Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Arte barroca

72 vues

Publié le

Com informação sobre pintura, escultura, arquitetura, música e exemplos portugueses.
Créditos no final.

Publié dans : Formation
  • Soyez le premier à commenter

  • Soyez le premier à aimer ceci

Arte barroca

  1. 1. M6 A cultura do Palco HISTÓRIA DA CULTURA E DAS ARTES CURSOS PROFISSIONAIS: ARTES DO ESPETÁCULO – INTERPRETAÇÃO INTÉRPRETES DE DANÇA CONTEMPORÂNEA ARTE E MENTALIDADE BARROCAS 1 A Ronda da Noite, 1642, 380X454, óleo sobre tela, Rijksmuseum Amesterdão, Holanda
  2. 2. M6 A cultura do Palco ARTE BARROCA 2 Bernini, A Beata Ludovica Alberoni, Igreja San Francesco a Ripa, Roma, Itália, 1671 Borromini, Igreja de San Carlino, Roma 1634-1682 Rubens, Descida da Cruz, 1634, Catedral de Antuérpia, Bélgica. Arte barroca
  3. 3. Instrumento da Igreja Católica - triunfo da Contra-Reforma:  Atrair fiéis e exaltar a sua fé.  Transmissão de imagem de opulência, poder, segurança e prestígio.  Glorificar a Igreja.  Combater o Protestantismo. M6 - A cultura do Palco Mentalidade Barroca
  4. 4. Instrumento do poder político: Cenário para espetáculo do poder. M6 - A cultura do Palco Mentalidade Barroca
  5. 5. Clima de insegurança e de medo. Acentuar do espírito de misticismo e de paixão que substitui a harmonia e o equilíbrio do Renascimento M6 - A cultura do Palco Mentalidade Barroca
  6. 6.  Nasce em Roma, final século XVI. Estende-se pela Europa, Brasil e América Latina. Gosto pelo movimento, pela emoção, pelo espetacular. Proliferação dos volumes, curvas e contracurvas, ornamentação, contrastes de cor, luz e sombra, sensualidade das formas e horror ao vazio. Apela às emoções, dramatismo e teatralidade. M6 - A cultura do Palco Características arte barroca
  7. 7.  Afastamento da simplicidade, equilíbrio e racionalismo do Renascimento.  Grandiosidade.  Ideia de movimento: profusão de curvas e de contracurvas, fachadas ondulantes, plantas ovais e em elipse.  Ausência de espaços vazios.  Exuberância decorativa: esculturas, pinturas, talha dourada e azulejaria.  Teatralidade da construção. M6 - A cultura do Palco Arquitetura Barroca
  8. 8. M6 - A cultura do Palco Arquitetura Barroca Borromini, Igreja de San Carlino, Roma 1634-1682
  9. 9. M6 A cultura do Palco 9 A Ronda da Noite, 1642, 380X454, óleo sobre tela, Rijksmuseum Amesterdão, Holanda
  10. 10. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca 10 El Greco, El Expolio, 1577–1579, óleo sobre tela, 285 × 173 cm, Sacristia da Catedral de Toledo In https://goo.gl/6UU56H, consultado a 5/11/2017 Jean-Honoré Fragonard, O beijo roubado, 1786, óleo sobre tela, 168,5 × 168,5, Museu Hermitage, S. Petersburgo In https://goo.gl/MGXwGU, , consultado a 5/11/2017 MANEIRISMO ROCOCÓ BARROCO ITÁLIA Início XVII Meados XVIII CONTRARREFORMA
  11. 11. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca • Nasce em Itália • Início do século XVII a meados do século XVIII • Aplicação dos princípios propostos pela Igreja da Contrarreforma • Sedução pelos sentimentos • Captação da atenção e da fé 11
  12. 12. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca OBJETIVO:  Deslumbrar  Surpreender  Encenar  Criar efeitos de luz  Escolha de cenas no seu momento de maior intensidade dramática. 12 Caravaggio
  13. 13. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca  Manifestação de excessos.  Grandiosidade e sentimental.  Jogo claro-escuro. Efeitos da luz e sombra.  Cores fortes e variadas.  Jogos cromáticos.  Movimento.
  14. 14. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Caracteriza-se:  Pela irracionalidade  Pela ânsia de novidade  Pela exuberância  Pelos contrastes  Por criar ambientes majestosos, grandiosos, esmagadores que atestam o poder da Igreja 14
  15. 15. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca 15 Dois tipos de Pintura Móvel - tela/cavalete Mural (fresco) - Utilização das paredes e tetos
  16. 16. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 16 Pintura sobre tela Classicismo Diferentes tendências Grande variedade cultural, social e estética da Europa + Atributos estéticos de cada pintor Naturalismo Realismo
  17. 17. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 17 Classicismo: Carraci+Poussin+Lorrain Claude Lorrain, Apolo e as Musas, 1680, óleo sobre tela, 98X135, Museu de Arte, Boston, In https://goo.gl/63y58P, consultado a 5/11/2017
  18. 18. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 18 Naturalismo: Caravaggio+ Ribera Caravaggio, Os discípulos de Emaus, 1606, óleo sobre tela, 141X175, Pinacoteca de Brera, Milão, In https://goo.gl/ssk ms1, consultado a 5/11/2017
  19. 19. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 19 Realismo: Vermeer+Rembrandt Vermeer, A rapariga com brincos de pérola, 1665, óleo sobre tela, 44,5X39, Pinacoteca de Brera, Mauritshuis, Haia, In https://goo.gl/aDuiSx, consultado a 5/11/2017
  20. 20. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 20 Temas:  Religiosos  Profanos/Mitológicos  Retratos  Paisagem  Cenas de género  Natureza-morta Rubens, Assunção da Virgem Maria ca. 1625-1625; na Catedral de Antuérpia, In https://goo.gl/yq1mLs, consultado a 5/11/2017
  21. 21. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 21 Características técnico-formais  Representação do momento  Dá ênfase ao acontecimento e à ação  Linha do horizonte delineada abaixo do normal para dar primazia aos elementos representados e destacar as figuras Rubens, O Rapto das filhas de Leucipo, 1618, 224X210,5óleo sobre tela, Alte Pinakothek, Munique
  22. 22. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 22 Características técnico-formais  Composição aberta  Espaço da composição define-se em movimentos e impulsos centrífugos  De dentro para fora  Através de grandes linhas oblíquas, retas ou curvilíneas Rubens, O Rapto das filhas de Leucipo, 1618, 224X210,5, óleo sobre tela, Alte Pinakothek, Munique
  23. 23. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 23 Características técnico-formais  Sobreposição de formas  profundidade do campo visual, sem descontinuidades, preservando a unidade do espaço Rubens, O Rapto das filhas de Leucipo, 1618, 224X210,5, óleo sobre tela, Alte Pinakothek, Munique
  24. 24. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 24 Características técnico-formais  Formas dinâmicas e sinuosas  orientadas, enquadradas ou combinadas com estruturas poligonais (triângulo, quadrado e losango) e com formas circulares ou ovaladas Rubens, O Rapto das filhas de Leucipo, 1618, 224X210,5, óleo sobre tela, Alte Pinakothek, Munique
  25. 25. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 25 Características técnico-formais  União plástica da luz/sombra e da cor  focaliza e define os principais elementos da composição, por vezes de uma forma artificial, deixando os restantes elementos diluídos na penumbra Rubens, O Rapto das filhas de Leucipo, 1618, 224X210,5, óleo sobre tela, Alte Pinakothek, Munique
  26. 26. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 26 Características técnico-formais  Luz rasante  Chama a atenção do espetador para determinadas zonas do quadro, orientando a leitura da obra Rubens, O Rapto das filhas de Leucipo, 1618, 224X210,5, óleo sobre tela, Alte Pinakothek, Munique
  27. 27. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 27 Características técnico-formais  Cor pura e cálida  Persuasiva, incisiva e forte, de modo a captar e sensibilizar o espetador através dos sentidos Rubens, O Rapto das filhas de Leucipo, 1618, 224X210,5, óleo sobre tela, Alte Pinakothek, Munique
  28. 28. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 28 Caravagio (1571-1610)  Inventor do tenebrismo  Luz rasante e descontínua  Ilumina fortemente alguns pormenores ou personagens importantes da cena deixando o resto da composição numa semipenumbra
  29. 29. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 29 Caravagio (1571-1610) Baco, 1596/1597, 95X85, óleo sobre tela, Galleria degli Uffizi, Florença https://goo.gl/zvwAHN, consultado a 5/11/2017
  30. 30. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 30 Caravagio (1571-1610) Tocador de Alaúde, 1596, 94X119, óleo sobre tela, Museu do Hermitage, S. Petersburgo https://goo.gl/xPUzFR, consultado a 5/11/2017
  31. 31. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 31 Carravagio (1571-1610) A vocação de S. Mateus, 1599-1600, 322X340, óleo sobre tela, Capela Contarelli, San Luigi dei Francesi, Roma https://goo.gl/djYJCc, consultado a 5/11/2017
  32. 32. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 32 Caravagio (1571-1610) A conversão de S. Paulo, 1600, 230X175, óleo sobre tela, Capela Cerasi, Sta Maria del Popolo, Roma https://goo.gl/jZkhDt, consultado a 5/11/2017 Luz focalizada Composição orientada pelas linhas formadas pelos braços estendidos e dorsos do cavalo Cores quentes acentuam cena Cena dramática sem detalhes supérfluos
  33. 33. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 33 Peter Paul Rubens (1577-1640) https://goo.gl/cC5aoP, consultado a 5/11/2017 Descida da Cruz, 1634, Catedral de Antuérpia, Bélgica.
  34. 34. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 34 Rembrandt (1606-1669) https://goo.gl/9J1Rq7, consultado a 5/11/2017 A Ronda da Noite, 1642, 380X454, óleo sobre tela, Rijksmuseum Amesterdão, Holanda
  35. 35. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Móvel 35 Diego Velásquez (1599-1660) https://goo.gl/4wKsND, consultado a 5/11/2017 Las Meninas, 1656, 318X276, óleo sobre tela, Museu do Prado, Madrid, Espanha
  36. 36. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Mural 36 Pintura mural  Suporte: paredes e tetos das igrejas e palácios  Tipo de pintura: frescos  Temas: religioso, mitológico e laico  Funções: decorativo, alegórico, dilatação do espaço
  37. 37. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Mural 37 Características  Imensa grandiosidade ou teatralidade.  Ilusão e movimento.  Cenas, maioria religiosas:  Movimentadas e amplas de modo a dilatarem o espaço.  Dificuldade em distinguir os elementos arquitetónicos reais dos falsos.
  38. 38. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Mural 38 Características  Estruturas arquitetónicas simuladas, como cornijas, colunas, arcos, etc. que se projetavam para o céu.  Figuras com movimentos sinuosos, vigorosos e amplos.  Vestes das personagens reforçam o movimento, parecendo sacudidas pelo vento.  Composições dinâmicas com recurso à perspetiva para as organizar e unificar, ora orientadas de baixo para cima, ora o inverso.
  39. 39. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Mural 39 Técnicas Artísticas Simulação cenográfica da realidade  Trompe-l’oeil – truque de perspetiva que permite que 2 dimensões aparentem possuir 3 dimensões – ilusão ótica).  Sotto in sú – perspetiva de baixo para cima.  Quadri riportati – imitação dos quadros de cavalete inscritos nas paredes ou nos tetos.
  40. 40. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Mural 40 Técnicas Artísticas - Trompe-l’oeil e sotto in su Andrea Pozzo, Glória de Santo Inácio, frescos do teto da Igreja de Santo Inácio, 1684, Roma In https://goo.gl/KwEjjs, consultado a 5/11/2017 Efeitos de trompe l’oeil sotto in sú Espaço, visto de baixo para cima, estende-se para o infinito Transmite a noção de espaço místico
  41. 41. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Mural 41 Técnicas Artísticas - Trompe-l’oeil e sotto in su Andrea Pozzo, Glória de Santo Inácio, frescos do teto da Igreja de Santo Inácio, 1684, Roma In https://goo.gl/KwEjjs, consultado a 5/11/2017
  42. 42. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Mural 42 Técnicas Artísticas - Quadri riportati Annibale Carraci, Galeria Farnese, frescos do Palácio Farnese, 1597-1602, Roma In https://goo.gl/Yd2xQb, consultado a 5/11/2017
  43. 43. M6 - A cultura do Palco Pintura Barroca Mural 43 Técnicas Artísticas - Quadri riportati Annibale Carraci, Galeria Farnese, frescos do Palácio Farnese, 1597-1602, Roma In https://goo.gl/Z4jjMZ, consultado a 5/11/2017
  44. 44. M6 - A cultura do Palco Escultura Barroca 44  Ligada à arquitetura.  Linha ondulada dos corpos.  Movimentação dos corpos.  Exuberância dos sentimentos.  Dramatismo das expressões.  Torsão dos gestos.  Vestes ondulantes.  Apelar aos sentidos, emocionar, deslumbrar e seduzir os fiéis.
  45. 45. M6 - A cultura do Palco Escultura Barroca 45 Bernini, A Beata Ludovica Alberoni, Igreja San Francesco a Ripa, Roma, Itália, 1671
  46. 46. M6 - A cultura do Palco Escultura Barroca 46 Bernini, Êxtase de Santa Teresa, Igreja Santa Maria da Vitória, Roma, Itália, 1653
  47. 47. M6 - A cultura do Palco Escultura Barroca 47 Bernini, Apolo e Dafne, 1622- 1625, Galleria Borghose, Roma
  48. 48. M6 - A cultura do Palco Barroco em Portugal 48 Palácio/Convento de Mafra Johann Friedrich Ludwig Ludovice, 1711-1730(?)
  49. 49. M6 - A cultura do Palco Barroco em Portugal 49 Igreja e Torre dos Clérigos, Nicolau Nasoni, Porto, 1754 (?)
  50. 50. M6 - A cultura do Palco Barroco em Portugal 50 Solar de Mateus, Vila Real, Nicolau Nasoni, 1743 (?)
  51. 51. M6 - A cultura do Palco Barroco em Portugal 51 Biblioteca da Universidade de Coimbra, 1717-1725
  52. 52. M6 - A cultura do Palco Barroco em Portugal 52 Aqueduto das Águas Livres, Manuel da Maia (início), Carlos Mardel, 1748 (abastecimento de água)-1834 (conclusão)
  53. 53. M6 - A cultura do Palco Barroco em Portugal 53 Igreja de Almancil, Loulé Igreja de Nossa Senhora do Carmo, Faro,
  54. 54. M6 - A cultura do Palco Barroco em Portugal 54 Francisco Vieira de Matos (Vieira Lusitano),1770,óleo sobre tela, Museu Nacional de Arte Antiga (Lisboa)
  55. 55. M6 - A cultura do Palco Barroco em Portugal 55 Josefa de Óbidos, Adoração dos Pastores, 1669, óleo sobre tela, 150x184cm, Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa
  56. 56. M6 - A cultura do Palco Barroco em Portugal 56 Machado Castro, Presépio, Basílica da Estrela, Lisboa
  57. 57. M6 - A cultura do Palco Barroco em Portugal 57 Museu Nacional do Azulejo http://www.mnazulejo- ipmuseus.pt/code/modules/visita/presentation/visita_exposicao.php?site_sessi on=cdcc49c767b1000449db6c7f0361b6a8
  58. 58. M6 - A cultura do Palco Música Barroca 58  Itália: berço do Barroco.  Na música, o Barroco decorre entre o aparecimento da ópera (c.1600) e a morte de J. S. Bach (1750).  A música barroca é geralmente exuberante: ritmos enérgicos, melodias com muitos ornamentos, contrastes de timbres instrumentais e de sonoridades fortes com suaves. Imitação da natureza.
  59. 59. M6 - A cultura do Palco Música Barroca 59 • Música instrumental: Concerto (tem origem no termo italiano «concertare» - competir) Suíte Sonata • Música Vocal: Ópera Missa O barroco foi a época de máximo desenvolvimento de instrumentos como o cravo e o órgão.
  60. 60. M6 - A cultura do Palco Música Barroca 60 Concerto de órgão no Palácio- Convento de Mafra http://fotos.sapo.pt/tags/orgao/?listar=poucas&ordenar =maisrecentes Cravo Cravo Ruckers-Taskin, (Paris, Musée de la Musique)
  61. 61. M6 - A cultura do Palco Música Barroca 61 Alguns compositores: Claudio Monteverdi: Cremona, 1567- Veneza, 1643 Antonio Vivaldi: Veneza, 1678 - Viena,1741 Johann Sebastian Bach: Eisenach, 1685 - Leipzig, 1750 Georg Friedrich Händel: Halle an der Saale, 1685 - Londres, 1759 Carlos Seixas: Coimbra, 1704 - Lisboa, 1742
  62. 62. M6 - A cultura do Palco Música Barroca 62 Alguns compositores: Claudio Monteverdi: Cremona, 1567- Veneza, 1643 Antonio Vivaldi: Veneza, 1678 - Viena,1741 Johann Sebastian Bach: Eisenach, 1685 - Leipzig, 1750 Georg Friedrich Händel: Halle an der Saale, 1685 - Londres, 1759 Carlos Seixas: Coimbra, 1704 - Lisboa, 1742
  63. 63. UEFA Champions League theme song Original Handel: Zadok the Pries, coronation anthem No. 1(HQ) Sweetbox-Everything's gonna be alright Original Bach-Air on the G string Lady Gaga-Bad Romance (início) Original Bach-Prelude and Fugue nº24 in B Minor BWV 869 (WTCI) Consultar mais exemplos A música barroca continuou a ser apreciada ao longo dos séculos e ainda hoje serve de inspiração a estilos musicais muito diferentes. Exemplos: M6 - A cultura do Palco Música Barroca
  64. 64. Em Portugal… Carlos Seixas, 1704-1742 Concerto para cravo e cordas, em Lá Maior Marcos Portugal, 1763-1830 Modinha, Cuidados tristes cuidados Missa Grande: Domine Deus M6 - A cultura do Palco Música Barroca
  65. 65. HISTÓRIA DA CULTURA E DAS ARTES CURSOS PROFISSIONAIS: ARTES DO ESPETÁCULO – INTERPRETAÇÃO INTÉRPRETES DE DANÇA CONTEMPORÂNEA 65 Professora Cristina Barcoso Lourenço maria.barcoso@agr-tc.pt historia.cultura.artes.faro@gmail.com FB: https://www.facebook.com/HCA.AETC/ Bibliografia – adaptação de: https://pt.slideshare.net/carlosvieira/pintura-barroca2010?qid=1f271a0e-0024-48cb-86c9-42b86c029387&v=&b=&from_search=6, consultado a 5/11/2017 https://www.slideshare.net/abaj/pintura-barroca-14699329, consultado a 5/11/2017 http://www.slideshare.net/ladonordeste/musica-barroca-16778956 http://www.slideshare.net/OnildoJunior/musica-barroca-8953213 http://cronicasdoprofessorferrao.blogs.sapo.pt/16791.html A CULTURA DO PALCO M6 A cultura do Palco – Arte e mentalidade barrocas A Ronda da Noite, 1642, 380X454, óleo sobre tela, Rijksmuseum Amesterdão, Holanda

×