem a aquisição e aplicação do conhecimentoCriatividade:           Esco...
Dicas? Exercícios?Registo Diário de 3 Momentos Positivos  Escreva, antes de se deitar e durante uma   semana, 3 momentos...
Saborear e Viver os 5sentidos no “AQUI E AGORA”•Partilhe com outros os prazeres que vive – cultive as relações à suavolta•...
Factores que nos sustentam                     profissionalmente   Ter alegria em participar no crescimento de outros;  ...
O Top 10 das actividades que       ajudam no auto-cuidado ☺                                       Dedicar tempo a literatu...
Ana Caetano é Psicóloga Clínica pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da                         Educação da Universi...
Otimismo e criatividade  conferencia e workshop 23 setembro 2011
Otimismo e criatividade  conferencia e workshop 23 setembro 2011
Otimismo e criatividade  conferencia e workshop 23 setembro 2011
Otimismo e criatividade  conferencia e workshop 23 setembro 2011
Otimismo e criatividade  conferencia e workshop 23 setembro 2011
Otimismo e criatividade  conferencia e workshop 23 setembro 2011
Prochain SlideShare
Chargement dans…5
×

Otimismo e criatividade conferencia e workshop 23 setembro 2011

Reflito sobre a importância das emoções agradáveis, como nos pode conduzir a alcançar os nossos objetivos. Apresento dados em como somosz influenciados por informação inconsciente e até que ponto a informação histórica e cultural pode constrager-nos ou potenciar-nos para a criatividade.

  • Identifiez-vous pour voir les commentaires

  • Soyez le premier à aimer ceci

Otimismo e criatividade conferencia e workshop 23 setembro 2011

  1. 1. Otimismo e criatividade Ana Caetano | Psicóloga ClínicaI Jornadas de Economia Social, 23 Setembro 2011 | Leiria
  2. 2. Roteiro (40m) Apresentação de conceitos relevantes sobre:  Psicologia Positiva  Criatividade  Inquérito Apreciativo  A Arte de Ser Português
  3. 3. Psicologia Positiva  Estudo científico da promoção das forças e virtudes, que potenciam o bem-estar e felicidade.
  4. 4. Antes das II Guerra Mundial… S. Freud:  Curar a doença mental W. James, C. Jung, A. Maslow, C. Watson:  Busca das formas de tornar a vida mais significativa e florescente para o Ser Humano Terman:  Encorajar o desenvolvimento de talentos excepcionais
  5. 5. Emoções PositivasA investigação tem demonstrado que as emoçõespositivas alargam os horizontes individuais, ajudando a construir recursos pessoais para lidar com as situações do dia-a-dia, tornando as pessoas mais aptas para a resolução de problemas
  6. 6. Optimista ou “Pateta Alegre”?O optimismo ajuda ou não o indivíduo a lidar com uma situação potencialmente stressora?Estudantes universitáriosAvaliação Cognitiva:- 1ª fase- 2ª fase
  7. 7. Optimistas vs PessimistasAvaliações cognitivas:  Diferem significativamente quanto à 2ª avaliação cognitiva que fazem, mas não quanto à 1ªEstratégias de coping:  Os optimistas usam mais estratégias de reestruturação cognitiva  Os pessimistas utilizam mais o pensamento milagreiro, auto-crítica e evitamento social.
  8. 8. Apreciando… Presente  Prazer Sensorial  Prazer Superior – Humor, Alegria, Bem-estar, Entusiasmo…  Gratificações – Ensinar, Ajudar, Dançar, Escrever… Passado  Satisfação  Realização Pessoal  Orgulho  Serenidade Futuro  Optimismo  Esperança  Fé  Confiança
  9. 9. Classificação das 6 virtudes e as 24 forças de Carácter” ( CSV; Peterson& Seligman, 2004)
  10. 10. 1. Conhecimento: Forças cognitivas que envolvem a aquisição e aplicação do conhecimentoCriatividade: Escolher pensar e aplicar formas inovadoras de actuaçãoCuriosidade Manter o interesse nas experiências ao longo da vidaMente Aberta pensar as coisas do princípio ao fim e examiná-las sob todos os pontos de vista possíveisAmor ao Conhecimento Investir na mestria de novas capacidades, assuntos e disciplinas do conhecimentoPerspectiva Ser capaz de fornecer orientação esclarecida ao Outro2. Coragem Forças emocionais que envolvem o exercitar da força de vontade para atingir objectivos perante obstáculos externos ou internosAutenticidade Falar verdade e actuar de forma genuínaValentia Apresentar vigor perante ameaças, desafios, dificuldades ou dorPersistência terminar o que se começaEntusiasmo Abordar a vida com prazer e energia3. Humanidade Forças humanitárias interpessoais que envolvem cuidar e apoiar O OutroBondade Cultivar a gentileza e praticar boas acções para outrosAmor valorizar relações próximas com outrosInteligência Social Estar consciente das motivações e sentimentos do próprio e do Outro4. Justiça Forças cívicas que promovam uma vida saudável em comunidadeRectidão lidar com todas as pessoas em equidade de acordo com as noções de rectidão e justiçaLiderança Organizar actividades em grupo e garantir a sua concretizaçãoTrabalho de Equipa trabalhar bem como membro de um grupo e em equipa5. Temperança forças que protegem contra os excessosPerdão capacidade de perdoar aqueles que agiram de forma incorrectaModéstia: deixar que os resultados falem por siPrudência: Ser cuidadoso nas suas escolhas: evitar dizer ou fazer coisas que mais tarde se possa vir a arrependerAuto-regulação: Gerir aquilo que se sente e o que se faz6. Transcendência Forças que criam ligações ao universo e fornecem significado à vidaApreciar a beleza e a Estar atento e apreciar a beleza, excelência e/ou uma performance talentosa em qualquer domínio daExcelência vidaGratidão estar consciente e agradecer as coisas boas que acontecemEsperança esperar o melhor e trabalhar para conquistar issoHumor cultivar o bom sentido de humor; fazer sorrir outrosReligiosidade ter crenças coerentes sobre propósitos elevados e o sentido da vida
  11. 11. Criatividade (Sousa, 1998) Criar e Criatividade Do grego “greer”, que significa fazer, produzir, crescer; do latim “crescere”  Sugere imaginação criadora, descoberta, invenção, inovação, novidade e originalidade “Criatividade é um processo que resulta numa novidade, aceite como útil, defensável, ou satisfatória por um grupo significativo de pessoas, num determinado momento no tempo”. “A criatividade é assim um produto do pensamento na tentativa de estabelecer uma ordem no mundo percebido O que determina a aptidão criativa é um misto de motivação, enquanto força de vontade e persistência, de conhecimentos…os traços de personalidade ou a inteligência não são condições necessárias, apenas integradoras de uma forma maior de observar e lidar com o mundo”
  12. 12. Método Osborn-Parnes (Treffinger (1993), citado por Sousa1 • Definir o Objetivo Geral2 • Encontrar os fatos3 • Definir o problema4 • Definir as Ideias-Solução5 • Encontrar a solução6 • Executar um plano de ação
  13. 13. Inquérito Apreciativo Estratégia para a mudança, alternativa ao clássico “resolução de problemas”. É o estudo e exploração do que dá vida aos sistemas humanos, é o estudo daquilo que funciona bem. Procura o “melhor do que é” para alcançar os sonhos e as possibilidades do que “poderia ser”.
  14. 14. Processo Apreciativo Descoberta (Apreciar) Destino(Manter) SonhoPlaneamento (Visualizar) (Co-construir)
  15. 15. http://www.youtube.com/watch?v=ScbON-y5U2k Princípios Fundamentais do IAEm todas as sociedades, organizações ou grupos, alguma coisa funciona Aquilo em que nos focamos, tende a tornar-se na nossa realidade A realidade é criada no momento presente e há múltiplas realidadesO acto de colocar questões sobre uma organização ou grupo influencia o grupo de algum modo As pessoas têm mais confiança e à vontade para encarar o futuro (“o desconhecido”) quando trazem porções do passado (“o conhecido”) Se trazemos partes do passado, estas deverão ser as melhores partes É importante valorizar a diferença A linguagem que usamos cria a nossa realidade
  16. 16. Ciclo AIAApreciar | Imaginar | Agir Apreciar Agir sentir-se partir para a bem ação Imaginar o Ideal
  17. 17. Fácil? A criatividade depende do contexto e o contexto pode influenciar-nos muito!
  18. 18. Una os 9 pontos com   4 linhas, sem retirar   uma única vez a caneta do   papel
  19. 19. Divergir | Convergir      
  20. 20. •Os tocadores de trombone•The Big Brother is watching you!
  21. 21.  http://edge.org/conversation/the-marvels-and-flaws-of-intuitive-thinking
  22. 22. A Arte de Ser Português “Às vezes, em horas de desânimo, chego a crer que esta tristeza negra nos sobe da alma aos olhos; e então tenho a impressão intolerável e louca de que em Portugal todos trazemos os olhos vestidos de luto por nós próprios”. Manuel Laranjeira, 1871  http://www.youtube.com/watch?v=ieJ92OGrjog
  23. 23. Ainda sobre a Arte de Ser Português Miguel de Unamuno, em 1953, definia os portugueses assim: “constitucionalmente pessimistas; um povo triste até quando sorri”.
  24. 24. Portugal Deprimido “Um povo imbecilizado e resignado, humilde e macambúzio, fatalista e sonâmbulo, burro de carga, besta de nora, aguentando pauladas, sacos de vergonhas, feixes de misérias, sem uma rebelião, um mostrar de dentes, a energia dum coice, pois que nem já com as orelhas é capaz de sacudir as moscas”(...) Guerra Junqueiro (1886)
  25. 25. Portugal na Psicóloga
  26. 26. Portugal tem coisas boas? Maior zona exclusiva económica do mundo Bons recursos naturais Língua portuguesa A Necessidade aguça o engenho O conhecimento
  27. 27. Carta certa letra: Zé Pedro música: Xutos & PontapésTens de olhar e ver Olha para tiO que há pra fazer O que é que tu vêsnão tens de esperar O que tens para darQue te venham dizer Tens que o dar a valerPara onde vais Tens que olhar e verQuais são as coisas O que há para fazerPara onde vais Não tens de esperarAquilo que tu vais ver Que te venham dizerTens de acreditar O que é que éNo que há pra vir Como é que foiMesmo o mais forte Como é que éAcaba por cair O que é que foiE no teu crer Para onde vaisNo teu sentir Quais são as coisasTem de haver poder Para onde vaisVais ter que o descobrir Aquilo que tu vais verTudo deitando a carta certa... Tu deitando a carta certa...Ninguém joga para perder Ninguém joga para perderTodos querem vir a ganhar Todos querem vir a ganharTu deitando a carta certa... Tu deitando a carta certa...
  28. 28. Com’é quié? Vamo lá? …
  29. 29. Sugestões de Leituras e Consulta “A criatividade com disciplina científica”, Fernando Cardoso Sousa. Universidade Santiago Compostela  “Optimismo e inteligência Emocional- guia para educadores e líderes”, de Luís Miguel Neto e Helena Águeda Marujo. Editorial Presença.  “Curar: stress, ansiedade e depressão sem medicamentos nem psicanálise”, de David-Servan Schreiber, Editora Biisleya  Selingman, M. & Csikszentmihalyi, M. (2000) Positive Psychology Ana Introduction. American Psychologist, 55, 5-14.  Seligman, M., Park, N., Peterson. C, (2005). Positive Psychology Progress- Empirical Validation of Interventions. American Psychologist, 60, 410–421 Skovholt. Thomas (2001) The resilient practitioner. Allyn and Bacon. EUA.
  30. 30. WORKSHOP
  31. 31. PROCESSO AIAAPRECIAR | IMAGINAR | AGIR Apreciar Agir sentir-se partir para a bem ação Imaginar o Ideal adaptado a partir de
  32. 32. Apreciar Objetivo: Encontrar o que há de bom em si Instruções: Consulte o quadro das 6 Virtudes |24 Forças e escolha aquela que quer desenvolver Procure uma situação em que tenha agido dessa forma Descreva em detalhe a situação, o contexto, o local, com quem estava, o que sentiuadaptado a partir de J.Kelm (2005) www.AppreciativeLiving.com
  33. 33. Imaginar Objetivo: Criar uma imagem futura em que manifesta essa caraterística Instruções: Escolha uma situação onde quer manifestar a caraterística escolhida (no local de trabalho, numa relação amorosa, na família, num projeto) Descreva em detalhe a situação, o contexto, o local, onde quer manifestar essa caraterística  Recorra a cheiros, cores, locais, decorações, sons, datas…tudo aquilo que possa tornar o cenário futuro o mais provável possível;  Imagine que tem uma varinha mágica e que isso acontecia de um dia para o outro: como seria o seu dia?adaptado a partir de J.Kelm (2005) www.AppreciativeLiving.com
  34. 34. Agir Objetivo: Começar a fazer diferente Instruções: Retorne à imagem de um futuro ideal e responda às seguintes perguntas:1. Ao ver a imagem ideal no futuro, que mudança posso começar desde já para que esse futuro ideal comece a desenhar-se?2. Olhe para essa mudança que visualizou: que pequenos passos pode começar a dar desde já, para que isso se torne uma realidade?3. Enumere pelo menos 3 dessas pequenas mudanças e marque uma data para começar4. Escolha uma frase que o lembre da importância de alcançar esse ideal futuroadaptado a partir de J.Kelm (2005) www.AppreciativeLiving.com
  35. 35. 1. Conhecimento: Forças cognitivas que envolvem a aquisição e aplicação do conhecimentoCriatividade: Escolher pensar e aplicar formas inovadoras de actuaçãoCuriosidade Manter o interesse nas experiências ao longo da vida)Mente Aberta pensar as coisas do princípio ao fim e examiná-las sob todos os pontos de vista possíveisAmor ao Conhecimento Investir na mestria de novas capacidades, assuntos e disciplinas do conhecimentoPerspectiva Ser capaz de fornecer orientação esclarecida ao Outro)2. Coragem (Forças emocionais que envolvem o exercitar da força de vontade para atingir objectivos perante obstáculos externos ou internos)Autenticidade Falar verdade e actuar de forma genuínaValentia Apresentar vigor perante ameaças, desafios, dificuldades ou dorPersistência terminar o que se começaEntusiasmo Abordar a vida com prazer e energia3. Humanidade Forças humanitárias interpessoais que envolvem cuidar e apoiar O OutroBondade Cultivar a gentileza e praticar boas acções para outrosAmor valorizar relações próximas com outrosInteligência Social Estar consciente das motivações e sentimentos do próprio e do Outro4. Justiça Forças cívicas que promovam uma vida saudável em comunidadeRectidão lidar com todas as pessoas em equidade de acordo com as noções de rectidão e justiçaLiderança Organizar actividades em grupo e garantir a sua concretizaçãoTrabalho de Equipa trabalhar bem como membro de um grupo e em equipa5. Temperança forças que protegem contra os excessosPerdão capacidade de perdoar aqueles que agiram de forma incorrectaModéstia: deixar que os resultados falem por siPrudência: Ser cuidadoso nas suas escolhas: evitar dizer ou fazer coisas que mais tarde se possa vir a arrependerAuto-regulação: Gerir aquilo que se sente e o que se faz6. Transcendência Forças que criam ligações ao universo e fornecem significado à vidaApreciar a beleza e a Estar atento e apreciar a beleza, excelência e/ou uma performance talentosa em qualquer domínio daExcelência vidaGratidão estar consciente e agradecer as coisas boas que acontecemEsperança esperar o melhor e trabalhar para conquistar issoHumor cultivar o bom sentido de humor; fazer sorrir outrosReligiosidade ter crenças coerentes sobre propósitos elevados e o sentido da vida
  36. 36. Dicas? Exercícios?Registo Diário de 3 Momentos Positivos Escreva, antes de se deitar e durante uma semana, 3 momentos positivos/ gratificantes e como contribuiu para que tenham acontecido Cartas de Gratidão Escreva uma carta de gratidão a alguém a quem nunca agradeceu e envie/ entregue! (Seligman, 2002)
  37. 37. Saborear e Viver os 5sentidos no “AQUI E AGORA”•Partilhe com outros os prazeres que vive – cultive as relações à suavolta•Fortaleça a sua memória – tire fotografias mentais de momentosbonitos, mergulhe e fique nas boas sensações;•Dê os parabéns a si próprio – em vez de esperar pelos elogiosexternos, elogie-se quando sabe que as coisas correram bem e aprecieessa sensação, de forma a criar uma memória corporal de boassensações•Aguce o seus sentidos: foque-se deliberadamente nos detalhes, sejamsons, cheiros, sabores, cores. Cheira o seu café? Saboreia a suacomida? Toma atenção ao momento em que a água quentinha do duchetoca na sua pele? Ouve música só por ouvir de vez em quando?•Absorva-se – tente apenas sentir e não pensar, viva “Aqui e Agora”, omomento presente.•Expresse o seu comportamento: sorria, dê gargalhadas, expresseprazer – não se iniba!
  38. 38. Factores que nos sustentam profissionalmente Ter alegria em participar no crescimento de outros; Sentir-se bem sucedido em ajudar outros; Ser um observador próximo da vida humana: criatividade, coragem, ingenuidade, tolerância ao sofrimento; O apoio dos pares; Trabalhar em locais pouco conflituosos e contribuir para isso; Sentido de humor e capacidade de brincar; Focar-se no desenvolvimento pessoal e profissional, evitando a estagnação; Aprender a tolerar falhas profissionais normativas; Distinguir entre idealismo e realismo; Desenvolver actividades diferentes no local de trabalho e na profissão.
  39. 39. O Top 10 das actividades que ajudam no auto-cuidado ☺ Dedicar tempo a literaturaTirar férias profissional relevanteActividades sociais Fazer intervalos durante o dia de trabalhoReceber suporte emocional de Ter apoio emocional de colegas amigos e famíliaLer por prazer Passar tempo com criançasProcurar ajuda quando as Ouvir música situações são complexas Adaptado de Gamble (1995), citado por Skovholt (2001)
  40. 40. Ana Caetano é Psicóloga Clínica pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Lisboa,Terapeuta em EMDR (Eye Movement Desensitization Reprocessing) e Brainspotting, Formadora, Orientadora Escolar e Profissional Directora de Psicodrama (em formação)  É dinamizadora de conferências, workshops.  Membro da Associação Portuguesa de Estudos e Intervenção em Psicologia Positiva (APEIPP) www.wix.com/anaecaetano/anacaetano Obrigada!

×