Ce diaporama a bien été signalé.
Le téléchargement de votre SlideShare est en cours. ×

DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS E OPERAÇÕES - ORGANIZAÇÕES VISÃO MACRO

Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité

Consultez-les par la suite

1 sur 73 Publicité
Publicité

Plus De Contenu Connexe

Les utilisateurs ont également aimé (20)

Similaire à DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS E OPERAÇÕES - ORGANIZAÇÕES VISÃO MACRO (20)

Publicité

Plus par WeNova Consulting (20)

Plus récents (20)

Publicité

DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS E OPERAÇÕES - ORGANIZAÇÕES VISÃO MACRO

  1. 1. DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS E OPERAÇÕES BRUNO SOUZA GOMES
  2. 2. RESUMO APRESENTAÇÃO PLANO DE CURSO METODOLOGIA AVALIAÇÃO BIBLIOGRAFIA FGV-RJ - DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS E OPERAÇÕES - 2 BRUNO GOMES
  3. 3. APRESENTAÇÃO O QUE VAMOS ESTUDAR? FGV-RJ - DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS E OPERAÇÕES - 3 BRUNO GOMES
  4. 4. PLANO DE CURSO FEVEREIRO MARÇO ABRIL MAIO Visão Geral Análise de Mercado Ciclo de Vida de Inovação Produtos e Serviços Produtos e Serviços Roadmapping Prototipagem Estratégia de e Manufatura Digital Cadeia de Suprimento Metanacional Operações Fontes de Consulta Textos Slack Gaither Slides e Exercícios Complementares FGV-RJ - DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS E OPERAÇÕES - 4 BRUNO GOMES
  5. 5. Bibliografia Sugerida BOWERSOX, Donald – Gestão da Cadeia de Suprimentos e Logística. Rio de Janeiro: ELSEVIER, 2007 BALLOW, Ronald – Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos / Logística Empresarial. Porto Alegre: BOOKMAN, 2006 TAYLOR, David – Logística na Cadeia de Suprimentos, uma perspectiva gerencial. São Paulo: PEARSON, 2006 NOVAES, Antonio – Logística e Gerenciamento da Cadeia de Distribuição. Rio de Janeiro: ELSEVIER, 2007 FLEURY, Paulo – Logística Empresarial, A Perspectiva Brasileira. São Paulo: ATLAS, 2000 SOUZA, Gueibi – Métodos Simplificados de Previsão Empresarial – Rio de Janeiro: CIÊNCIA MODERNA, 2008 MARTINS, Petrônio – Administração da Produção – São Paulo: SARAIVA, 2005
  6. 6. Bibliografia Complementar CHOPRA, Sunil; MEINDL, Peter. Gerenciamento da cadeia de suprimentos. São Paulo: Prentice Hall, 2003. CHRISTOPHER, M. Logística e gerenciamento da cadeia de suprimentos – criando redes que agregam valor. 2ª ed.. São Paulo: Thomson (Cengage), 2007. PIRES, Silvio R. I.. Gestão da cadeia de suprimentos: conceitos, estratégias, práticas e casos. São Paulo: Atlas, 2004. SIMCHI-LEVI, David et al.. Cadeia de suprimentos: projeto e gestão – conceitos, estratégias e estudos de casos. Porto Alegre: Bookman, 2003.
  7. 7. Evolução da Matéria Administração de Operações Planejamento e Controle da Produção, Tecnologias de Processo, Desenvolvimento de Produtos, Objetivos de Desempenho, Estratégias de Produção, Qualidade, etc. Logística Empresarial Infra-Estrutura, Previsão de Demanda, Sistemas de Informação, Estoques, Transportes, Embalagem, Planejamento de Rede, etc.
  8. 8. Conceito Do grego LOGISTIKOS, do qual o latim LOGISTICUS é derivado, ambos significando cálculo e raciocínio
  9. 9. Conceito “O ramo da ciência militar que lida com a obtenção, manutenção e transporte de material, pessoal e instalações” (Websters,1993)
  10. 10. Conceito “Logística é o processo de planejar, implementar e controlar de maneira eficiente o fluxo e a armazenagem de produtos, bem como os serviços e informações associados, cobrindo desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com o objetivo de atender aos requisitos do consumidor” (Novaes, 2001 / CLM)
  11. 11. Conceito
  12. 12. Conceito
  13. 13. Conceito
  14. 14. Onde a Logística se aplica?
  15. 15. Case Um vestido de noiva usado foi vendido para uma inglesa por R$ 120,15. Nesse valor já estão o preço do vestido e a taxa de entrega.
  16. 16. Case Quanto custou a entrega?
  17. 17. Case
  18. 18. Pensamento “If you are smart enough to make it, aggressive enough to sell it, then any dummy can get it there”
  19. 19. GLOBALIZAÇÃO & INTERNACIONALIZAÇÃO
  20. 20. GLOBALIZAÇÃO “A globalização é um dos processos de aprofundamento da integração econômica, social, cultural, política, que teria sido impulsionado pelo barateamento dos meios de transporte e comunicação dos países do mundo no final do século XX e início do século XXI” Fonte: Wikipédia
  21. 21. QUAL IMPACTO DA GLOBALIZAÇÃO NA LOGÍSTICA EMPRESARIAL?
  22. 22. EFEITOS DA GLOBALIZAÇÃO
  23. 23. EFEITOS 1 - MELHORA DA QUALIDADE DE VIDA 2 - OUTSOURCING 3 - ?PONTENCIALIZA DESENVOLVIMENTO? 4 - ...
  24. 24. Comércio Internacional 80% Produtos físicos
  25. 25. Comércio Internacional Produto físico X Produto virtual
  26. 26. Desafio IMPACTOS DA ECONOMIA DIGITAL NA LOGÍSTICA EMPRESARIAL (FLUXO DE BENS, SERVIÇOS E INFORMAÇÕES)
  27. 27. Economia Digital
  28. 28. Conceitos de Logística Custo + margem custo
  29. 29. Proposta de Valor da Logística
  30. 30. Conceitos de Logística “Nosso maior problema era de logística. Tivemos que comprar pequenos caminhões para transitar nas ladeiras e nas ruas estreitas de Salvador.” Michael Klein, Diretor executivo das Casas Bahia, ao anunciar a inauguração das quatro primeiras lojas da rede na Bahia (Revista Época nº572 maio 2009)
  31. 31. Conceitos de Logística “Antes que seja tarde” Por causa da crise, grandes empresas passaram a ser a única fonte de alternativa de financiamento de fornecedores com dificuldade Paulo Rocca, Diretor de Compras da Bosch “Um problema com eles pararia metade da indústria automotiva nacional” (Revista Exame nº7 22/04/2009)
  32. 32. Desafio POR QUE GLOBALIZAR?
  33. 33. Desafio POR QUE SE INTERNACIONALIZAR?
  34. 34. Desafio
  35. 35. Desafio
  36. 36. Desafio
  37. 37. Desafio
  38. 38. Desafio
  39. 39. Desafio
  40. 40. Desafio
  41. 41. Desafio
  42. 42. Desafio
  43. 43. Desafio
  44. 44. Desafio
  45. 45. Desafio
  46. 46. Desafio
  47. 47. Desafio
  48. 48. Desafio
  49. 49. Desafio
  50. 50. Globalização Presença Global não significa Presença Física Significa Canais de Distribuição Diferenciados NOVA DIMENSÃO DO SUPPLY CHAIN
  51. 51. Globalização Impacto da EraDigital (.com) na Logística Empresarial
  52. 52. Globalização “A Vantagem Competitiva das Nações” (Michael Porter) Alemanha – químicos e ópticos; Suíça – relógios e chocolates; Japão – eletrônicos...
  53. 53. Globalização
  54. 54. Globalização http://www.lifung.com/eng/global/home.php
  55. 55. Globalização http://www.lifung.com/eng/global/home.php Modularizado e Disperso
  56. 56. Globalização
  57. 57. Globalização
  58. 58. Globalização
  59. 59. Globalização
  60. 60. Proposta de Valor da Logística Quais são as variáveis relacionadas ao Desempenho Logístico? Disponibilidade x Desempenho Operacional (veloc + qualid) X Confiabilidade + falhas (sempre existirão)
  61. 61. Proposta de Valor da Logística
  62. 62. Leitura
  63. 63. JOE SANTOS LIBERTE-SE DA GEOGRAFIA
  64. 64. JOE SANTOS O que essas grandes marcas tem em comum?
  65. 65. JOE SANTOS tornaram-se globais projetando sua fórmula de sucesso local
  66. 66. JOE SANTOS A origem de sua força estava nas vantagens que haviam desenvolvido no mercado interno, se tornando líderes nacionais
  67. 67. JOE SANTOS BAYER e BASF competências locais na química molecular + capacidade de transporte fluvial no Reno
  68. 68. JOE SANTOS YAHOO, ORACLE, INTEL competências locais às tecnologias emergentes + demanda por alto nível de tecnologia na região
  69. 69. JOE SANTOS P&G, NESTLE, UNILEVER Projeção Global + adaptação Local
  70. 70. JOE SANTOS FORD e GM Projeção Global na Europa, America Latina e Ásia Por que perderam o domínio?
  71. 71. JOE SANTOS O mundo está repleto de regiões de tecnologia e de conhecimento de mercado insuficientemente explorados.

×