ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA MÃES D’ÁGUABIBLIOTECA ESCOLARSecção A – resultados obtidos no âmbito da aplicação do MABE no do...
A. Apoio ao Desenvolvimento Curricular     Indicadores                   Evidências recolhidas               Pontos Fortes...
Indicadores             Evidências recolhidas              Pontos Fortes Identificados   Pontos Fracos Identificados      ...
Indicadores              Evidências recolhidas            Pontos Fortes Identificados   Pontos Fracos Identificados       ...
Indicadores                Evidências recolhidas                   Pontos Fortes Identificados         Pontos Fracos Ident...
Indicadores               Evidências recolhidas                 Pontos Fortes Identificados             Pontos Fracos Iden...
Indicadores                 Evidências recolhidas              Pontos Fortes Identificados                Pontos Fracos Id...
Indicadores             Evidências recolhidas               Pontos Fortes Identificados      Pontos Fracos Identificados  ...
Indicadores             Evidências recolhidas              Pontos Fortes Identificados   Pontos Fracos Identificados      ...
Indicadores             Evidências recolhidas             Pontos Fortes Identificados   Pontos Fracos Identificados       ...
Indicadores              Evidências recolhidas            Pontos Fortes Identificados   Pontos Fracos Identificados       ...
Indicadores              Evidências recolhidas             Pontos Fortes Identificados   Pontos Fracos Identificados      ...
Indicadores             Evidências recolhidas               Pontos Fortes Identificados   Pontos Fracos Identificados     ...
Indicadores                 Evidências recolhidas               Pontos Fortes Identificados          Pontos Fracos Identif...
Indicadores                    Evidências recolhidas               Pontos Fortes Identificados        Pontos Fracos Identi...
Indicadores                  Evidências recolhidas                Pontos Fortes Identificados    Pontos Fracos Identificad...
Indicadores                   Evidências recolhidas               Pontos Fortes Identificados         Pontos Fracos Identi...
Indicadores              Evidências recolhidas             Pontos Fortes Identificados   Pontos Fracos Identificados      ...
Indicadores                  Evidências recolhidas                  Pontos Fortes Identificados       Pontos Fracos Identi...
Indicadores             Evidências recolhidas              Pontos Fortes Identificados      Pontos Fracos Identificados   ...
Domínio Seleccionado para avaliação – Quadro SínteseMotivo da escolha deste domínio: O ano lectivo de 2009/2010 foi o ano ...
Acções para melhoria :   •   Realizar sessões de formação para os utilizadores da BE;   •   Aumentar a produção de guiões ...
•   A BE desenvolveu de forma regular              alunos;                    recursos;    actividades no âmbito da promoç...
5º,6º e 7º anos da escola sede, os                                   Jardins de Infância e a escola do 1º                 ...
actividades, em que estiveram envolvidas                                   várias turmas do 2º e 3º ciclos e do ensino    ...
•   88% dos alunos consideraram que                 Actividades;                                     fazem progressos à   ...
- “Dia Internacional da Língua        Materna”;     - “Centenário da República”;     - “Dia Mundial da Alimentação”;•   A ...
D. Gestão da Biblioteca Escolar            Subdomínio                Relatório de Avaliação                   Evidências q...
SECÇÃO C                                               Auto-Avaliação – Síntese Global                                    ...
•   Promover reuniões da BE com os                                  docentes do apoio educativo;                          ...
sociais Diigo e Facebook por    docentes e alunos para partilhar    informação,   conhecimento     e    actividades;•   Re...
Prochain SlideShare
Chargement dans…5
×

Mabe 2011

1 342 vues

Publié le

Publié dans : Formation
  • Soyez le premier à commenter

  • Soyez le premier à aimer ceci

Mabe 2011

  1. 1. ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA MÃES D’ÁGUABIBLIOTECA ESCOLARSecção A – resultados obtidos no âmbito da aplicação do MABE no domínio escolhido “APOIO AO DESENVOLVIMENTO CURRICULAR”Secção B – análise da acção da biblioteca escolar nos restantes domínios: “Leitura e Literacia”, “Projectos, parcerias e actividades livres e de abertura à Comunidade” e “Gestão da biblioteca escolar”Secção C – síntese global do domínio avaliado e recomendações do Conselho Pedagógico
  2. 2. A. Apoio ao Desenvolvimento Curricular Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos IdentificadosA.1. Articulação Curricular A PB com as Estruturas Pedagógicas • osA PB tem assento no Conselho • da BE realizou, no início do ano e DocentesA.1.1. Cooperação da • O envolvimento dos diferentes lectivo, uma reunião com todos os Pedagógico; Departamentos Curriculares eBE com as estruturas Departamentos Curriculares/ Grupos • O PAA da BE está em Grupos Disciplinares com a BEde coordenação disciplinares no sentido de sensibilizar articulação com o PAA da ainda não se faz de modo contínuoeducativa e supervisão os docentes para a importância do Escola/Agrupamento; e é heterogéneo;pedagógica. trabalho colaborativo entre os serviços • A professora bibliotecária • A resposta ao trabalho prestados pela BE e os conteúdos das colabora, de forma positiva, colaborativo ainda não é suas disciplinas; com os Departamentos sistemática, embora exista grande • A PB divulgou a BE como estrutura Curriculares e com os Grupos empenho na sua consolidação por educativa a privilegiar nas reuniões do Disciplinares promovendo uma parte da professora Conselho Pedagógico e do relação de parceria e de bibliotecária/equipa da BE. Departamento de Línguas do qual faz comunicação; parte; • A professora • A PB realizou vários contactos com as bibliotecária/equipa da BE coordenadoras dos estabelecimentos incentivam a existência de um do primeiro ciclo e dos Jardins de trabalho colaborativo entre este Infância para a programação de centro de aprendizagem e as actividades do PNL e actividades áreas curriculares disciplinares; dinamizadas pela BE com o objectivo • A utilização da BE começa a de promover a leitura; ser rentabilizada pelos docentes • A BE desenvolveu um trabalho de no âmbito da actividade lectiva. colaboração com o grupo de Língua Portuguesa/Português, na concretização de diversas actividades: semana da leitura, concurso literário, concurso de leitura expressiva, sessão com o escritor Augusto Carlos, entre outras; • A BE desenvolveu, ao longo do ano lectivo, 4 actividades/exposições, 2
  3. 3. Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados visando os conteúdos programáticos do Departamento de Línguas, de Ciências Sociais e Humanas e Físico- Matemáticas, no âmbito das comemorações de acontecimentos de relevo histórico, nacionais e internacionais: - Dia Mundial da Poesia; - Dia Internacional da Língua Materna; - Centenário da República; - Dia Mundial da Alimentação. • A BE organizou, em parceria com o Departamento das Línguas, a Semana da Leitura, tendo planificado e divulgado actividades, em que estiveram envolvidas várias turmas do 2º e 3º ciclos e do ensino secundário; • A BE articulou o seu PAA como PAA do Agrupamento; • O Regulamento Interno da BE está em anexo ao Regulamento Interno do Agrupamento; • A BE inseriu as suas actividades e projectos nos objectivos do Projecto Educativo do Agrupamento; • A BE fez aquisições para actualização da colecção em função das 3
  4. 4. Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados necessidades manifestadas por alguns docentes e de acordo com a disponibilidade da verba concedida; • Registaram-se 95 utilizações da BE em contexto lectivo, prática que foi utilizada pela 1ª vez; • Cerca de 61% dos docentes inquiridos referem que costumam articular/ planear ocasionalmente actividades com a PB ou com a equipa da BE: - 44% enquanto docente titular de turma/grupo de uma disciplina/área curricular; - 33% enquanto docente de ACND - 22% no âmbito de determinados projectos/programas (PNL). • 65% dos docentes inquiridos usaram a BE no âmbito das suas funções docentes utilizando os seus serviços: - 30% dos docentes inquiridos usaram a BE no âmbito das suas funções docentes uma ou duas vezes por semana; - 20% dos docentes inquiridos usaram a BE no âmbito das suas funções docentes uma ou duas vezes por mês; - 15% dos docentes inquiridos 4
  5. 5. Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados usaram a BE no âmbito das suas funções docentes uma ou duas vezes por período.A.1.2. Parceria da BE • A PB realizou, no início do ano • A BE colabora com os docentes • Ainda não se atingiu o lectivo, uma reunião junto de todos os responsáveis pela Área de envolvimento desejável doscom os docentes Departamentos Curriculares, no Projecto, ao informá-los sobre docentes das áreas curriculares nãoresponsáveis pelas sentido de sensibilizar os docentes os recursos disponíveis na BE; disciplinares, com a BE, para oáreas curriculares não para a utilização dos recursos da BE • A BE contribui para o desenvolvimento de um trabalhodisciplinares (ACND). na Área de Projecto; enriquecimento do trabalho de de parceria bem estruturado. • A PB participou em todas as reuniões Estudo Acompanhado, do Departamento de Línguas, assegurando a inclusão da demonstrando disponibilidade para o biblioteca e dos seus recursos desenvolvimento de parcerias ao longo nas suas actividades; do ano lectivo; • A BE apoia os professores das • Cerca de 33% dos docentes referem ACND, particularmente da que costumam articular e/ou planear Área de Projecto, e os alunos no actividades com a professora desenvolvimento de boas bibliotecário ou com a equipa da BE práticas de pesquisa e na enquanto docentes de ACND; utilização adequada do fundo • A BE foi utilizada 32 vezes para documental existente; desenvolver actividades no âmbito da • Um número significativo de Área de Projecto. docentes utilizou a BE para desenvolver actividades no âmbito da Área de Projecto. • A BE e os seus recursos foram • Este trabalho colaborativo é aindaA.1.3. Articulação daBE com os docentes • A utilização da BE foi rentabilizada utilizados pelos docentes do muito recente, deve, por isso, ser pelos docentes em actividades de apoio educativo e de tutoria. mais aprofundado.responsáveis pelosserviços de apoios apoios educativos e de tutoria, querespecializados e através do uso do espaço, quer do 5
  6. 6. Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados fundo documental e equipamentoseducativos (SAE). informáticos;A. 1.4. Ligação da BE • A BE foi integrada na RBE emao Plano Tecnológico • A BE disponibilizou as listas de • A BE disponibilizou Junho de 2009, por isso a suada Educação (PTE) e livros recomendados pelo PNL recursos para as actividades ligação a programas e projectosa outros programas e para os alunos do 2º e 3º ciclos; de substituição; curriculares de acção, inovaçãoprojectos curriculares • O equipamento informático da BE • A BE criou e divulgou o seu pedagógica e formação é aindade acção, inovação foi actualizado no início do ano blogue à comunidade; bastante recente.pedagógica e lectivo; • A BE apoiou os docentes noformação existentes na • O número de computadores desenvolvimento do Planoescola. destinados aos utilizadores passou Nacional de Leitura (PNL). de 5 para 7; • A PB manteve contactos informais com o coordenador do PTE; • A PB criou o blogue da BE; • A BE apoia os docentes no desenvolvimento de programas e projectos de acção de âmbito nacional (PNL); • A BE coordenou todas as iniciativas no âmbito do Plano Nacional de Leitura, acompanhando e avaliando a sua execução; • A BE criou e divulgou o seu blogue a toda a comunidade; • 22% dos docentes inquiridos usaram a BE no âmbito do programa PNL. 6
  7. 7. Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos IdentificadosA.1.5. Integração da • A BE disponibilizou as listas de livros • A exiguidade do espaço dificulta a recomendados pelo PNL para os • Colaboração da BE na prática de mais actividadesBE no Plano de alunos do 2º e 3º ciclos; disponibilização de recursos relacionadas com a OPTE.Ocupação Plena dos Escolares • Os livros PNL encontram-se numa para apoiar actividades deTempos estante específica para este fundo estudo, leitura e pesquisa(OPTE). documental, para que seja mais fácil e orientada, utilização das TIC e rápido o seu acesso; outras actividades de • A BE colaborou com o Plano de substituição relacionadas com a Ocupação Plena dos Tempos OPTE. Escolares, disponibilizando, para as actividades de substituição, vídeos/DVD’s. 30% dos docentes inquiridos usam a •A.1.6. Colaboração da • O Plano de Actividades da BE • A utilização da BE e dos seus BE ou os seus recursos no âmbito das inclui actividades de apoio recursos por parte dos docentesBE com os docentes na suas funções docentes uma ou duas curricular a ainda se faz de forma ocasional;concretização dasactividades vezes por semana; turmas/grupos/alunos; • A utilização da BE e dos seuscurriculares • A Equipa da BE auxilia no recursos por parte dos alunos aindadesenvolvidas no seu • 20% dos docentes inquiridos usam a acompanhamento de não se faz de forma contínua;espaço ou tendo por BE ou os seus recursos no âmbito das grupos/turmas/ alunos em • O trabalho colaborativo dosbase os seus recursos. trabalho orientado na BE; docentes com a BE ainda se faz suas funções docentes uma ou duas • Os alunos do ensino básico pontualmente; vezes por mês; utilizam cada vez mais a BE; • A BE iniciou a produção de • A utilização da BE é materiais apenas no presente ano • 29% dos docentes inquiridos utilizam rentabilizada pelos docentes em lectivo, uma vez que a sua a BE ou os seus recursos no seu actividades de ensino e de apoio integração na RBE aconteceu em trabalho docente para utilizar os com os alunos; Junho de 2009; computadores com os alunos; • A BE, por carência de recursos • A BE organizou, em parceria humanos, necessidade de formação • 24% dos docentes inquiridos utilizam com o Departamento de dos membros da sua equipa e pela a BE ou os seus recursos no seu Línguas, a Semana da Leitura, sua integração muito recente na trabalho docente para RBE, ainda não faz a divulgação 7
  8. 8. Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados seleccionar/requisitar materiais tendo planificado e divulgado necessária, através de web sites, para a sala de aula; actividades, usando vários plataformas de e-learning dos meios. materiais que começou a produzir. • 21% dos docentes inquiridos utilizam a BE ou os seus recursos no seu trabalho docente para ler/consultar com os alunos obras de referência ou livros específicos; • 61% dos docentes inquiridos articulam e planificam actividades com a professora bibliotecária /equipa da BE ocasionalmente: - 44% enquanto docente titular de turma/grupo de uma disciplina/área curricular; - 33% enquanto docente de ACND - 22% no âmbito de determinados projectos/programas (PNL). • 39% dos docentes não costumam articular actividades com a professora bibliotecária /equipa da BE; • 56% dos docentes inquiridos possuem um bom conhecimento sobre os recursos da BE; • 33% dos docentes inquiridos possuem um razoável conhecimento 8
  9. 9. Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados sobre os recursos da BE; • 41% dos docentes inquiridos consideram o nível dos recursos da BE para apoio à sua prática educativa/ lectiva como sendo bons; • 41% dos docentes inquiridos consideram o nível dos recursos da BE para apoio à sua prática educativa/ lectiva como sendo razoáveis; • 33% dos docentes inquiridos já colaboraram com a professora bibliotecária/equipa da BE na selecção ou produção de materiais de apoio necessário à condução de actividades na BE ou em sala de aula. • 39% dos docentes inquiridos já colaboraram com a professora bibliotecária/equipa da BE na realização de actividades na BE ou na sala de aula com alguma turma/grupo. • 21% dos docentes inquiridos utilizam a BE no seu trabalho docente para ler/ consultar, com os alunos, obras de referência ou livros específicos; 9
  10. 10. Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados • 24% dos docentes inquiridos utilizam a BE no seu trabalho docente para requisitar materiais para a sala de aula; • 29% dos docentes inquiridos frequentam a BE no seu trabalho docente para utilizarem os computadores; • 25 % dos alunos inquiridos frequentam, uma ou duas vezes por semana, a BE com os professores ou a seu pedido; • 17% dos alunos inquiridos frequentam, uma ou duas vezes por mês, a BE com os professores ou a seu pedido; • 45% dos alunos inquiridos utilizam a BE e os seus recursos com a turma e o professor, em actividades das disciplinas /áreas curriculares; • 41% dos alunos inquiridos utilizam a BE e os seus recursos sozinho ou com colegas, para fazer trabalhos – TPC ou outros; 10
  11. 11. Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados • 45% dos alunos inquiridos referem que, quando vão à BE para realizarem trabalhos para as disciplinas, têm sempre as indicações necessárias sobre a tarefa que vão fazer e as sugestões dos documentos que devem utilizar; • 51% dos alunos inquiridos referem que, quando vão à BE para realizarem trabalhos para as disciplinas, têm às vezes as indicações necessárias sobre a tarefa que vão fazer e as sugestões dos documentos que devem utilizar; • 58% dos alunos inquiridos referem que, quando têm um trabalho de pesquisa para fazer, costumam procurar a informação de que precisam na Internet; • 20% dos alunos inquiridos referem que, quando tem um trabalho de pesquisa para fazer, costumam procurar a informação de que precisa nos livros com interesse para o assunto que querem tratar; • 85% dos alunos inquiridos sente-se 11
  12. 12. Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados apoiado pela professora bibliotecária/equipa da BE quando a utiliza; • A BE seleccionou e produziu listagens de fundo documental para o projecto PNL; • A BE produziu 3 guiões de pesquisa/ apoio ao desenvolvimento das competências de informação; • A BE desenvolveu um trabalho de colaboração com o grupo de Língua Portuguesa/Português, na concretização de diversas actividades: - Semana da Leitura; - Dia Mundial da Poesia; - Concurso Literário; - Concurso de Leitura Expressiva; - Sessão com o escritor Augusto Carlos. • A BE desenvolveu, ao longo do ano lectivo, 4 actividades/exposições, visando os conteúdos programáticos do Departamento de Línguas, de Ciências Sociais e Humanas e Físico-Matemáticas, no âmbito das comemorações: 12
  13. 13. Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados - Dia Mundial da Poesia; - Dia Internacional da Língua Materna; - Centenário da República; - Dia Mundial da Alimentação; • A BE organizou, em parceria com o Departamento das Línguas, a Semana da Leitura, tendo planificado e divulgado actividades, em que estiveram envolvidas várias turmas do 2º e 3º ciclos e do ensino secundário; • Registaram-se 95 utilizações da BE em contexto lectivo, prática que foi utilizada pela 1ª vez; • A utilização da BE foi rentabilizada pelos docentes em actividades de ensino e de apoio com os alunos, desenvolvidas em parceria com a BE ou de forma autónoma; • A equipa da BE apoiou na pesquisa e tratamento da informação, grupos de alunos encaminhados para a BE, a fim de realizarem trabalho orientado; • A BE divulgou, através do seu blogue, as actividades do PAA da BE e outros recursos de interesse para os docentes. 13
  14. 14. Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados A. Apoio ao desenvolvimento curricular Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados A. 2. Promoção das literaciasA BE realizou sessões pontuais para • Utilidade das actividades para • • da informação, tecnológica e digital As actividades desenvolvidas paraA.2.1. Organização de alunos de alguns anos de escolaridade, aprender a usar os recursos da aprender a usar os recursos da BEactividades de fazendo o seu acompanhamento e BE. foram pontuais, devido àformação de esclarecendo dúvidas; integração da BE na RBE apenasutilizadores. • 24% dos alunos inquiridos em Junho de 2009. participaram em actividades para aprender a usar os recursos da BE: localização de livros, fazer pesquisa, utilização das TIC; • 88% dos alunos inquiridos referem que depois dessas actividades se sente mais à vontade a usar os recursos da BE; • 85% dos alunos inquiridos referem que se sente apoiado pela professora bibliotecária/equipa da BE quando a utiliza; • A BE realizou uma visita de conhecimento da BE e de utilização dos seus recursos, no início do ano lectivo, para os alunos do 2º ciclo.A.2.2. Promoção do • 3 Turmas do 2º Ciclo, 4 Turmas do • A BE foi utilizada por um • A produção de materiais pelaensino em contexto de 14
  15. 15. Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados 3º Ciclo e 1 do Secundário realizaram, número razoável de alunos equipa da BE para apoiar ocompetências de com frequência, ao longo do ano para realizar actividades de desenvolvimento de competênciasinformação. lectivo, actividades de Área de Projecto Área de Projecto; de informação, ainda não é na BE; • A professora bibliotecária suficiente, porque a BE está em • Mais de 200 alunos realizaram, ao /equipa da BE apoia os funcionamento pleno há pouco longo do ano lectivo, actividades de professores, na integração de tempo. Área de Projecto na BE; competências de informação, • 72% dos docentes inquiridos nas suas actividades docentes; costumam integrar as competências • O equipamento informático de informação na planificação e foi sendo rentabilizado pelos tratamento das diferentes unidades de alunos. ensino. • 86% dos alunos inquiridos consideram que o trabalho na BE contribui, para a segurança e confiança na prática das tarefas de pesquisa, consulta e produção de informação; • Os professores da equipa da BE desenvolveram, sempre que foi necessário, práticas colaborativas com os docentes, em actividades de ensino de competências de informação com alunos, ao longo do ano lectivo; • A BE produziu 3 guiões de pesquisa/apoio ao desenvolvimento de competências de informação. • A BE disponibilizou, os seus recursos • A PB e a equipa da BE • Pela razão que tem vindo a serA.2.3. Promoção das informáticos e humanos, para o apoiaram e orientaram os apresentada a promoção das TIC eTIC e da Internet como desenvolvimento de actividades de alunos na utilização das TIC e da Internet como ferramentas deferramentas de acesso, Área de Projecto e das Áreas da Internet, seleccionando acesso, produção e comunicaçãoprodução e Curriculares Disciplinares; sites e orientando pesquisas. de informação e como recurso decomunicação de 15
  16. 16. Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados • A BE articulou, ocasionalmente, com aprendizagem é muito recente einformação e como a Área de Projecto, o desenvolvimento precisa de ser aprofundada.recurso de de práticas de fomento à utilizaçãoaprendizagem. contextualizada das TIC, disponibilizando materiais de apoio para professores e alunos; • A BE produziu 1 guião de pesquisa/avaliação e apoio à utilização das TIC e da Internet como ferramentas de acesso, produção e comunicação de informação e como recurso de aprendizagem; • A PB e a equipa da BE apoiaram os alunos na selecção e utilização das TIC e Internet, seleccionando sites e orientando pesquisas; • 44% dos docentes inquiridos consideram que os alunos possuem Boas competências para uso das TIC • 55% dos docentes inquiridos consideram que os alunos possuem Médias competências para uso das TIC; • 58 % dos alunos inquiridos classificam, as suas competências TIC, como Boas; • 34% dos alunos inquiridos classificam, as suas competências TIC, como Médias. • 89% dos docentes inquiridos • A BE contribui, de forma • Os alunos, de forma voluntária,A.2.4. Impacto da BE 16
  17. 17. Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados consideram que a BE tem um positiva, para o recorrem pouco aos recursos quenas competências contributo Muito Bom ou Bom no desenvolvimento das lhes são disponibilizados pela BE,tecnológicas e de desenvolvimento das competências competências tecnológicas e para apoio à pesquisa e utilizaçãoinformação dos alunos. tecnológicas e de informação dos de informação dos alunos; da informação. alunos; • A BE contribui, de forma • 16% dos docentes inquiridos positiva, para a segurança e consideram que os alunos possuem confiança, dos alunos, nas Boas competências de informação; tarefas de pesquisa, consulta e • 67% dos docentes inquiridos produção de informação; consideram que os alunos possuem • A generalidade dos alunos Médias competências de informação; apresenta boas competências • 44% dos docentes inquiridos tecnológicas e de informação. consideram que os alunos possuem Boas competências para uso das TIC; • 55% dos docentes inquiridos consideram que os alunos possuem Médias competências para uso das TIC • 88% dos alunos inquiridos consideram que à medida que vão realizando mais trabalhos na BE ou utilizando os seus recursos, os trabalhos de pesquisa vão melhorando e eles vão fazendo progressos ; • 87% dos alunos inquiridos consideram que o trabalho na BE ou tendo por base os seus recursos, contribui para se sentirem mais seguros e confiantes nas tarefas da pesquisa, consulta e produção de informação; • 90% dos alunos inquiridos consideram que os trabalhos de pesquisa realizados na BE ou tendo por base 17
  18. 18. Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados os seus recursos exigem capacidade de iniciativa, autonomia e cooperação com os colegas; • 27% dos alunos inquiridos referem que gostavam de saber mais sobre como encontrar a informação de que precisam nos livros; • 26% dos alunos inquiridos referem que gostavam de saber mais sobre como organizar um trabalho; • 17% dos alunos inquiridos referem que gostavam de saber mais sobre como fazer trabalhos de pesquisa; • 17% dos alunos inquiridos referem que gostavam de saber mais sobre como apresentar um trabalho em Word, PowerPoint, Movie Maker, outros; • 53 % dos alunos inquiridos classificam, as suas competências para o uso dos serviços e dos equipamentos na BE como Boas; • 41 % dos alunos inquiridos classificam, as suas competências para uso dos serviços e dos equipamentos na BE como Médias; • 58 % dos alunos inquiridos classifica, as suas competências TIC, como Boas; • 34% dos alunos inquiridos classifica, 18
  19. 19. Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados as suas competências TIC, como Médias; • 45% dos alunos inquiridos classifica as aprendizagens realizadas na BE para explorar diferentes materiais (livros, CD, DVD, Internet), elaborar trabalhos e apresentá-los como Boas; • 43% dos alunos inquiridos classifica as aprendizagens realizadas na BE para explorar diferentes materiais (livros, CD, DVD, Internet), elaborar trabalhos e apresentá-los como Médias. • A BE incentiva a interiorização de • A BE, através do seu trabalho,A.2.5. Impacto da BE normas/regras que facilitarão a inserção favorece o desenvolvimentono desenvolvimento de do aluno na vivência em grande grupo; de valores e atitudesvalores e atitudes indispensáveis à formação daindispensáveis à • 50% dos docentes inquiridos cidadania e à aprendizagem aoformação da cidadania consideram que a BE influencia muito, longo da vida;e à aprendizagem ao os alunos, no desenvolvimento de •longo da vida. A BE promove e desenvolve, valores e atitudes de convivência, na generalidade dos alunos, de iniciativa, cooperação e autonomia; forma muito positiva, práticas • 50% dos docentes inquiridos de convivência, iniciativa, consideram que a BE influencia cooperação, autonomia; razoavelmente, os alunos, no • A BE contribui, de forma desenvolvimento de valores e atitudes bastante positiva, para a de convivência, iniciativa, cooperação e progressão dos alunos na autonomia; interiorização de competências essenciais para • A BE insere os alunos num espaço de o sucesso educativo; vivência democrática; • A BE favorece com o seu 19
  20. 20. Indicadores Evidências recolhidas Pontos Fortes Identificados Pontos Fracos Identificados • A BE incentiva a partilha de trabalho a interiorização de conhecimentos entre alunos; princípios básicos fundamentais à criação de • A BE promove comportamentos alunos cumpridores e responsáveis e de entreajuda; conhecedores. • A maioria dos alunos, ao longo do ano lectivo, demonstrou progressos no cumprimento de normas necessárias, de acordo com a estruturação espacial e funcional da BE; • 90% dos alunos inquiridos têm consciência que o trabalho de pesquisa realizado na BE ou utilizando os seus recursos exige-lhes capacidades de iniciativa, autonomia e cooperação com os colegas; • 87% dos alunos inquiridos consideram que o trabalho na BE ou tendo por base os seus recursos, contribui para se sentirem mais seguros e confiantes nas tarefas da pesquisa, consulta e produção de informação; • Uma boa parte dos alunos, ao longo do ano lectivo, demonstrou progressos no âmbito da cooperação, autonomia e responsabilidade. 20
  21. 21. Domínio Seleccionado para avaliação – Quadro SínteseMotivo da escolha deste domínio: O ano lectivo de 2009/2010 foi o ano de integração da BE na RBE. No presente ano lectivo, iniciou-se asensibilização dos docentes para a importância do trabalho colaborativo entre as actividades realizadas na BE e as actividades das várias áreascurriculares e não curriculares. Considerou-se também que este era um domínio com grande impacto nas aprendizagens dos alunos e que necessitavade ser avaliado para se identificarem os pontos fortes e os pontos fracos e se perspectivarem as acções de melhoria.A.1. Articulação Curricular da BE com as Estruturas de Coordenação Educativa e Supervisão Pedagógica e os DocentesNível obtido: 3 (três)Acções para melhoria: • Apresentar aos docentes sugestões de trabalho conjunto em torno do tratamento de diferentes unidades de ensino ou temas; • Promover acções de formação de utilizadores, detectar necessidades e apresentar sugestões de trabalho concretas; • Promover reuniões da BE com os docentes do apoio educativo; • Aprofundar a articulação com os outros elementos da equipa PTE, quer para garantir o bom estado das redes, equipamentos e software da BE, quer para estruturação conjunta de programas/ actividades pedagógicas no domínio da literacia tecnológica e organização de recursos on-line; • Produzir, em colaboração com os docentes, materiais e mais sugestões de actividades e recursos que sirvam a ocupação dos tempos escolares dos alunos; • Reforçar a comunicação com todos os docentes.A.2. Promoção das Literacias da Informação, Tecnológica e DigitalNível obtido: 2 (dois) 21
  22. 22. Acções para melhoria : • Realizar sessões de formação para os utilizadores da BE; • Aumentar a produção de guiões e outros materiais de apoio à pesquisa e utilização da informação pelos alunos e melhorar a sua divulgação; • Promover a utilização das redes sociais Diigo e Facebook por docentes e alunos para partilhar informação, conhecimento e actividades; • Reforçar a articulação entre a BE e o trabalho de sala de aula. SECÇÃO B – DOMÍNIO A B. Leitura e literacia Subdomínio Relatório de Avaliação Evidências que Acções para melhoria fundamentam o relatórioB.1 Trabalho da BE ao • Registos de • Utilizar a Web e outras fontes de • A PB realizou vários contactos com asserviço da promoção da contactos; informação na prospecção e coordenadoras dos estabelecimentosleitura na do primeiro ciclo e dos Jardins de • Documentos das identificação de materiais doescola/agrupamento. Infância para a programação de actividades; interesse dos alunos; actividades do PNL e actividades • Estatísticas; dinamizadas pela BE com o objectivo • Inventariar as necessidades em de promover a leitura; • Trabalhos de termos de livros e outros 22
  23. 23. • A BE desenvolveu de forma regular alunos; recursos; actividades no âmbito da promoção da leitura com impacto no crescimento do • Actas das reuniões • Definir um plano integrado de gosto pela leitura: da equipa da BE; actividades que melhorem os - Realização de duas Feiras do Livro • Actas do Conselho índices de leitura, apresentando que decorreram entre 6 e 10 de Pedagógico; sugestões que envolvam a Dezembro de 2010 e 26 e 31 de Março de 2011; • Relação de vendas colaboração dos docentes; - Comemoração do “Dia Internacional das Feiras do Livro. • Desenvolver uma acção da Língua Materna”; sistemática na promoção de - Comemoração da Semana da Leitura; - Comemoração do “Dia Mundial da obras literárias ou de divulgação, Poesia”; na realização de exposições, de - Encontro com o escritor Augusto debates, na criação de grupos de Carlos na qual participaram duas leitura. turmas do 5º ano; - Concurso literário na modalidade de poesia - tema “A Água”, no qual participaram todas as escolas do Agrupamento;• Foram realizadas acções de promoção da leitura destinadas especificamente às turmas do 2º e 3º ciclos: - leitura orientada na sala de aula ao longo do ano lectivo; - “Quem conta um conto acrescenta um ponto”, actividade que decorreu durante o 1º período para o 5º ano;• A BE coordenou a aplicação do PNL no Agrupamento: divulgou as linhas de orientação no Departamento de Línguas; realizou aquisições; acompanhou e propôs actividades nas quais participaram todas as turmas do 23
  24. 24. 5º,6º e 7º anos da escola sede, os Jardins de Infância e a escola do 1º ciclo; • A BE criou e divulgou o seu blogue à comunidade escolar.B.2. Integração da BE nas • Sensibilizar a escola para aestratégias e programas de • A PB realizou vários contactos com as coordenadoras dos estabelecimentos do • Blogue; importância da leitura como suporteleitura ao nível da primeiro ciclo e dos Jardins de Infância e progressão das aprendizagens;escola/agrupamento • Cartazes; para a programação de actividades do • Estatísticas; • Trabalhar articuladamente com os PNL e actividades dinamizadas pela BE com o objectivo de promover a leitura; departamentos e os docentes; • Fotografias; • A BE desenvolveu um trabalho de • Produzir instrumentos de apoio para colaboração com o grupo de Língua • Trabalhos realizados docentes e alunos. Portuguesa/Português e com a escola do 1º pelos alunos. ciclo e os Jardins de Infância, na concretização de diversas actividades: semana da Leitura, concurso literário, concurso de leitura expressiva, sessão com o escritor Augusto Carlos, entre outras; • A BE promoveu a participação das escolas do Agrupamento nas iniciativas do PNL; • A BE articulou actividades com os docentes no âmbito do PNL e todas as turmas do 1º ao 7º ano fizeram a leitura orientada na sala de aula de 3 títulos; • A BE dirigiu e garantiu a entrega dos livros oferecidos a todos os alunos do 1.º e 5.º anos; • A BE organizou, em parceria com o Departamento das Línguas, a Semana da Leitura, tendo planificado e divulgado 24
  25. 25. actividades, em que estiveram envolvidas várias turmas do 2º e 3º ciclos e do ensino secundário.B.3 Impacto do trabalho da • Os alunos revelaram bastante adesão às • Estatísticas; • Melhorar a oferta de actividades de Feiras do Livro, ao encontro com oBE nas atitudes e promoção da leitura e de apoio ao escritor, à participação no concurso • Observação directa.competências dos alunos, no literário e às sessões de leitura; desenvolvimento de competênciasâmbito da leitura e daliteracia • O número de requisições domiciliárias de no âmbito da leitura, da escrita e das livros foi de 376; literacias; • Os alunos utilizaram frequentemente a BE e os seus recursos em actividades de • Dialogar com os alunos com vista à estudo. identificação de interesses e necessidades no campo da leitura e da literacia. SECÇÃO B – DOMÍNIO A C. Projectos, Parcerias e Actividades Livres e de Abertura à Comunidade Subdomínio Relatório de Avaliação Evidências que Acções para melhoria fundamentam o relatório • A equipa da BE apoiou e orientouC.1. Apoio a actividades • Estatísticas; • Melhorar o apoio e diariamente os alunos nas suaslivres, extra-curriculares e acompanhamento dos alunos no actividades livres de leitura, pesquisa, • Horário;de enriquecimento estudo e execução dos trabalhos desenvolvimento decurricular • Questionários aos escolares; alunos; metodologias de pesquisa e de • 85% dos alunos inquiridos sentiram- trabalho autónomo. se apoiados pela PB/equipa da BE; • Plano Anual de 25
  26. 26. • 88% dos alunos consideraram que Actividades; fazem progressos à medida que utilizam a BE; • Blogue; • Os alunos utilizaram o computador • Fotografias. 3452 vezes; • A BE apresentou um horário de funcionamento adequado ao horário dos alunos: 8H 30M às 13H 30M e das 14H às 16H 30M; • Os alunos utilizaram a BE de acordo com a organização do espaço e respeitaram as regras estabelecidas, num ambiente descontraído; • A BE realizou aquisições de filmes e livros juvenis tendo em conta os gostos dos alunos; • A BE disponibilizou um programa regular de diversas actividades de carácter lúdico e cultural, já referenciadas anteriormente. • A BE organizou, em parceria com o grupo • Registos de contactos; • Aumentar a participação da BE na de Língua Portuguesa/Português, aC.2. Projectos e parcerias concretização de diversas actividades: • Fotografias; dinamização de actividades Semana da Leitura, Dia Mundial da culturais. • Certificados de Poesia, Concurso Literário, Concurso de participação; Leitura Expressiva, sessão com o escritor Augusto Carlos, entre outras; • Blogue. • A BE integrou, no seu espaço, 4 exposições, visando os conteúdos programáticos do Departamento de Línguas, de Ciências Sociais e Humanas e Físico-Matemáticas, no âmbito das comemorações: - “Dia Mundial da Poesia”; 26
  27. 27. - “Dia Internacional da Língua Materna”; - “Centenário da República”; - “Dia Mundial da Alimentação”;• A BE organizou, em parceria com a Escola do 1º ciclo e os Jardins de Infância a concretização do Concurso Literário e o Dia Mundial da Poesia;• A professora bibliotecária participou em todas as reuniões de trabalho agendadas pela Coordenadora Inter-Concelhia. SECÇÃO B – DOMÍNIO A 27
  28. 28. D. Gestão da Biblioteca Escolar Subdomínio Relatório de Avaliação Evidências que Acções para melhoria fundamentam o relatório • A professora bibliotecáriaD.1. Articulação da BE • Actas das reuniões; • Reforçar a articulação de promoveu, no Conselhocom a escola/agrupamento. objectivos e de trabalho com Pedagógico, ao longo do ano, o • Registos;Acesso e serviços prestados papel relevante da BE para o os departamentos e docentes;pela BE. • Documento sobre o sucesso educativo dos alunos; • Reforçar o trabalho • O Regulamento Interno da BE está MABE; colaborativo com as outras em anexo ao Regulamento Interno • Horário; do Agrupamento; escolas do agrupamento; • O Regulamento Interno da BE está • PAA da BE; • Criar dinâmicas de promoção em anexo ao Projecto Educativo do • Regulamento cultural e difundir essas Agrupamento; Interno da BE. práticas formando públicos, • O Plano de Actividades da BE promovendo a escola e a BE insere-se na missão e metas como pólo cultural; preconizadas nos documentos estratégicos do Agrupamento; • Integrar os resultados da auto- avaliação da BE na auto- • O PAA da BE está articulado com avaliação da escola. PAA do Agrupamento; • No âmbito da auto-avaliação da BE a professora bibliotecária apresentou numa sessão do Conselho Pedagógico o MABE proposto pela RBE, tendo definido o domínio a testar; • A equipa da BE realizou duas reuniões para operacionalizar o MABE; • O relatório de aplicação do MABE e o relatório de execução do PAA da BE foram aprovados em Conselho Pedagógico; • O horário de funcionamento da BE está adequado ao horário de funcionamento dos alunos; 28 • Os recursos da BE são utilizados pelos docentes no âmbito das actividades e projectos
  29. 29. SECÇÃO C Auto-Avaliação – Síntese Global Nível Obtido: 3Domínios de Ano de Nível Acções para melhoria Data de apresentação ao Conselho Pedagógico.funcioname incidência obtido Recomendações do Conselho Pedagógico nto da auto- avaliação 25/07/2011 sobre este domínio • Apresentar aos docentes sugestões de • Abrir a BE à comunidade – pais/encarregadosDomínio A 2010/2011 3 trabalho conjunto em torno do de educação e famílias;A.1. tratamento de diferentes unidades deArticulação • Criar um clube de escrita criativa;Curricular ensino ou temas;da BE com • Constituir o grupo “Os Amigos da BE”;as • Promover acções de formação deEstruturas utilizadores, detectar necessidades e • Melhorar o trabalho colaborativo entre a BE ePedagógicas apresentar sugestões de trabalho os docentes.e os concretas;Docentes 29
  30. 30. • Promover reuniões da BE com os docentes do apoio educativo; • Aprofundar a articulação com os outros elementos da equipa PTE, quer para garantir o bom estado das redes, equipamentos e software da BE, quer para estruturação conjunta de programas/ actividades pedagógicas no domínio da literacia tecnológica e organização de recursos on-line; • Produzir, em colaboração com os docentes, materiais e mais sugestões de actividades e recursos que sirvam a ocupação dos tempos escolares dos alunos; • Reforçar a comunicação com todos os docentes.Domínio AA.2. 2010/2011 2 • Realizar sessões de formação para osPromoção utilizadores da BE; • Continuar a produzir materiais para seremdas utilizados pelos alunos;Literacias • Aumentar a produção de guiões eda • Melhorar a pesquisa de informação através da outros materiais de apoio à pesquisaInformação, utilização das redes sociais Diigo e Facebook. e utilização da informação pelosTecnológica alunos e melhorar a sua divulgação;e Digital • Promover a utilização das redes 30
  31. 31. sociais Diigo e Facebook por docentes e alunos para partilhar informação, conhecimento e actividades;• Reforçar a articulação entre a BE e o trabalho de sala de aula. 31

×