Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

SEO para Wordpress

1 431 vues

Publié le

Aprenda a fazer Otimização de Sites (SEO) em sites que usam o WordPress como sistema de gerenciamento de conteúdo! Esta apresentação faz uma abordagem prática sobre a aplicação de táticas de SEO no Wordpress e os plugins necessários para isso - explicando e justificando tudo isso, claro. Trata-se de questões como títulos, meta-tags, conteúdo das páginas, otimização de imagens, velocidade do site, link building interno, caching, entre outras dúvidas que permeiam o dia-a-dia da gestão de um site. Esta apresentação foi feita por Ian Castro, a convite do Meetup WordPress Salvador.

Publié dans : Internet

SEO para Wordpress

  1. 1. Esta é uma iniciativa do grupo WORDPRESS SALVADOR Esta apresentação é parte do WordPress Salvador, um grupo que se reúne para trocar experiências e conhecimento sobre o CMS WordPress – ajudando novos profissionais e contribuindo para a comunidade (global) do WordPress. Fundado por Leo Baiano e formado por profissionais baianos que trabalham com o WordPress , o grupo vem ganhando reconhecimento e respaldo para sediar grandes eventos na área de desenvolvimento em WordPress. Esta iniciativa é apoiada pelo Lab-HQ - Laboratório de Quadrinhos e Ilustrações da UNEB.
  2. 2. v Ian Castro de Souza Diretor de Criação e Produção Graduado em Comunicação na Universidade Federal da Bahia (UFBA), desde a academia esteve imerso no mundo do marketing digital e acumula uma experiência de mais de 4 anos prestando consultoria para Otimização de Sites (SEO). Na Salve! Digital, é responsável por agregar recursos inovadores aos projetos, além de fazer a direção criativa e tecnológica.
  3. 3. www.salvedigital.com.br
  4. 4. www.intermidias.com.br
  5. 5. O que eu fiz para estar aqui? JVF Empreendimentos A Salve! Digital planejou da arquitetura da informação com foco nos produtos da JVF Empreendimentos Imobiliários e na geração de leads de vendas. Hoje, mesmo sem investir continuamente em SEO, páginas do site figuram em buscas por mais de 400 termos, com mais de 8.000 impressões mensais em SERPs. Mensalmente, o site possui aproximadamente 70% do seu tráfego proveniente de mecanismos de buscas.
  6. 6. O que eu fiz para estar aqui? Fórmula Residencial A Salve! Digital elaborou um Planejamento de SEO para melhoria técnica de cada uma das páginas do site, a fim de atender aos princípios básicos de SEO e aperfeiçoá-las para buscas long tail. A quantidade de buscas nas quais o site era apresentado como resultado aumentou 37%, o CTR (click trought rate) dos resultados orgânicos foi de 13,63% e isso ocasionou um crescimento de 69,18% nas visitas provenientes de busca orgânica em relação aos meses anteriores.
  7. 7. O que eu fiz para estar aqui? Sabrinas.net.br Plano tático de SEO On Page que contemplava a migração do site para uma plataforma SEO Friendly, melhoria na arquitetura de informações, ajustes de redação para SEO em todas as páginas do site (bem como inclusão de meta-informações) e otimização das imagens. A quantidade de buscas nas quais o site aparecia aumentou 1.768%; as páginas do site foram mostradas mais de 18 mil vezes em SERPs e as visitas provenientes de busca cresceram 2.327%.
  8. 8. Sobre o que nós vamos conversar? SEO
  9. 9. Sobre o que nós vamos conversar? Search Engine Optimization
  10. 10. E por que se preocupar com isso?
  11. 11. dos usuários de internet no Brasil usam mecanismos de buscas para encontrar informações. 90%
  12. 12. das buscas realizadas no país são feitas através do Google 96%
  13. 13. dos usuários de internet fazem pesquisas em sites, blogs, fóruns e lojas virtuais antes de comprar. 90%
  14. 14. das pessoas conhecem novos sites através de mecanismos de buscas. 49%
  15. 15. das pessoas visitam apenas os sites que aparecem na primeira página. 90%
  16. 16. 49% dos cliques na primeira página de buscas são para os dois primeiros sites colocados.
  17. 17. Agora a coisa ficou séria, né?
  18. 18. How Search Works? (Como a busca funciona?) A lógica do Google explicada pelo próprio Google.
  19. 19. SEO ainda é uma área multidisciplinar, mas geralmente a dividimos em dois segmentos...
  20. 20. SEO On Page SEO Off Page
  21. 21. SEO On Page #01 Meta Informações #02 Links Permanentes #03 Conteúdo das Páginas #04 Otimização das Imagens #05 Link Building Interno #06 Robots.txt e Sitemap.xml #07 Carregamento das Páginas #08 Redirecionamentos #09 Feed RSS #10 Google Analytics e Webmaster Tools
  22. 22. Antes de qualquer coisa... SIM eu uso plugins, com moderação.
  23. 23. Talvez, a partir de hoje, você também comece a usar alguns, como: • Wordpress SEO (by Yoast) • SEO Friendly Images • SEO Smart Links • Hyper Cache • WP Minify • SEO Rank Reporter • Redirection • Broken Link Checker • Google Analyticator
  24. 24. Hey! Ho! LET’S GO!
  25. 25. Palavras-chave Defina quais realmente interessam!
  26. 26. Você já se perguntou... como as pessoas buscam pelo seu site? quais são as palavras que elas mais usam? quais palavras elas também poderiam usar?
  27. 27. Calma, o Google vai dar umas dicas...
  28. 28. Google Adwords > Planejador de palavras-chave
  29. 29. Google Adwords > Planejador de palavras-chave
  30. 30. Google Trends
  31. 31. Google Trends
  32. 32. Google Suggest
  33. 33. Google Suggest
  34. 34. Google Suggest
  35. 35. Se você quiser descobrir mais, use ferramentas como: • Google Analytics • Pesquisa interna do site • Yahoo Answers • Site de Concorrentes Dentre (vários) outros!
  36. 36. Você conhece a teoria da CAUDA LONGA?
  37. 37. Volume de buscas vs. Palavras-chave
  38. 38. Meta Informações Ajude o Google a entender suas páginas.
  39. 39. Um site é um conjunto de páginas. Então vamos começar a pensar nelas separadamente.
  40. 40. As meta informações são o resumo de uma página, um mapa do que ela tem.
  41. 41. Existem vários tipos de meta informações, Mas só dois deles nos interessam agora...
  42. 42. Title (título)
  43. 43. Description (descrição)
  44. 44. O Title e o Description definem o que vemos nas SERPs
  45. 45. E nós definimos o Title e o Description no Wordpress SEO
  46. 46. “Eu devo colocar as palavras-chave?” Sim, de forma contextualizada. “Quantos caracteres tem que ter?” Aproximadamente 70 no título e 160 da descrição. “E não tinha uma meta-tag Keyword?” Sim, mas o Google resolveu ignorá-la :(
  47. 47. Lembre de revisar todo o site! Todos os títulos e descrições devem ser ÚNICOS.
  48. 48. Google Webmaster Tools > Aspecto da Pesquisa > Melhorias de HTML
  49. 49. Wordpress SEO > Títulos & Metadados
  50. 50. Links Permanentes Já ouviu falar de URLs amigáveis?
  51. 51. http://www.intermidias.com.br/?p=6424 Você tem alguma ideia do conteúdo desse link?.
  52. 52. http://www.intermidias.com.br/como-escolher- a-melhor-hospedagem-de-sites/ Bem melhor, não? Isso é uma URL amigável.
  53. 53. A URL de uma página é um importante fator para seu posicionamento em buscas. Inclusive, a relação entre a URL e o conteúdo da página ajuda o Google a determinar a sua relevância. Então, é interessante que sejam curtas e objetivas, contendo palavras relevantes.
  54. 54. Wordpress > Configurações > Links Permanentes
  55. 55. Dúvida: /%category%/%postname%/ ou só /%postname%/
  56. 56. Conteúdo das Páginas só ele, faz 75% do trabalho de SEO para você.
  57. 57. O CONTEÚDO É REI! Esse pode ser um dos maiores clichês da área, mas é verdade.
  58. 58. Cada página do seu site te dá uma chance de: apresentar um produto/assunto; reter a atenção; despertar algum interesse; conduzir à realização de uma ação.
  59. 59. Para fazer isso com sucesso você precisa: • Pensar em “Topic Related Content”, não em "Keyword Related Content”; • Ter um conteúdo único, claro, objetivo e consistente, com uma média de 1.500 palavras (Moz e serpIQ); • Transmitir este conteúdo de forma criativa, apelativa ou, no mínimo, interessante;
  60. 60. Para fazer isso com sucesso você precisa: • Enriquecer o texto com fotografias, ilustrações, gráficos, vídeos e outros recursos; • Dividir seu texto com intertítulos e listas para estabelecer um ritmo de leitura; • Entender que a leitura, na web, acontece em F;
  61. 61. Para fazer isso com sucesso você precisa: • Chamar a atenção com palavras-chave em destaque; • Testar diferentes tipos de redação (Padrão vs Pirâmide Invertida); • Diagramar a página de forma fluida;
  62. 62. Para fazer isso com sucesso você precisa: • Usar e abusar de call-to-action, variando seus formatos; • Verificar como as pessoas estão utilizando sua página e melhorá-la.
  63. 63. Wordpress SEO > Página/Post
  64. 64. Wordpress SEO > Página/Post
  65. 65. Wordpress SEO > Página/Post
  66. 66. Sua página será acessada por pessoas, não (só) por mecanismos de buscas. Sempre tenha isso em mente e não há erro.
  67. 67. Dúvidas? Pesquise no Google! Existem inúmeros guias e manuais de melhores práticas para escrita online.
  68. 68. Otimização de Imagens Exige bastante atenção, mas gera resultado.
  69. 69. Otimizar as imagens que você usa em suas páginas pode, no mínimo: #1 Tornar as imagens amigáveis ao Google (inclusive ao Google Imagens); #2 Aumentar a velocidade de carregamento de uma página.
  70. 70. Imagens otimizadas aparecendo como resultados no Google Imagens
  71. 71. Geralmente perdemos mais tempo escolhendo e trabalhando na imagem que vamos usar na página do que no processo de preparação e upload desta imagem. Isso é normal, mas vamos começar a prestar atenção em algumas coisas.
  72. 72. Nome do Arquivo O nome do arquivo que você seleciona em seu computador passa a compor a URL da imagem. Antes de fazer o upload da sua imagem, mude o nome de “DSC123456.jpg” para “assunto-da-imagem.jpg" Atenção: elimine espaços, acentos, caracteres especiais e insira palavras-chaves relevantes para exprimir o significado da imagem, ok?
  73. 73. Wordpress > Mídia
  74. 74. Dimensão da Imagem Fique esperto: uma página WEB não é uma página de revista. Uma imagem não precisa ter 300dpi e ter 4.000x3.000px. Faça upload da sua imagem no tamanho final, ao invés de redimensionar com código ou através do Wordpress.
  75. 75. Wordpress > Mídia
  76. 76. Peso do Arquivo As imagens são responsáveis por mais de 50% do tempo de carregamento de uma página. Elimine peso desnecessário das suas imagens, salvando-as com a qualidade necessária para uma boa visualização (e não mais que isso). Como fazer isso? • “Save for Web” (do Adobe Photoshop) • ImageOptim (Mac OS X)
  77. 77. ImageOptim
  78. 78. Adobe Photoshop > Save for Web
  79. 79. Meta Informações Depois de fazer o upload e inserir a imagem na página, ainda há dois pontos que exigem atenção: os atributos TITLE e ALT. O Title Descreve o conteúdo da imagem para o usuário. O Alt Descreve o conteúdo da imagem para mecanismos de buscas.
  80. 80. Wordpress > Mídia
  81. 81. "E se for outra pessoa que coloca as imagens?” SEO Friendly Images!
  82. 82. Link Building Interno Interrelacionando páginas do seu site.
  83. 83. A quantidade e qualidade de links internos de uma página é um fator muito relevante para seu rankeamento. Tão importante quando o link em si é o “texto âncora”, ou seja, a palavra/termo no(a) qual há o link.
  84. 84. Para criar associações entre determinadas páginas do site e as palavras-chave que você considerou estratégicas, basta criar um link nestas palavras ao longo dos textos. Além desta associação, você também estará distribuindo “autoridade” entre as páginas do site e abrindo novas portas de acesso para elas.
  85. 85. Link colocado na palavra para a qual eu quero otimizar outra página.
  86. 86. Trabalhoso né? Não vou mentir para você, isso é bastante chato. Mas é claro que há um jeito mais fácil de fazer isso o/
  87. 87. SEO Smart Links
  88. 88. SEO Smart Links
  89. 89. Posts Relacionados
  90. 90. Landing sites > Posts relacionados de forma mais inteligente
  91. 91. Breadcrumbs > Caminho de Navegação
  92. 92. Robots.txt e Sitemap.xml Orientando os mecanismos de buscas.
  93. 93. Como vimos, os mecanismos de busca usam robôs para indexar conteúdo. Para que estes robôs sejam orientados de como proceder ao indexar uma página existem dois arquivos: Robots.txt e o Sitemap.xml
  94. 94. Robots.txt Deixa claro as orientações de quais páginas os mecanismos de buscas devem indexar ou não. É uma sinalização para que o Google não perca tempo indexando conteúdos do seu site que não interessam. Sitemap.xml Contribui com este processo apresentando ao buscador uma listagem de todas as páginas do site, com algumas informações prévias como: importância, data da última atualização, entre outros.
  95. 95. Criar estes arquivos e notificar os principais mecanismos de buscas é apresentar o seu site por completo, o que pode agilizar sua indexação.
  96. 96. Wordpress SEO > Robots.txt
  97. 97. Wordpress SEO > Sitemap XML
  98. 98. XML Sitemap > Uma alternativa ao Sitemap do Wordpress SEO
  99. 99. Aparência do Sitemap.xml para o Google
  100. 100. Neste caso, “menos é mais”. Não adianta deixar visíveis páginas que não tem valor estratégico ou agregam conteúdo como custom post types, páginas de tags, páginas de comentários, arquivos por autor, etc.
  101. 101. DICA EXTRA: Broken Link Checker
  102. 102. Carregamento das Páginas Aumentando a velocidade do seu site!
  103. 103. Quanto menor o tempo de carregamento da sua página, melhor. A velocidade de carregamento de uma página é um dos principais critérios para seu ranking em buscas.
  104. 104. Para descobrir a velocidade de carregamento de uma página, recomendo duas ferramentas bem simples...
  105. 105. PageSpeed
  106. 106. Pingdom
  107. 107. Pingdom
  108. 108. Agora você já sabe: #1 Qual é o tempo de carregamento da sua página. #2 Como cada elemento contribui para o aumento deste tempo.
  109. 109. Você deve identificar pelo menos duas das situações abaixo: #1 Imagens muito, mas muito, grandes! #2 Uma grande quantidade de requisições HTTP (itens a carregar) #3 Carregamento excessivo de CSS e Javascript (de forma desordenada) #4 Ausência de caching - páginas estáticas, mas recarregadas frequentemente #5 Ausência de compressão do GZIP #6 Redirecionamentos 301
  110. 110. Além de bom senso, você precisará de algumas ferramentas...
  111. 111. WP Minify
  112. 112. WP Hyper Cache
  113. 113. W3 Total Cache > Uma alternativa para o WP Minify e o Hyper Cache, juntos.
  114. 114. Redirecionamentos Por favor, não jogue o seu trabalho fora!
  115. 115. Você acabou de aprender várias coisas novas e é possível que mude bastante as páginas do seu site. Reorganizar as categorias, trocar as URLs padrão por URLs amigáveis, inserir palavras-chave nas URLs de páginas…
  116. 116. Porém, você não pode esquecer que as páginas do seu site já tem uma “história” e links apontando para elas. Mudar a URL de uma página é o mesmo que criar uma nova página.
  117. 117. É por isso que você deve fazer um REDIRECIONAMENTO 301
  118. 118. Há várias formas de fazer isso, mas eu gosto destas duas:
  119. 119. Wordpress SEO > Painel de Edição de Post/Página
  120. 120. Redirection
  121. 121. Redirection
  122. 122. Feed RSS Da série: “coisas que talvez não valham a pena falar”.
  123. 123. Hoje a “febre” dos Feeds RSS passou, mas muitos diretórios de sites ou auto-blogs ainda os utilizam para publicar posts de outros sites automaticamente.
  124. 124. Então, sempre é bom se prevenir! #1 Configure o Wordpress para servir apenas o resumo dos seus posts via RSS e sempre use a tag “Leia Mais”; #2 Configure o Wordpress SEO para adicionar um cabeçalho e um rodapé em todos os posts do Feed, assim você não apenas ganha um link, mas informa que aquele post é uma cópia.
  125. 125. Wordpress > Configurações > Leitura
  126. 126. Wordpress SEO > RSS
  127. 127. Google Analytics e o Google Webmaster Tools.
  128. 128. Você tem bastante trabalho a fazer, mas tão importante quanto colocar a mão na massa, é saber como medir os resultados.
  129. 129. Se você ainda não acompanha os acessos do seu site através do Google Analytics, é hora de começar! Esse seria um assunto para falar mais uma hora, mas vou resumir...
  130. 130. Google Analyticator
  131. 131. Dashboard do Google Analytics
  132. 132. O Google Webmaster Tools é uma ferramenta que você também deve usar a partir de agora. Ela ajuda o webmaster na gestão seu site, mostrando desde os termos para os quais ele aparece em buscas, até se há títulos repetidos nas páginas.
  133. 133. Dashboard do Google Webmaster Tools
  134. 134. Para acompanhar a evolução do seu trabalho no cotidiano, você pode recorrer a uma ferramenta mais rápida: o SEO Rank Reporter.
  135. 135. SEO Rank Reporter
  136. 136. CALMA! Ainda não acabou o/
  137. 137. Metas, métricas e rotinas são mais importantes que qualquer plugin.
  138. 138. Dúvidas?
  139. 139. Ian Castro de Souza ian@salvedigital.com.br

×