Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.
Enrique García Vargas
Universidad de Sevilla
A IMPORTAÇÃO DO VINHO LUSITANO PARA O BAIXO
GUADALQUIVIR EM ÉPOCA MEDIO-IMPER...
A ÂNFORA LUSITANA 3 COMO VARIANTE INICIAL OU
“VARIANTE A” DO TIPO ALMAGRO 51C (MAYET ET ALII 1996)
A CB
ALMAGRO 51C GAULOISE 4 LUSITANA 3
GAULOISE 4 DRESSEL 30 LUSITANA 3
DISTRIBUÇÃO EM PORTUGAL DAS ÂNFORAS GAULOISE 4 E LUSITANA 3
(FABIÃO 1998)
CONTEXTOS ARQUEOLÓGICOS DE REFERÊNCIA COM LUSITANA 3
NO VALE DO GUADALQUIVIR
Munigua
Hispalis
Italica
PORCENTAGENS DE ÂNFORAS DA CIDADE ROMANA DE MUNIGUA
(MULVA, VILLA NUEVA DEL RÍO Y MINAS, SEVILLA)
(FABIÃO 2006)
Munigua
Hispalis
Italica
Calle “La Feria”
Casa de la “Cañada Honda”
ITALICA (SANTIPONCE, SEVILLA) ESTRATIGRAFIAS RECENTES DO CONJUNTO ARQUEOLÓGICO
...
Casa de la
Cañada Honda
ITALICA (SANTIPONCE, SEVILLA) “CASA DE LA CAÑADA HONDA”
Casa de la Cañada Honda
ITALICA (SANTIPONCE, SEVILLA) “CASA DE LA CAÑADA HONDA”
0
0,5
1
1,5
2
2,5
3
TSC UE 2 TSC UE 4
Hayes 3C
Hayes 6B
Hayes 27
Hayes 31
Hayes 32
Hayes 33
Hayes 50A
ITALICA, “CASA DE LA...
Calle “La Feria”
ITALICA (SANTIPONCE, SEVILLA) EXCAVAÇÕES NA “CALLE LA FERIA 19”
ITALICA (SANTIPONCE, SEVILLA) EXCAVAÇÕES NA “CALLE LA FERIA 19”
ITALICA (SANTIPONCE, SEVILLA) EXCAVAÇÕES NA “CALLE LA FERIA 19”
ITALICA (SANTIPONCE, SEVILLA) EXCAVAÇÕES NA “CALLE LA FERIA 19”
ITALICA (SANTIPONCE, SEVILLA) EXCAVAÇÕES NA “CALLE LA FERIA 19”
ITALICA (SANTIPONCE, SEVILLA) LUSITANAS 3 DAS EXCAVAÇÕES NA “CALLE LA FERIA 19”
Munigua
Hispalis
Italica
Patio de Banderas
EXCAVAÇÕES NO “PATIO DE BANDERAS” DO “REAL ALCÁZAR” DE SEVILHA
EXCAVAÇÕES NO “PATIO DE BANDERAS” DO “REAL ALCÁZAR” DE SEVILHA
MATERIAIS DO “PATIO DE BANDERAS” (LUSITANA 3)
MATERIAIS DO “PATIO DE BANDERAS” (LUSITANA 3)
MATERIAIS DO “PATIO DE BANDERAS” (M 254: SICILIA)
MATERIAIS DO “PATIO DE BANDERAS” (GAULOISE 4 DO SÉCULO II)
GAULOISE 4
(sec. I d.C.)
GAULOISE 4
(sec. II d.C.)
MATERIAIS DO “PATIO DE BANDERAS” (LUSITANA 3)
MATERIAIS DO “PATIO DE BANDERAS” (KEAY 16 E TRIPOLITANA II)
MATERIAIS DO “PATIO DE BANDERAS” (DRESSEL 28 “TERMINAL”)
MATERIAIS DO “PATIO DE BANDERAS” (DRESSEL 20)
Tipos ânforicos documentados na fase V do Patio de Banderas (Número Total de Fragmentos)
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"
Prochain SlideShare
Chargement dans…5
×

"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"

263 vues

Publié le

Congresso Internacional Ânforas Lusitanas. Produçâo e difusâo. Tróia 2013.

Publié dans : Formation
  • Soyez le premier à commenter

  • Soyez le premier à aimer ceci

"A importação do vinho lusitano para o Baixo Guadalquivir em época médio-imperial romana e a questão das ânforas Lusitana 3"

  1. 1. Enrique García Vargas Universidad de Sevilla A IMPORTAÇÃO DO VINHO LUSITANO PARA O BAIXO GUADALQUIVIR EM ÉPOCA MEDIO-IMPERIAL ROMANA E A QUESTÃO DAS ÂNFORAS LUSITANA 3
  2. 2. A ÂNFORA LUSITANA 3 COMO VARIANTE INICIAL OU “VARIANTE A” DO TIPO ALMAGRO 51C (MAYET ET ALII 1996) A CB
  3. 3. ALMAGRO 51C GAULOISE 4 LUSITANA 3
  4. 4. GAULOISE 4 DRESSEL 30 LUSITANA 3
  5. 5. DISTRIBUÇÃO EM PORTUGAL DAS ÂNFORAS GAULOISE 4 E LUSITANA 3 (FABIÃO 1998)
  6. 6. CONTEXTOS ARQUEOLÓGICOS DE REFERÊNCIA COM LUSITANA 3 NO VALE DO GUADALQUIVIR
  7. 7. Munigua Hispalis Italica
  8. 8. PORCENTAGENS DE ÂNFORAS DA CIDADE ROMANA DE MUNIGUA (MULVA, VILLA NUEVA DEL RÍO Y MINAS, SEVILLA) (FABIÃO 2006)
  9. 9. Munigua Hispalis Italica
  10. 10. Calle “La Feria” Casa de la “Cañada Honda” ITALICA (SANTIPONCE, SEVILLA) ESTRATIGRAFIAS RECENTES DO CONJUNTO ARQUEOLÓGICO COM ÂNFORAS DO TIPO LUSITANA 3
  11. 11. Casa de la Cañada Honda ITALICA (SANTIPONCE, SEVILLA) “CASA DE LA CAÑADA HONDA”
  12. 12. Casa de la Cañada Honda ITALICA (SANTIPONCE, SEVILLA) “CASA DE LA CAÑADA HONDA”
  13. 13. 0 0,5 1 1,5 2 2,5 3 TSC UE 2 TSC UE 4 Hayes 3C Hayes 6B Hayes 27 Hayes 31 Hayes 32 Hayes 33 Hayes 50A ITALICA, “CASA DE LA CAÑADA HONDA”. PERISTILO CONJUNTOS DE PEÇAS DATANTES EM ARS DAS UEs 2 E 4
  14. 14. Calle “La Feria” ITALICA (SANTIPONCE, SEVILLA) EXCAVAÇÕES NA “CALLE LA FERIA 19”
  15. 15. ITALICA (SANTIPONCE, SEVILLA) EXCAVAÇÕES NA “CALLE LA FERIA 19”
  16. 16. ITALICA (SANTIPONCE, SEVILLA) EXCAVAÇÕES NA “CALLE LA FERIA 19”
  17. 17. ITALICA (SANTIPONCE, SEVILLA) EXCAVAÇÕES NA “CALLE LA FERIA 19”
  18. 18. ITALICA (SANTIPONCE, SEVILLA) EXCAVAÇÕES NA “CALLE LA FERIA 19”
  19. 19. ITALICA (SANTIPONCE, SEVILLA) LUSITANAS 3 DAS EXCAVAÇÕES NA “CALLE LA FERIA 19”
  20. 20. Munigua Hispalis Italica
  21. 21. Patio de Banderas EXCAVAÇÕES NO “PATIO DE BANDERAS” DO “REAL ALCÁZAR” DE SEVILHA
  22. 22. EXCAVAÇÕES NO “PATIO DE BANDERAS” DO “REAL ALCÁZAR” DE SEVILHA
  23. 23. MATERIAIS DO “PATIO DE BANDERAS” (LUSITANA 3)
  24. 24. MATERIAIS DO “PATIO DE BANDERAS” (LUSITANA 3)
  25. 25. MATERIAIS DO “PATIO DE BANDERAS” (M 254: SICILIA)
  26. 26. MATERIAIS DO “PATIO DE BANDERAS” (GAULOISE 4 DO SÉCULO II)
  27. 27. GAULOISE 4 (sec. I d.C.) GAULOISE 4 (sec. II d.C.)
  28. 28. MATERIAIS DO “PATIO DE BANDERAS” (LUSITANA 3)
  29. 29. MATERIAIS DO “PATIO DE BANDERAS” (KEAY 16 E TRIPOLITANA II)
  30. 30. MATERIAIS DO “PATIO DE BANDERAS” (DRESSEL 28 “TERMINAL”)
  31. 31. MATERIAIS DO “PATIO DE BANDERAS” (DRESSEL 20)
  32. 32. Tipos ânforicos documentados na fase V do Patio de Banderas (Número Total de Fragmentos)

×