Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Segunda aplicação do enem 2016: Literatura

7 417 vues

Publié le

Provas do ENEM, Provas do ENEM resolvidas, Provas do ENEM comentadas, Provas do ENEM resolvidas e comentadas, Literatura no ENEM, Linguagens, Linguagens no ENEM, Provas de Linguagens, Provas de Linguagens resolvidas e comentadas, ENEM-2016, ENEM-2016 resolvido, ENEM-2016 comentado, ENEM-2016 resolvido e comentado, Segunda aplicação do ENEM-2016, Segunda aplicação do ENEM-2016 resolvida, Segunda aplicação do ENEM-2016 comentada, Segunda aplicação do ENEM-2016 resolvida e comentada, Salinha de redação, Salinha de redação para o ENEM, Salinha de redação em BH, Salinha de redação em Belo Horizonte, Manoel Neves

Publié dans : Formation
  • ..............ACCESS that WEBSITE Over for All Ebooks ................ ......................................................................................................................... DOWNLOAD FULL PDF EBOOK here { https://urlzs.com/UABbn } ......................................................................................................................... Download Full EPUB Ebook here { https://urlzs.com/UABbn } .........................................................................................................................
       Répondre 
    Voulez-vous vraiment ?  Oui  Non
    Votre message apparaîtra ici
  • DOWNLOAD FULL BOOKS, INTO AVAILABLE FORMAT ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... 1.DOWNLOAD FULL. PDF EBOOK here { https://tinyurl.com/y3nhqquc } ......................................................................................................................... 1.DOWNLOAD FULL. EPUB Ebook here { https://tinyurl.com/y3nhqquc } ......................................................................................................................... 1.DOWNLOAD FULL. doc Ebook here { https://tinyurl.com/y3nhqquc } ......................................................................................................................... 1.DOWNLOAD FULL. PDF EBOOK here { https://tinyurl.com/y3nhqquc } ......................................................................................................................... 1.DOWNLOAD FULL. EPUB Ebook here { https://tinyurl.com/y3nhqquc } ......................................................................................................................... 1.DOWNLOAD FULL. doc Ebook here { https://tinyurl.com/y3nhqquc } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBooks ......................................................................................................................... Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, Cookbooks, Crime, Ebooks, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult,
       Répondre 
    Voulez-vous vraiment ?  Oui  Non
    Votre message apparaîtra ici

Segunda aplicação do enem 2016: Literatura

  1. 1. segunda aplicação do ENEM-2016 Questões de Literatura Manoel Neves
  2. 2. LINS, O. Nove, novena: narra-vas. São Paulo: Cia. das Letras, 1998.
  3. 3. QUESTÃO 01 segunda aplicação do ENEM-2016 No trecho, re-rado do conto “Retábulo de Santa Joana Carolina”, de Osman Lins, a fim de expressar uma ideia rela-va à literatura, o autor emprega um procedimento singular de escrita, que consiste em a) entremear o texto com termos destacados que se refere ao universo do tecer e remetem visualmente à estrutura de uma trama, tecida com fios que retornam periodicamente, para aludir ao trabalho do escritor. b) entrecortar a progressão do texto com termos destacados, sem relação com o contexto, que tornam evidente a desordem como princípio maior da sua proposta literária. c) insinuar, pela disposição dos termos destacados, dos quais um forma uma coluna central no corpo do texto, que a a-vidade de escrever remete à arte ornamental do escultor. d) dissertar à maneira de um cien-sta sobre os fenômenos da natureza, recriminando-a por estar perpetuamente em desordem e não criar concatenação entre eles. e) confrontar, por meio dos termos destacados, o ato de escrever à a-vidade dos cien-stas modernos e dos alquimistas an-gos, mostrando que esta é muito superior à do escritor.
  4. 4. SOLUÇÃO COMENTADA segunda aplicação do ENEM-2016 O texto em análise é evidentemente metalinguís-co e pode ser lido tanto com quanto sem as palavras que estão em maiúsculas. Nesse sen-do, os termos destacados dialogam tanto com as artes plás-cas, referidas no Utulo do conto [“Retábulo de Santa Joana Carolina”: “retábulo” é uma estrutura de madeira, mármore ou outro material, que fica por trás do altar e que é geralmente decorada com temas da história sagrada ou retratos de santos] quanto com o processo de construção da escrita [aludida metaforicamente como tecido]. Trata- se, pois, de uma metáfora metalinguís-ca que funde literatura e artes plás-cas. Merece destaque o fato de as sequências em maiúsculas estarem dispostas ora no início ora no fim da linha, de modo a sugerir para o leitor que aquilo que é enunciado de forma textual [algo está sendo tecido, o que se nota na seleção vocabular: “fiandeira”, “carneiro”, “fuso”, “lã”, “casulo”, “algodão”, entre outros] também está ocorrendo visualmente [o escritor está costurando o texto com as palavras em maiúsculo]. Por isso, deve-se assinalar a alterna-va “a”. conteúdos abordados na questão quarta geração do modernismo brasileiro
  5. 5. O bonde abre viagem, No banco ninguém, Estou só, stou sem. Depois sobre um homem, No banco sentou, Companheiro vou. O bonde está cheio, De novo porém Não sou mais ninguém. ANDRADE, M. Poesias completas. Belo Horizonte: Vila Rica, 1993.
  6. 6. QUESTÃO 02 segunda aplicação do ENEM-2016 O desenvolvimento das grandes cidades e a consequente concentração populacional nos centros urbanos geraram mudanças importantes no comportamento dos indivíduos em sociedade. No poema de Mário de Andrade, publicado na década de 1940, a vida na metrópole aparece representada pela contraposição entre a) a solidão e a mul-dão. b) a carência e a sa-sfação. c) a mobilidade e a len-dão. d) a amizade e a indiferença. e) a mudança e a estagnação.
  7. 7. SOLUÇÃO COMENTADA segunda aplicação do ENEM-2016 O poema em análise, que já apareceu na prova de 2012, começa focalizando a solidão do sujeito poé-co [estou só, stou sem]; instantes depois, entretanto, senta-se alguém a seu lado – esse alguém parece que interage com o eu lírico, o que aparece sugerido no verso Companheiro vou. Tempos depois, o bonde lota, e a persona poé-ca volta a se sen-r solitária [seu companheiro de viagem pode ter- se calado ou descido?]. Posto isso, deve assinalar a alterna-va “a”. Em tempo: a questão em análise é uma paráfrase da que já havia aparecido na prova 2012. conteúdos abordados na questão primeira geração do modernismo brasileiro
  8. 8. POEMA TIRADO DE UMA NOTÍCIA DE JORNAL João Gostoso era um carregador de feira livre e morava no morro da Babilônia num barracão sem número. Uma noite ele chegou no bar Vinte de Novembro Bebeu Cantou Dançou Depois se a-rou na lagoa Rodrigo de Freitas e morreu afogado. BANDEIRA, M. Estrela da vida inteira: poesias reunidas. Rio de Janeiro: José Olympio, 1980.
  9. 9. QUESTÃO 03 segunda aplicação do ENEM-2016 No poema de Manuel Bandeira, há uma ressignificação de elementos da função referencial da linguagem pela a) atribuição de Utulo ao texto com base em uma noUcia veiculada em jornal. b) u-lização de frases curtas, caracterís-cas de textos do gênero jornalís-co. c) indicação de nomes de lugares como garan-a da veracidade da cena narrada. d) enumeração de ações com foco nos eventos acontecidos à personagem do texto. e) apresentação de elementos próprios da noUcia, tais como quem, onde, quando, o quê.
  10. 10. SOLUÇÃO COMENTADA segunda aplicação do ENEM-2016 O poema em análise é um exemplo bastante importante de como a literatura moderna [notadamente a da Primeira Geração do Modernismo] constrói uma poé-ca mais próxima do dia a dia — ou, de outra forma: confere dignidade poé-ca a elementos triviais, co-dianos. Posto isso, e levando-se em conta que o poema apropria-se de elementos do gênero textual noUcia, deve-se assinalar a alterna-va “e”. conteúdos abordados na questão primeira geração do modernismo brasileiro
  11. 11. DO AMOR À PÁTRIA São doces os caminhos que levam de volta à pátria. Não à pátria amada de verdes mares bravios, a mirar em berço esplêndido o esplendor do Cruzeiro do Sul; mas a uma outra mais ín-ma, pacífica e habitual — uma cuja terra se comeu em criança, uma onde se foi menino ansioso por crescer, uma onde se cresceu em sofrimentos e esperanças plantando canções, amores e filhos ao sabor das estações. MORAES, V. Poesia completa e prosa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1987.
  12. 12. QUESTÃO 04 segunda aplicação do ENEM-2016 O nacionalismo cons-tui tema recorrente na literatura român-ca e na modernista. No trecho, a representação da pátria ganha contornos peculiares porque a) o amor àquilo que a pátria oferece é grandioso e eloquente. b) os elementos valorizados são in-mistas e de dimensão subje-va. c) o olhar sobre a pátria é ingênuo e comprome-do pela inércia. d) o patrio-smo literário tradicional é subver-do e mo-vo de ironia. e) a natureza é determinante na percepção do valor da pátria.
  13. 13. SOLUÇÃO COMENTADA segunda aplicação do ENEM-2016 No fragmento em análise, a pátria aparece associada a uma dimensão altamente subje-va, o que se nota em: “não a pátria amada de verdes mares bravios” e “a uma outra mais ín-ma, pacífica e habitual”. Posto isso, deve-se assinalar a alterna-va “b”. conteúdos abordados na questão segunda geração do modernismo brasileiro
  14. 14. ANOITECER É a hora em que o sino toca, mas aqui não há sinos; há somente buzinas, sirenes roucas, apitos aflitos, pungentes, trágicos, uivando escuro segredo; desta hora tenho medo. […] É a hora do descanso, mas o descanso vem tarde, o corpo não pede sono, depois de tanto rodar, pede paz — morte — mergulho no poço mais ermo e quedo; desta hora tenho medo. Hora de delicadeza, agasalho, sombra silêncio. Haverá disso no mundo? É antes a hora dos corvos, bicando em mim, meu passado, meu futuro, meu degredo; desta hora, sim, tenho medo. ANDRADE, C. D. A rosa do povo. Rio de Janeiro: Record, 2006. Fragmento.
  15. 15. QUESTÃO 05 segunda aplicação do ENEM-2016 Com base no contexto da Segunda Guerra Mundial, o livro A rosa do povo revela desdobramentos da visão poé-ca. No fragmento, a expressividade lírica demonstra um(a) a) defesa da esperança como forma de superação das atrocidades da guerra. b) desejo de resistência às formas de opressão e medo produzidas pela guerra. c) olhar pessimista das ins-tuições humanas e sociais subme-das ao conflito armado. d) exortação à solidariedade para a reconstrução dos espaços urbanos bombardeados. e) espírito de contestação capaz de subverter a condição de ví-ma dos povos afetados.
  16. 16. SOLUÇÃO COMENTADA segunda aplicação do ENEM-2016 As imagens que emergem do poema são bastante nega-vas e remetem a um tempo de tragédia [primeira estrofe] e de morte [segunda e terceira estrofes]. Deve-se, portanto, assinalar a alterna-va “c”. conteúdos abordados na questão segunda geração do modernismo brasileiro
  17. 17. DESCOBRIMENTO Abancado à escrivaninha em São Paulo Na minha casa da rua Lopes Chaves De supetão sen- um friúme por dentro. Fiquei trêmulo, muito comovido Com o livro palerma olhando pra mim. Não vê que me lembrei que lá do norte, meu Deus! Muito longe de mim, Na escuridão a-va da noite que caiu, Um homem pálido, magro de cabelo escorrendo nos olhos Depois de fazer uma pele com a borracha do dia, Faz pouco se deitou, está dormindo Esse homem é brasileiro que nem eu… ANDRADE, M. Poesias completas. São Paulo: Edusp, 1987.
  18. 18. QUESTÃO 06 segunda aplicação do ENEM-2016 O poema “Descobrimento”, de Mário de Andrade, marca a postura nacionalista manifestada pelos escritores modernistas. Recuperando o fato histórico do “descobrimento”, a construção poé-ca problema-za a representação nacional a fim de a) resgatar o passado indígena brasileiro. b) cri-car a colonização portuguesa no Brasil. c) defender a diversidade social e cultural brasileira. d) promover a integração das diferentes regiões do país. e) valorizar a região Norte, pouco conhecida dos brasileiros.
  19. 19. SOLUÇÃO COMENTADA segunda aplicação do ENEM-2016 O poema em análise apresenta uma personagem que toma consciência da diversidade social e cultural que subjaz à iden-dade brasileira. O “descobrimento” que dá Utulo ao poema consiste em uma espécie de epifania nacionalista, Upica da primeira geração do modernismo, que encena a brasilidade como uma iden-dade paradoxalmente única e múl-pla — única porque se trata de um só país; e múl-pla, porque o país é formado por povos e por culturas diversas. Posto isso, deve-se assinalar a alterna-va “c”. conteúdos abordados na questão primeira geração do modernismo brasileiro
  20. 20. ESAÚ E JACÓ Ora, aí está justamente a epígrafe do livro, se eu lhe quisesse pôr alguma, e não me ocorresse outra. Não é somente um meio de completar as pessoas da narra!ao com as ideias que deixarem, mas ainda um par de lunetas para que o leitor do livro penetre o que for menos claro ou totalmente escuro. Por outro lado, há proveito em irem as pessoas da minha história colaborando nela, ajudando o autor, por uma lei de solidariedade, espécie de troca de serviços, entre o enxadrista e os seus trebelhos. Se aceitas a comparação, dis-nguirás o rei e a dama, o bispo e o cavalo, sem que o cavalo possa fazer de torre, nem a torre de peão. Há ainda a diferença da cor, branca e preta, mas esta não -ra o poder da mancha de cada peça, e afinal umas e outras podem ganhar a par-da, e assim vai o mundo. ASSIS, M. Obra completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1964. Fragmento.
  21. 21. QUESTÃO 07 segunda aplicação do ENEM-2016 O fragmento do romance Esaú e Jacó mostra como o narrador concebe a leitura de um texto literário. Com base nesse trecho, tal leitura deve levar em conta a) o leitor como peça fundamental na construção dos sen-dos. b) a luneta como objeto que permite ler melhor. c) o autor como único criador de significados. d) o caráter de entretenimento da literatura. e) a solidariedade de outros autores.
  22. 22. SOLUÇÃO COMENTADA segunda aplicação do ENEM-2016 O fragmento em análise, eminentemente metalinguís-co, defende que o leitor deve ser corresponsável pelo processo de produção de sen-do no texto literário. Isso pode ser evidenciado no segundo parágrafo: “há proveito em irem as pessoas da minha história colaborando nela, ajudando o autor, por lei de solidariedade”. Deve-se, portanto, assinalar a alterna-va “a”. conteúdos abordados na questão realismo
  23. 23. CASAMENTO Há mulheres que dizem: Meu marido, se quiser pescar, pesque, mas que limpe os peixes. Eu não. A qualquer hora da noite me levanto, ajudo a escamar, abrir, retalhar e salgar. É tão bom, só a gente sozinhos na cozinha, de vez em quando os cotovelos se esbarram, ele fala coisas como “este foi dixcil” “prateou no ar dando rabanadas” e faz o gesto com a mão. O silêncio de quando nos vimos a primeira vez atravessa a cozinha como um rio profundo. Por fim, os peixes na travessa, vamos dormir. Coisas prateadas estocam: somos noivo e noiva. PRADO, A. Poesia reunida. São Paulo: Siciliano, 1991.
  24. 24. QUESTÃO 08 segunda aplicação do ENEM-2016 O poema de Adélia Prado, que segue a proposta moderna de tema-zação de fatos co-dianos, apresenta a prosaica ação de limpar peixes na qual a voz lírica reconhece uma a) expecta-va do marido em relação à esposa. b) imposição dos afazeres conjugais. c) disposição para realizar tarefas masculinas. d) dissonância entre as vozes masculina e feminina. e) forma de consagração da cumplicidade no casamento.
  25. 25. SOLUÇÃO COMENTADA segunda aplicação do ENEM-2016 O poema apresenta uma voz poé-ca que constrói um discurso acerca do casamento. Por intermédio de uma narra-va metafórica, o sujeito poé-co constrói uma cena trivial (em que marido e mulher limpam os peixes, depois de o homem ter pescado e chegado a casa com o produto de seu trabalho) que funciona como a metáfora da visão do locutor acerca da vida esponsal. Assim, a trivial a-vidade de limpar os peixes, juntos, na cozinha, revela-se como um momento de congraçamento, de convivência, de cumplicidade. Por isso, deve-se assinalar a alterna-va “e”. conteúdos abordados na questão quarta geração do modernismo
  26. 26. SIGA-ME NAS REDES SOCIAIS!!! http://www.slideshare.net/ma.no.el.ne.ves https://www.facebook.com/nevesmanoel https://www.instagram.com/manoelnevesmn/ h t t p s : / / w w w . y o u t u b e . c o m / u s e r / TheManoelNeves https://twitter.com/Manoel_Neves
  27. 27. Conhece meu livro de redação para o ENEM? Acesse: www.manoelneves.com

×