Inf historia 10

Izaac Erder
Izaac ErderProfessor à Izaac Erder Silva Soares
Boletim Informativo – Ano 3 – Número 10 – Outubro de 2009


                                                             A compreensão do mundo
editorial




       Como nossos jovens compreendem o mundo? Que tipo de conhecimen-            a divulgar o conhecimento gerado, compartilhando-o com os demais mem-
       to científico guardam do que lhes é ensinado na escola? São eles capa-     bros da comunidade acadêmica. Certamente, existem várias formas de
       zes de alcançar uma formação crítica que lhes permita enfrentar os pro-    disseminação do conhecimento, mas algumas alternativas têm cumprido
       blemas do dia-a-dia e transformar a realidade? Pensando nestas ques-       com êxito este propósito, como o boletim e o blog Festa na História!.
       tões, nós, docentes dos cursos de licenciatura, temos um compromisso           Especialmente neste número o boletim traz textos oriundos de pesqui-
       de proporcionar aos nossos alunos e futuros professores oportunidades      sas realizadas por nossos alunos, indicações de livros, informações sobre
       de lidar com o conhecimento de formas alternativas e desafiadoras.         eventos científicos realizados em todo o país e também esclarecimentos
    Uma das formas encontradas pelo curso de História da FUNEDI/                  sobre o conteúdo do blog do curso de História que, certamente, tem sido
UEMG foi, sem dúvida, a mobilização de todos os alunos na produção                uma ferramenta importante para a divulgação do conhecimento. Confira!
de pesquisas científicas capazes de aproximarem a teoria e a prática,
tornando, assim, o ensino mais dinâmico. Além de estimular nossos alu-                             Ana Paula Martins, professora do curso de História
nos a ingressarem no mundo científico, torna-se importante estimulá-los                 Lívia Denise da Costa, aluna do 8º período do curso de História


                                                       Festa de Reinado em Divinópolis
artigo




               “A Nossa Senhora mandou um recado / Festa do Rosário /             fazendo com que houvesse a construção de uma capela em 1850 para os
            Chamou, chamou, chamou / Eu sou filho dela criado no Congo            negros realizarem suas práticas religiosas, separando-se, assim, dos bran-
                                             Chegou, chegou, chegou”              cos. Em meados do século XX, esta festa passa a ser perseguida pela
                                                                                  Igreja Católica e proibida de ser realizada em algumas regiões, inclusive
           Entre os meses de agosto e outubro, ouve-se “repicar” em di-           Divinópolis. Era expressamente proibida a manifestação de cultos afro
versos bairros de Divinópolis (MG) os tambores da Festa de Reinado em             na cidade. Segmentos afros como candomblés, umbandas, macumbas,
homenagem à Nossa Senhora do Rosário. Esta prática cultural é realiza-            folias de reis, festa de Reinado, entre outros, foram proibidos e confun-
da em diferentes localidades do Brasil, e, segundo alguns relatos, encon-         didos com práticas maliciosas. Mas, mesmo assim, a Festa de Reinado
tra-se presente em Minas Gerais desde meados do século XVIII.                     continuou sendo realizada, escapando do poder eclesiástico local. Vários
     De forma geral, a Festa de Reinado é um festejo performático, cons-          reinadeiros vieram de outras localidades e conseguiram criar estratégias para
tituído de dança, oralidade, representação e gestualidade. O aprendizado          driblar a proibição e conseguiram, assim, realizar o festejo. A capela que
de seus participantes é construído a partir de uma educação informal.             fora construída para realização da Festa dos Negros foi demolida em 1957
Aprende-se através da relação sujeito/sujeito. Não existe um manual que           para dar lugar ao Mercado Municipal que conhecemos hoje.
ensine como aprender a festa. Por isto, ela é repassada através da percep-            E, somente em meados da década de 1970, a festa foi aceita dentro
ção, da oralidade, das memórias e do fazer. E esta construção acontece            das dependências da Igreja Católica em Divinópolis, com a 1ª Missa
principalmente de pai para filho, que acompanha a festa desde muito               Conga celebrada por Frei Leonardo. E, desde então, o Reinado vem sen-
cedo e tem a missão de repassá-la para as próximas gerações, criando,             do realizado com muita alegria, fé e devoção por parte dos seus pratican-
assim, um laço familiar.                                                          tes com suas 17 irmandades espalhadas por Divinópolis e na zona rural,
     Em Divinópolis, a festa vem sendo realizada desde o século XIX. Os           colorindo as ruas da cidade, revelando a fé e alegria de seus praticantes e
negros que aqui estiveram organizaram-se em torno da Irmandade do                 festeiros em um movimento que carrega consigo toda a memória e histó-
Rosário dos Pretos, que era responsável por angariar recursos para o              ria desta festa tão bela em nossa cidade.
festejo. Em suas festas, os negros dançavam em volta da igreja, o que
acabou gerando conflitos entre a Igreja Católica e os praticantes da festa,                    Fernanda Galdino Silva, aluna do 8º período de História


                                                                   História nas ruas
        Quando caminhamos pela cidade, dificilmente nos preocupamos em            conservando os leitos originais. Grandes personagens de nossa história tiveram
artigo




        saber as origens dos nomes das ruas, nem a história das personagens       seus nomes nas ruas de São Paulo, homenageando seus feitos, ou então outras
        agraciadas. Recentemente, ganhei um livro, publicado pela Carthago        denominações que lembram fatos e datas importantes que mereceram ser
        Editorial em 1996, com um título interessante, História da Cidade de      lembradas.
        São Paulo Através de suas Ruas, no qual o autor, o desembargador do            Praça da Sé, Rua do Ouvidor, Rua São Bento, Largo São Francisco, Rua
        Tribunal de Justiça de São Paulo Antonio Rodrigues Porto, faz uma         da Quitanda, Rua Direita, Rua José Bonifácio, Rua XV de Novembro, Rua
viagem pela capital de São Paulo, contando em detalhes a origem e a história      Sete de Setembro, Rua do Tesouro, Rua Líbero Badaró, Praça do Patriarca,
dos nomes das principais ruas e avenidas da cidade. Muitas remontam ainda         Parque do Anhangabaú, Largo do Paissandú e muitos outros caminhos for-
à fundação da então São Paulo de Piratininga no Pátio do Colégio, marco           mam o que é hoje o centro histórico de São Paulo, que, com o passar do tempo,
inicial da capital paulista, fundada em 1554, e onde os primeiros colonizadores   foi crescendo e se ramificando até a sua atual formação geográfica. Cada uma
e jesuítas, liderados por João Ramalho e o chefe índio Tibiriçá, batizaram os     destas principais ruas, avenidas ou praças nos remete a algum contexto históri-
primeiros caminhos que se tornariam mais tarde as principais ruas da cidade.      co importante, uma verdadeira aula de história. A cidade de São Paulo cres-
     Paulistano, tive o privilégio de conhecer praticamente todas as principais   ceu absurdamente, e as novas ruas e avenidas receberam os mais diferentes
ruas da cidade, numa época em que muitos estabelecimentos de comércio e           nomes, na sua maioria sem expressão alguma. São nomes de algum morador já
moradias eram remanescentes do final do século XIX e início do século XX;         falecido, um vereador do bairro, uma homenagem a algum santo ou santa, um
alguns conservam até hoje suas características originais. Poucas ruas tiveram     simples número ou outras denominações como Beco, Vila, Passagem... Se pres-
seus nomes alterados no decorrer do tempo, tendo em vista o crescimento           tarmos atenção no nome das ruas, descobriremos personagens e fatos interes-
demográfico expressivo na capital, que precisava de espaço para se locomover.     santes que nos ajudarão a conhecer e entender um pouco mais a nossa cidade.
Por outro lado, os primeiros veículos de transporte que começavam a aparecer      Além de realizarmos um exercício prazeroso, teremos a oportunidade de au-
também precisavam de ruas mais largas para trafegar. Mesmo assim, o traçado       mentar o nosso patrimônio cultural. Afinal, cada rua tem sua história.
das ruas do centro da cidade pouco mudou; permanecem até hoje os mesmos
padrões geográficos, modificados, logicamente, pelo progresso, mas                                      Sergio Vendramini, aluno do 8º período de História
informes               Blog Camping-Natureza
           O blog Camping-Natureza é mantido pelo aluno Lucas Antônio
           Alvarenga Coelho. É um espaço destinado aos amantes da nature-
           za, onde podem ser conferidas dicas de acampamento e roteiros de
           viagens. Endereço do blog: www.campingnatureza.blogspost.com.

                              Editais e cursos
   – Mestrado em Educação, Cultura e Organizações Sociais da
FUNEDI/UEMG. Informações: www.divinopolis.uemg.br.
   – Edital de pós aberto: UFSJ. Inscrições de 6 a 12/11/2009. Informa-
ções: www.ufsj.edu.br/pghis/selecao.php.
   – Especialização: Gestão Cultural e Patrimonial. Inf.: Centro de Pós-Gra-
duação da FUNEDI/UEMG – www.divinopolis.uemg.br ou (37) 3229-3514.

                           Chamada de artigos
                                                                                           O blog Festa na História! foi criado no início deste semestre com o
    – A Métis: História & Cultura, revista de História da Universidade                intuito de noticiar as atividades desenvolvidas pelos alunos do curso de
de Caxias do Sul, recebe em fluxo contínuo artigos, resenhas e outros.                História da FUNEDI/UEMG dentro do projeto interdisciplinar que tem
Endereço eletrônico: http://www.ucs.br/ucs/editora/periodicoscientificos/             como tema “Festas”.
metis/apresentacao.                                                                        Assim, desde o início do projeto, o blog vem fazendo uma espécie de
    – A revista Mirabilia recebe trabalhos até 31 de outubro de 2009                  making of das atividades desenvolvidas pelos respectivos grupos de alu-
para o dossiê “Aristocracia e nobreza no mundo antigo e medieval”.                    nos em suas pesquisas, atividades e incursões ao campo de estudo, utili-
Endereço: www.revistamirabilia.com.                                                   zando-se dos mais diversos materiais que vão sendo disponibilizados pe-
                                                                                      los próprios grupos, à medida que os trabalhos vão ganhando forma.
                                                                                           Assim, os alunos vêm publicando relatórios, resenhas, material foto-
                        Simpósios e seminários                                        gráfico, vídeos, entre outros materiais, que permitem a eles, desde já,
                                                                                      compartilhar os resultados de suas pesquisas e ao mesmo tempo verem-
    – 5º Seminário de Ensino, Pesquisa e Extensão da FUNEDI/UEMG.
                                                                                      se “refletidos” na ferramenta do blog, gerando motivação, autoestima e
De 2 a 4 de dezembro de 2009. Informações: www.divinopolis.uemg.br
                                                                                      um sentimento de pertencimento e identificação com o curso e com a
ou pelo telefone (37) 3229-3511. Inscrições para participação como ou-
                                                                                      proposta do projeto em si.
vinte até 22/11/2009 no site www.www.divinopolis.uemg.br.
                                                                                           Além disso, ao fim do cronograma de atividades dos grupos, que
     – 11º Seminário de Iniciação Científica e Extensão da UEMG. Dias
                                                                                      culminará na Feira do ISED (em 28/11/2009), os “produtos” resultantes
13 e 14 de novembro de 2009. Informações: www.uemg.br ou pelo tele-
                                                                                      das propostas de trabalho dos grupos de alunos (guias turísticos temáti-
fone (31) 3330-1521.
                                                                                      cos; livros temáticos de receitas culinárias; jogos; documentários, etc.)
    – 3º Seminário de História Regional da UPF. Dias 12 e 13 de novem-
                                                                                      serão disponibilizados para o acesso irrestrito no blog para toda a comu-
bro de 2009. Informações: www.upf.br/ppgh ou pelo telefone (54) 3316-
                                                                                      nidade acadêmica da FUNEDI/UEMG e mais além dos muros da insti-
8339. Inscrição de trabalhos até 3 de novembro de 2009.
                                                                                      tuição (por que não dizer pro mundo?).
    – 7º Encontro Nacional Perspectivas do Ensino de História. De 3 a 6
                                                                                           Como a materialização dos resultados das pesquisas em produtos
de novembro de 2009, na Universidade Federal de Uberlândia. Informa-
                                                                                      midiáticos é um quesito fundamental da proposta do trabalho interdisci-
ções: www.viiperspectivas.ufu.br.
                                                                                      plinar, o próprio blog tornou-se, desde os primeiros momentos, um pro-
    – 7º Simpósio Internacional Processo Civilizador. De 10 a 13 de no-
                                                                                      duto com múltiplas aplicações e perspectivas, transcendendo a mera fun-
vembro de 2009 na Universidade Federal de Pernambuco, em Recife.
                                                                                      cionalidade em relação aos objetivos de divulgação do processo e dos
Informações: www.uel.br/grupo-estudo/processoscivilizadores.
                                                                                      resultados das pesquisas do projeto.
    – 3º Simpósio Luso-Brasileiro de Cartografia Histórica. De 10 a 13
                                                                                           Desta forma, é intuito do blog também servir de meio para a publica-
de novembro de 2009, em Ouro Preto. Informações: www.cgp.igc.ufmg.br/
                                                                                      ção de artigos e textos resultantes de pesquisas, trabalhos e reflexões dos
IIISLBCH.
                                                                                      alunos, professores e interessados (o que também vem felizmente acon-
                                                                                      tecendo). Mais além, como editor (em parceria com os alunos), utilizo-
                           Sugestão de leitura                                        me de toda a dinâmica que tal ferramenta oferece no contexto da internet
                                                                                      para disponibilizar materiais autorais (e autorizados) de pesquisadores e
MARTINS, Luciana de Lima. Rio de Janeiro dos Viajantes: o Olhar                       artistas em geral através de diversas linguagens: textos em pdf, fotogra-
Britânico (1800-1850). Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2001.                         fias digitais, vídeos, mp3, etc.
                                                                                           Portanto, numa incursão mais detida ao blog, é possível, além de ter
    A indicação de leitura dessa edição do nosso boletim é para aqueles que           notícias do andamento dos trabalhos do interdisciplinar “Festas”, escu-
gostam de ter seu olhar e sua mente aguçados por novos caminhos e olhares             tar música, “baixar” artigos acadêmicos e jornalísticos, “baixar” fotos,
diferentes dos outros. A autora demonstra quão complexa é a construção de             assistir a vídeos produzidos pelos próprios alunos ou já previamente dis-
uma paisagem ao longo do tempo: ela se debruça sobre a iconografia britâni-           ponibilizados na rede, ter acesso a dicas de filmes, livros, etc. e à divul-
ca da primeira metade do século XIX sobre o Rio de Janeiro, mostrando                 gação dos eventos da FUNEDI/UEMG que envolvem os cursos do ISED.
como, para além do já batido “olhar imperial”, o outro pode ser transcultura-              Mas lembremos: ainda há muito trabalho a ser feito e muito a notici-
do através do contato com a paisagem e com o homem tropical.                          ar e publicar no blog. Por isso, a participação espontânea de todos (alu-
    Lançando mão de uma gama de ferramentas teóricas (história da arte,               nos, professores, pesquisadores e interessados em geral) é mais do que
da cultura, da ciência, geografia cultural e outras) e construindo-as na              bem-vinda.
melhor interdisciplinaridade possível, a autora escreveu um texto apai-                    Acesse o blog em www.festanahistoria.blogspot.com e envie suas
xonante e de fácil leitura. Além do que, nos deixa com água na boca                   dicas, críticas, sugestões e contribuições para o e-mail professor
trazendo uma rica coleção de imagens em excelente reprodução.                         guillhermeleonel@yahoo.com.br

   João Ricardo F. Pires, coordenador e professor do curso de História                        Guilherme Guimarães Leonel, professor do curso de História


              expediente
            Boletim Informativo do curso de História da FUNEDI/UEMG – Ano 3 – Número 10 – Outubro de 2009 – Editores deste
            número: Ana Paula Martins e Lívia Denise da Costa – Colaboração: Fernanda Galdino Silva, Guilherme Guimarães
            Leonel, João Ricardo Ferreira Pires, Ramon Montorri e Sérgio Vendramini – Diagramação: Daniela Couto – Revisão:
            Elvis Gomes (Assessoria de Comunicação da FUNEDI/UEMG) – Contatos: historia@funedi.edu.br – (37) 3229-3569
            – Avenida Paraná, 3001, bairro Jardim Belvedere, CEP 35501-170, Divinópolis (MG)

Contenu connexe

Tendances(20)

Rio Pardo 200 anosRio Pardo 200 anos
Rio Pardo 200 anos
robsonlopesbm3.4K vues
Catalogo premio2010Catalogo premio2010
Catalogo premio2010
Pedro da Silva908 vues
Cultura ms 2010_digital[1] fronteirasCultura ms 2010_digital[1] fronteiras
Cultura ms 2010_digital[1] fronteiras
Aline Sesti Cerutti3.7K vues
Roteiro de estudos_autoral_13_17_julhoRoteiro de estudos_autoral_13_17_julho
Roteiro de estudos_autoral_13_17_julho
escolacaiosergio228 vues
Catálogo Santos PantaneirosCatálogo Santos Pantaneiros
Catálogo Santos Pantaneiros
arruda72111 vues
A Historia Contada Nas RuasA Historia Contada Nas Ruas
A Historia Contada Nas Ruas
claudia coutinho capilé900 vues
Tese_Muriel PintoTese_Muriel Pinto
Tese_Muriel Pinto
Muriel Pinto973 vues
Lições Sobre a África (Tese)Lições Sobre a África (Tese)
Lições Sobre a África (Tese)
Historia_da_Africa4.1K vues
cultura afrocultura afro
cultura afro
Adriana Chaves Magri236 vues
Historia da AfricaHistoria da Africa
Historia da Africa
Historia_da_Africa17K vues
O Bandeirante - n.219 - Fevereiro de 2011O Bandeirante - n.219 - Fevereiro de 2011
O Bandeirante - n.219 - Fevereiro de 2011
Marcos Gimenes Salun323 vues
Artigo iphanArtigo iphan
Artigo iphan
Muriel Pinto586 vues

En vedette

7thconferenceMagazinewide7thconferenceMagazinewide
7thconferenceMagazinewideKaiya Aboagye
208 vues24 diapositives
CapaCapa
CapaJaqueline Leal
95 vues1 diapositive
Fact Sheet 1T10Fact Sheet 1T10
Fact Sheet 1T10Gafisa RI !
119 vues2 diapositives
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1Paulo Sasaki
84 vues1 diapositive
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1Rose de fer
58 vues1 diapositive
Metodos de investigacionMetodos de investigacion
Metodos de investigacionMarco Revelo
136 vues1 diapositive

En vedette(20)

7thconferenceMagazinewide7thconferenceMagazinewide
7thconferenceMagazinewide
Kaiya Aboagye208 vues
CapaCapa
Capa
Jaqueline Leal95 vues
Fact Sheet 1T10Fact Sheet 1T10
Fact Sheet 1T10
Gafisa RI !119 vues
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
Paulo Sasaki84 vues
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
Rose de fer58 vues
Metodos de investigacionMetodos de investigacion
Metodos de investigacion
Marco Revelo136 vues
Vestibular 2008Vestibular 2008
Vestibular 2008
Flávio Joele162 vues
Informe Servicio Social_2013Informe Servicio Social_2013
Informe Servicio Social_2013
Irving Rubalcava355 vues
oracion a santa elenaoracion a santa elena
oracion a santa elena
MARJOFRAN1.2K vues
Los sentidosLos sentidos
Los sentidos
JENNY MAZA192 vues
El internetEl internet
El internet
mfgallegos116 vues
RedesRedes
Redes
christiantico114 vues
Bosques patagónicos (1)Bosques patagónicos (1)
Bosques patagónicos (1)
Meli Gimenez489 vues
Practica 1 quimicaPractica 1 quimica
Practica 1 quimica
Daniduran99207 vues
What willbedoneinthefutureWhat willbedoneinthefuture
What willbedoneinthefuture
Indianam1056 vues
Gran torinoGran torino
Gran torino
LuizRazz193 vues
Actividad 4 uc5Actividad 4 uc5
Actividad 4 uc5
Laura Jourdan566 vues

Similaire à Inf historia 10(20)

Plus de Izaac Erder

Brasil república   1945-1964Brasil república   1945-1964
Brasil república 1945-1964Izaac Erder
568 vues55 diapositives
ImagesImages
ImagesIzaac Erder
287 vues15 diapositives
Unificação ita ale xixUnificação ita ale xix
Unificação ita ale xixIzaac Erder
311 vues21 diapositives
culturas pre-colombianasculturas pre-colombianas
culturas pre-colombianasIzaac Erder
4.6K vues64 diapositives
Mural de san bartoloMural de san bartolo
Mural de san bartoloIzaac Erder
147 vues12 diapositives
Maias 2Maias 2
Maias 2Izaac Erder
289 vues3 diapositives

Plus de Izaac Erder(20)

Brasil república   1945-1964Brasil república   1945-1964
Brasil república 1945-1964
Izaac Erder568 vues
ImagesImages
Images
Izaac Erder287 vues
Unificação ita ale xixUnificação ita ale xix
Unificação ita ale xix
Izaac Erder311 vues
culturas pre-colombianasculturas pre-colombianas
culturas pre-colombianas
Izaac Erder4.6K vues
Mural de san bartoloMural de san bartolo
Mural de san bartolo
Izaac Erder147 vues
Maias 2Maias 2
Maias 2
Izaac Erder289 vues
MaiasMaias
Maias
Izaac Erder533 vues
Sociedade creto minóicaSociedade creto minóica
Sociedade creto minóica
Izaac Erder287 vues
MicenasMicenas
Micenas
Izaac Erder365 vues
Grécia pré homéricaGrécia pré homérica
Grécia pré homérica
Izaac Erder361 vues
Fenícios Fenícios
Fenícios
Izaac Erder2.1K vues
Neocolonialismo e 1ª guerraNeocolonialismo e 1ª guerra
Neocolonialismo e 1ª guerra
Izaac Erder380 vues
1914   Atentado e morte em sarajevo1914   Atentado e morte em sarajevo
1914 Atentado e morte em sarajevo
Izaac Erder751 vues
1ª guerra - Plano de Aula 9º Ano1ª guerra - Plano de Aula 9º Ano
1ª guerra - Plano de Aula 9º Ano
Izaac Erder5.5K vues
República VelhaRepública Velha
República Velha
Izaac Erder646 vues
O brasil na pré-históriaO brasil na pré-história
O brasil na pré-história
Izaac Erder2.2K vues

Inf historia 10

  • 1. Boletim Informativo – Ano 3 – Número 10 – Outubro de 2009 A compreensão do mundo editorial Como nossos jovens compreendem o mundo? Que tipo de conhecimen- a divulgar o conhecimento gerado, compartilhando-o com os demais mem- to científico guardam do que lhes é ensinado na escola? São eles capa- bros da comunidade acadêmica. Certamente, existem várias formas de zes de alcançar uma formação crítica que lhes permita enfrentar os pro- disseminação do conhecimento, mas algumas alternativas têm cumprido blemas do dia-a-dia e transformar a realidade? Pensando nestas ques- com êxito este propósito, como o boletim e o blog Festa na História!. tões, nós, docentes dos cursos de licenciatura, temos um compromisso Especialmente neste número o boletim traz textos oriundos de pesqui- de proporcionar aos nossos alunos e futuros professores oportunidades sas realizadas por nossos alunos, indicações de livros, informações sobre de lidar com o conhecimento de formas alternativas e desafiadoras. eventos científicos realizados em todo o país e também esclarecimentos Uma das formas encontradas pelo curso de História da FUNEDI/ sobre o conteúdo do blog do curso de História que, certamente, tem sido UEMG foi, sem dúvida, a mobilização de todos os alunos na produção uma ferramenta importante para a divulgação do conhecimento. Confira! de pesquisas científicas capazes de aproximarem a teoria e a prática, tornando, assim, o ensino mais dinâmico. Além de estimular nossos alu- Ana Paula Martins, professora do curso de História nos a ingressarem no mundo científico, torna-se importante estimulá-los Lívia Denise da Costa, aluna do 8º período do curso de História Festa de Reinado em Divinópolis artigo “A Nossa Senhora mandou um recado / Festa do Rosário / fazendo com que houvesse a construção de uma capela em 1850 para os Chamou, chamou, chamou / Eu sou filho dela criado no Congo negros realizarem suas práticas religiosas, separando-se, assim, dos bran- Chegou, chegou, chegou” cos. Em meados do século XX, esta festa passa a ser perseguida pela Igreja Católica e proibida de ser realizada em algumas regiões, inclusive Entre os meses de agosto e outubro, ouve-se “repicar” em di- Divinópolis. Era expressamente proibida a manifestação de cultos afro versos bairros de Divinópolis (MG) os tambores da Festa de Reinado em na cidade. Segmentos afros como candomblés, umbandas, macumbas, homenagem à Nossa Senhora do Rosário. Esta prática cultural é realiza- folias de reis, festa de Reinado, entre outros, foram proibidos e confun- da em diferentes localidades do Brasil, e, segundo alguns relatos, encon- didos com práticas maliciosas. Mas, mesmo assim, a Festa de Reinado tra-se presente em Minas Gerais desde meados do século XVIII. continuou sendo realizada, escapando do poder eclesiástico local. Vários De forma geral, a Festa de Reinado é um festejo performático, cons- reinadeiros vieram de outras localidades e conseguiram criar estratégias para tituído de dança, oralidade, representação e gestualidade. O aprendizado driblar a proibição e conseguiram, assim, realizar o festejo. A capela que de seus participantes é construído a partir de uma educação informal. fora construída para realização da Festa dos Negros foi demolida em 1957 Aprende-se através da relação sujeito/sujeito. Não existe um manual que para dar lugar ao Mercado Municipal que conhecemos hoje. ensine como aprender a festa. Por isto, ela é repassada através da percep- E, somente em meados da década de 1970, a festa foi aceita dentro ção, da oralidade, das memórias e do fazer. E esta construção acontece das dependências da Igreja Católica em Divinópolis, com a 1ª Missa principalmente de pai para filho, que acompanha a festa desde muito Conga celebrada por Frei Leonardo. E, desde então, o Reinado vem sen- cedo e tem a missão de repassá-la para as próximas gerações, criando, do realizado com muita alegria, fé e devoção por parte dos seus pratican- assim, um laço familiar. tes com suas 17 irmandades espalhadas por Divinópolis e na zona rural, Em Divinópolis, a festa vem sendo realizada desde o século XIX. Os colorindo as ruas da cidade, revelando a fé e alegria de seus praticantes e negros que aqui estiveram organizaram-se em torno da Irmandade do festeiros em um movimento que carrega consigo toda a memória e histó- Rosário dos Pretos, que era responsável por angariar recursos para o ria desta festa tão bela em nossa cidade. festejo. Em suas festas, os negros dançavam em volta da igreja, o que acabou gerando conflitos entre a Igreja Católica e os praticantes da festa, Fernanda Galdino Silva, aluna do 8º período de História História nas ruas Quando caminhamos pela cidade, dificilmente nos preocupamos em conservando os leitos originais. Grandes personagens de nossa história tiveram artigo saber as origens dos nomes das ruas, nem a história das personagens seus nomes nas ruas de São Paulo, homenageando seus feitos, ou então outras agraciadas. Recentemente, ganhei um livro, publicado pela Carthago denominações que lembram fatos e datas importantes que mereceram ser Editorial em 1996, com um título interessante, História da Cidade de lembradas. São Paulo Através de suas Ruas, no qual o autor, o desembargador do Praça da Sé, Rua do Ouvidor, Rua São Bento, Largo São Francisco, Rua Tribunal de Justiça de São Paulo Antonio Rodrigues Porto, faz uma da Quitanda, Rua Direita, Rua José Bonifácio, Rua XV de Novembro, Rua viagem pela capital de São Paulo, contando em detalhes a origem e a história Sete de Setembro, Rua do Tesouro, Rua Líbero Badaró, Praça do Patriarca, dos nomes das principais ruas e avenidas da cidade. Muitas remontam ainda Parque do Anhangabaú, Largo do Paissandú e muitos outros caminhos for- à fundação da então São Paulo de Piratininga no Pátio do Colégio, marco mam o que é hoje o centro histórico de São Paulo, que, com o passar do tempo, inicial da capital paulista, fundada em 1554, e onde os primeiros colonizadores foi crescendo e se ramificando até a sua atual formação geográfica. Cada uma e jesuítas, liderados por João Ramalho e o chefe índio Tibiriçá, batizaram os destas principais ruas, avenidas ou praças nos remete a algum contexto históri- primeiros caminhos que se tornariam mais tarde as principais ruas da cidade. co importante, uma verdadeira aula de história. A cidade de São Paulo cres- Paulistano, tive o privilégio de conhecer praticamente todas as principais ceu absurdamente, e as novas ruas e avenidas receberam os mais diferentes ruas da cidade, numa época em que muitos estabelecimentos de comércio e nomes, na sua maioria sem expressão alguma. São nomes de algum morador já moradias eram remanescentes do final do século XIX e início do século XX; falecido, um vereador do bairro, uma homenagem a algum santo ou santa, um alguns conservam até hoje suas características originais. Poucas ruas tiveram simples número ou outras denominações como Beco, Vila, Passagem... Se pres- seus nomes alterados no decorrer do tempo, tendo em vista o crescimento tarmos atenção no nome das ruas, descobriremos personagens e fatos interes- demográfico expressivo na capital, que precisava de espaço para se locomover. santes que nos ajudarão a conhecer e entender um pouco mais a nossa cidade. Por outro lado, os primeiros veículos de transporte que começavam a aparecer Além de realizarmos um exercício prazeroso, teremos a oportunidade de au- também precisavam de ruas mais largas para trafegar. Mesmo assim, o traçado mentar o nosso patrimônio cultural. Afinal, cada rua tem sua história. das ruas do centro da cidade pouco mudou; permanecem até hoje os mesmos padrões geográficos, modificados, logicamente, pelo progresso, mas Sergio Vendramini, aluno do 8º período de História
  • 2. informes Blog Camping-Natureza O blog Camping-Natureza é mantido pelo aluno Lucas Antônio Alvarenga Coelho. É um espaço destinado aos amantes da nature- za, onde podem ser conferidas dicas de acampamento e roteiros de viagens. Endereço do blog: www.campingnatureza.blogspost.com. Editais e cursos – Mestrado em Educação, Cultura e Organizações Sociais da FUNEDI/UEMG. Informações: www.divinopolis.uemg.br. – Edital de pós aberto: UFSJ. Inscrições de 6 a 12/11/2009. Informa- ções: www.ufsj.edu.br/pghis/selecao.php. – Especialização: Gestão Cultural e Patrimonial. Inf.: Centro de Pós-Gra- duação da FUNEDI/UEMG – www.divinopolis.uemg.br ou (37) 3229-3514. Chamada de artigos O blog Festa na História! foi criado no início deste semestre com o – A Métis: História & Cultura, revista de História da Universidade intuito de noticiar as atividades desenvolvidas pelos alunos do curso de de Caxias do Sul, recebe em fluxo contínuo artigos, resenhas e outros. História da FUNEDI/UEMG dentro do projeto interdisciplinar que tem Endereço eletrônico: http://www.ucs.br/ucs/editora/periodicoscientificos/ como tema “Festas”. metis/apresentacao. Assim, desde o início do projeto, o blog vem fazendo uma espécie de – A revista Mirabilia recebe trabalhos até 31 de outubro de 2009 making of das atividades desenvolvidas pelos respectivos grupos de alu- para o dossiê “Aristocracia e nobreza no mundo antigo e medieval”. nos em suas pesquisas, atividades e incursões ao campo de estudo, utili- Endereço: www.revistamirabilia.com. zando-se dos mais diversos materiais que vão sendo disponibilizados pe- los próprios grupos, à medida que os trabalhos vão ganhando forma. Assim, os alunos vêm publicando relatórios, resenhas, material foto- Simpósios e seminários gráfico, vídeos, entre outros materiais, que permitem a eles, desde já, compartilhar os resultados de suas pesquisas e ao mesmo tempo verem- – 5º Seminário de Ensino, Pesquisa e Extensão da FUNEDI/UEMG. se “refletidos” na ferramenta do blog, gerando motivação, autoestima e De 2 a 4 de dezembro de 2009. Informações: www.divinopolis.uemg.br um sentimento de pertencimento e identificação com o curso e com a ou pelo telefone (37) 3229-3511. Inscrições para participação como ou- proposta do projeto em si. vinte até 22/11/2009 no site www.www.divinopolis.uemg.br. Além disso, ao fim do cronograma de atividades dos grupos, que – 11º Seminário de Iniciação Científica e Extensão da UEMG. Dias culminará na Feira do ISED (em 28/11/2009), os “produtos” resultantes 13 e 14 de novembro de 2009. Informações: www.uemg.br ou pelo tele- das propostas de trabalho dos grupos de alunos (guias turísticos temáti- fone (31) 3330-1521. cos; livros temáticos de receitas culinárias; jogos; documentários, etc.) – 3º Seminário de História Regional da UPF. Dias 12 e 13 de novem- serão disponibilizados para o acesso irrestrito no blog para toda a comu- bro de 2009. Informações: www.upf.br/ppgh ou pelo telefone (54) 3316- nidade acadêmica da FUNEDI/UEMG e mais além dos muros da insti- 8339. Inscrição de trabalhos até 3 de novembro de 2009. tuição (por que não dizer pro mundo?). – 7º Encontro Nacional Perspectivas do Ensino de História. De 3 a 6 Como a materialização dos resultados das pesquisas em produtos de novembro de 2009, na Universidade Federal de Uberlândia. Informa- midiáticos é um quesito fundamental da proposta do trabalho interdisci- ções: www.viiperspectivas.ufu.br. plinar, o próprio blog tornou-se, desde os primeiros momentos, um pro- – 7º Simpósio Internacional Processo Civilizador. De 10 a 13 de no- duto com múltiplas aplicações e perspectivas, transcendendo a mera fun- vembro de 2009 na Universidade Federal de Pernambuco, em Recife. cionalidade em relação aos objetivos de divulgação do processo e dos Informações: www.uel.br/grupo-estudo/processoscivilizadores. resultados das pesquisas do projeto. – 3º Simpósio Luso-Brasileiro de Cartografia Histórica. De 10 a 13 Desta forma, é intuito do blog também servir de meio para a publica- de novembro de 2009, em Ouro Preto. Informações: www.cgp.igc.ufmg.br/ ção de artigos e textos resultantes de pesquisas, trabalhos e reflexões dos IIISLBCH. alunos, professores e interessados (o que também vem felizmente acon- tecendo). Mais além, como editor (em parceria com os alunos), utilizo- Sugestão de leitura me de toda a dinâmica que tal ferramenta oferece no contexto da internet para disponibilizar materiais autorais (e autorizados) de pesquisadores e MARTINS, Luciana de Lima. Rio de Janeiro dos Viajantes: o Olhar artistas em geral através de diversas linguagens: textos em pdf, fotogra- Britânico (1800-1850). Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2001. fias digitais, vídeos, mp3, etc. Portanto, numa incursão mais detida ao blog, é possível, além de ter A indicação de leitura dessa edição do nosso boletim é para aqueles que notícias do andamento dos trabalhos do interdisciplinar “Festas”, escu- gostam de ter seu olhar e sua mente aguçados por novos caminhos e olhares tar música, “baixar” artigos acadêmicos e jornalísticos, “baixar” fotos, diferentes dos outros. A autora demonstra quão complexa é a construção de assistir a vídeos produzidos pelos próprios alunos ou já previamente dis- uma paisagem ao longo do tempo: ela se debruça sobre a iconografia britâni- ponibilizados na rede, ter acesso a dicas de filmes, livros, etc. e à divul- ca da primeira metade do século XIX sobre o Rio de Janeiro, mostrando gação dos eventos da FUNEDI/UEMG que envolvem os cursos do ISED. como, para além do já batido “olhar imperial”, o outro pode ser transcultura- Mas lembremos: ainda há muito trabalho a ser feito e muito a notici- do através do contato com a paisagem e com o homem tropical. ar e publicar no blog. Por isso, a participação espontânea de todos (alu- Lançando mão de uma gama de ferramentas teóricas (história da arte, nos, professores, pesquisadores e interessados em geral) é mais do que da cultura, da ciência, geografia cultural e outras) e construindo-as na bem-vinda. melhor interdisciplinaridade possível, a autora escreveu um texto apai- Acesse o blog em www.festanahistoria.blogspot.com e envie suas xonante e de fácil leitura. Além do que, nos deixa com água na boca dicas, críticas, sugestões e contribuições para o e-mail professor trazendo uma rica coleção de imagens em excelente reprodução. guillhermeleonel@yahoo.com.br João Ricardo F. Pires, coordenador e professor do curso de História Guilherme Guimarães Leonel, professor do curso de História expediente Boletim Informativo do curso de História da FUNEDI/UEMG – Ano 3 – Número 10 – Outubro de 2009 – Editores deste número: Ana Paula Martins e Lívia Denise da Costa – Colaboração: Fernanda Galdino Silva, Guilherme Guimarães Leonel, João Ricardo Ferreira Pires, Ramon Montorri e Sérgio Vendramini – Diagramação: Daniela Couto – Revisão: Elvis Gomes (Assessoria de Comunicação da FUNEDI/UEMG) – Contatos: historia@funedi.edu.br – (37) 3229-3569 – Avenida Paraná, 3001, bairro Jardim Belvedere, CEP 35501-170, Divinópolis (MG)