Aves

Museu Filatelia Sérgio Pedro
Museu Filatelia Sérgio PedroFilatelista à Núcleo de Filatelia de Faro

Nesta coleção apresentamos um conjunto de postais máximos organizados de acordo com a sua ordem taxonómica. Nas situações em que a bibliografia indica o avistamento das espécies no Algarve foi colocado na descrição de forma a diferenciar a coleção de outras coleções e para enriquecer o conhecimento dos que consultam esta coleção. Maior parte da informação foi recolhida da wikipédia e do site aves de Portugal

@
t
7,i
llomeComum
Águio-Reol
Açor
Águio
Pesqueiro
Coruio-dosìorres
Beiio-Flores
Beiio-tlores
Guincho-comum
Álfuiole
tolcõo
Peregrino
Golo
Povõo
Robirruivo-prelo
Tordo
dsFloresls
(onório
(omum
PinÌcssilgo
Bis-Bis
Rouxinol
Pelícono
Bronco
tlomingo
Poinho<osquilho
(ogorro
Ordem
Accipifriformes
Accipitriformes
Accipitriformes
Sf
rigiformes
Apodiformes
Apodiíormes
(hsrodriiformes
Chorodriiformes
tolconiformes
GolliÍormes
0olliformes
Posseriformes
Posseriformes
Posseriformes
Posseriformes
PosseriÍormes
PssseriÍormes
PeleconiÍormes
Phoenicopleriformes
Procelloriiformes
ProcelluriiÍormes
Fomílio
Accipitridoe
Accipitridoe
Pondionidoe
Tytonidoe
Trorhilidoe
Trochilidse
loridoe
Rerurviroslridoe
Fslconidoe
Phosionidoe
Phosionidoe
ïurdidoe
ïurdidoe
Fringilidoe
tringilidoe
Regulidoe
Musripidoe
Peleronidoe
Phoenicopteridoe
HydroboÍidoe
Procelloriidoe
Nesto
coleçõo
opresentomos
um
coniunfo
depostois
múximos
0rg0niz0d0s
deocordo
(0m
0suo
ordem
t0x0-
n0mrc0.
Nos
situoções
em
que
n0bihliogroÍio
indico
0ovisfomenlo
dos
espécies
noAlgorve
foicolocodo
nodescriçõo
por
f0rm0
odiferencior
0(0leÍõ0
deoutros
colegões
e0enrique(er
0conhecimento
dos
que
consuhom
0c0-
leçõ0.
Moior
porte
d0informoEõo
foirecolhido
doWikipédio
edosito
Aves
dePortugol.
ExiÌnto Anìe.ìcd.io ur"lrllilr?ntn
i,*ffi*,."
Nome
Lotino Eslodo
conservogõo
Áquila
chrysoeÍos Pouco
preo(uponÍe
Árcipiler
genÍilís Vulneróvel
Pondion
holioeÍus Pouco
preocuponte
lyÍoolbo Em
perigo
fulonpis
holosericeus Pouro
preocuponle
EupelonenanotrouraPoucopreoruponte
{hrokorepholus
ridibundus
Pouro
preocuponte
lesrvirosÍraavasello Poucopreocuponle
Foko
peregrinus Pouco
preoruponle
Çollus
âollus
doneslicus Pouco
preocuponte
Povo
crislolas Pouco
preocuponle
Phoenkurus
othruros Pouco
preocuponte
(khlherniniolherninieriVulneróvel
Serinus
canoria Pouco
preoruponle
(ordaelk
rorduelis Pouco
preocuponle
fegulus
nodeirensis Pouco
preoruponle
IuscinionegorhynrhosPoucopreocuponie
Peletonas
onocroÍolus Pouco
preocuponte
Phoenkoplerus
ruber Pouco
preocuponle
0rconites
oceonirus Pouco
preocuponfe
(alonedrís
dionedeo Vulneróvel
Reino:
Animolio
Filo:
(hordots
(lqsse:Aves
0rdem:AccipiÍriformes
Fomíliq:
Accipitridoe
Gónero:
Âquilo
Nome
Comum:
Águio-reol
Aguila
(hrysaeÍos
Eslo
oveocupo
vostos
úreos
vitois,
preÍerenciulmenle
inslo-
lodos
emespuços
pouco
humonizcdos,
com
enrosïos
dedivo-
sose ogresfes,
emgerol
c0m
esc0rp0s
rochos0s,
siluados
emz0n0s
monlonhosos
e vules
degrondes
rios.
Ulilizo
ro-
thedos,
úrvores
e oulros
pontos
deobservoçõo
como
polei-
r0s.
Em
Porfugol,
nidifico
noPorque
Nocionol
Penedo
Gerês
enos
lroços
internotionois
dosriosDouros
e Tejo
e respelivos
ofluentes.
No
Algorve
oúnico
lorol
que
éovisÌodo
énoIobo
de5õo
Vicenfe,
porém,
épouco
frequenÍe.
Emissão: Portugal,
Falcoaria- 2013
Obf iteração: 1.odía- Salvaterrra
de Magos- 23/ü/2A13
Postaf : Editadopor Druck und VeftagEngadin Press
Reino:
Animoliu
Filo:
Ihordoro
(losse:
Aves
0rdem:Accipilriformes
[omília:Arcipitridoe
Género:
Accipiter
Nome
Comum:
Açor
ÁcripiÍer
genÍilis
Ave
deropino
dehúbilos
disrrelos,
ébostonÌe
semelhonle
noÍormo
epodrõo
doplumogem
oogoviõ0,
possuindo
ïom-
bém
borros
horizonlois
nopeilo
eobdómen,
eum
lomocin-
zenlodo
nodorso.
0 oçor
fonto
pode
ser
enconïrudo
uvoor
por
entre
0rom0gem
dos
órvores
debosques
densos,
como
plonondo
ucimo
dos
mesm0s
emcorrenÌes
térmicos
oscen-
denles.
No
Algorve
osmelhores
locois
deobservoçõo
são
nSerro
do
Coldeirõo
eoIobo
deSõo
Vicenfe.
Emissão:
PorÍugal,
Falcoaria
- 2A13
Obf iteração: 1.odía- Salvaterrra
de Magos- 23/03/2013
Postaf : Editadopor Serv. Nacionalde Parquese Reseryas
Reino:
Animolio
Filo:
(hordofo
(lcsse:
Aves
0rdem:Acrip
iïriformes
Fomíliu:
Pondionidue
Género:
Podion
Nome
Comum:
Águio-pesqueiro
Padion
hulioeÍus
A óguio-pesqueiro
é umo
gronde
ovederopino,
que
d
distôncio
porete
prelo
ebronco.
No
Algorve
oÌé
oofinol
doséculo
XX,
nidificovo
nocosïo
sudoesle
nozono
de
Aliezur
e opós
nesïo
óreo
em20Ì5.
Noresfo
doregiõo
ocorre
principolmenle
duronte
0 püss0gem
migrufório
oufonol
e noInverno;
oslocois
onde
Íemsido
observo-
dosõo:
noborlovenÍ0,
o Logoo
dos
Solgodos,
o Rio
de
Alvor
eoesÌuório
doArode;
nosoïovenlo,
oreservo
de
Iostro
Morim,
o Rio
Formoso
(onde
exisïe
umo
impor-
tonle
populoçõo
invernonÌe),
osSolgodos
doFiolho
e o
Ludo.
Emissão: Espanha,Fauna em Perigode Extinção-
1999
Obliteração: 1."dia - Tenerife
- 28/01/1999
Postal: EditadoporASEMA
*lr

Ë. '.'ì
Reino:
Animolio
Filo:
(hordoïo
(losse:
Aves
0rdem:Strigiformes
tomíliq:Iytonidoe
Género:
Iyto
Nome
Comum:
Ioruio-dus-torres
IyÍoaíba
Eslo
toruio
demédio
dimensõo
é focilmente
idenïiÍicudo
pelo
broncuro
dosuo
plumogem.
NoAlgorve
é pouco
obundonle,
porém
pode
serobservodo
esporodicumenle
noRio
deAlvor
ounoCidode
deForo.
Emissão: Portugal,Avesda Madeira- 1987
Obliteração: carímbocamemorativo
- Poftalegre- 10/06/1990
Postal: Edrtadopor MaximafilistasPortugueses
Fto'
4{='
Reino:
Animuliu
Filo:
(hordntu
{lasse:
Ave,
0rdem:
ïrochilidae
Fcrnílis:
Frareiíni'iiqlue
Gtári*rc:
lupeÌonienu
Cairnbo
,:üpsfunena
tirtJÜcilrç
ü l;er;ci
Íicr-lesourn
érnsiderudo
r{rïr0
umilrsheiin-íioies
ncisromuns
dsBrusil.
Écomumenle
enconïrcdn
cïémesmo
emgrriir
ii'esregiõesui-hclnizldlsiriánrrjeviveleiil1lii;is''i::::;iri.li;::ij*úiti;::entinielïl;:'
Assimtomoouïtoibel1aÍloiesoiesouriíoliimen,il.setji:i]illiljidej.i,ltes,i.;glier-iriliill!l;rtllrl1e
plnnÍns.
ïnmhénr
fazparïe
desuodieÌo
ruç0f
pequen0
' i,r:.Ìi,rr
fufunpis
holoseríreas
! lnt eipiíii* iÌt í:eijr:
Íii:r 6!,3
r;$n+r+
[,;it',r:tr',.
üt:t tt)r)Ííi]i
ri;iiri
rtijjii:*:1,iii:: ì,,;,r,r'
ï
'ul
Pcrle:ei
rintlr
enrontrndn
nrsseguinïe:
paísca:
Angr!lir,
Arriígun
eB'urbuilr,
Burbudls
pe,lliir'ïinira,
MonÌsel,lcÍ,
Poiïo
Ricl,5fitl
IrÌstovtío
e ï,jevji,,
icnlcLúiin,5cinï
Pierre
e
ittüens
Briï0nicas
eillias
Virflens
Amerirurnl
D'r
nril r,l, -iroirelíìnilrrr i rrnr tiu. ü,1
l riuiii-
[/ìrqutll0n,
5õo'ircEnïe
e Gtci-rcdinrs,
llhns
BeËmç:
Ani;ntlil
Filç:i.irçriirïs
{Easse;
Âvss
CIrdenn:
Proçei
ii:ri;ri i"ii:,:i
Fssníië*:
ï:'r:
ciiilid
ne
Género:
Ft:inntp!r
ldome{çmçnl:
íriuii:li,'.,
vetrie
iins
iiii{;;ii(ii
e nrissão: Doniníca.
W!Vf:- 2ú03
Õbliteração: lvla!'ca
de
ali.j - 5r1:r.i3.ir - ì:)'0 1i:-:l't:.^/:)
lcgÍa i' Ëcri: i:1i-.
i..j, | ,/(,'!',iF
Reino:
Animslis
Filo:[hordolo
ClEsse:
Aves
0rdem:
Procellq
riifo
rmes
Fomílio:
Procelloriidqe
Género:
Culonectris
Nome
€omum:
Cogorro
Emissão: Se/o
Perso-
nalizado Portugal, 40
anos llhas Selvagens-
2011
Obf iteração: Marcade
dia CTT - I. Selvagens-
0412/2011
Postal; Edítado par
CTT "MeuPostal"
fulonecÍris
dianedeo
Acogorro
étomum
oolongo
donosso
costo,
esperiolmente
duronle
ospicos
depossogem
enÌre
finol
deAgosïo
eNovembro,
edu-
ronle
osmeses
deFevereiro
eMorç0,
oproximondo-se
com
relolivo
Írequêncio
deïerro.
Estó
ousenÌe
duronle
sInverno.
No
Algorve
oslocois
onde
poderõo
serevenluolmenle
vislos
énoPonlo
doPiedode
eCobo
deSõo
Vicente
0ceoniles
oceoníeas
Englobodo
n0grup0
dos
oves
morinhos
depequenos
dimensões,
Íolcomo
osreslonles
poinhos,
esto
étombém
uma
espécie
dedifí-
cilobservoçõo
oporlir
deterro.
l'|o
Algorve,
iúforom
detelodos
frenle
ooInbo
deSõo
VicenÌe
enoPonïo
doAtoloio
emAliezur.
Reino:
Animuliu
Filo:
(hordsïs
Closse:
Aves
0rdem:
Procelloriiformes
Fomílio:
l|ydrobolidoe
Género:
0ceaniÌes
Nome
Comum:
Poinh
o-cosqu
ilho
Emissão: Portugal,Ano
lnternaciona!
Polar- 2008
Obf iteração: CarÍmbo
1.o
dia círculação- Ponta Del-
gada - 23/06/2008
Postal: EdÍtado
por CTT
Reino:
Animulio
Filo:
[horduto
(losse:
Aves
0rdemr
Posseriformes
tomílio:
Fring
ilidoe
Género:
Serinus
Nome
Comum:
Conúrio
Emissão: Espanha,
FloraeFauna-2007
Obfiteração: Caimbo
1 0 ái^ á^
^;-^,,t^-x^
|. utd uc çilçuÌagdv -
02/04/2007
Postal: Editado por
ASEMA
0,30€
Serinus
ronaria
Éumpóssoro
c0m
umromprimenïo
tolul
deì2,5
cenfímelros
erom
umcomprimenÍo
deoso
de7l milímelros.
Asuo
plumogem
é
gerolmenïe
omorelodo
rom
oporle
inÍerior
dovenlre
derordoru.
Esïe
pússoro
éoriginúrio
dos
AEores,
doilho
doModeiro
edos
ilhos
Conúrios.0
seu
nome
vem
desÍos
úllimus,
sendo
que
onome
dos
ilhos
vem
dopoluvru
em
lolim
ronorio,que
significo
"dos
cões",1ú
que
0srom0n0s
enconlrorum
olimuiïos
cffes
selvogens
furluelis
rurduelis
0 pinÍossilgo
éobundonÌe
ebem
distribuído
oolongo
dolerritório
Porïugol
conïinenïol,
mos
tloromenïe
mois
tomum
nosul,
ocupon-
doumo
voriedode
imenso
dehobitots.
No
Algorve
oprnÌossilgo
émuiïo
(0mumi
sendo
frequenïe
iunto
ozonos
húmidos
deslo
regi-
õ0,
como
oriodeAlvor,
ologoo
dos
Sclgodos,
oLudo
e o0uinlo
doLogo,
ossim
romo
n0s
z0n0s
inÍeriores,
deque
sõo
exemplo
o
serr0do Ioldeirõo
e 0 Rorho
do Peno.
No z0n0de Sogres
é um0espécie
{0mum,
ossim
c0m0n0s plonícies
Reino:
Animolio
Filo:
(hordoïo
Clqsse:
Àves
0rdem:
Posse
rif
ormes
Famílio:
Trochilidoe
Género:
Fring
ilidoe
Nome
Comum:
P
inlo
ssil
go
Emissão: Espanha, Flora e
Fauna- 2007
Obf iteração: Caimbo 1.odia
de círculação- 0U04/2006
Postaf : Editadopor ASEMA
Reino:
Animsliu
Filo:
Ihordols
Clssse:
Aves
0rdem:
Chorsdriformes
Sub0rdemr
Lari
Fomília:
Lo
ridoe
Género:
Ihroicopepholus
Nome
Comum:
Guin
ch
o-co
m
um
Emissão: San Maríno
Emigrazione
- 1985
Obliteração; Caimbo
camemoraiivo- San Marí-
no - 02/14/1985
Postal: EdÌtado
por Druck
ttn.l /êfrA.1 Fonaáta Prac<
larusrídlbandus
-lç*
C
ïi*íì
Reino:
Animulio
Filo:
(hordots
(losse:
Âves
0rdem:
Iho
rqd
rif
ormes
Fomílio:
fterurviroslridoe
Género:
Rerurvirostro
Nome
Comum:
Al
fu
ioïe
Ernissão: Portuçal.
RÌo'ïejo- 2al E
Obliteração: Marcade dia CTT -
Olhãa- 1111
2t2418
Postal: Editadopor Soc. para o
Fsiudoe Prot.da I'Jatureza
na Breta-
Eumo
goivoÍo
reloïivomenïe
pequenü.
Por
boixo
ébronca
epor
rimo
éprnïeodo.
Âsosos
sõo
cinzenïtts
c0m
um
ïriôngulo
bronco
nos
primúrins.
0 bico
eospoïos
sõo
vermelhos.
EsÌo
goivoÌo
é enconÍrodo
com
muito
reguloridode
noAlgorve,
sobretudo
noRio
tormoso,
Reservo
deInstro
Murim,
Estuúrio
do
Arode,
Püul
deLogos,
eRio
doAlvor
Êe
rurvirosÍra üyos
ello
De grundedimensõ0,
(0m 0 su0 plumagem
preïtt e bronco,o olfuiuteé umo limkolo que se
idenïiÍico
ò dist0ncro.0
bico
preïo
éfino
e forlemenÌe
recurvocjo
poro
cÍmo.
Aspaïos
sõo
cinzenÌos-ozulrrdas.
NoÂlgorve
eslu
rilÊ
pode
ser
observodu
sobreïudo
nsRio
Formoso
enoReservo
deIosïro
l'1srim,
:.'rl:lt:rt:.:
*:t
,ir.1:::
::l:.:.:.
Reino:
Animolio
Filo:
(hordsÌo
(lqsse:Aves
0rdem:
Posseriformes
Sub0rdem:
Pusseri
Fqmílio:
Turdidue
Género:
Phoenicurus
Nome
Comum:
Guincho-romum
Emissão: San Marino
UNICEF
- 1985
Obliteração: Caimôo1o
dta cìrculaçào - San Manno L '" '
-zo/os/1ss6
*
Postal: Edìrado
por Popp
Phoenírurus
othruros
Ionhecido
iombómpelosn0mesde corvoeiro
0u pisco-ferreiro,
o robirruivo-prelo
é umo dos 0ves mois
corucÍerísÍicns
dos
uldeios
nonorle
ecenÍro
doÍerriÍório
NoAlgorve
como
nidificonte
pode
servisÌo
n0s
z0n0s
decoslo
rochoso,
nomeodomente
naPonïo
dnPiedode,
noBoco
doRio,
no
(obo
de5õo
Vicenïe
enoIorropoleiro;
tombém
0r0rÍe
n0Fóio
(ponïo
mnis
oho
doserro
deMonchique);
noInverno
estú
presenïe
no
resïo
doregiõ0.
Iurdus
iherninieri
0 Íordo
dnÍlrrestç
á umo
espácie
Ceaverlnf{imíl!s
ïui'diíjiÌe.
Ftli
hislsrieriffiente
r únirn
esp*rie
denïrs
ricgénerr:
ichiherminir:,
snïreïrnï*
s!aiiedude
iieSrnrtal*gic
Âmeriranu
i'erlassi{rrar
aespéiie
porc
c géneio
ïurdus
ern
ïü*9.
Esto
espécie
enronÌru-se
vulneróvel,
devido
òperdr
dehobitoï
Reino:
Anímolío
Filo:
Ihordoïo
Closse:
Aves
0rdem:
Posseriformes
SubOrdem:
Posserí
Fomílio:
Iurd
idoe
Género:
Iichlherminio
(Em
2009
redossìficodo
porn
Turrlus)
Nome
(omum:
Tordo
do
Floreslo
Emissão: Santa
Lúeia,WWF- 2001
Obliteração: Caimbo 1."de circu-
lação- SaintLucia- 01/02/2041
Postal: Edrtado
por WWF
Reino:
Animolio
Filo:
Ihordoïu
Closse:
Aves
0rdem:Posseriformes
Fomílio:
Muscipidoe
Género:Luscinio
flobo
NomeComum:
Rouxinol-romum
Iusdnia negarhyncrtos
0 rouxinol-comum
é bostonte
frequente
emPortugol,
é
muiïo
obundonle
nointerior
norÍe
e cenfro,
fulc0m0
n0
litorul
suleemcerlos
zonos
doAlgarve.
NoAlgorve
pode
servislo
noéporo
dereproduçõo
pnnri-
polmenle
nointerior
(Serros
deEspinhoço
de[õ0,defrlon-
chique
e do (oldeirõo),
mos
locolmenle
tombém
pode
ser
ouvido
iunlo
òfoixo
costeiro,
nomeodomenÌe
noplonolïo
do
Rogil,
noCorropoleiro
enoPorque
Ambienfol
deVilomouru.
Nopossogem
migrotóriu
ocorre
nouïros
locois
iunlo
òcosto
(cobo
deSdo
Vicenïe
enoRio
deAlvor).
Emissão: Espanha,
Florae Fauna- 2007
Obliteração: Madrid Carímbo 1.odÍa de clrculaçào
-
02/07/2007
Postal: Edìtado
por ASEMA
fleg
ulusignicapillu
snúeirensis
Ft0RÀ
yF,ìt{NÀ
<>-.
t'"';;R
<N
Madrld
-qeêge
Reino:
Animuliu
Filo:
Ihorduto
(losse:
Aves
0rdem:PosseriÍormes
FqmíliE:
Regulidoe
Género:
Regulus
Nome
Comum:
Bis
Bis
Emissão: PorÍugal,Aves da
regiãoda Madeira- 1987
Obliteração: FunchalCarimbo
1.o dìa de circulação
06/03/1
5877
Postal: Editadopor Anónimo
Eumpóssoro
endémico
doÂrquipélogo
doModeiro,
Porlugol,
e membro
dofomílio
dos
régulos.
Antes
detersido
reronhecido
romo
umo
espétie
individuol,
noono
de2003,
ÍoiclossiÍicodo
(0m0
um0subespécie
deestrelinho-de-cobeço-lisïod
o{Regulus
igniropi/lusl.
,.'(- --
.+= 
'". t-Ì
,1!:.Ì
"- , "::
r
-n
,
2i
Ruis€õor común
Reino:
Animolio
Filo:
(hordolo
Closse:
Aves
0rdem:Phoenicopferiformes
Fomílic:
Phoen
iropferidoe
Género:Phoenicopferus
NomeComum:
Flomingo
PhoeniropÍerusruber
0 flomÌngo-comum
é umo
uvedeplumogem
overmelhodo,
polos
longus
e o hico
espess0
e curlo.
Foirerenlemenle
rerlossiÍicodo
eseporodo
doflomingo-om
ericmo
(P.
rubefi.
No
Algorve
oLudo,
ossnlinos
deSonto
Luzio
eoreservo
de
[osfro
Morim
sdoosmelhores
locois
p0r0
vero espécie,
sendo
frequenles
osconcenlroções
deolgumos
cenÍenus
de
uves. A espécietomhém0c0íre com olguma
reguloridode
noRio
deAlvor,
noesïuúrio
doArode
e no
logoo
dosSolgodos,
mosgerolmenïe
emnúmeros
mois
reduzidos
Emissão: Poftugal.
AnoEurapeu
da Turismo
- 1991
Obliteração : Vialonga, carímb
o comemoratívo- 01I 12/1I I 1
Postaf : Editadopor Serv. Nac.Parques,Rese,"yas
e Conser-
vaçãoNatureza
Peleconas
onocrols/us
0 pelicono
coroclerizo-se
peloseu hicor0m um0 gronde
bolson0 mondíbuln
inferior,
e pelaplumogem
preïo
ebronro.
Asputos
eohiro
sõo
amorelos.
Asobservoções
desto
espórie
emPorlugol
encontrom-se
suieitos
o homologoçõo
pelo
Iomifé
Porluguês
deRoridodes,
nõo
sendo
Reino:
Animqlio
Filo:
IhorduÌs
(losse:Aves
0rdem:PelecqniÍormes
Fumílis:
Pelecsnidue
Género:
Pelecunus
Nome
Comum:
Pelicono-bronro
Emissão: Ucfânia,WwF -
2007
Obliteração: KíevCarímbo
1.o
diadecirculação
- 20149/2407
Postal: Edirado
por WWF
Reino:
Animolio
tilo:Chordoto
CIosse:
Aves
0rdem:Golliformes
Fomílio:
Phasionidqe
Género:
Gollus
Nome
Comum:
Golo
Ãallus
gallus
dones
Íirus
Asgolinhns
sõo
oves
omnívoros,
ïendo
preferênrio
por
semenles
epequen0s
inverlebrodos.
Em
PorÌugol
exisiem
4rnços
nuïóctones
degnlinhns,
nomeodnrnenle,
üm0íelü,
bruncc,
pedrôs
porÌugue-
snepreÌo
lusiÍônicu,
Ìodus
emrisco
deextinçõ0.
Dos
quoÌro
rnçns
existenÍes,
oBronco
é oque
upre-
senlu
ummenor
número
deefetivos.
Emissão: Macau.
AnoLunardo Galo-1993
Obfiteração: Macau, caimbo 1.odia- 18/01/1993
Postaf : Editadopor FotokunstGroh
Psvo
crisÍaÍus
0spovões
preferem
olimenlor-se
deinselos
eoulros
pequenos
inverlebrados,
mos
Ìsmbém
romem
semenles,
Írulos
eoulros
ilens
nuiritivos
que
esfio
disponíveis
ropidamente.0s
povões
exíbem
umcomplicndo
rituol
deocusolomenlo,
doquol
o coudo
exÌrovo-
gunïe
domocho
terio
umpopel
prinripol.
AsrorocierísÌicos
doroudu
colorido,
que
chego
qlerdois
meÌros
deromprimenïo
e pode
seroberto
c0m0
umleque,
nõo
têm
qunlquer
utilidode
quotidiono
puro
oonimo[
eseriom
umexemplo
deseleção
nolurol.
Reino:
Animolio
Filo:
Ihordoto
Closse:
Aves
0rdem:Golliformes
Fomília:
Phosionidae
Género:
Povo
Nome
Comum:
Povõo
Emissão: lndia,lndipex- 1973
Obf iteração: Marcadia-(..) -
24/10/1976
Postaf : Editado por Verlag
Beringer& Pampaluchi
W
MACAUS.OO,
Reino:
Animolio
Filo:Ihordolo
Closse:
Aves
0rdem:
FolconiÍormes
Fomílis:
Folconidqe
Género:
Folco
NomeComum:
Folrõo
Pereqrino
faíco
peregrinus
0 Íolcõo-peregrino
éomoior
folcõo
que
existe
em
Porïugol.
Iuroderizo-se
pelcs
suos
nsos
lorgos,
pelo
coudo
iurlo
epelo
borreÍe
esruro.
Se
observodo
0peque-
nodislôncio,
sõo
visíveis
ospofos
omorelos,
os
borros
Ìronsversois
finos
(no
odulto)
e0espess0
"bigode".
No
Algorve
pode
ser
visfo
noPonto
doPiedode
(Logos),
(obo
deSõo
Vicenïe
eCorropoïeiro.
0cnsionolmenfe
éovisïodo
nos
solinos
de0dióxe-
reenoRio
deAlvor
qeFALCOARIA
t
,
t*
*a
,'Â
Ò
l'/
ìÉ
1."1.*;':

Recommandé

A origem dos vertebrados par
A origem dos vertebradosA origem dos vertebrados
A origem dos vertebradosedu_bessa
1.1K vues19 diapositives
From chaturanga to chess par
From chaturanga to chessFrom chaturanga to chess
From chaturanga to chessMuseu Filatelia Sérgio Pedro
208 vues1 diapositive
O dinheiro dos nossos Antepassados par
O dinheiro dos nossos AntepassadosO dinheiro dos nossos Antepassados
O dinheiro dos nossos AntepassadosMuseu Filatelia Sérgio Pedro
138 vues17 diapositives
Os Países desaparecem, mas a filatelia perdura - Sobrescritos de Correio Aére... par
Os Países desaparecem, mas a filatelia perdura - Sobrescritos de Correio Aére...Os Países desaparecem, mas a filatelia perdura - Sobrescritos de Correio Aére...
Os Países desaparecem, mas a filatelia perdura - Sobrescritos de Correio Aére...Museu Filatelia Sérgio Pedro
199 vues16 diapositives
Calendários de Bolso - Lotaria Espanhola par
Calendários de Bolso - Lotaria EspanholaCalendários de Bolso - Lotaria Espanhola
Calendários de Bolso - Lotaria EspanholaMuseu Filatelia Sérgio Pedro
201 vues24 diapositives
São Brás de Alportel e as Pandemias, no tempo de Estanco Louro e na atualidade par
São Brás de Alportel e as Pandemias, no tempo de Estanco Louro e na atualidadeSão Brás de Alportel e as Pandemias, no tempo de Estanco Louro e na atualidade
São Brás de Alportel e as Pandemias, no tempo de Estanco Louro e na atualidadeMuseu Filatelia Sérgio Pedro
162 vues85 diapositives

Contenu connexe

Plus de Museu Filatelia Sérgio Pedro

Indicativos manuscritos del correo en Portugal (8) par
Indicativos manuscritos del correo en Portugal (8)Indicativos manuscritos del correo en Portugal (8)
Indicativos manuscritos del correo en Portugal (8)Museu Filatelia Sérgio Pedro
77 vues14 diapositives
Indicativos manuscritos del correo en Portugal (7) par
Indicativos manuscritos del correo en Portugal (7)Indicativos manuscritos del correo en Portugal (7)
Indicativos manuscritos del correo en Portugal (7)Museu Filatelia Sérgio Pedro
96 vues16 diapositives
Indicativos manuscritos del correo en Portugal (6) par
Indicativos manuscritos del correo en Portugal (6)Indicativos manuscritos del correo en Portugal (6)
Indicativos manuscritos del correo en Portugal (6)Museu Filatelia Sérgio Pedro
73 vues16 diapositives
Indicativos manuscritos del correo en Portugal (5) par
Indicativos manuscritos del correo en Portugal (5)Indicativos manuscritos del correo en Portugal (5)
Indicativos manuscritos del correo en Portugal (5)Museu Filatelia Sérgio Pedro
67 vues16 diapositives
Indicativos manuscritos del correo en Portugal (4) par
Indicativos manuscritos del correo en Portugal (4)Indicativos manuscritos del correo en Portugal (4)
Indicativos manuscritos del correo en Portugal (4)Museu Filatelia Sérgio Pedro
81 vues16 diapositives
Indicativos manuscritos del correo en Portugal (3) par
Indicativos manuscritos del correo en Portugal (3)Indicativos manuscritos del correo en Portugal (3)
Indicativos manuscritos del correo en Portugal (3)Museu Filatelia Sérgio Pedro
113 vues16 diapositives

Plus de Museu Filatelia Sérgio Pedro(20)

Dernier

O uso das tecnologias da informação e comunicação (TIC) como recursos de situ... par
O uso das tecnologias da informação e comunicação (TIC) como recursos de situ...O uso das tecnologias da informação e comunicação (TIC) como recursos de situ...
O uso das tecnologias da informação e comunicação (TIC) como recursos de situ...AaAssessoriadll
19 vues2 diapositives
MANAUS PREV].pdf par
MANAUS PREV].pdfMANAUS PREV].pdf
MANAUS PREV].pdfVernicaMariaFlixdaSi
5 vues54 diapositives
PRESS KIT MEPEGA 2022.pdf par
PRESS KIT MEPEGA 2022.pdfPRESS KIT MEPEGA 2022.pdf
PRESS KIT MEPEGA 2022.pdfFranciscaDamas3
8 vues11 diapositives
space 2.docx par
space 2.docxspace 2.docx
space 2.docxSpaceman
9 vues4 diapositives
O SIGNIFICADO CONTEXTUALIZADO DAS PALAVRAS Texto I O linguista Rodolfo Ilari ... par
O SIGNIFICADO CONTEXTUALIZADO DAS PALAVRAS Texto I O linguista Rodolfo Ilari ...O SIGNIFICADO CONTEXTUALIZADO DAS PALAVRAS Texto I O linguista Rodolfo Ilari ...
O SIGNIFICADO CONTEXTUALIZADO DAS PALAVRAS Texto I O linguista Rodolfo Ilari ...AcademiaDlassessoria
12 vues3 diapositives
A contabilidade, em seu papel de gerar informação, não pode deixar de lado a ... par
A contabilidade, em seu papel de gerar informação, não pode deixar de lado a ...A contabilidade, em seu papel de gerar informação, não pode deixar de lado a ...
A contabilidade, em seu papel de gerar informação, não pode deixar de lado a ...PrimeEducacional
36 vues3 diapositives

Dernier(9)

O uso das tecnologias da informação e comunicação (TIC) como recursos de situ... par AaAssessoriadll
O uso das tecnologias da informação e comunicação (TIC) como recursos de situ...O uso das tecnologias da informação e comunicação (TIC) como recursos de situ...
O uso das tecnologias da informação e comunicação (TIC) como recursos de situ...
AaAssessoriadll19 vues
O SIGNIFICADO CONTEXTUALIZADO DAS PALAVRAS Texto I O linguista Rodolfo Ilari ... par AcademiaDlassessoria
O SIGNIFICADO CONTEXTUALIZADO DAS PALAVRAS Texto I O linguista Rodolfo Ilari ...O SIGNIFICADO CONTEXTUALIZADO DAS PALAVRAS Texto I O linguista Rodolfo Ilari ...
O SIGNIFICADO CONTEXTUALIZADO DAS PALAVRAS Texto I O linguista Rodolfo Ilari ...
A contabilidade, em seu papel de gerar informação, não pode deixar de lado a ... par PrimeEducacional
A contabilidade, em seu papel de gerar informação, não pode deixar de lado a ...A contabilidade, em seu papel de gerar informação, não pode deixar de lado a ...
A contabilidade, em seu papel de gerar informação, não pode deixar de lado a ...
O objetivo desta atividade é fazer com que você aprenda sobre o Critério de J... par assessoriaeliana9
O objetivo desta atividade é fazer com que você aprenda sobre o Critério de J...O objetivo desta atividade é fazer com que você aprenda sobre o Critério de J...
O objetivo desta atividade é fazer com que você aprenda sobre o Critério de J...

Aves