Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Central de monitoramento overview

2 348 vues

Publié le

UMA PASSAGEM SOBRE CENTRAL DE MONITORAMENTO, muito usado nas apresentações em clientes.

Publié dans : Services
  • Identifiez-vous pour voir les commentaires

Central de monitoramento overview

  1. 1. CENTRAL DE MONITORAMENTO
  2. 2. Objetivo: CENTRAL DE MONITORAMENTO oTer uma visão ampla sobre CENTRAL DE MONITORAMENTO e suas relações de importância com todos os processos existentes no negócio. Índice: oSobre o Instrutor; oEmpresa Vigilância e Eletrônica; oIntrodução Central de Monitoramento; oEstatística alarmes monitorados; oSIS Sistema Integrado de Segurança: Recursos Humanos Meios Organizacionais Meios Técnicos ativos oEncerramento Resumo
  3. 3. • Ivonei Hilgemberg  43 anos de idade.  4 filhos  Formação acadêmica: Sistemas de Informações.  Pós Graduação - MBA Lato Sensu em Logística Empresarial com Ênfase em Gestão de Pessoas.  Extensivo Universitário 200 Horas MBS – Master Business Security pela Fecap e B&A .  20 anos de experiência com Segurança Empresarial com foco em Tecnologias de Segurança.  Treinamento in company Profissionais da Área Operacional, Técnica e Comercial.
  4. 4. INTRODUÇÃO O que é uma Central de Monitoramento? A Central de Monitoramento é o cérebro e o centro nervoso da organização. É dali que irão partir as ações e reações da força operacional (táticos, técnicos, etc...) É o ponto estratégico de Segurança da Empresa. A central otimiza os recursos além de coordenar de forma ágil e em tempo real as contingências. É o centro de recebimento de sinais de alarme, registro de eventos e despachos de pronta resposta (tático).
  5. 5. ESTATÍSTICA Por que um cliente deve ter em sua Residência, Comércio ou Indústria um Sistema de Alarme “Monitorado”? Dados estatíscos : (ABESE – Associação Brasileira das Empresas de Segurança Eletrônica) – A cada 100 tentativas de furtos em estabelecimentos com alarmes, 94% fracassam. O número de estabelecimentos roubados sem alarme é 3 vezes maior. A quantidade de bens roubados em estabelecimentos sem alarmes é 10 vezes maior do que os que possuem alarmes monitorados
  6. 6. CENTRAL DE MONITORAMENTO - SIS A Central de Monitoramento dispõe do SIS – Sistema Integrado de Segurança Um Sistema Integrado de Segurança deve ser entendido como sendo a integração de variadas ferramentas que a segurança utiliza. Estas ferramentas são: -Recursos Humanos -Meios Organizacionais (procedimentos para cada tipo de evento – escrito) -Meios Técnicos (equipamentos ativos)
  7. 7. SIS - RECURSOS HUMANOS - OPERADORES RECURSOS HUMANOS – Operadores (Internos) e Táticos (externos) Operadores - decisão e ação de acordo com cada situação. Pessoas qualificadas em trabalhar com Informações de forma dinâmica, sabendo da importância que tem tratar essas informações com segurança e principalmente o sigilo que merecem.
  8. 8. SIS- RECURSOS HUMANOS - PRONTA RESPOSTA O que é Pronta resposta? É o envio de agentes táticos em motos ou VTRs até um local monitorado quando algum alarme é acionado. A Comunicação é através de rádios com pessoal estrategicamente bem localizados. No mercado há empresas com frotas competentes e ágeis atuando na Pronta resposta, com pessoal capacitado e equipamentos de alta tecnologia para efetuar o atendimento com exatidão. IDEAL DE EMPRESA é ser licenciada pelos órgãos competentes para trabalhar com vigilância e Pronta resposta, proporcionando mais proteção e tranqüilidade ao cliente. O serviço de Pronta Resposta é Tático, ou seja, VERIFICAÇÃO de alarmes e percebendo a veracidade é imediatamente informado a central que repassa aos órgãos competentes.
  9. 9. SIS – MEIOS ORGANIZACIONAIS Os Meios Organizacionais são os Documentos, a Política Interna da Empresa, as Normas e Procedimentos “escritos” que servem como mapa para os operadores e colaboradores adjuntos. Desse “BOOK” ou “Cartilha” os operadores consultam e iniciam os atendimentos das contigências. Na Ficha de Monitoramento consta as Informações do cliente como: endereço, contatos, nomes dos usuários, senha e contra senha, programação de usuários, relação de setores protegidos e observações como ponto de referência. Tipos de Procedimentos: -Login e senha no Software de Monitoramento (rotina); - Ler o livro ata; - Passar recados em Livro Ata aos departamentos (financeiro, Comercial, etc..) - Ativar os alarmes remotamente, - Suporte ao Cliente (status, ativar, eliminar setores, trocar senhas de usuário, etc...) Tipos de Eventos : - Divergências de Horários, - Pânico; - Coação; - Intrusão; - Falha de Energia; - Bateria Baixa; Tipos de Monitoramento -Simples -Especial, -Ronda diária, - Acompanhamento de Fechamento, -Operação Pagamento,
  10. 10. SIS – MEIOS TÉCNICOS 1 - ALARMES MONITORADOS EQUIPAMENTOS DE UM SISTEMA DE ALARME CPU – Cérebro do Sistema . Recebem e interpretam sinais emitidos pelos sensores e acionam reações contra os eventos, como alertas sonoros ou ligações telefônicas para a central de monitoramento. ACESSÓRIOS – Caixa Metálica, Bateria, Transformador, Sirene e Teclado SENSORES – são os responsáveis por acusar os eventos , isto é, literalmente dar o alarme, denunciando uma ocorrência por abertura, movimento, quebra de vidro, etc... Tipos de sensores - Magnético, Movimento ou Presença, Fumaça, Temperatura, Ruído, Barreira de Infra Vermelho Ativo,
  11. 11. SIS – MEIOS TÉCNICOS 2 - CFTV CFTV –Todo sistema de segurança formado por câmeras ou micro câmeras, onde são monitoradas e gravadas as imagens geradas, pode ser chamado de um sistema de circuito fechado de televisão. É um sistema que permite identificar possíveis problemas, sendo um inibidor das ações, tanto de agente externo quanto interno. Deve estar sempre integrado com outro sistema, como alarme monitorado, possibilitando a identificação do problema e verificação em tempo real, dando maiores subsídios para acionar a Polícia, por exemplo. CFTV ANALÓGICO E EQUIPAMENTOS Câmera CCD P&B / Color, Micro câmera P&B / Color, Speed Dome, Falsa Lentes; Multiplexador, Seqüencial de imagens, Quad, Vídeo Falso, Caixa de Proteção, Time Lapse, Monitor de imagens
  12. 12. SIS – MEIOS TÉCNICOS 2 - CFTV CFTV DIGITAL E EQUIPAMENTOS Os sistemas de CFTV digitais agregam recursos que os diferencia dos sistemas analógicos: espaço físico reduzido, isto é, temos praticamente todos os equipamentos que compõe um sistema analógico (Mux, T/L, controladores, etc.) em um único módulo; gravação das imagens em disco rígido ou outros meios de back up (CD-R, pen drive, etc.), diminuindo espaço físico para armazenamento e ainda menor manutenção nos mecanismos; qualidade de gravação superior, comparados com o sistema analógico; velocidade de gravação; versatilidade; rápida localização das imagens gravadas; conectividade, transmissão das imagens através dos meios de comunicação mais utilizados no mundo: redes (LAN/WAN), Internet, linha discadas; capacidade de gravação por detecção de movimento, agendamento e outros; passível de controle remoto; controle de câmeras móveis (PTZ), local ou remotamente. DVR (Digital Vídeo Recorder) Placa de captura:
  13. 13. SIS – MEIOS TÉCNICOS 3 - RASTREAMENTO RASTREAMENTO – Localização, Bloqueio, Telemetria, etc... Através de software específico ou integrado ao software de monitoramento, possibilita saber onde o veículo está em informações numéricas (latitude e longitude) e visuais.
  14. 14. SIS MEIOS TÉCNICOS CERCA ELÉTRICA A Cerca Elétrica tem como objetivo proteger o perímetro e os acessos, através de uma cerca eletrificada ( Alta Voltagem e Baixa Amperagem). Suas aplicações mais comuns são: muros, grades, fachadas, locais altos e longe do alcance das crianças. EQUIPAMENTOS DE CERCA ELÉTRICA Cerca Elétrica Universal ou Cerca Elétrica com entrada para 2 módulos Módulo Alta Tensão de Cerca Elétrica Caixa Metálica Grande (aplicável na universal) Bateria 12 Volts / 7AH Haste de Alumínio Barra Chata, Haste Cantoneira com 8 Roldanas e Barra de Aterramento Fio de Cerca Elétrica Aço Inox e Cabo de Alta Isolação Placa “Cuidado cerca elétrica”. MINI TRANSMISSOR - (chaveiro) kit fonte (aplicável na cerca universal)
  15. 15. MEIOS TÉCNICOS – COMUNICAÇÃO – LINHA FIXA E RÁDIO
  16. 16. MEIOS TÉCNICOS – COMUNICAÇÃO – GPRS E/OU IP
  17. 17. VISÃO GERAL
  18. 18. ENCERRAMENTO - RESUMO Falamos sobre : -Central de Monitoramento, -Recursos Humanos -Meios Organizacionais -Alarmes Monitorados -CFTV -Cerca Elétrica -Meios de Comunicação

×