Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Proposta de redação: Impactos ambientais do consumismo no Brasil contemporâneo

392 vues

Publié le

Redação, ENEM, Impactos ambientais, Impacto ambiental, Consumismo, Redação no ENEM, Manoel Neves, Propostas de redação, Propostas de redação para o ENEM, Salinha de Redação, Salinha de redação para o ENEM, Curso on-line, Curso online, Curso de redação on-line, Curso de redação online, Salinha de redação em Belo Horizonte, Manoel Neves, Meio ambiente.

Publié dans : Formation
  • Soyez le premier à commenter

  • Soyez le premier à aimer ceci

Proposta de redação: Impactos ambientais do consumismo no Brasil contemporâneo

  1. 1. Acesse nosso site para mais conteúdo de Redação, linguagens para o ENEM, literatura, língua portuguesa e concursos públicos. Acesse nosso site para mais conteúdo de Redação, linguagens para o ENEM, literatura, língua portuguesa e concursos públicos. www.manoelneves.com - contato@manoelneves.com Instagram: @ manoelnevesmn / Facebook: manoelnevespontocom INSTRUÇÕES PARA A REDAÇÃO • O rascunho da redação deve ser feito no espaço apropriado. • O texto definitivo deve ser escrito à tinta, na folha própria, em até 30 linhas. • A redação que apresentar cópia dos textos da Proposta de Redação ou do Caderno de Questões terá o número de linhas copiadasdesconsiderado para efeito de correção. • Receberá nota zero, em qualquer das situações expressas a seguir, a redação que: a) tiver até 7 (sete) linhas escritas, sendo considerada “texto insuficiente”; b) fugir ao tema ou que não attender ao tipo dissertativo-argumentativo; c) apresentar parte do texto deliberadamente desconectada do tema proposto. TEXTOS MOTIVADORES TEXTO 01 O “consumo responsável” leva em conta um modelo de desenvolvimento e produção que seja comprometido com a redução dos impactos sociais e ambientais negativos associados à cadeia de produção. Uma das estratégias defendidas por especialistas para que o consumidor seja capaz de fazer escolhas mais responsáveis é a eliminação dos intermediários e a aproximação entre o produtor e o consumidor. Além de permitir que o consumidor tenha mais informações sobre como, onde e por quem aquele produto foi feito, essa estratégia permite remunerações mais competitivas para os produtores. Consumir vegetais direto do produtor em uma horta local, por exemplo, gera menos impacto ambiental negativo e aumenta o impacto social positivo do consumo. Em julho de 2016, a Organização das Nações Unidas e o Banco Mundial destacaram o papel da agricultura familiar na erradicação da fome e na promoção de sustentabilidade. “Vivemos um processo de distanciamento entre o urbano e o rural e até uma desvalorização do rural. Esse processo de aproximação [entre produtor e consumidor] é educativo, na medida em que ressignifica relações entre campo e cidade”, diz Juliana Gonçalves, coordenadora de projetos do Instituto Kairós e uma das responsáveis pelo mapa. Como consumir com menos impacto social, econômico e ambiental. Disponível em: https://www.nexojornal.com.br. Acesso em: 16 out. 2018. TEXTO 02 A busca dos cosméticos naturais e a discussão sobre o termo. Disponível em: https://www.nexojornal.com.br. Acesso em: 16 out. 2018.
  2. 2. Acesse nosso site para mais conteúdo de Redação, linguagens para o ENEM, literatura, língua portuguesa e concursos públicos. Acesse nosso site para mais conteúdo de Redação, linguagens para o ENEM, literatura, língua portuguesa e concursos públicos. www.manoelneves.com - contato@manoelneves.com Instagram: @ manoelnevesmn / Facebook: manoelnevespontocom TEXTO 03 Comprar menos e com mais qualidade é como a maioria dos brasileiros prefere consumir, de acordo com estudo publicado em 2015 pelo Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (Cebds). Alinhado a isso está o mercado dos orgânicos, que segundo a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário registra crescimento anual médio de 20%, com expectativa de faturar cerca de R$ 4 bilhões em 2018, pelos dados do Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). A alta do consumo sustentável, do ramo da alimentação à indústria cosmética, gera uma maior procura por produtos livres de substâncias que agridem o meio ambiente ou que tenham sido produzidos em situações degradantes, com sofrimento animal ou humano. A regulamentação para produtos orgânicos já está vigente desde 2007. Para receberem a certificação de orgânico, esses produtos são definidos, pela Federação Internacional, como uma alternativa agrícola segura e sustentável, baseada na interação dinâmica entre o solo, as plantas, os animais, as pessoas, o ecossistema e o meio ambiente. Esse respeito se traduz em itens como a rastreabilidade do produto (é possível saber onde e como ele foi produzido); ao uso de mão de obra paga a contento; à garantia que em todo o processo industrial não houve sofrimento animal; ao cultivo de matéria-prima livre de agrotóxicos e defensivos que agridam ao meio ambiente. Insumos, adubos e repelentes usados em uma lavoura orgânica precisam ser certificados. Consumidor quer ser sustentável, mas não encara mudanças para mudar. Disponível em: http://www.folha.uol.com.br. Acesso em: 16 set. 2018. PROPOSTA DE REDAÇÃO A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua portuguesa sobre o tema: “Impactos ambientais do consumismo no Brasil contemporâneo”. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

×