Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Relações Ecológicas

1 383 vues

Publié le

Relações Ecológicas

Publié dans : Environnement
  • Login to see the comments

  • Soyez le premier à aimer ceci

Relações Ecológicas

  1. 1. ECOLOGIA E MEIO AMBIENTE Medicina  Veterinária  –  2015-­‐1     Aula  4   Prof.  Biol.  Leandro  A.  Machado  de  Moura   lammoura@uol.com.br  
  2. 2. UNIDADE  DA  SELEÇÃO  NATURAL   ORGANISMO   UNIDADE  DA  EVOLUÇÃO   POPULAÇÃO   POPULAÇÕES      
  3. 3. POPULAÇÕES       •  Grupo  de  indivíduos  da  mesma  espécie   •  Vivendo  numa  mesma  área   •  Num  determinado  período  de  tempo   Dinâmica  Populacional     Variações:  natalidade  /  mortalidade  /  dispersão    
  4. 4. POPULAÇÕES       Crescimento  Populacional   Densidade  Populacional   D = n° de indivíduos espaço ocupado DENSIDADE   Imigração Natalidade Mortalidade Emigração - + + -
  5. 5. POPULAÇÕES       Num   fragmento   de   mata   de   cerrado   da   região   de   Bauru   de   aproximadamente  800  ha  foram  esOmadas  a  existência  de  75   siriemas   (Cariama   cristata).   Qual   a   densidade   populacional   desta  espécie  neste  ambiente?     0,9375 indivíduos/ha. 9375,0 800 75 ==D
  6. 6. POPULAÇÕES       RJ                                                  352,05  hab/Km2   RR                                              1,74  hab/Km2     Problema  de  uma  população  densa                   Aumento  da  compeOção   (alimento,  espaço)   Degradação  do  ambiente    
  7. 7. POPULAÇÕES       Resistência  Ambiental     A   resistência   ambiental   é   o   que   impede   que   as   populações   cresçam  conforme  o  seu  potencial  bióOco,  trata-­‐se  dos  fatores   que  limitam  o  crescimento,  tais  como:       •  Espaço   •  Alimento   •  CompeLção     •  ParasiLsmo     •  Predação  
  8. 8.   PredaLsmo   (Relação    Presa  X  Predador)       POPULAÇÕES      
  9. 9.   Todos  os  organismos  estão  envolvidos  em  interações:     CONSUMIDOR      -­‐      RECURSO     Essa  dinâmica  de  interações  reflete  respostas  evoluOvas  mútuas.       COEVOLUÇÃO       •  Habitat:  onde  uma  espécie  ou  população  vive.   •  Nicho:   é   o   "modo   de   vida"   de   um   organismo   na   natureza   (inclui   tanto   os   fatores   fsicos   -­‐   como   a   umidade,   a   temperatura,   etc.   -­‐   quanto   os   fatores   biológicos   -­‐   como   o   alimento  e  os  seres  que  se  alimentam  desse  indivíduo  (.   POPULAÇÕES      
  10. 10.   Habitat    -­‐    ENDEREÇO       Onde  a  espécies  vive.                   Nicho      -­‐      PROFISSÃO           Qual  o  papel  ecológico  que  a   espécie   desempenha   no   ecossistema.     POPULAÇÕES      
  11. 11. COMUNIDADES       As  comunidades  são  um  conjunto  de  populações  em  determinado   local.  A  abordagem  de  comunidades  na  ecologia  procura  entender   a   riqueza   (número   de   espécies),   diversidade   e   abundância   de   espécies.      UNIDADE  DA  BIODIVERSIDADE       COMUNIDADE  
  12. 12. COMUNIDADES       Relações  Ecológicas   •  Intraespecíficas:  entre  indivíduos  da  mesma  espécie   •  Interespecíficas:  entre  indivíduos  de  espécies  diferentes   •  Harmônicas:   ambos   os   organismos   se   beneficiam   ou,   pelo   menos,  um  se  beneficia  sem  prejudicar  o  outro.     •  Desarmônicas:   um   ser   se   beneficia   à   custa   de   outro,   que   é   prejudicado.    
  13. 13. COMUNIDADES       Relações  Ecológicas       CompeLção:   Disputa   pelo   mesmo   recurso   alimentar   ou   quando   possuem  nichos  muitos  semelhantes.   •  Intraespecífica     •  Desarmônica             •  A   compeOção   pode   ocorrer   por   disputa   de   território,   de   alimento  ou  ainda  por  parceiros  para  acasalar.   ou  Interespecífica   A   compeLção   intraespecífica   é   um   importante   fator   da   seleção   natural,   favorecendo  os  indivíduos  mais  adaptados   e  eliminando  ou  causando  a  emigração  dos   menos  adaptados.  
  14. 14. Ranphastos  toco        X        Melanerpes  candidus      X      Pionus  maximiliani     POPULAÇÕES      
  15. 15. Ranphastos  toco        X        Melanerpes  candidus      X      Pionus  maximiliani     POPULAÇÕES       INSETOS   LARVAS   SEMENTES   FRUTOS   CARNE   FRUTOS     OVOS             OCO  DE   ÁRVORES   FRUTOS   SEMENTES   MATA   ANTRÓPICO   CAMPO   MATA   CAMPO   MATA   ANTRÓPICO   ALIMENTAÇÃO   AMBIENTE   NIDIFICAÇÃO  -­‐  LOCAL  
  16. 16. Panthera  leo        X      Panthera  leopardus   POPULAÇÕES       SAVANA   SAVANA   CARNE   CARNE   Panthera  leo        X        Giraffa  camelopardalis     SAVANA   SAVANA   CARNE   FOLHAS   BROTOS  
  17. 17. COMUNIDADES       Relações  Ecológicas   Sociedade:  União  permanente  entre  indivíduos  em  que  há  divisão   de  trabalho.   •  Intraespecífica   •  Harmônica  
  18. 18. COMUNIDADES       Relações  Ecológicas   Colônias:   É   um   grupo   de   organismos   da   mesma   espécie   que   formam   uma   enOdade   diferente   dos   organismos   individuais   os   indivíduos  são  anatomicamente  unidos.   •  Intraespecífica   •  Harmônica  
  19. 19. COMUNIDADES       Relações  Ecológicas   Mutualismo   (Simbiose):   Associação   obrigatória   entre   indivíduos,   em  que  ambos  se  beneficiam.   •  Interespecífica   •  Harmônica   Fungos:   protegem   as   algas   e   fornecem-­‐lhes  água,  sais  minerais   e   gás   carbônico,   que   reOram   do   ambiente.       Algas:   fazem   a   fotossíntese   e,   assim,   produzem   parte   do   alimento  consumido  pelos  fungos.  
  20. 20. COMUNIDADES       Relações  Ecológicas   Mutualismo   (Simbiose):   Associação   obrigatória   entre   indivíduos,   em  que  ambos  se  beneficiam.   •  Interespecífica   •  Harmônica  
  21. 21. COMUNIDADES       Relações  Ecológicas   Comensalismo:  Associação  em  que  um  indivíduo  aproveita  restos   alimentares  do  outro,  sem  prejudicá-­‐lo  ou  beneficiá-­‐lo.     •  Interespecífica   •  Harmônica  
  22. 22. COMUNIDADES       Relações  Ecológicas   Protocoperação:  Associação  facultaOva  entre  indivíduos,  em  que   ambos  se  beneficiam.     •  Interespecífica   •  Harmônica  
  23. 23. COMUNIDADES       Relações  Ecológicas   Inquilinismo:   Associação   entre   indivíduos,   na   qual   apenas   uma   espécie   é   beneficiada   sem,   entretanto,   exisOr   prejuízo   para   a   outra  espécie  associada  (ex.  Fieraster/pepino  do  mar,  bromélia).   •  Interespecífica   •  Harmônica  
  24. 24. COMUNIDADES       Relações  Ecológicas   O  caso  do  peixe-­‐palhaço!   •  Protocoperação:   as   anêmonas   fornecem   abrigo   ao   peixe-­‐palhaço   e   o   ambiente  para  colocar  seus  ovos,  protegendo  contra  predadores.  Os  peixes   retribuem   fazendo   a   limpeza   na   anêmona   removendo   sujeiras,   parasitas,   etc.   •  Comensalismo:   Graças   a   essa   relação,   as   refeições   (pequenos   invertebrados)   estão   sempre   garanOdas   para   o   peixe-­‐palhaço   devido   a   alimentação  da  anêmona.     •  Inquilinismo:   Alguns   exemplares   de   peixe-­‐palhaço   somente   uOlizam   a   anêmona   como   esconderijo   temporário   ou   moradia,   sem   prejudicá-­‐la   ou   realizar  algum  serviço.       ?  
  25. 25. COMUNIDADES       Relações  Ecológicas   PredaLsmo:  é  uma  relação  onde  um  ser  vivo  mata  outro  ser  vivo   para  se  alimentar  (Predador  x  Presa).     •  Interespecífica     •  Desarmônica    
  26. 26. COMUNIDADES       Relações  Ecológicas   ParasiLsmo:  é  uma  associação  onde  um  ser  vivo  se  instala  dentro   ou   sobre   outro   ser   vivo   para   reOrar   o   seu   alimento   (Parasita   x   hospedeiro).  Ectoparasitas  ou  Endoparasitas.   •  Interespecífica   •  Desarmônica  
  27. 27. COMUNIDADES       Relações  Ecológicas   Amensalismo   ou   anLbiose:   ocorre   quando   uma   espécie   inibe   o   crescimento  de  outra.     •  Interespecífica   •  Desarmônica      
  28. 28. COMUNIDADES       Relações  Ecológicas   Canibalismo:  é  um  Opo  especial  de  predação,  onde  as  presas  são   da  mesma  espécie  ou  espécies  próximas  do  predador.     •  Intraespecífica   •  Desarmônica   •  Trata-­‐se  de  um  importante  regulador  das  populações,  comum   em  peixes,  roedores,  aves  e  invertebrados.    
  29. 29. COMUNIDADES       Relações  Ecológicas     Esclavagismo  (Sinfilia):  indivíduos  que  se  beneficiam  explorando   as   aOvidades,   o   trabalho   ou   os   produtos   produzidos   por   outros   animais.       •  Interespecífica     •  Desarmônica   ou  Interespecífica  
  30. 30. COMUNIDADES       Relações  Ecológicas     Esclavagismo  (Sinfilia):  indivíduos  que  se  beneficiam  explorando   as   aOvidades,   o   trabalho   ou   os   produtos   produzidos   por   outros   animais.       •  Interespecífica   •  Desarmônica  
  31. 31. COMUNIDADES       Relações  Ecológicas     Esclavagismo  (Sinfilia):  indivíduos  que  se  beneficiam  explorando   as   aOvidades,   o   trabalho   ou   os   produtos   produzidos   por   outros   animais.       •  Interespecífica     •  Desarmônica   ou  Intraespecífica  
  32. 32. COMUNIDADES      

×