Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Ambiente e biodiversidade

1 790 vues

Publié le

Este trabalho indicanos o que é o meio ambiente como devemos trata-lo e fala-nos um pouco da biodiversidade e de espécies em vias de extinção

Publié dans : Environnement
  • Soyez le premier à commenter

Ambiente e biodiversidade

  1. 1. Trabalho realizado por: André Rocha nº2
  2. 2. É todo aquilo que nos rodeia e que devemos proteger Conjunto de elementos abióticos e bióticos que integram na biosfera da Terra, lugar onde vivem os seres vivos.
  3. 3. *Constituintes do meio Litosfera Hidrosfera Atmosfera Biosfera Terra Água Ar Seres vivos Pedrosfera - Pedras
  4. 4. *Litosfera é a camada da Terra localizada na parte externa, é constituída por rochas e solo de níveis variados e composta por grande quantidade de minerais
  5. 5. *Hidrosfera é toda a parte líquida contida no planeta A hidrosfera compreende os oceanos, rios, lagos, calotas de gelo, água no subsolo e atmosfera, etc. Os oceanos compõem a maior parte da hidrosfera, representando cerca de 97% dela.
  6. 6. *Faz parte do nosso planeta e é constituída por diversos gases, que rodeiam a Terra, estando ligados a ela pela força de atracção gravitacional.
  7. 7. Biosfera designa o conjunto dos seres vivos da Terra incluindo habitats, é o conjunto formado pelos diferentes ecossistemas Biosfera é o conjunto de todos os ecossistemas da Terra
  8. 8. *Diferença entre… *Catástrofe – Acontecimento com consequências devastadoras que podem ocorrer na crosta terrestre ou na atmosfera *Risco Natural- que são processos naturais não doseados pelo Homem. *Riscos Humano- quando o Homem com a sua acção rompe o equilíbrio natural e desencadeia efeitos nagetivos
  9. 9. *Catástrofes
  10. 10. *Risco natural
  11. 11. *Riscos humanos
  12. 12. Influência da actividade humana no meio ambiente Ação humana sobre o meio ambiente Degradação do meio ambiente – construções Sobre exploração – manto vegetal; solo; água; fauna
  13. 13. *Problemas  Contaminação atmosférica  Mudanças climáticas  Destruição da camada de ozono  Esgotamento da água doce e acidificação da mesma  Aumento da acidez dos solos  Contaminação das águas e solos  Uso de pesticidas e fertilizantes  Grande quantidade de resíduos industriais, sanitários, urbanos, agrícolas.  Degelo dos glaciares  Baixa da biodiversidade  Desflorestação e desertificação Os problemas mais graves são os que afetam os recursos naturais: a água, o ar e o solo.
  14. 14. *Poluição  Por poluição entende-se a introdução pelo homem, direta ou indiretamente de substâncias ou energia no ambiente, provocando um efeito negativo no seu equilíbrio, causando assim danos na saúde humana, nos seres vivos e no ecossistema ali presente. Tipos de poluição Poluição atmosférica Poluição sonora Poluição da água Poluição do ar Poluição do solo Poluição por radiação Poluição visual
  15. 15. Inter-relações natureza - sociedade Influencia do meio ambiente na atividade humana Como recurso Riscos naturais • Relevo • Clima • Vegetação • Água e recursos hidricos • Solo • Geológico • Climáticos Influenciada atividade humana no meio ambiente Proteção e política ambiental Problemas ambientais • Contaminação atmosférica • Desflorestação • Desertificação • Sobre exploração e contaminação das águas • RSU • Proteção de espaços • Política do ambiente • Ecologismo
  16. 16. *Teoria de Gaia Também conhecida como Hipótese de Gaia, é uma tese que afirma que o planeta Terra é um ser vivo. O que é?
  17. 17.  A Teoria de Gaia foi criada pelo cientista e ambientalista inglês James Ephraim Lovelock, no ano de 1969. Contou com os estudos da bióloga norte-americana Lynn Margulis. O nome da teoria é uma homenagem a deusa Gaia, divindade que representava a Terra na mitologia grega. Criaçã o
  18. 18.  De acordo com esta teoria, nosso planeta possui a capacidade de auto-sustentação, ou seja é capaz de gerar, manter e alterar suas condições ambientais. A criação ontem e hoje
  19. 19. *Conferencia de Estocolmo A Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, também conhecida como Conferência de Estocolmo, iniciada em cinco de junho de 1972.
  20. 20. *ONGA Organização não governamental do Ambiente  ONG é um acrônimo usado para as organizações não governamentais (sem fins lucrativos), que atuam no terceiro setor da sociedade civil.  Estas organizações, de finalidade pública, atuam em diversas áreas, tais como: meio ambiente, combate à pobreza, assistência social, saúde, educação, reciclagem, desenvolvimento sustentável.
  21. 21. Funções principais  As ONGs possuem funções importantes na sociedade, pois os seus serviços chegam em locais e situações em que o Estado é pouco presente.  Muitas vezes as ONGs trabalham em parceria com o Estado. Como conseguem recursos  As ONGs obtêm recursos através de financiamento dos governos, empresas privadas, venda de produtos e da população em geral (através de doações).  Grande parte da mão-de-obra que atua nas ONGs é formada por voluntários.
  22. 22. *Desenvolvimento  Desenvolvimento sustentável é um conceito sistêmico que se traduz num modelo de desenvolvimento global que incorpora os aspectos de desenvolvimento ambiental.  Foi usado pela primeira vez em 1987, no Relatório Brundtland, um relatório elaborado pela Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, criado em 1983 pela Assembleia das Nações Unidas. “O desenvolvimento que procura satisfazer as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades, significa possibilitar que as pessoas, agora e no futuro, atinjam um nível satisfatório de desenvolvimento social e econômico e de realização humana e cultural, fazendo, ao mesmo tempo, um uso razoável dos recursos da terra e preservando as espécies e os habitats naturais”
  23. 23. Segundo Le Prestre (2000), a conferência foi realizada para atender quatro fatores que influenciaram a época: 1. Aumento e importância da comunidade científica, que começavam a questionar sobre o futuro do planeta, as mudanças climáticas e sobre a quantidade e qualidade da água. 2. Aumento da exposição, pelos media, de desastres ambientais (marés negras, desaparecimento de territórios selvagens, modificações na paisagem), gerando um maior questionamento da sociedade a cerca das causas e soluções para tais desastres. 3. Crescimento desenfreado da economia, e consequentemente das cidades, sendo que estas cresceram sem nenhum planeamento para o futuro. 4. Outros problemas ambientais, como chuvas-ácidas, poluição do Mar Báltico, grandes quantidades de metais pesados e pesticidas.
  24. 24. *Dia Mundial do Ambiente  O Dia Mundial do Meio Ambiente foi estabelecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 1972 marcando a abertura da Conferência de Estocolmo sobre Ambiente Humano.
  25. 25. Os principais objetivos das comemorações são: 1. Mostrar o lado humano das questões ambientais; 2. Capacitar as pessoas a se tornarem agentes ativos do desenvolvimento sustentável; 3. Promover a compreensão de que é fundamental que comunidades e indivíduos mudem atitudes em relação ao uso dos recursos e das questões ambientais; 4. Advogar parcerias para garantir que todas as nações e povos desfrutem um futuro mais seguro e mais próspero.
  26. 26. Importância da comemoração Nesta data, ocorrem diversos eventos no mundo todo: Palestras, campanhas educativas, documentários e eventos são realizados, em vários locais, com o propósito de despertar as pessoas para esta importante questão mundial. Em muito países ocorrem acordos ambientais e definição de políticas voltadas para a proteção do meio ambiente. Esta data é muito importante nas escolas, pois os alunos, em estágio de formação, podem desenvolver uma consciência ambiental que é fundamental para o futuro do planeta.
  27. 27. *Ecologia É um ramo das ciências da vida, que estuda as relações dos organismos entre si, entre estes e o seu ambiente físico. Ecologismo  não é uma ciência mas sim uma ideologia, que defende um estilo de sociedade, com a particularidade de atribuir uma importância crucial à questão do equilíbrio ecológico
  28. 28. *Àreas protegidas Área protegida é um espaço geográfico claramente definido, reconhecido, dedicado e gerido, através de meios legais ou outros igualmente eficientes, com o fim de obter a conservação ao longo do tempo da natureza com os serviços associados ao ecossistema e os valores culturais. Parque nacional Parque natural Reserva natural Monumento natural Paisagem protegida Sítio de interesse biológico Tipos de … Parque Nacional da Peneda-Gerês Serra da estrela Berlengas Pegadas de Dinossáurio de Ourém - Torres Novas Albufeira do Azibo Monte de São Bartolomeu
  29. 29. *O Que é? Biodiversidade ou diversidade biológica compreende a totalidade de variedade de formas de vida que podemos encontrar na Terra (plantas, aves, mamíferos, insetos, microorganismos.) Biodiversidade significa “bio” é “vida” e “diversidade” é “variedade”
  30. 30. *Tipos de biodiversidade Diversidade genética Diversidade orgânica Diversidade ecológica A biodiverisidade pode dividir-se em 3 tipos:
  31. 31. Os indivíduos de uma mesma espécie não são geneticamente idênticos entre si. As diferenças genéticas fazem com que a Terra possua uma grande variedade de vida. Diversidade genética
  32. 32. Os cientistas agrupam os indivíduos que possuem uma história evolutiva comum em espécies. Os cientistas já identificaram cerca de 1,75 milhões de espécies. Diversidade orgânica
  33. 33. As populações da mesma espécie e de espécies diferentes interagem entre si formando comunidades; essas comunidades interagem com o ambiente formando ecossistemas, que interagem entre si formando paisagens, que formam os biomas. Diversidade ecológica
  34. 34. *Dia mundial da 22 de Maio Objetivo È aumentar a conscientização da população mundial para a importância da diversidade biológica, e para a necessidade da proteção da biodiversidade em todo o mundo. 22 de maio foi o dia escolhido pela ONU (Organização das Nações Unidas) para comemorar o Dia Internacional da Biodiversidade.
  35. 35. Dia Internacional da Biodiversidade 2012  O tema escolhido para o Dia Internacional da Biodiversidade no ano de 2012 é a diversidade marinha.  O objetivo é aumentar o conhecimento do público sobre as espécies marinhas e como as podemos proteger.  Existem cerca de 250 mil espécies marinhas documentadas em todo o mundo Origem do Dia Internacional da Biodiversidade  O Dia Internacional da Biodiversidade foi criado pelas Nações Unidas em 1992, no dia 22 de maio.
  36. 36. *Leis da Biodiversidade "Lei e genes" tem apenas um século. Enquanto a abordagem genética não é nova o progresso realizado no campo da genética nos últimos 20 anos leva à obrigação de leis mais rígidas. Com as novas tecnologias da genética e da engenharia genética, as pessoas estão pensando sobre o patenteamento de genes, processos de patenteamento, e um conceito totalmente novo sobre o recurso genético. A biodiversidade deve ser avaliada e sua evolução, analisada que devem ser levadas em consideração nas decisões políticas. Está começando a receber uma direção jurídica. A relação "Leis e ecossistema" é muito antiga e tem consequências na biodiversidade. Está relacionada aos direitos de propriedade pública e privada. Pode definir a proteção de ecossistemas ameaçados, mas também alguns direitos e deveres (por exemplo, direitos de pesca, direitos de caça). "Leis e espécies" é um tópico mais recente. Define espécies que devem ser protegidas por causa da ameaça de extinção. Algumas pessoas questionam a aplicação dessas leis.
  37. 37. *Ecossistema Um ecossistema é uma unidade natural consistindo de todas as plantas, animais e micro-organismos (fatores bióticos) em uma área funcionando em conjunto com todos os fatores físicos não-vivos (abióticos) do ambiente.
  38. 38. Bioma  Bioma é um conjunto de diferentes ecossistemas.  São as comunidades biológicas, ou seja, as populações de organismos da fauna e da flora interagindo entre si e interagindo também com o ambiente físico chamado biótopo.
  39. 39. Fluxo de energia  Fluxo de energia é a uma análise quantitativa de energia que flui em determinada cadeia alimentar.  Parte da energia da presa não é assimilada pelo predador, que corresponde ao material não digerível que será disponibilizado para os decompositores.  A eficiência da transferência de energia entre níveis tróficos também é reduzida devido a táticas de fuga da presa, ou de defesas químicas das plantas.  Cada organismo consome boa parte de sua energia disponível em suas próprias atividades metabólicas, reduzindo a quantidade de energia disponível para os níveis tróficos superiores.
  40. 40. *Ciclos biogeoquímicos Biogeoquímico é o resultado dos conjuntos de agentes biológicos (microorganismos), constituição da litosfera (rocha) e degradação química Ciclos: representam a troca e a circulação de matéria entre os componentes vivos e físico-químicos da biosfera. Bio: os organismos interagem no processo de síntese orgânica e na decomposição dos elementos. Geo: o meio terrestre (solo) é o reservatório dos elementos. Químico: ciclo dos elementos e processos químicos de síntese e decomposição.
  41. 41. Ciclos mais importantes são: Ciclos da água Ciclo do oxigénio Ciclos do carbono Ciclo do nitrogénio
  42. 42. Extinção  Extinção em biologia e ecologia é o total desaparecimento de espécies, subespécies ou grupos de espécies.  O momento da extinção é geralmente considerado sendo a morte do último indivíduo da espécie.  Em espécies com reprodução sexuada, extinção de uma espécie é geralmente inevitável quando há apenas um indivíduo da espécie restando, ou apenas indivíduos de um mesmo sexo. A extinção não é um evento incomum no tempo geológico - espécies são criadas pela especiação e desaparecem pela extinção.
  43. 43. Loris Palavra holandesa arcaica que significa “palhaço” Único primata venenoso no Mundo Parente afastado dos macacos Liberta um oleo pelos cotovelos que misturados com a saliva se tona venenoso. Está em extinção por causa de caça mortífera em Java
  44. 44. Águia Imperial Oriental  A águia-imperial-oriental é uma ave pertencente à família Accipitridae.  Aparece principalmente na Ásia Central, na Península Ibérica e norte da Índia.  Tem grande habilidade de vôo, podendo alcançar grandes velocidades quando mergulha de alturas consideráveis, pegando coelhos, cobras e ratos.  Infelizmente, devido à destruição de seu habitat natural encontra-se hoje em estado vulnerável na natureza.
  45. 45. Tigre barnco O tigre branco mede aproximadamente 3m e pode pesar de 180kg a 285kg, as fêmeas são ligeiramente mais pequenas e leves. Este tigre vivia numa vasta área do território asiático, hoje em dia está simplesmente em alguns territórios na Índia, Sibéria e Indonésia. Habita em zonas pantanosas e florestas, onde se podem camuflar sem dificuldades. Estiveram em risco de se extinguirem, motivo pelo qual vivem agora em jardins zoológicos.
  46. 46. Lontra  A lontra adulta mede de 55 a 120 centímetros de comprimento (incluindo a cauda) e pesa até 35 quilos.  A lontra é um animal mamífero.  Vive na Europa, Ásia, África, porção sul da América do Norte e ao longo de toda a América do Sul, incluindo o Brasil e a Argentina. Seu habitat é no rio onde busca alimentos como peixes, crustáceos, répteis e menos frequentemente aves e pequenos mamíferos.  Embora sua carne não seja comercializada em larga escala a lontra faz parte da lista de animais ameaçados de extinção principalmente pelo alto valor da sua pele e pela depredação dos ecossistemas aos quais a lontra está adaptada.
  47. 47. Panda Gigante  Os pandas gigantes têm o pêlo preto e branco, com manchas pretas à volta dos olhos. Alimentam-se principalmente de rebentos de bambu, mas também podem comer peixes ou roedores.  Como os rebentos de bambu não são muito energéticos, os pandas gigantes não hibernam.  Os pandas fêmeas dão à luz uma vez por ano. Na maioria das vezes, nascem apenas duas crias.  Esta é uma das razões pelas quais os pandas se encontram em vias de extinção, além de que a apanha elevada da cana de açúcar.
  48. 48. Trevo de quatro folhas  Um trevo de quatro folhas é uma folha de trevo que apresenta quatro em vez dos normais três folhas comuns.  Com origem nas antigas tradições dos povos celta, acredita-se que encontrar um trevo-de- quatro-folhas é um sinal de boa sorte.  A procura de trevos-de-quatro-folhas levou ao surgimento de cultivos e de técnicas de cultivo que aumentam a probabilidade dessa anomalia surgir.  Ameaças à sobrevivência da espécie: por ser raro e estar ligado á sorte existe muita procura o que provoca a sua extinção embora haja cultivo.
  49. 49. Nome(s) vulgar(es) : O nome é azevinho espinhoso. Descrição geográfica: É um lugar montanhoso e seco. Descrição do habitat: Onde ele vive é num lugar seco. Ameaças à sobrevivência da espécie: O azevinho pode ser cortado / apanhado para fazer lenha e papel. Azeviho espinhoso
  50. 50. Nome(s) vulgar(es) : Narciso do Mondego Descrição geográfica: Situa-se na Bacia Hidrográfica do Rio Mondego. Descrição do habitat: Esta espécie há geralmente em áreas abertas e clareiras florestais e apenas em substratos graníticos. Ameaças à sobrevivência da espécie: Expansão das florestas de pinheiro bravo e eucalipto.
  51. 51. Nome(s) vulgar(es) : lírio - do – Gerês Descrição geográfica: Trata-se de uma planta com preferência por solos ácidos, distribuída na faixa altitudinal entre os 600 e 1300 metros. Descrição do habitat: Constituindo povoamentos de baixa densidade em fendas rochosas. Ameaças à sobrevivência da espécie: alteções climáticas e destruição do habitat pelo homem.
  52. 52. *Causas da perda de biodiversidade Poluição Desertificação DesflorestaçãoTrafego de animais e caça ilegal de
  53. 53. *Formas de proteção de biodiversidade Há dois tipos principais de opções de conservação: Conservação in-situ Conservação ex-situ A in-situ é geralmente vista como uma estratégia de conservação elementar. A destruição de hábitats de espécies raras ou ameaçadas de extinção às vezes requer um esforço de conservação ex-situ. ex-situ pode dar uma solução reserva para projectos de conservação in-situ Construção de áreas de protecção.
  54. 54. Para se proteger o ambiente podemos:  Reduzir  Reutiliz ar  Restaur ar  Reciclar É o resultado de múltiplos fatores no funcionamento das sociedades humanas e traduz-se na situação de bem-estar físico, mental e social.

×