Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.
Prochain SlideShare
What to Upload to SlideShare
What to Upload to SlideShare
Chargement dans…3
×
1 sur 9

5 Vantagens da Fiscalização de Obras

0

Partager

Télécharger pour lire hors ligne

Todo o Dono de Obra que aposte em Serviços de Fiscalização de Obras e Coordenação de Segurança qualquer que seja a dimensão da empreitada que esteja a promover, está diretamente a fazer um investimento em si próprio, que lhe irá poupar dores de cabeça a curto/médio prazo.

5 Vantagens da Fiscalização de Obras

  1. 1. 5 Vantagens da Fiscalização de Obras João Ramalho 2019
  2. 2. Introdução Todo o Dono de Obra que aposte em Serviços de Fiscalização de Obras e Coordenação de Segurança qualquer que seja a dimensão da empreitada que esteja a promover, está diretamente a fazer um investimento em si próprio, que lhe irá poupar dores de cabeça a curto/médio prazo. A Fiscalização de Obras realizada por via de uma equipa multidisciplinar de Fiscalização, representa o Dono de Obra para efeitos de controlo do planeamento (tempos, recursos), custos e qualidade permite garantir um maior controlo sobre o investimento a realizar. 5 Vantagens da Fiscalização de Obras João Ramalho
  3. 3. 1. Análise e Revisão de Contratos de Obra A cuidada revisão de projetos, a elaboração de um detalhado caderno de encargos e do contrato de empreitada, garantem a minimização do risco de eventuais discórdias entre Dono de Obra e Empreiteiro, por outro lado, o conhecimento dos preços de mercado constituem uma mais valia na obtenção do preço final. Caso o contrato não possuir as informações claras sobre o objeto a ser construído, os riscos de abandono, derrapagens e atrasos são grandes. Para qualquer construção, é imprescindível o Empreiteiro compreender os seu pré-requisitos de acessibilidade, segurança, estrutura, características técnicas, tecnologias requeridas e respetivas especificidades, entre outros. 5 Vantagens da Fiscalização de Obras João Ramalho
  4. 4. 2. Controlo de Qualidade Através do Controlo e Aprovação de Materiais, dos processos construtivos, controlo de equipamentos, validação de frentes de trabalho, validação e armazenamento de materiais, planos de monitorização, inspeção e ensaios (caso exigível) a par da coordenação das diversas atividades em obra traduzem-se em melhores níveis de qualidade na construção. 5 Vantagens da Fiscalização de Obras João Ramalho
  5. 5. 3. Isenção Técnica À semelhança dos Projetos, a Isenção Técnica é um fator essencial para qualquer Fiscalização de Obra. Só assim se pode salvaguardar nos interesses do Dono de Obra com rigor, transparência e interesse em encontrar soluções aos problemas encontrados. 5 Vantagens da Fiscalização de Obras João Ramalho
  6. 6. 4. Controlo de Custos gerais da Obra O Dono de Obra deve analisar os custos de uma construção, acrescidos dos custos de manutenção e exploração. A Coordenação e Controlo da execução realizada pela equipa de Fiscalização traduz-se numa minimização dos custos de construção e, por via de um acréscimo da qualidade da obra, na minimização dos custos futuros de exploração, sobretudo, de manutenção. 5 Vantagens da Fiscalização de Obras João Ramalho
  7. 7. 5. Controlo de Prazos de Execução Quem nunca ouviu dizer “tenho a obra parada à meses…”. A Coordenação e Fiscalização de Obra permite o controlo de prazos baseado no plano de trabalhos definido no início da obra, bem como a identificação antecipada e a resolução atempada de problemas de obra, com evidentes benefícios em termos do prazo global da empreitada. O controlo de prazos é um fator de extrema importância e de grande responsabilidade da Fiscalização, uma vez que os incumprimentos das datas previstas podem colocar em risco o Financiamento obtido pelo Dono de Obra para o projeto. 5 Vantagens da Fiscalização de Obras
  8. 8. Conclusão A Fiscalização como elemento integrante da gestão de obra deve orientar a sua atividade com base em três critérios fundamentais: planeamento, execução e controlo. A atividade deve ser desenvolvida de forma sistemática, definindo objetivos bem como a estratégia para os atingir.
  9. 9. Obrigado! Alguma Questão? Contactos: ▪ jramalho@engenheiros.pt https://jramalho.pt/

×