Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Biblioteca integradora 2019 dione

Projeto Biblioteca Integradora

Livres associés

Gratuit avec un essai de 30 jours de Scribd

Tout voir
  • Soyez le premier à commenter

  • Soyez le premier à aimer ceci

Biblioteca integradora 2019 dione

  1. 1. ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO ESCOLA ESTADUAL PRESIDENTE MÉDICI PROJETO BIBLIOTECA INTEGRADORA Trabalho Pedagógico Interdisciplinar - 2019 EQUIPE GESTORA: Presidente do CDCE: Tiago Wesley Jesus Diretora: Elina Padilha Fernandes Secretária: Alessandra de Sousa Lima Fonseca. Coordenação pedagógica Ensinos Fundamenta e Médio: Marce Cacho Kátia Regina Pinheiro Zubiolo Maria Aparecida Souza Fernandes Hugo Loriano
  2. 2. Cuiabá, dezembro/2018 INDENTIFICAÇÃO Denominação: Escola Estadual Presidente Médici. Endereço: Av. Mato Grosso, s/nº - Bairro Araés, CEP: 78005-030 – Cuiabá/MT Mantenedora: SEDUC - Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso. PERFIL DE FUNCIONAMENTO DA ESCOLA Nome da diretora: Elina Padilha Fernandes E-mail: cba.ee.presidentemédici@educacao.mt.gov.br Fone: (65) 3622 01 45 Localização: Urbana Categoria: Ensino Regular Fundamenta e Médio - diurno. Ensino Médio Técnico – Diurno. Quantidade de alunos: Aproximadamente 1.600 alunos matriculados nos dois turnos – MATUTINO e VESPERTINO.
  3. 3. INTRODUÇÃO A construção de uma proposta de Projeto Integrador na Escola Estadual Presidente Médici nos leva a uma reflexão sobre a função e a necessidade dos ambientes educacionais dentro da nossa unidade escolar, pois as bibliotecas têm como finalidades preservar o legado cultural, base para estudos, mediação da cultura, favorecendo acesso a conhecimentos políticos, técnicos, científicos e a outras ciências, lazer; fomentar a leitura; oferecer espaço de encontros de leitores e outros diversos eventos. Porém, na contemporaneidade apenas ser um espaço não é mais suficiente, pois, a tecnologia proporcionou e potencializou todo o processo de construção do conhecimento, por isso este projeto tem a intenção de propor a integração entre a biblioteca e o laboratório de informática da Escola Estadual Presidente Médici. Entendemos que o laboratório de Informática e a biblioteca nas escolas são essenciais para o desenvolvimento das capacidades cognitivas dos nossos alunos, assim como para os professores e aqueles que tenham o interesse em realizar pesquisas. A integração desses dois ambientes proporcionará o acesso completo às pesquisas e informações, notícias e também jogos lúdicos voltados para a construção de conhecimento, proporcionando diferentes formas de acesso às informações. Em um mundo globalizado e conectado com a rede de alcance mundial de informações – Internet, o interesse dos alunos poderá ser potencializado, já que os mesmos estão inseridos nessa realidade. Em alguns casos este projeto proporcionará para muitos alunos o primeiro contato com uma realidade virtual, já que o nosso público de alunos apresentam vários perfis, por isso, podemos afirmar que, esse primeiro contato com computadores e seus recursos, proporciona a inclusão digital dos estudantes que não poderiam ter acesso a tecnologia de outra forma. Junto, estará a biblioteca que propicia a leitura, figura essencial para ampliar o vocabulário do aluno e desenvolver habilidades de argumentação tanto oral quanto escrita. Por meio da leitura o aluno terá o contato com um vasto contexto de ideias e informações que irão aprimorar seu desempenho enquanto cidadão melhorando o seu convívio social, possibilitando o crescimento e aprendizado contínuo. Ficará sob responsabilidade da Coordenação Pedagógica e ao Técnico responsável pelo projeto em orientar os professores sobre o projeto Biblioteca Integradora para que os mesmos incentivem os alunos a participarem, dando condições da prática de leitura, da escrita e tendo como consequência a capacidade de interpretação de textos verbais e não verbais, desenvolvendo em todos os contextos relacionados aos estudos, em qualquer disciplina e nível de escolaridade.
  4. 4. OBJETIVOS A Biblioteca Integradora tem como objetivos que se destacam: ● Apoiar os projetos propostos pela Gestão Escolar e garantir o apoio bibliográfico para as pesquisas em que os alunos realizarão para os projetos, como feiras culturais, científicas e pesquisas em geral; ● Propiciar um ambiente de descobertas e favorável ao desenvolvimento de pesquisas e estudo das obras disponibilizadas pela biblioteca, controle do acervo da biblioteca, ambiente silencioso para leitura e ponderações.; ● Manter o acervo atualizado através da catalogação, monitorar a entrada dos livros adquiridos e/ou recebidos via doação, disponibilizando-os para a consulta local ou empréstimos devidamente controlados; ● Criar estratégias diferenciadas e metodologias de pesquisa e estudo para a efetiva produção de resultados, tanto os professores quanto os alunos; ● Instigar os profissionais da educação ao uso da biblioteca e todos os seus recursos como espaço pedagógico de construção de conhecimento e como mais uma estratégia da educação continuada; ● Proporcionar aos alunos a noção de respeito pelo patrimônio público e sua importância para seu próprio crescimento como cidadão; ● Motivar o acesso ao acervo bibliográfico através da realização de feiras, exposição de livros e outras atividades culturais; ● Dinamizar atividades/projetos diversos (exposições, palestras, concursos, clubes de leituras, dramatizações, jogos, passatempos, entre outros), com vista ao desenvolvimento da sensibilidade estética, do gosto pela arte e ciência, de acordo com os interesses e necessidades dos alunos; ● Colaborar para a inclusão digital dos alunos através de palestras, mini cursos, seminários e orientações sobre o acesso à Internet e seus recursos; ● Construir estratégias para que o aluno desenvolva capacidades cognitivas em suas pesquisas, não fazendo apenas cópias dos textos da internet sem uma contextualização do assunto pesquisado e consequentemente a não obtenção do conhecimento. ● Aprender a fazer uso de softwares de criação e edição de imagens, vídeos e arquivos sonoros a partir de imagens gravadas em celulares, para assim, produzirem trabalhos mais elaborados e organizados;
  5. 5. ● Utilizar de aprendizagens colaborativas, redes sociais e Multimeios para fazer trabalhos por vídeo conferência na Internet com professores e colegas; METODOLOGIA Trabalhar as habilidades informacionais que, segundo Campello (2010, p. 132) ― são capacidades que permitem às pessoas utilizar informações com competência, possibilitando que aprendam com autonomia. E hoje, numa sociedade que oferece muitas informações, precisamos orientar os alunos a trabalhar com elas. Saber onde encontrar, selecionar, utilizar e compartilhar essas informações. Isso requer do professor em conjunto com o bibliotecário trabalhar a leitura contextualizando-a para interagir com a realidade sociocultural, por tais motivos a integração entre a Biblioteca e o Laboratório de Informática propõe desenvolver e melhorar o processo de ensino e aprendizagem, organizando, capacitando, orientando e desenvolvendo estratégias para a melhoria ao acesso a informações e pesquisas. De acordo com o Orientativo Projeto Biblioteca Integradora – Trabalho Pedagógico Interdisciplinar – 2019/Seduc-MT “que almeja implementar nas Unidades Escolares um espaço articulador de atividades pedagógico interdisciplinares em consonância com as Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC)”, todo o acervo disponível que a escola já possui e os equipamentos de informática serão utilizados de forma integrada, enriquecendo as pesquisas dos alunos e colaborando para a ampliação de seu conhecimento em várias áreas de conhecimento e seus contextos. A organização e empenho em desenvolver este projeto por parte do profissional que será atribuído para esta função, deverá atender aos requisitos básicos exigidos no Orientativo do projeto. Para facilitar e dinamizar o uso do espaço deve-se seguir algumas regras pré-estabelecidas e outras que poderão ser criadas de acordo com as necessidades que forem surgindo.  O aluno em realização de pesquisa ou leitura deverá ter uma postura de organização e silêncio para não causar desconforto ou atrapalhar os demais usuários;  Somente serão retirados os livros autorizados pelo (a) bibliotecário (a) responsável e mediante o registro da saída, com data de entrada e devidamente identificado em livro próprio para empréstimo;
  6. 6.  O acesso virtual à rede mundial (internet) estará restrito nos sites de pesquisa e outros similares, estando proibida a visita aos sites de relacionamento ou materiais pornográficos e similares;  Não retirar nenhum material bibliográfico das prateleiras sem a orientação do(a) bibliotecário(a). Após a visita, deixá-lo sobre a mesa e avisar o(a) bibliotecário(a).  Qualquer dano ao acervo literário e aos mobiliários da biblioteca pelo usuário deve ser ressarcido pelo mesmo. O valor a ser pago deve cobrir as despesas para o conserto e/ou reposição quando houver.  Não comer ou beber dentro da biblioteca.  Evitar o uso do aparelho celular ou outro aparelho eletrônico que possa causar incomodo aos outros usuários.  Acomodar as mochilas no balcão de atendimento (recepção da biblioteca).  Utilizar o espaço de forma respeitosa, não escrevendo nas carteiras, janelas e nos livros que serão utilizados nas pesquisas, além de não arrancar as páginas dos livros. PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO DAS AÇÕES Discentes: Os alunos serão avaliados de acordo com a proposta de ensino realizada pelos professores e os mesmos apresentarão ao final do processo um resultado que demonstre sua efetiva realizado dos trabalhos propostos pelos professores. Docentes: Os professores apresentarão as propostas para o Coordenador Pedagógico no início das aulas (2019), demonstrando os objetivos e métodos, assim como o método de avaliação, obedecendo aos critérios estabelecidos por este projeto.
  7. 7. CRONOGRAMA DAS ATIVIDADES PROPOSTAS Ações/Meses Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov LevantamentodoAcervoBibliográfico X X X Organizaçãoe adequaçãoda Bibliotecaintegradora X X X Projetosdisciplinaresdiscussãode trabalhose critérios. X X Atividadespráticasdentroda biblioteca/Pordisciplinae turma. X X X X IdentificarosProjetospropostospela Gestão. Data a confirmar. X X X X X Apresentaçãodostrabalhos desenvolvidospelosalunosemtodas as disciplinas. X Finalizaçãoe socializaçãode resultados. X
  8. 8. REFERÊNCIAS CAMPELLO, B. S. A biblioteca escolar como espaço de aprendizagem. In: PAIVA, Aparecida; MACIEL, Francisca; COSSON, Rildo (Coord.). Literatura: ensino fundamental. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2010. pp. 127-142 (Coleção Explorando o Ensino, v. 20). Orientativo da SEDUC para o Projeto Biblioteca Integrada. ALMEIDA, Fernando José de, FONSECA JÚNIOR, Fernando Moraes. Projetos e ambientes inovadores Brasília: MEC / SEED, 2000. GONZAGA, Maria Marismene. Biblioteca escolar e projeto político-pedagógico: um estudo de caso / Presidente Prudente, 2017. Acesso em 29 de Jan, https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/150624/gonzaga_mm_me_prud.pdf;jsessionid=A4A E3C5D22FD697BC854B4FFD0C550CE?sequence=3

×