Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Crença na imortalidade

1 873 vues

Publié le

A crença egípcia na imortalidade

Publié dans : Formation
  • Soyez le premier à commenter

Crença na imortalidade

  1. 1. O ba ou Ka , no momento da morte viajava até ao reino de Osíris para ser julgado.
  2. 2. • Um barco levaria o sarcófago negro, que continha a múmia do defunto, e os canopos; Ísis seguia à frente e Néftis aos pés da múmia, ambas vestidas de vermelho. Após Anúbis receber o sarcófago, a alma ergue-se e começa a adorar os quatro génios do Oriente, as aves sagradas de Amon.
  3. 3. Vasos Canopos Intestino Estômago Pulmões Fígado
  4. 4. O morto deve ser conservado, embalsamado e mumificado, para chegar aos reinos dos mortos ou reino de Osirís intacto.
  5. 5. O morto deve ser conservado, embalsamado e mumificado, para, depois de ser julgado , poder reencarnar no corpo que o tinha animado em vida.
  6. 6. • Para ajudar a alma a reencarnar no corpo certo, os sarcófagos e estátuas reproduziam a figura do morto. A câmara funerária era decorada com cenas da sua vida.
  7. 7. Grande parte da pintura egípcia encontra-se nas paredes dos túmulos. Representam aspectos da vida quotidiana ou cenas religiosas Obedece a regras fixas: a cabeça , as pernas e os pés aparecem de perfil; o olho e o tronco de frente – é a lei da frontalidade.
  8. 8. A crença na imortalidade levou os egípcios a construírem imponentes túmulos.
  9. 9. Túmulos Os primeiros foram escavados no solo e protegidos por uma construção de tijolos de terra seca :a mastaba. Esta elevava-se por cima da câmara funerária, decorada com cenas da vida do defunto, na qual ficava a urna do faraó ou de um grande senhor.
  10. 10. O arquitecto Imotep , em 2650 a.C construiu uma pirâmide em pedra para o Faraó de Djoser. Era uma sobreposição de mastabas, ou pirâmide de degraus.
  11. 11. As pirâmides mais célebres ficam, no planalto de Guiza : Khufu (Quéops), a do seu filho Khafré (Quéfren) e a do seu neto Menkaur (Miquerinos). Junto desta pirâmide localiza- se a grande esfinge, talhada na rocha.
  12. 12. HIPOGEUS – Túmulos escavados na rocha
  13. 13. Templo mortuário da rainha Hatshepsut, em Deir el-Bahari.
  14. 14. • A arte mortuária egípcia está ao serviço da imortalidade da alma.

×