Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Automação Predial 4.0

266 vues

Publié le

Jaime Díaz de la Cruz | Palestrante
Engenheiro Eletrônico (Las Palmas de Gran Canaria, Espanha). Projetista de sistemas prediais, tendo atuado nas empresas: Light & Power, Austin Brasil, Milder Kaiser e Natron. Sócio da CD Consultoria e Projetos. Participou da elaboração de projetos industriais para empresas de mineração e de transformação. Liderou projetos de instalações elétricas e de automação de empreendimentos de médio e grande porte, no segmento de prédios comerciais e corporativos. Criou um padrão de projetos adotado em novos empreendimentos (Triple A) em São Paulo.

Eduardo Díaz de la Cruz | Palestrante
Projetista de sistemas prediais desde 2006. Formou-se em engenharia elétrica pela Universidade Paulista em São Paulo. Sócio-Gerente da CD Consultoria e Projetos, tem participado da coordenação e execução de projetos executivos de instalações elétricas e de automação de edifícios corporativos de grande porte. Participa como membro do GENE (Grupo de Excelência de Negócios de Energia) do Conselho Regional de Administração de São Paulo (CRA-SP).

Publié dans : Carrière
  • Soyez le premier à commenter

  • Soyez le premier à aimer ceci

Automação Predial 4.0

  1. 1. Palestra 30/05/2019 – 17h CRA-SP Auditório Cerejeira Palestrantes: Jaime Díaz de la Cruz Eduardo Díaz de la Cruz Apresentação do Tema e Lançamento do Livro: Automação Predial 4.0 A Automação Predial na Quarta Revolução CRA-SP CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE SÃO PAULO
  2. 2. Automação Predial 4.0 A Automação Predial na Quarta Revolução Autores: Jaime Díaz de la Cruz Eduardo Díaz de la Cruz Coordenadores: Eduardo M. Dias Maria L. R. P. D. Scoton Fotografia da Capa: Jafo
  3. 3. I PARTE O PROJETO 1 AUTOMAÇÃO PREDIAL 4.0 2 EMPREENDIMENTO E PROJETO 3 O PROJETO DE AUTOMAÇÃO PREDIAL II PARTE AS REDES 4 SISTEMAS EM REDE DOS PRÉDIOS 5 INTRODUÇÃO À REDE CONTROLADORA 6 HARDWARE DAS REDES DE CONTROLE 7 SOFTWARE DAS REDES DE CONTROLE III PARTE O SISTEMA DE COMUNICAÇÃO 8 O SISTEMA DE COMUNICAÇÃO 9 MODELOS DE PROTOCOLOS 10 PROTOCOLOS ABERTOS PARA AUTOMAÇÃO e IoT 11 INTERFACES E MEIO FÍSICO IV PARTE SUBSISTEMAS INTEGRADOS 12 O SISTEMA NA PRÁTICA 13 GERENCIAMENTO DE ENERGIA 14 CONTROLE DE AR CONDICIONADO 15 SISTEMAS CRÍTICOS 16 CONTROLE DE ILUMINAÇÃO 17 CONTROLE DE MOTOBOMBAS E RESERVATÓRIOS 18 DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO 19 CONTROLE DE ACESSO V PARTE CONCLUSÕES 20 CONCLUSÕES 4.0 Quadro de Conteúdo por Capítulo
  4. 4. Parte I : O PROJETO Três pontos de Apoio Principais: • Sistema de Automação Predial • Sistemas de Telecomunicações • Gerenciamento da Informação Gerenciamento e Coordenação: • Importância do Gerenciador • Atender necessidades do Cliente. • Coordenação entre as disciplinas. Conceito e Denominação do PGP - Programa de Gerenciamento Predial
  5. 5. Parte I : O PROJETO
  6. 6. Parte I : O PROJETO PGP - Programa de Gerenciamento Predial Definição: • Memorial detalhado de critérios de como o prédio deverá operar. • Elaborado na etapa de conceituação do empreendimento antes da contratação dos projetos executivos de instalações. • Deverá orientar também como deverão operar os subsistemas. Deverá ser elaborado por profissional da área de projetos com uma visão multidisciplinar e de forma coordenada com a concepção arquitetônica do edifício.
  7. 7. Redes de Automação Arquitetura Convencional de Automação do Edifício Corporativo Parte II : AS REDES
  8. 8. Redes de Automação EXEMPLO TÍPICO DE REDE DE CONTROLE Principais Elementos: ➢ Controladoras Primárias ➢ Controladoras Secundárias ➢ Terminal de Controle Parte II : AS REDES
  9. 9. Parte II : AS REDES Integração da Rede de Automação com Rede Corporativa
  10. 10. MODELOS DE PROTOCOLOS PROTOCOLOS ABERTOS e IoT INTERFACES AO MEIO FÍSICO Parte III : COMUNICAÇÃO
  11. 11. CAMADAS QUE COMPÕE O SISTEMA DE COMUNICAÇÃO Parte III : COMUNICAÇÃO PASSO I : GERAÇÃO DE UM PACOTE DE INFORMAÇÃO PASSO II: ACESSO AO MEIO FÍSICO PASSO III: CODFICAÇÃO DE UMA SINALIZAÇÃO
  12. 12. EXEMPLO REDE IoT COM SERVIDORES DE APLICAÇÃO Parte III : COMUNICAÇÃO
  13. 13. EXEMPLO REDE IoT SEM SERVIDORES DE APLICAÇÃO Parte III : COMUNICAÇÃO
  14. 14. EVOLUÇÃO HISTÓRICA DESDE 1960 ATÉ OS TEMPOS ATUAIS PROGRESSO DA TECNOLOGIA DOS SISTEMAS DE AUTOMAÇÃO E DE TI PADRONIZAÇÃOES COM FOCO NA AUTOMAÇÃO PREDIAL Parte III : COMUNICAÇÃO
  15. 15. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS ➢O SISTEMA NA PRÁTICA ➢GERENCIAMENTO DE ENERGIA ➢CONTROLE DE AR CONDICIONADO ➢SISTEMAS CRÍTICOS ➢CONTROLE DE ILUMINAÇÃO ➢MOTOBOMBAS E RESERVATÓRIOS ➢DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO ➢CONTROLE DE ACESSO IMPORTÂNCIA DO CONHECIMENTO MULTIDISCIPLINAR NAS DIVERSAS ESPECIALIDADES DE PROJETOS DE INSTALAÇÕES PREDIAIS
  16. 16. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS O SISTEMA NA PRÁTICA A ARQUITETURA DE UM SISTEMA COMPLETO
  17. 17. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS O SISTEMA NA PRÁTICA SOLUÇÃO CONVENCIONAL DE AUTOMAÇÃO PREDIAL
  18. 18. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS O SISTEMA NA PRÁTICA SOLUÇÃO CONVENCIONAL EM DATACENTER
  19. 19. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS O SISTEMA NA PRÁTICA SISTEMA DE AUTOMAÇÃO WI-FI
  20. 20. Parte IV: O SISTEMA NA PRÁTICA LAYOUT DA SALA DO BMS
  21. 21. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS GERENCIAMENTO DE ENERGIA GRÁFICO DOS CUSTOS COM ENERGIA CONFORME O NÍVEL DE GESTÃO ENERGÉTICA
  22. 22. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS AUTOMAÇÃO DO AR CONDICIONADO
  23. 23. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS AUTOMAÇÃO DO AR CONDICIONADO DIAGRAMA FUNCIONAL DE UM FAN-COIL
  24. 24. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS AUTOMAÇÃO DO AR CONDICIONADO QUADRO DE PONTOS DE CONTROLE
  25. 25. Parte IV: AUTOMAÇÃO DO AR CONDICIONADO DIAGRAMA DE INTERCONEXÃO
  26. 26. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS AUTOMAÇÃO DO AR CONDICIONADO QUADRO DE CONTROLE
  27. 27. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS AUTOMAÇÃO DO AR CONDICIONADO EXEMPLO DE TELA GRÁFICA DE UM FAN-COIL
  28. 28. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS AUTOMAÇÃO DO AR CONDICIONADO TELA GRÁFICA CENTRAL DE ÁGUA GELADA
  29. 29. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS GERENCIAMENTO DE SISTEMAS CRÍTICOS
  30. 30. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS GERENCIAMENTO DE SISTEMAS CRÍTICOS
  31. 31. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS QUADRO DE PONTOS DE BOMBAS E RESERVATÓRIOS
  32. 32. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS TELA GRÁFICA DO SISTEMA DE BOMBAS
  33. 33. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO BASEADO NA NFPA 70 ATENÇÃO ESPECIAL ÀS INSTALAÇÕES DE NÃO-FOGO
  34. 34. Parte IV DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO COMPOSIÇÃO DA CENTRAL E REDE DE ALARME DE INCÊNDIO
  35. 35. Parte IV: DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO SISTEMA DE CONTROLE DE FUMAÇA
  36. 36. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO Integração da central de alarme de incêndio
  37. 37. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO Controle Setorial
  38. 38. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO Válvula de Governo
  39. 39. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO
  40. 40. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS CONTROLE DE ACESSO SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO
  41. 41. Parte IV: SUBSISTEMAS INTEGRADOS CONTROLE DE ACESSO SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO
  42. 42. Parte V: CONCLUSÕES
  43. 43. Parte V: CONCLUSÕES
  44. 44. Parte V: CONCLUSÕES A AUTOMAÇÃO PREDIAL NA QUARTA REVOLUÇÃO
  45. 45. Parte V: CONCLUSÕES RECOMENDAÇÕES FINAIS: ➢ ELABORAÇÃO DO PGP (PROGRAMA DE GERENCIAMENTO PREDIAL) ➢ APRIMORAMENTO DA GESTÃO DO BMS

×