Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

José Vicente Marino (Natura)

5 521 vues

Publié le

  • Soyez le premier à commenter

José Vicente Marino (Natura)

  1. 1. Por que anunciarem RevistaA visão do anunciante
  2. 2. SOBRE A NATURAA Natura é uma marcabrasileira, nascida da paixãopela cosmética e pelasrelações.As consultoras são consideradas as primeirasconsumidoras. É por meio delas que os produtoschegam às mãos de nossos consumidores, comquem estabelecem uma relação de qualidade,baseadas no entendimento e no atendimento de suasnecessidades.Para desenvolver bem essa atividade, as consultorascontam com a Revista Natura; a principal fonte deconhecimento para que possam oferecer os produtosde uma forma mais personalizada para seusparentes, amigos e conhecidos.
  3. 3. Revista Natura Tiragem: +4,5 milhões de exemplares por mês PLATAFORMA DE CONCEITO PONTO DECOMERCIALIZAÇÃO NATURA CONTATOA Revista Natura é a principal É um material que, além de Além de ser uma ferramentaferramenta de comunicação e apresentar todos os produtos de vendas, o material é umvendas utilizada pelas Consultoras do portfólio com fotos e meio deNatura no momento da descritivos, reflete as relacionamento eapresentação e abordagem dos crenças e valores da aproximação daconsumidores. Natura por meio da Natura com seus divulgação do conceito de públicos. cada linha.
  4. 4. PortifólioNatura BraileO Portfólio Braile Natura é umaforma de materializar nossapreocupação, envolvimento erespeito à diversidade.Desde 2006 essa versãoem braile é umaferramenta de vendas específica paranossas consultoras e consumidorasportadoras de deficiência visual.
  5. 5. RevistaNaturaFalada•  Inclusão digital;•  Respeito a diversidade;•  Edição de roteiros especiais;•  Impacto ambiental nulo
  6. 6. Projeto Reciclagem LOGÍSTICA REVERSA 1. 4. Consultoras incentivam seus clientes a A Cooperativa retira os resíduos devolver as embalagens vazias dos acumulados na transportadora e as produtos, juntam com as REVISTAS embalagens e materiais pós-consumo da NATURA já utilizadas e armazenam todo Natura são pesados, descaracterizados, material dentro de uma caixa da Natura. manuseados e vendidos para a indústria de reciclagem. 2. 5. No dia que a transportadora chegar com Todos os envolvidos (consumidores, o novo pedido, a consultora entrega a consultores, equipe de entrega) caixa com os materiais da Natura que trabalham de maneira voluntária. recolheu. 3. 6. O material é levado para a filial da 70% do material coletado é papel – transportadora e as caixas coletadas são composto pelas Revistas Natura. armazenadas
  7. 7. A Natura no MeioRevista
  8. 8. CRITÉRIOSConsideramos o meio um instrumento de valorização da menasagem que reforça ovínculo que se estabelece entre a marca e o receptor. Por isso valorizamos meiosde comunicação alinhados ao nosso posicionamento, o que demonstra coerênciaentre o pensar e agir da marca.COERÊNCIA ÉTICA DIVERSIFICAÇÃO• As características e o posicionamento • Este veículo tem conteúdos que • A composição do plano de mídiado veículo (linha editorial, abordagem, reforçam estereótipos que também considera veículos que tratamformato) estão alinhados à nossa combatemos? de temas de nosso interesse, mesmoessência? • A forma como os diferentes perfis de com menor retorno comercial? público são tratados e retratados neste veículo está alinhada ao nosso posicionamento?
  9. 9. Share NaturaMeio RevistaEnquanto o Setor “Higiene e Beleza”diminui o share de investimento nomeio, a Natura aumenta 20% 19% 18% 17% 17% 16% 16% 16% 15% 14% 14% 13% 13% 14% 12% 11% 10% 2008 2009 2010 Setor  Higiene  e  Beleza Natura Fonte: ibope Monitor 37 Mercados
  10. 10. Primeiro anúncio da Naturana Revista Claudia.Veiculado em 1976
  11. 11. COMO SEDIFERENCIAR NOMEIO REVISTA?Cases Natura
  12. 12. •  Inovação•  Customização•  Adequação da mensagem•  Multiplataformas
  13. 13. AmóINOVAÇÃORealização de grande projeto defragrância, transformando a mídiaimpressa em uma experiênciasensorial do produto.De maneira inédita e de alto impactoimplementamos um projeto que utilizou maisde 40 litros de fragrância apresentando opróprio produto e criando uma grandeexperiência para a marca em seu lançamentojunto aos potenciais consumidores.
  14. 14. Natura EkosAçaí no IpadINOVAÇÃOA Natura foi a primeira marca dosegmento a criar um anúncioespecífico para o Ipad.Nessa peça a consumidora afasta os frutoscom os dedos e aos poucos se revela natela o anúncio da linha Ekos Açaí.A adaptação do anúncio aproveitou osrecursos oferecidos pelo meio possibilitandoa interação entre a marca e o leitor darevista.
  15. 15. Chronos CINTA PERSONALIZADA PERSONALIZAÇÃO Cada leitora (assinante) recebia a sua revista com uma cinta que trazia uma mensagem personalizada na capa: “Ana Pereira, aqui tem um Chronos para a suaPRIMEIRA DUPLA SEQUENCIAL história.” A cinta personalizada envolvia a capa da revista e levava ao anúncio apresentando o produto. Através da ação, conseguimos transferir para a consumidora a mensagem de que existe um produto específico para ela, que leva em consideração sua idade e a intensidade de sinais por conta da sua história de vida. SEGUNDA DUPLA SEQUENCIAL
  16. 16. PrêmioClaudiaADEQUAÇÃO DA MENSAGEMA integração entre os valorespromovidos pelo Prêmio Claudiae as crenças da Naturaresultaram na criação de umacategoria exclusiva dedicada aoreconhecimento doempreendedorismo social emnosso canal de vendas: aCategoria Consultora NaturaInspiradora.Essa parceria, inédia em 16 anos dePrêmio Claudia, permite aprofundar epromover as histórias das CNs em umformato diferenciado e adequado ao meio.
  17. 17. NaturaEkosMULTIPLATAFORMANo ano internacional da Biodiversidade,os consumidores de Natura Ekos foramconvidados a participar de um ConcursoCultural no qual deveriam contar,através de fotos ou artigos de suaprópria autoria, experiências pessoaissobre um dos 8 Biomas Brasileiros.A estratégia de mídia utilizada na mecânica doconcurso foi divulgada em toda a plataforma NationalGeographic Brazil (Revista, TV Paga e Internet)através de publieditoriais, programetes e conteúdo noportal.A combinação de meios multiplataforma e a afinidadecom o target comprovou a absoluta adequação eaderência da estratégia de mídia. A audiência deixoude ser passiva, e com isso, despertamos literalmenteo espírito colaborativo, surpreendendo o público epossibilitando o envolvimento deste na construção deconteúdo
  18. 18. Desafios
  19. 19. DESAFIO PARA O MEIO REVISTA• Como entender o consumidor: multimídia ou multitelas?Como conhecer, genuinamente, os hábitos e o comportamento do consumidor para adaptar o conteúdodisponível no meio impresso para outros devices: internet, tablet e mobile?• Como evoluir o formato comercial: compra do meio ou do título?• A classe C, ávida por consumo, vai influenciar nas tiragens dasrevistas até então posicionadas como AB. Novos títulos oulinguagem de conteúdo adaptada?• O core business do meio revista é a segmentação. Ainda há espaçopara novos títulos ? E títulos regionais seria uma tendência nospróximos anos? Será que realmente é uma necessidade de mercado?
  20. 20. Obrigado. AGO 2011 Propaganda Comunicação e Marketing

×