Ce diaporama a bien été signalé.
Le téléchargement de votre SlideShare est en cours. ×

A escolha das provas

Ad

A história foi escrita originalmente por Mário Boari Tamassia.
As ilustrações foram criadas por Milton Kennedy e o uso
des...

Ad

Num belo dia...Num belo dia...
_ MARLY.... MARLY...
_ Ah, Toizinho, a Marly está tão desanimada, desde
que o Tio Virgílio ...

Ad

_ Se eu dissesse você não acreditaria...
_ Ahhh... Desculpe Toinzinho... não estou a fim de
brincar... Além do mais me deu...

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Ad

Chargement dans…3
×

Consultez-les par la suite

1 sur 10 Publicité
1 sur 10 Publicité

A escolha das provas

História escrita originalmente por Mário Boari Tamassia.
Ilustrações; Milton Kennedy
( O uso destas, pelo Bloguinho Espírita, foi gentilmente autorizado pelo ilustrador)

História escrita originalmente por Mário Boari Tamassia.
Ilustrações; Milton Kennedy
( O uso destas, pelo Bloguinho Espírita, foi gentilmente autorizado pelo ilustrador)

Plus De Contenu Connexe

A escolha das provas

  1. 1. A história foi escrita originalmente por Mário Boari Tamassia. As ilustrações foram criadas por Milton Kennedy e o uso destas, pelo Bloguinho Espírita, foi gentilmente autorizado pelo ilustrador.
  2. 2. Num belo dia...Num belo dia... _ MARLY.... MARLY... _ Ah, Toizinho, a Marly está tão desanimada, desde que o Tio Virgílio morreu! _ Será que ela não quer brincar? Vou conversar com ela, quem sabe se anima... _ Pode ir filho... Tomara que você consiga! _ Oi, prima, tudo bem? _ Toizinho! Eu estou tão chateada... _ Já sei... por causa do Tio... Não fique assim, Marly... o Tio está bem! _ Eu sinto muito a falta dele! Espero que ele tenha ido para um bom lugar! Quando a gente morre vai pra outro lugar, não vai? _ Eu tenho certeza que sim!!! _ Como você pode saber?
  3. 3. _ Se eu dissesse você não acreditaria... _ Ahhh... Desculpe Toinzinho... não estou a fim de brincar... Além do mais me deu sono... Acho que vou dormir um pouquinho...dormir um pouquinho... _ Tchau , Tia... _Tchau, Toizinho ...(e pensava: coitado... não conseguiu animar a Marly...) Enquanto isso, Marly dormia e acabou se encontrando com quem?!!
  4. 4. Pois é... com o Espírito Tio Virgílio... e eles conversaram muito, muito... _ Marly, minha sobrinha querida... _ TIO VIRGÍLIO!!!!!!!!!!! _ Em carne e osso... quer dizer, Espírito!!!_ Em carne e osso... quer dizer, Espírito!!! _ Pra onde o Senhor foi, Tio? Eu quero saber! _ Calma, Marly! Cada coisa a seu tempo! Eu estou num lugar muito bom! Mas eu mereci isso! Sofri um pouco na vida, mas isso foi para o meu aperfeiçoamento! _ Como assim, Tio? _ O Espírito escolhe os tipos de provas que deseja sofrer antes da vida corpórea! _ Então não é Deus que impõe as tribulações da vida como castigo? _ Nada acontece sem o consentimento de Deus, porque foi Ele que criou todas as regras que regem o Universo! Sabe querida, o caminho do bem e do mal está a frente do Espírito e ele pode escolher qual dos dois seguir, por Deus lhe dar livre-arbítrio. Dessa forma deve assumir toda a responsabilidade pela sua escolha! _ E se ele escolhe o caminho do mal?
  5. 5. _Deus, na Sua Bondade, permite que recomece o que foi mal feito! _ Mas é necessário distinguir o que é obra da vontade de Deus e o que é obra da vontade do Homem! Se um perigo te ameaça, não foi você que o criou, mas sim Deus, porém tivestes vontade de te expor a ele e se ele contribui para o teu melhoramento, Deus o permite! _ Então, Tio, todas as tribulações da vida foram previstas e escolhidas por nós? _ Todas não, algumas... _ Não é possível escolher tudo o que vai lhe acontecer no mundo. O Espírito escolhe os tipos de provas. Já os detalhes tem inúmeras variantes, decorrentes da posição escolhida e das próprias ações! _ Cada um quer ser provado à sua maneira, uns optam pela riqueza e poder e outros pela miséria, embora esta leve a murmurações e aquelas a todosembora esta leve a murmurações e aquelas a todos os excessos. Muitos sucumbem ao realizá-las! _ Noossaa!!!!! _ O Espírito que nasce entre os malfeitores, por exemplo, já sabe a que deslizes irá se expor, mas não conhece cada um dos atos que vai praticar, porque estes atos são produtos de seu livre-arbítrio! _ O Espírito sabe que ao escolher esse caminho terá de passar por esse gênero de lutas e sabe das vicissitudes que irá encontrar, mas não sabe que acontecimentos o aguardam! _ Então, Tio, os detalhes nascem das circunstâncias e das forças das coisas? _Sim, Marly, apenas os grandes acontecimentos, aqueles que influem no destino são previstos! _ Como um Espírito pode querer nascer entre gente de má vida? _ Mas, Titio, não seria natural que o Espírito pedisse provas , menos penosas?
  6. 6. _ O Espírito pensa de forma diferente da vossa! _ Marly, na nossa vida corpórea, devido à influência das idéias carnais, só vemos o lado penoso das provas. Mas na vida espiritual é diferente! Quanto mais rude for a prova e se o Espírito a suportar com maior dedicação, mais ele se elevará! _ Sabe, sobrinha querida, O Espírito compara os prazeres fugidios e grosseiros com a felicidade inalterável que entrevê, então o que lhe importa alguns sentimentos passageiros? _ Assim o Espírito pode escolher a prova mais dura, na existência mais penosa com a esperança de alcançar um estado melhor mais rapidamente! _ Depois de cada existência, o Espírito vê o progresso que fez e quanto ainda falta em pureza, para atingir o fim vislumbrado! _ No seu estado de imperfeição, o espírito não pode_ No seu estado de imperfeição, o espírito não pode apenas entrevê! E é para atingi-la que procura aprimorar-se! _ Aqueles que dizem que se pudessem escolher suas existências, pediriam a de príncipes ou milionários são como míopes que não vêem onde tocam. _ Puxa, Titio, isso parece com a nossa vida! Os homens trabalham freneticamente durante uma arte de suas vidas... _ Para depois desfrutar do bem-estar de uma vida melhor! É uma tarefa auto-imposta! _ É mesmo, titio!!! _ A quê o homem não se expõe e se submete pela sua glória ou seu interesse! A vida humana é assim o decalque da vida espiritual!!!! _ Todos os Espíritos, no estado errante, buscam, estudam e observam para fazer sua escolha!
  7. 7. _ Na vida corpórea também fazemos assim! Buscamos através dos anos a carreira que livremente escolhemos, por ser mais apropriada a nossos objetivos! _ Se fracassamos numa, procuramos outra, cada carreira que abraçamos é uma fase, um período da vida!!! _ Não passamos os dias pensando o que fazer nos dias seguintes? Ora... O que são as diferentes existências corpóreas para o Espírito senão fases , períodos, dias da sua vida espírita que, como sabemos, é a vida normal, não sendo a vida corpórea mais do que transitória, passageira? _ Durante a vida corporal o Espírito pode fazer a sua escolha? _ Acontece às vezes... Mas normalmente a escolha é_ Acontece às vezes... Mas normalmente a escolha é feita no estado de espírito! _ O Espírito tem que passar constantemente por essas provas para atingir o Estado de perfeita pureza? _ Bem... As provas não são como vocês as entendem! Vocês chamam de provas as tribulações materiais, mas o Espírito, chegando a um certo grau, ainda que imperfeito, não tem mais nada a sofrer! Embora sempre tenha deveres que o ajudam a se aperfeiçoar, e esses deveres não são penosos para ele, a não ser os de ajudar os outros a se aperfeiçoarem! _ Mas o Espírito nunca se engana ao escolher suas provas?
  8. 8. _ É claro que sim! E se a prova estiver acima de suas forças ele pode sucumbir! Pode errar também ao escolher uma prova que não lhe dê proveito nenhum, como um gênero inútil e ocioso! Há pessoas que desejam ser experimentadas por uma vida de decepções, a fim de exercitarem a sua resignação! _ Como se explica as vocações de certas pessoas, como as artes, por exemplo, Tio? _ Acho que você mesmo pode responder a essa questão. Não lhe parece ser a consequência de tudo o que dissemos sobre a escolha das provas e sobre o progresso realizado numa existência anterior? _ Um espírito inferior, poderia nascer em um mundo superior? _ sim, há os que se extraviam ao quererem subir muito alto. Mas aí ficam deslocados porque seusmuito alto. Mas aí ficam deslocados porque seus hábitos e instintos chocam-se com os do mundo mais desenvolvido! _ E um homem que pertença a uma civilização mais adiantada poderia, por expiação, nascer em uma mais atrasada, como certas nações indígenas? _ Sim, isso depende do gênero da expiação ! Aquele que mandou numa época e foi duro, pode em outra existência, obedecer aos que se curvaram ante sua vontade! _ Titio, com essas suas explicações acho que entendo porque o senhor está num bom lugar! _ Ótimo... Agora vá descansar! Aí, no dia seguinte, Marly mais animada levanta-se e vai atrás do Toinzinho , que se encontra no parque, vamos ver o papo deles?
  9. 9. _ Toinzinho... Toinzinho..._ Toinzinho... Toinzinho... _ Oi Marly.... _ Oi... Toinzinho, você tinha razão! O Tio Virgílio está muiiito bem mesmo... Sonhei com ele esta noite!! _ O quê?! De que você está falando Marly? _ Lembra que você foi em casa, ontem, me chamar para brincar e eu estava desanimada, triste e aí você falou que... _ Peraí, Marly... Peraí... Eu não fui na tua casa te chamar... _ Nãããããooooo???!!!! Então... quem... _ ????? _ Ahhhh!! Agora eu entendi tudo...diz Marly rindo... Aquela roupa.. Esse Tio Virgílio.... (enquanto isso, atrás do muro... o Espírito Amigo Superior está falando para o Tio Virgílio: _ Virgílio!! Da próxima vez vê se coloca ao menos uma roupa igual a do menino!!!! )
  10. 10. _ Enquanto isso, atrás do muro... o Espírito Amigo_ Enquanto isso, atrás do muro... o Espírito Amigo Superior está falando para o Tio Virgílio: _ Virgílio!! Da próxima vez vê se coloca ao menos uma roupa igual a do menino!!!! ) FORMATAÇÃO REALIZADA POR:

×