Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.
Baseado no livro Relações Sociais e Serviço Social no Brasil (Iamamoto)

RACIONALIZAÇÃO E ORIGEM DOS PRIMEIROS
ASSISTENTES...
CAPITULOS: 1, 2, 3, 4 E CONSIDERAÇÕES FINAIS

PARA ENTENDERMOS A PROFISSIONALIZAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL
TEMOS DE RELACIONÁ-L...
CAPITULOS: 1, 2, 3, 4 E CONSIDERAÇÕES FINAIS

• No livro a autora nos mostra o Serviço
Social como profissão!
• Em um cont...
CAPITULOS: 1, 2, 3, 4 E CONSIDERAÇÕES FINAIS

Capítulo III.
Instituições Assistenciais
e Serviço Social
CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL.

CONTEXTO HISTÓRICO
...
CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL.

CONTEXTO HISTÓRICO
...
CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL.

CONTEXTO HISTÓRICO
...
CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL.

A implantação de no...
CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL.

INSTITUIÇÕES DO
SER...
CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL.

LBA – Legião Brasil...
CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL.

SENAI – Serviço Nac...
CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL.

SESI – Serviço Soci...
CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL.

Fundação Leão XIII ...
CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL.

Previdência Social ...
CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL.

O Serviço social se...
CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL.

O processo de insti...
CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL.

O Serviço Social se...
Prochain SlideShare
Chargement dans…5
×

Fundamentos do serviço social 2 - parte 2 - Capitulo 3

10 605 vues

Publié le

  • Soyez le premier à commenter

Fundamentos do serviço social 2 - parte 2 - Capitulo 3

  1. 1. Baseado no livro Relações Sociais e Serviço Social no Brasil (Iamamoto) RACIONALIZAÇÃO E ORIGEM DOS PRIMEIROS ASSISTENTES/ESCOLAS SOCIAIS. Este conteúdo é baseado em meu entendimento pessoal da matéria relacionada ao curso de Serviço Social – By Dani Rubim – estudante de Serviço Social - 2013
  2. 2. CAPITULOS: 1, 2, 3, 4 E CONSIDERAÇÕES FINAIS PARA ENTENDERMOS A PROFISSIONALIZAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL TEMOS DE RELACIONÁ-LO COM OS PROCESSOS SOCIAIS E ECONÔMICOS DA REALIDADE BRASILEIRA AO LONGO DE SUA HISTÓRIA.
  3. 3. CAPITULOS: 1, 2, 3, 4 E CONSIDERAÇÕES FINAIS • No livro a autora nos mostra o Serviço Social como profissão! • Em um contexto mais amplo, levando em consideração a relação do capitalismo na sociedade brasileira no período entre 30/60. • Dessa forma, o Serviço Social se insere no processo contraditório de reprodução das relações sociais • e carregará determinadas nuances dessa contradição até os dias de hoje
  4. 4. CAPITULOS: 1, 2, 3, 4 E CONSIDERAÇÕES FINAIS Capítulo III. Instituições Assistenciais e Serviço Social
  5. 5. CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL. CONTEXTO HISTÓRICO Em 1937, ocorre o golpe de estado por Getúlio Vargas; sua política econômica estava voltada ao incentivo da industrialização, apoio à capitalização e a acumulação deste setor. A legislação trabalhista assume a condução de integradora, legitimadora do regime; é a forma social de exploração da força de trabalho.
  6. 6. CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL. CONTEXTO HISTÓRICO A repressão física (violência) acompanhada de uma política de massa (populismo de Getúlio Vargas); E a legislação sindical se tornou um ataque às formas autônomas de organização da classe trabalhadora.
  7. 7. CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL. CONTEXTO HISTÓRICO O governo brasileiro usa um discurso para mobilizar a população quanto ao esforço requerido pela guerra; Por um lado temos a expansão industrial E por outro o decrescimo do salário real; pioram as condições de vida, aumenta-se o ritmo do trabalho e intensifica-se a exploração; O que gera a impopularidade do governo, ocorrendo o fortalecimento da oposição e o reaparecimento do movimento operário.
  8. 8. CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL. A implantação de novas instituições para amenizar esse confronto: BURGUESIA X PROLETARIADO QUESTÃO SOCIAL X LUCRO Acaba gerando uma demanda no mercado de trabalho para os Assistentes Sociais.
  9. 9. CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL. INSTITUIÇÕES DO SERVIÇO SOCIAL
  10. 10. CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL. LBA – Legião Brasileira da Assistência (1942) • Fundada pela primeira dama Darcy Vargas; • Sua criação se deu a partir da iniciativa privada, sendo posteriormente, encampada pelo governo; • Surge da necessidade de se implantar o “esforço de guerra” ; • E ajudar as famílias de soldados que foram para a guerra; • Apoiou instituições de ensino (escolas de Serviço Social); • Responsável por toda estrutura assistencial do governo (programas de creche, para idosos, gestante, etc).
  11. 11. CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL. SENAI – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (1942) • Empreendimento que visava a necessidade crescente de qualificação da mão-de-obra exigida pela industria; •Antes a formação era feita precariamente na propria empresa; • Podemos situar nesse momento a iniciativa da atuação coletiva do empresariado; • Os assistentes sociais foram inseridos no SENAI para executar processos de ação ideológica e psico-social de ajustamento; • As atividades desenvolvidas eram: saúde bucal e geral, alimentação, asseio corporal, fornecimento de sopa, leite, organização de colônia de férias, dentistas, mediadas assistenciais e educativas.
  12. 12. CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL. SESI – Serviço Social da Industria (1946) • Objetivos: estudar, planejar e executar medidas que contribuam para o bem estar do trabalhador na indústria; “visando a valorização do homem e os incentivos à atividade produtora” •Tendo como missão promover a qualidade de vida do trabalhador e sua família se tornou eficaz nas áreas de educação, saúde e lazer; •Os Assistentes Sociais começavam a deixar de atuar apenas na coordenação e agora eram inseridos na ligação direta entre trabalhador e o capital;
  13. 13. CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL. Fundação Leão XIII (1946) • atuação focalizada nos habitantes favelados (fenômeno crescente a partir do êxodo rural). •Âmbito de ação: favelas da cidade do Rio de Janeiro, que era à época, capital federal. •A extrema precariedade material e moral dessa população, expunha à influência do comunismo, segundo avaliação das autoridades. •Serviço Social na Fundação: o “problema da favela” é o problema da educação/casos individuais, lazer educativo, educação popular e formal.
  14. 14. CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL. Previdência Social (1946) • A primeira experiência oficial da implantação do Serviço Social na estrutura burocrática do seguro social foi 1942 no IPAC (Instituição de Pensões e Aposentadoria dos Comerciários); •O assistente social passou a ser elemento que esclareceria sobre o seguro social; é ele quem oferecia uma face humana à burocracia do órgão e passa a incentivar o pagamento das prestações, sublinhando as vantagens para o trabalhador; •A ideologia do assistente social acentuava que o espírito de imprevidência e insegurança das camadas pobres derivava de sua ignorância acerca das finalidades do seguro social.
  15. 15. CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL. O Serviço social sempre foi um vinculo entre as classes que amenizaria o confronto direto entre elas através de políticas sociais implantadas em instituições sociais. O rompimento da profissão com sua origem católica se dá via o surgimento e consolidação do mercado de trabalho e o assalariamento da força de trabalho; O significado social da profissão encontra-se estreitamente vinculado às políticas sociais do Estado, via instituições ( de saúde, educação, etc).
  16. 16. CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL. O processo de institucionalização e de profissionalização do Serviço Social ocorre de forma simultânea no processo histórico; por isso não dá para pensar o desenvolvimento e até a renovação do social sem vincula-la aos movimentos da sociedade brasileira; As instituições sociais tem uma incapacidade genética de resolver os problemas dos sujeitos. Assistimos o fenômeno de canalização para as instituições assistenciais e previdenciárias, de uma série de contradições que se originam no nível das relações sociais de produção.
  17. 17. CAPÍTULO 1 – A QUESTÃO SOCIAL NAS DÉCADAS DE 20 E 30 E AS BASES PARA A IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL. O Serviço Social se constitui como instrumento de esclarecimento e conscientização sobre os direitos, os serviços, os benefícios da instituição e forma de acesso a ela; a profissão utiliza em seu cotidiano, a ação ideológica dos aconselhamentos. O Serviço Social está situado entre a demanda institucional (e a sua incapacidade em resolver as problemáticas dos indivíduos) e diante da revolta e inconformismo da população.

×