Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Internato em Pediatria I da UFRN - Relatório 2016

228 vues

Publié le

Internato em Pediatria I da UFRN -Relatório 2016 - Relatório apresentado por ocasião da Oficina Pedagógica do Departamento de Pediatria da UFRN - Natal - Dezembro - 2016

Publié dans : Santé & Médecine
  • Soyez le premier à commenter

Internato em Pediatria I da UFRN - Relatório 2016

  1. 1. Internato em Pediatria I PED I Universidade Federal do Rio Grande do Norte Centro de Ciências da Saúde Departamento de Pediatria Relatório 2016Relatório 2016 Apresentação: Profº Leonardo Moura Ferreira de Souza
  2. 2. Internato em Pediatria I
  3. 3. RELATÓRIO – 2016 Internato em Pediatria I RELATÓRIO – 2016 1-Competências 2-Atividades Pedagógicas 3-Métodos de Avaliação 4-Resultados 5-Discussão e Proposições
  4. 4. Internato em Pediatria I Relatório 2016 1-COMPETÊNCIAS (Objetivos Aprendizagem)
  5. 5. Internato em Pediatria I Relatório 2016 1-COMPETÊNCIAS (Objetivos Aprendizagem) Crescimento e desenvolvimento CD Cuidados neonatais; Iniciação em urgência e emergênciaIniciação em urgência e emergência Doenças prevalentes na infância Atuar numa abordagem generalista e humanista. Acolher e comunicar-se com a criança e o acompanhante durante o atendimento. Sistematizar a história clínica (anamnese e exame físico da criança). Registrar adequadamente as anotações no prontuário da criança. Articular as ações de promoção, prevenção, diagnóstico e tratamento de agravos à saúde da criança (integralidade do cuidado). Atuar em alojamento conjunto e sala de parto, com enfoque inicial em neonatologia Atuar nas áreas de atenção primária, com enfoque na pediatria Atuar em serviço de urgência e emergência em pediatria Estabelecer um bom relacionamento com colegas, professores e equipe multiprofissional.
  6. 6. Internato em Pediatria I Relatório 2016 2- ATIVIDADES PEDAGÓGICAS 2.1-Metodologias 2.2- Cenários
  7. 7. 2.1-Metodologias Internato em Pediatria I Relatório 2016 2.1- METODOLOGIAS 2.1.1 – Aulas Teóricas2.1.1 – Aulas Teóricas 2.1.2 Aulas Práticas 2.1.3 Aulas Teórico Práticas 2.1.4 – Sessões Clinicas 2.1.5- CLUBE DE ARTIGO 2.1.6- Momento “TEP 2.1.7-Ginkana de Dermatologia Pediátrica 2.1.8 “CADEIRÃO DO PED I 2.1.9 Discussão de Casos Clínicos 2.10 Revisão de Conteúdo- Simulação de Casos Clínicos 2.11- Anatomo Clínica
  8. 8. Internato em Pediatria I Relatório 2016 2.1-Metodologias Expositivas Casos Clínicos Abordagem “Situação Problema” Resolução Questões Pré e Pós Teste 2.1.1- Aulas Teóricas
  9. 9. Aulas Teóricas Casos Clínicos
  10. 10. Situação Problema 1: Febre e Dor de garganta Aulas Teóricas Abordagem “Situação Problema -IVAS Situação Problema 2: Criança coriza e/ou toseSituação Problema 2: Criança coriza e/ou tose sem dificuldade para respirar e/ou alteração FR Situação Problema 3: Criança com otalgia Situação Problema 4: Criança com tosse ladrante e ou estridor (audível sem estetoscópio
  11. 11. Internato em Pediatria I Relatório 2016 2.1-Metodologias 2.1.2- Aulas Práticas
  12. 12. Internato em Pediatria I 2.1-Metodologias Relatório 2016 2.1.3- Aulas Teórico Práticas - Reanimação Neonatal -Suporte Avançado em Pediatria
  13. 13. Internato em Pediatria I 2.1-Metodologias Relatório 2016 2.1.3- Aulas Teórico Práticas Urgência xEmergência (Prof Iluska)
  14. 14. Internato em Pediatria I 2.1.4- Sessões Clinicas Relatório 2016 2.1-Metodologias 2.1.4- Sessões Clinicas Sessões Clínicas 2.1.1 – “Flashs” em Pediatria 2.1.2 – Casos Ambulatoriais Interessantes (C.A.I) 2.1.3- “Eu Estive Lá” 2.1.4 – Diagnóstico Visual em Pediatria (DVP)
  15. 15. 2.1.3.1- “Flashs” em Pediatria 2.1.4 – Sessões Clinicas
  16. 16. 2.1.3.2 - Casos Ambulatoriais Interessantes 2.1.4- Sessões Clinicas
  17. 17. 2.1.3.3 “Eu Estive Lá” 2.1.4-Sessões Clinicas
  18. 18. 2.1.3.4 -“Diagnóstico Visual em Pediatria - DVP 2.1.4 -Sessões Clinicas
  19. 19. Internato em Pediatria I Relatório 2016 2.1-Metodologias 2.1.5 – CLUBE DE ARTIGO
  20. 20. 2.1.5 – CLUBE DE ARTIGO
  21. 21. 2.1.5 – CLUBE DE ARTIGO
  22. 22. 2.1.5 – CLUBE DE ARTIGO Doutorandos: Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Pediatria Internato em Pediatria I APRESENTAÇÃO: Doutorandos: Alesson Marinho Juliane Gregório Renata Aguiar COORDENAÇÃO: PROF: PROF. .LEONARDO M.F. SOUZA
  23. 23. Internato em Pediatria I Relatório 2016 2.1-Metodologias 2.1.6 – Momento TEP (Resoluções de questões)
  24. 24. Internato em Pediatria I Relatório 2016 2.1-Metodologias 2.1.7- Ginkana de Dermatologia Pediátrica
  25. 25. Internato em Pediatria I Relatório 2016 2.1-Metodologias 2.1.8 - Cadeirão do PED I (Argüição oral)
  26. 26. Internato em Pediatria I Relatório 2016 2.1-Metodologias 2.1-9- Discussão de Casos (Ambulatórios, Unidade B )
  27. 27. Internato em Pediatria I 2.1-Metodologias Relatório 2016 2.1-9- Discussão de Casos (Ambulatórios,) Metodologia dos 7 Anões (Baixa Estatura)
  28. 28. Internato em Pediatria I 2.1-Metodologias Relatório 2016 2.1-10- Revisão de Conteúdo - Simulação de Casos Clínicos (Ambulatórios,)
  29. 29. Internato em Pediatria I Relatório 2016 2.1-Metodologias 2.1.11- Anatomo- Clínica
  30. 30. Internato em Pediatria I Relatório 2016 2- ATIVIDADES PEDAGÓGICAS 2.2 – Cenários2.2 – Cenários Cenários de Prática 2.2.1 – Sala de Parto (MEJC) 2.2.2 Alojamento Conjunto (Unidade B) 2.2.3- Ambulatório HOSPED 2.2.4 – Ambulatório USFC 2.2.5- Laboratório de Habilidades 2.2.6- Centro de Saúde Anita Garibaldi 2.2.7-Pronto Socorro Infantil Sandra Celeste
  31. 31. Internato em Pediatria I Relatório 2016 2.2 – Cenários 2.2.1- Sala de Parto (MEJC)
  32. 32. Internato em Pediatria I Relatório 2016 2.2 – Cenários 2.2.2-Unidade B-Alojamento Conjunto(MEJC)
  33. 33. Internato em Pediatria I 2.2.3- Ambulatório 2.2 – Cenários Relatório 2016 2.2.3- Ambulatório HOSPED -Pediatria Geral - Puericultura - Neonatologia/ 5º Dia Útil -Cirurgia Pediátrica - Síndrome de Down - Infecções Congênitas - Microcefalia
  34. 34. Internato em Pediatria I Relatório 2016 2.2 – Cenários 2.2.4- Ambulatório USFC -Pediatria Geral, -Puericultura
  35. 35. Internato em Pediatria I Relatório 2015 2.2 – Cenários 2.2.5 - Laboratório de Habilidades
  36. 36. Internato em Pediatria I Relatório 2016 2.2 – Cenários 2.2.6- Centro de Saúde Anita Garilbadi
  37. 37. Internato em Pediatria I Relatório 2016 2.2 – Cenários 2.2.7- Pronto Socorro Infantil Sandra Celeste
  38. 38. Internato em Pediatria I Relatório 2016 3- MÉTODOS DE AVALIAÇÃO
  39. 39. Internato em Pediatria I Relatório 2016 3. – Métodos de Avaliação 3.1-Avaliação Cognitiva
  40. 40. Internato em Pediatria I Relatório 2016 3 – Métodos de Avaliação 3.2-Avaliação Prática MINICIEX
  41. 41. Internato em Pediatria I Relatório 2016 3 – Métodos de Avaliação 3.3- Avaliação Atitudinal
  42. 42. Internato em Pediatria I Relatório 2016 3 – Métodos de Avaliação 3.4- Projeto de Intervenção
  43. 43. CALENDÁRIO DE PUERICULTURA (RN TERMO/AIG)
  44. 44. Internato em Pediatria I Relatório 2016 3 – Métodos de Avaliação 3.5-Ginkana de Dermatologia Pediátrica3.5-Ginkana de Dermatologia Pediátrica
  45. 45. Internato em Pediatria I 3 – Métodos de Avaliação Relatório 2016 3.6- Anatomo Clinica
  46. 46. Internato em Pediatria I Relatório 2016 4- RESULTADOS
  47. 47. Internato em Pediatria I 4- RESULTADOS Relatório 2016 4.1- COMPETÊNCIAS 4- RESULTADOS
  48. 48. 1. O Internato em Pediatria I contribuiu na aquisição de competências para: 5 10 15 20 25 30 35 0 Ótimo Ruim
  49. 49. “””’””Dos tópicos avaliados acima, o que deixou mais a desejar foi o rodízio de urgência e emergência . Pelo fato de que neste cenário ficamos subordinados a preceptores que não adotam condutas baseado em evidencia e que não incitam a discussão de casos”
  50. 50. Internato em Pediatria I 4- RESULTADOS Relatório 2016 4.2- METODOLOGIAS 4- RESULTADOS
  51. 51. 2. Como você avalia as diferentes metodologias de ensino- aprendizagem aplicadas pela disciplina? 5 10 15 20 25 30 35 0 5 Ótimo Ruim
  52. 52. “”A aula de“”A aula de Diagnóstico Visual em Pediatria foi uma das melhores. Ótima ideia,professores..Não deixem de fazê-la nas próximas turmas”” “Acho a anatomo- clínica uma atividade muito especifica que pouco contribui para a formação do generalista”
  53. 53. Internato em Pediatria I 4- RESULTADOS Relatório 2016 4.3- CENÁRIOS 4- RESULTADOS
  54. 54. 3- Como você avalia os diferentes cenários de práticas oferecidos para o desenvolvimento do seu processo de aprendizagem, considerando estrutura, organização e qualidade dos recursos disponíveis? 20 25 30 35 0 5 10 15 Unidade de Saúde Familiar e Comunitária - USFC Ambulatório de Pediatria geral/Puericultura - HOSPED Ambulatório de Cirurgia Pediátrica - HOSPED Centro de Saúde Anita Garilbaldi- CSAG Sala de Parto da MEJC Alojamento conjunto /Unidade B Pronto Socorro Infantil Sandra Celeste Ótimo Ruim
  55. 55. “””’”””””Acredito que ainda há uma deficiência “””ainda há uma deficiência no PED I no que tange à urgência e emergência devido a falta de estrutura, recursos e procedimentos oferecidos pelo PS Municipal” “”” Ambulatório –HOSPED: Insuficiência de salas; 2 até 3 atendimentos simultâneos;Sala de Parto MEJC: não temos um lugar certo para guardar material de forma segura””’”””””
  56. 56. Internato em Pediatria I 4- RESULTADOS Relatório 2016 4.3- MÉTODOS DE AVALIAÇÃO 4- RESULTADOS
  57. 57. 4- Como você avalia os diferentes métodos utilizados pela disciplina na avaliação discente? 20 25 30 35 0 5 10 15 Prova Teórica (avaliação cognitiva) Avaliação Atitudinal Avaliação de Habilidades Gincana Dermatológica Anátomo Clínica Projetos de Intervenção Ótimo Bom
  58. 58. “””’””””””Os Projetos de ”O Miniciex é de suma importância e deve ser mantido” “””’””””””Os Projetos de Intervenção são muito bons e ajudam as turmas subseqüentes”
  59. 59. RESULTADOS
  60. 60. RESULTADOS “O PED I cumpre o compromisso em nos tornar médicos generalistas aptos na atenção e cuidado infantil”. “O Internato foi muito bom; bem integrado e organizado, despertando o interesse e admiração de muitos pela pediatria” “ O PED I é um Internato bem estruturado e pensado. Referência!!!
  61. 61. RESULTADOS
  62. 62. PONTOS POSITIVOS •Visão completa da puericultura e das doenças mais prevalentes da pediatria geral – Consolidação de conhecimentos •Excelente preparo para atuação na pediatria como médico generalista •Preceptoria ( empenho, dedicação, compromisso)•Preceptoria ( empenho, dedicação, compromisso) •Organização/ Coordenação •Enfoque humanista •Acolhimento dos Professores com alunos (ambulatórios) •Respeito ao aluno- dialogo •Comprometimento com o aprendizado •Metodologias de ensino (bem elaboradas e modernas) •Diagnóstico visual •Práticas- Diversidade de cenários •Plantões na sala de parto •Aulas teórico práticas e o L.H •Cronograma bem elaborado
  63. 63. PONTOS NEGATIVOS •Rodízio de urgência x emergência- Condutas,discussões, preceptoria(poucos professores; resistência em receber alunos)receber alunos) •Evolução no alojamento conjunto – finais de semana – 6,7.8 crianças- fere as normas do Internato (previsão de 5) •Acomodação dos doutorandos sala de parto (pertences) •Não atuação em UBS •Atendimento simultâneo nos ambulatórios HOSPED
  64. 64. SUGESTÕES PARA MELHORIA •Mais aula no LAB – SIMULAÇÃO CASOS URGÊNCIA (Prof Iluska) •Inserção de Professor- Preceptor – P.S Infantil- Melhora Plantão no PS•Inserção de Professor- Preceptor – P.S Infantil- Melhora Plantão no PS •Mais discussão de casos- A. Conjunto (Finais semana) •Padronização de condutas (A. Conjunto) •Dividir os leitos com os Residentes no FS •Disponibilizar melhor acomodação na sala parto (pertences) •Atividade na atenção primária – Inserir a MFC •Pós testes,após aulas •Incrementar programação teórica- Aulas – Casos clínicos- Diarréia, ITU
  65. 65. Internato em Pediatria I 5- DISCUSSÃO E PROPOSIÇÕES Relatório 2016 5- DISCUSSÃO E PROPOSIÇÕES INOVAÇÕES PARA 2017
  66. 66. • Melhorar o Rodízio de Urgência : Inserção professor preceptor? • Maior inserção na atenção primária- MFC •Final de semana Alojamento Conjunto: estipular n de pacientes x dividir com residentes ? Todo grupo evoluir? •Padronização condutas (Alojamento conjunto) PROPOSIÇÕES E INOVAÇÕES PARA 2017 •Padronização condutas (Alojamento conjunto) •Melhor acomodação na sala de parto •Participação no Congresso Brasileiro de Pediatria /CIENTEC •Pós testes após aulas (fixação conteúdo) •Incremento na Programação teórica (perdas) Aulas no LH – Simulação Urgência x Emergência Aulas Casos clínicos (Novos temas- Diarreia, ITU, outros •Aprimorar Discussões cientificas (Setores) •Diminuir nº atendimentos simultâneos
  67. 67. Mensagem Final
  68. 68. “Eis a nuance: a porta de um médico nunca deve estar fechada. A porta de um pediatra deve sempre estar aberta. As crianças não batem, pedindo para entrar. Elas batem e esmurram, pedindo para sair. Obrigado PED 1 por abrir essa porta para mim.” Ddo Igor Guedes
  69. 69. http://pediatriaemfoco.blogspot.com.br/
  70. 70. OBRIGADO!

×