Ce diaporama a bien été signalé.

M5 teoria

0

Partager

Prochain SlideShare
Teoria cinetica da materia
Teoria cinetica da materia
Chargement dans…3
×
1 sur 53
1 sur 53

Plus De Contenu Connexe

Livres associés

Gratuit avec un essai de 14 jours de Scribd

Tout voir

Livres audio associés

Gratuit avec un essai de 14 jours de Scribd

Tout voir

M5 teoria

  1. 1. ELETRICIDADE
  2. 2. Eletrostática www.fisicarildo.blogspot.com
  3. 3. LEMBRANDO 19 1-Carga Elétrica: Próton(p ): ( ) : ( ) : 0 ( ): 0 1,6.10 p e n q e Elétron e q e Nêutron n q Fóton q e C γγ + − − = + = − = = =
  4. 4. Carga Total
  5. 5. 2) Condutor Elétrico. a) Condutor:partículas movimentam-se com facilidade. b)Isolante:partículas movimentam-se com dificuldade.
  6. 6. ) :c Semicondutor aquecido condutor resfriado isolante ⇒ ⇒
  7. 7. 1-CORPO ELETRIZADO -Positivamente: Falta de (e¯). -Negativamente: Excesso de (e¯). ELETRIZAÇÃO
  8. 8. 5 2 2 10 6 5 Final InicialQ QΣ = Σ + + = − + 2)Princípio da conservação das cargas elétricas
  9. 9. 3) PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO a) Eletrização por Atrito Série triboelétrica.
  10. 10. b)Eletrização por contato Esferas de mesmo tamanho e de metal, cada um deles ficará com metade da carga total inicial .
  11. 11. g E P F qm - + P = m.g F = lql.E Carga de prova Carga geradora CAMPO ELÉTRICO
  12. 12. 2)MÓDULO DO VETOR CAMPO ELÉTRICO. 2 2 . . . . . F q E K Q q q E d K Q E d = = =
  13. 13. 3)SENTIDO DO VETOR CAMPO ELÉTRICO.
  14. 14. Gaiola de Faraday
  15. 15. Carga Total
  16. 16. Movimento Caótico de Cargas
  17. 17. Corrente Elétrica A ddp (U) é a causa da corrente elétrica !
  18. 18. Sentidos da Corrente Elétrica +- elétronsi Sentido convencional : sentido de movimento das cargas positivas !
  19. 19. ENERGIA ELÉTRICA ENERGIA TÉRMICA
  20. 20. A B Nos condutores metálicos, mantidos à temperatura constante, a resistência elétrica é constante. U i R R = U i = 2U 2 i = 3U 3 i constante=
  21. 21. L A R = ρ L A Unidade SI : Ω.m 2ª. Lei de Ohm Resistividade : ρ o material a temperatura Caracteriza
  22. 22. Associação de resistores
  23. 23. Associação em série
  24. 24. Associação em paralelo
  25. 25. Resistor equivalente
  26. 26. ELETROMAGNETISMO www.fisicarildo.blogspot.com https://www.youtube.com/watch?v=WPIr4X-y008
  27. 27. Experiência de Oersted
  28. 28. ÍMÃS E CAMPO MAGNÉTICO
  29. 29. 1)Os imãs: dois polos NORTE e SUL. Atraem ferro , aço, cobalto , níque,e as ligas que os contém.
  30. 30. 2)Propriedade: polos iguais atração, polos diferentes repulsão.
  31. 31. 3) Inseparabilidade dos Polos.
  32. 32. 4)Campo Magnético. É representado por Linhas de Indução que vão do Norte p/ o Sul
  33. 33. 5)Bússola http://wiki.sj.ifsc.edu.br/wiki/images/4/4d/Bussola.swf https://www.youtube.com/watch?v=dpG9AgQoEo4 http://blog.tocandira.com.br/sobrevivencia/como-usar-uma-bussola/
  34. 34. 6)Campo Magnético Terrestre.
  35. 35. Aurora Boreal – Polo Norte Aurora Austral – Polo Sul Leitura :Aurora boreal.
  36. 36. Uma das características inerente aos polos magnéticos da Terra é o fato de oscilarem no tempo e não possuírem simetria em relação aos polos geográficos. Por uma questão de convergência ou divergência das linhas de campo magnético, a intensidade do campo nos polos é maior que em outras regiões e pode superar a marca dos 60/65 microteslas o que provoca eventualmente o fenômeno conhecido como aurora polar. A aurora polar é um fenômeno óptico natural onde diferentes cores emaranham-se no céu noturno das zonas polares, nas proximidades do hemisfério norte recebe o nome de aurora boreal enquanto no sul é chamada de aurora austral. Este fenômeno é explicado pelo campo magnético da Terra influenciar partículas portadoras de carga provenientes do sol, também conhecidas como vento solar, essas partículas ao chocarem-se com átomos da atmosfera terrestre desorganiza a estrutura atômica ionizando, dissociando e/ou excitando partículas elementares.
  37. 37. Por que o ímã atrai o ferro? Nos átomos, os elétrons e o núcleo encontram-se sempre em um movimento de rotação chamado spin. Se eles giram em sentidos diferentes, um movimento compensa o outro e não há magnetismo. É o que acontece na maioria dos materiais. Nos ímãs, porém, ambos giram na mesma direção e é isso que causa um campo magnético intenso. O ferro tem a mesma tendência de os átomos mais próximos uns dos outros girarem no mesmo sentido, criando também minúsculos campos magnéticos. Se ele estiver próximo de um ímã, os movimentos de rotação desses átomos passam a se direcionar no sentido do ímã (devido ao campo magnético deste) - e, dessa forma, o ferro é atraído. O mais curioso é que, se o campo magnético do ímã for bastante intenso, a orientação dos átomos do ferro permanecerá ordenada mesmo depois que o ímã for retirado. Assim, o próprio ferro passa a ter um campo magnético capaz de atrair outros objetos ferrosos. Normalmente, os campos magnéticos do ferro se ordenam em pequenas regiões Quando próximos de um ímã, todos eles se direcionam no mesmo sentido
  38. 38. Endereços relacionados:Endereços relacionados: http://br.geocities.com/saladefisica3/laboratorio/maodireita/maodireita.htmhttp://br.geocities.com/saladefisica3/laboratorio/maodireita/maodireita.htm http://www.fap.if.usp.br/~vannucci/animacoes.htmlhttp://www.fap.if.usp.br/~vannucci/animacoes.html http://phet.colorado.eduhttp://phet.colorado.edu

×