Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Reis e profetas - Aula 2

23 220 vues

Publié le

IBBC - Teologia Vol II - Reis e profetas - Aula 2

  • Soyez le premier à commenter

Reis e profetas - Aula 2

  1. 1. Reis e Profetas Teologia II Pr. Moisés Sampaio de Paula IBBC - Aula 2 Reis e Profetas Teologia II
  2. 2. 2 Cronograma dos reis e profetasCronograma dos reis e profetas
  3. 3. Reis e Profetas 1. O reino Unido 2. O reinado do Saul 3. O reinado de Davi 4. O reinado de Salomão 5. Divisão do Reino 6. Reino do Norte 7. Introdução aos profetas 8. Profetas do Reino do Norte 9. Reino do Sul 10. Profetas do Reino do Sul 11. Revisão Geral 3
  4. 4. O reinado de Salomão 4
  5. 5. A briga pela coroa de Davi 5 AdoniasAdonias Joabe Abiatar (Elí) Abiatar (Elí)
  6. 6. 6 O reino de SalomãoO reino de Salomão
  7. 7. Características da monarquia unida • Acumulação de poder e terras; • Tributos; • Trabalhos forçados; • Resistência dos agricultores; • Guerras de conquistas; • Unificação territorial; • Cultos estrangeiros.
  8. 8. Os mandamentos de Deus para os reisOs mandamentos de Deus para os reis • Dentre teus irmãos porás rei sobre ti • Não multiplicará para si cavalos, • Tampouco para si multiplicará mulheres, para que o seu coração não se desvie; • Nem prata nem ouro multiplicará muito para si. • Escreverá para si num livro, um traslado desta lei, o terá consigo, e nele lerá todos os dias da sua vida, para que aprenda a temer ao SENHOR seu Deus, para guardar todas as palavras desta lei, e estes estatutos, para cumpri-los; (Deuteronômio 17:15-19)
  9. 9. SalomãoSalomão • Reinou 40 anos • Filho de Davi com Beteseba • Herdou um reino prospero, pacífico e poderoso de seu pai. • Foi ensinado quanto ao seu relacionamento com Deus e com seus inimigos. • Pediu sabedoria a Deus. • Foi o rei mais rico da terra. • Escreveu 3000 provérbios, 1005 canticos, e tratados sobre botânica e zoologia. • Construiu o templo em 10 anos.
  10. 10. O comércio de SalomãoO comércio de Salomão As estradas em Israel
  11. 11. Despesa da Casa Real Despesa da Casa Real • Seu Reino foi dividido em 12 destritos de impostos. • Cada tribo tinha um encarregado de prover a corte todos os meses • Usou trabalho forçado para diminuir os custos da construção. • A tribo de Benjamim foi deixada fora do sistema de impostos. 666 Talentos de Ouro entrava em Israel por conta de tributos e comércio
  12. 12. DESTAQUES DE SALOMÃO Adonias tenta possuir o trono Deus escolhe Salomão (1 Cr 22:9; 1 Rs 2:15) O povo aceita Salomão (1 Rs 1: 39,40) Salomão recebeu treinamento de Natã (2Sm12:25) Seu apelido foi “Jedidias” - Querido de Deus (2 Sm 12:25) Salomão começa com glória e esplendor mas termina pervertido (1 Rs 11:4) O Reino de SalomãoO Reino de Salomão
  13. 13. DESTAQUES DE SALOMÃO Tratou Adonias com crueldade (1 Rs 2:24,25) Seu coração se encheu de orgulho (1 Rs 10:18- 29) Envolveu-se com mulheres idólatras (1 Rs 11) Não tinha o coração em paz com Deus Seu desespero é visto em Eclesiastes Iniciou o reinado com oração, mas não continuou O Reino de SalomãoO Reino de Salomão
  14. 14. • Davi tinha ampliado o território do seu reino, organizando em em 12 distritos administrativos, deixando, porém a cada distrito o nome das 12 tribos. Salomão aperfeiçoou os distritos mas mudando o nome. O que não agradou o povo. • Incentivou a cultura e se apresentou como um rei sábio • Estabeleceu relações diplamaticas com outros Países • Aumentou o comércio, especialmente via mar (Os navios de Tarsis), trazendo muita riqueza, em ouro e outros metais preciosos O Reino de SalomãoO Reino de Salomão
  15. 15. • Aumentou o comércio, especialmente via mar (Os navios de Tarsis), trazendo muita riqueza, em ouro e outros metais preciosos O Reino de SalomãoO Reino de Salomão
  16. 16. 16 Seria o Brasil a terra de Ofir onde os fenícios buscavam ouro para Salomão? Seria o Brasil a terra de Ofir onde os fenícios buscavam ouro para Salomão? Pedra da Gávea - RJ
  17. 17. O QUE FOI RUIM E DESAGRADOU NO SEU REINADO • Não respeitou as autonomias locais,mudando até de nome os distritos que seu pai lhe tinha deixado • Começou a cobrar pesados impostos,usando os distritos como meio de arrecadação • Aumentou muito os trabalhos forçados.
  18. 18. 18 O templo de SalomãoO templo de Salomão
  19. 19. 19 O templo de Salomão O templo de Salomão
  20. 20. • FORAM USADOS: • 300 mil judeus divididos em 3 turnos de 1 mês cada. • 150 mil estrangeiros • 70 mil trabalhadores de carga • 80 cortadores de pedras • 3600 capatazes. 20 O templo de SalomãoO templo de Salomão
  21. 21. As mulheres de Salomão 21
  22. 22. Salomão – seus pecadosSalomão – seus pecados • Cavalos: simbolo de poder, confiança. • Esposas: 1000 mulheres (700 esposas, 300 concubinas). Perverteram seu coração na velhice. • Riquezas: Herdou e acumulou mais, colocando sobre ela sua confiança. • Negligência: esqueceu do livro da lei. • Através da idolatria, demônios como (astarote, milcom, quemos, moloque) regeram a vida de Salomão 1 Rs 11.4,7)
  23. 23. • Enriqueceu enormemente às custas do povo e favoreceu funcionários da sua tribo (nepotismo) • Teve muitas mulheres estrangeiras,favorecendo o sincretismo religioso • Centralizou o culto no Templo,desconhecendo os santuários locais • Os sacerdotes se tornaram meros funcionários de corte. O QUE FOI RUIM E DESAGRADOU NO SEU REINADO
  24. 24. Consequências • Pelo que o Senhor se indignou contra Salomão, porquanto desviara o seu coração do Senhor Deus de Israel (1 Rs 11.9) • Pelo que o Senhor se indignou contra Salomão, porquanto desviara o seu coração do Senhor Deus de Israel (1 Rs 11.9) 24 I Reis 11:11-14 11 - Assim disse o SENHOR a Salomão: Pois que houve isto em ti, que não guardaste a minha aliança e os meus estatutos que te mandei, certamente rasgarei de ti este reino, e o darei a teu servo. 12 - Todavia nos teus dias não o farei, por amor de Davi, teu pai; da mão de teu filho o rasgarei; 13 - Porém todo o reino não rasgarei; uma tribo darei a teu filho, por amor de meu servo Davi, e por amor a Jerusalém, que tenho escolhido. 14 - Levantou, pois, o SENHOR contra Salomão um adversário, Hadade, o edomeu; ele era da descendência do rei em Edom.
  25. 25. AS REIVINDICAÇÕES DAS TRIBOS • As tribos do norte - O povo sempre dividido, exigiam o fim dos trabalhos forçados. • Roboão não aceita. Querendo ser duro como o pai, mas sem a autoridade moral dele, acaba provocando a separação das 11 tribos do Norte ( 1 Rs. 12,1-20) • ESTAMOS NO ANO DE 931 a.C.
  26. 26. A CRISE BATE ÀS PORTAS • Se ainda em vida, Salomão mantinha o respeito do povo, não foi assim com seu filho Roboão. • Ele não soube escutar as queixas do povo que queria ser aliviado do jugo,que afetava de forma especial as tribos do Norte...
  27. 27. • I Reis 12:16 - ...Que parte temos nós com Davi? Não há para nós herança no filho de Jessé. Ás tuas tendas, ó Israel! Provê agora a tua casa, ó Davi. Então Israel se foi às suas tendas. • I Reis 12:16 - ...Que parte temos nós com Davi? Não há para nós herança no filho de Jessé. Ás tuas tendas, ó Israel! Provê agora a tua casa, ó Davi. Então Israel se foi às suas tendas. 27 • Estas palavras marcaram uma separação final e irreversível na nação de Israel. A CRISE BATE ÀS PORTAS
  28. 28. Reis e Profetas 1. O reino Unido 2. O reinado do Saul 3. O reinado de Davi 4. O reinado de Salomão 5. Divisão do Reino 6. Reino do Norte 7. Introdução aos profetas 8. Profetas do Reino do Norte 9. Reino do Sul 10. Profetas do Reino do Sul 11. Revisão Geral 28
  29. 29. Divisão do Reino 29
  30. 30. 30 Israel divididoIsrael dividido
  31. 31. A DIVISÃO DO REINO • Ciúmes entre Efraim e Judá a mais de 300 anos • Desde Josué a tribo de Efraim se destacava • Com Davi, o destaque vai para Judá • Com os erros de Salomão o ciúme se intensifica • A infidelidade de Salomão traz a justiça de Deus Roboão ameaça piorar a situação • Inicia-se a revolta das dez tribo 1 RS 12:16 • Judá e Benjamim permanecem leais 1 RS 12:17 • Jeroboão passa a ser rei do Norte 1 RS 12:20 • Jeroboão é escolhido por Deus através de Aias 11:31 Instabilidade aolongo do tempoInstabilidade aolongo do tempo
  32. 32. 32 Israel divididoIsrael dividido
  33. 33. Reino divididoReino dividido Israel Judá Norte, dez tribos Capitais: Siquém; depois Samaria Adoração idólatra em Dã e Betel Sul, duas tribos Capital: Jerusalém Adoração no templo de Jerusalém Nove diferentes dinastias Todos os reis foram ímpios Dezenove reis Durou cerca de 240 anos Uma família reinante Bons e maus reis Dezenove reis e uma rainha (Atalia) 2Reis 11,1-3.13-16 (841-836 aC Durou 359 anos O reino caiu em 722 a.C Levado cativo para a Assíria, por Salmanezer O reino caiu em 587 a.C Levado cativo para a Babilônia, por Nabucodonozor
  34. 34. ReinadoReinado • CINCO MANEIRAS DE CHEGAR AO REINADO • Nomeado por autoridade superior (rei, sacerdote ou profeta) • O profeta estava numa posição acima do rei • Escolhido pelo povo • Por usurpação do trono • Por herança. 34
  35. 35. ReinadoReinado • QUALIDADES EXIGIDAS DE UM REI • Poder físico e mental • Boa administração • Justiça e equidade • Relação com Deus. 35
  36. 36. ReinadoReinado • DEVERES DO REI • Conduzir o exército à batalha • Fazer acordos e alianças com os povos • Elaborar lei e coloca-las em execução • Exercer funções judiciais. • Conduzir o povo a Deus. 36
  37. 37. Relação dos reis de Israel
  38. 38. SITUAÇÃO DOS REINOS DO SUL E NORTE • Durante 80 anos o Sul tenta conquistar o Norte • Durante 80 anos houve aparente paz por conta do Casamento do filho de Josafá (Reino do Sul) e a filha de Acabe (Reino do Norte) • Durante 50 anos se guerrearam de tempos em tempos Reino divididoReino dividido
  39. 39. • TOTALMENTE MARCADOS PELA APOSTASIA • Bezerro de Ouro (Reino do Norte - Jeroboão) • Baalismo e Astarote (Reino do Norte - Acabe ) • Baal, Astarote, Moloque, Camos, etc (Reino do Sul- Reis maus). 39 A Religião dos 2 reinosA Religião dos 2 reinos
  40. 40. • Atos de Jeroboão: • Fez 2 bezerros de ouro e os colocou nos extremos de Israel. • Levantou sarcerdotes que não eram da tribo de Levi • Instiruiu um festa nos 8º mês em Betel visando rivalizar com a Festa dos tabernáculos • Sacrificava em um altar pagão • Se fez rei-sacerdote chefe. 40 Como a idolotria entrou no Reino do Norte Como a idolotria entrou no Reino do Norte
  41. 41. Jeroboão Rei do Reino do Norte + de 20x é identificado: “que fez pecar Israel” A Religião dos 2 reinosA Religião dos 2 reinos
  42. 42. BaalBaal • É o supremo deus dos cananeus, correspondendo a Bel, deus dos babilônicos. Tanto Baal como Bel se traduzem por proprietário, marido e senhor. O Baal cananeu era chamado Baal Semain, isto é, Senhor do céu. • Baal era, no tempo de Josué, o deus sol, responsável pela germinação e crescimento da lavoura, o aumento dos rebanhos e a fecundidade das famílias. • O culto a Baal era caracteriazado especialmente pela licenciosidade dos seus ritos. Regado a orgias, lesbianismo, homossexualismo, pedofilia e incesto. • Seg. alguns, Baal é chefe sobre sessenta e seis legiões de demônios sob seu comando.42 Pr. Moisés Sampaio de Paula
  43. 43. AseráAserá • Os cananeus adoravam Aserá (Asterath, Astorate, Asterote, Astarte, Aserá, Baalat) como deusa da fertilidade, talvez mesmo como deusa da sexualidade. Era considerada esposa de El, o deus supremo da mitologia Cananéia. • Os misteriosos postes-ídolos associados aos ritos de adoração da deusa eram aparentemente troncos de árvores sem galhos. • A função exata desses postes-ídolos estava ligada à prostituição masculina e feminina, os profetas os consideravam repulsivos e ordenavam aos reis de Israel que os derrubassem onde quer que estivessem erigidos. 43 Pr. Moisés Sampaio de Paula
  44. 44. Malefícios do Baalismo para IsraelMalefícios do Baalismo para Israel • A assimilação do baalismo pelos israelitas resultou de uma série de fatores, dentre eles: 1. o casamento misto com os cananeus, em sua expressão mais grave do rei Acabe com Jezabel; 2. a participação em festas pagãs, e que fomentavam pecados sexuais; e 3. as flexibilizações das religiões cananeias, em oposição às exigências da fé judaica. Pr. Moisés Sampaio de Paula
  45. 45. Os cativeiros Israel 722 a.C Reino Unido Para a Assíria Davi – Salomão Judá 587 a.C Para a Babilônia 45
  46. 46. Império Assírio (A) (880 a 612 a.C.)(880 a 612 a.C.)
  47. 47. Império Babilônico (B) (614 a 538 a.C.)(614 a 538 a.C.)
  48. 48. O Cativeiro (C) De Jerusalém para Babilônia (606, 597 e 586 a.C.)(606, 597 e 586 a.C.)
  49. 49. • 612 a.C - Destruição de Nínive • 597 a.C – Primeira toma de Jerusalém. 1ª deportação para Babilônia – 2 Rs 24,10-17 • 587 a.C – Destruição de Jerusalém – 2ª deportação para Babilônia – 2 Rs 25,1-21 • 538 a.C – Edito de Ciro. Começa a volta dos exilados a Jerusalém • 520 a.C – Reconstrução do templo • 445 a.C – Neemias em Jerusalém Cronologia domínio Babilônico
  50. 50. Características do exílio • EM JERUSALÉM • Deportação dos governantes, sacerdotes e comerciantes; • Distribuição das terras aos que ficaram – agricultores tribalizados; • NA BABILÔNIA • Trabalhos forçados; • Vivem em subúrbios; • Crise de identidade; • Centram a vida em: sábado, assembléias e circuncisão; • Explicação teológica do desastre; • Dor purificadora; • Pedem Nova Aliança
  51. 51. Cativeiro •Por que?
  52. 52. A história • Deus entregou Israel nas mãos dos Caldeus (605, 597 e 587 a.C). • Deus destruiu o templo e entregou seus utensílios sagrados. • O povo saiu de Jerusalém (cidade de paz) para a terra de Sinear/Babilônia (terra da confusão e oposição a Deus) ( Dn 1:1-2 ) vigilância
  53. 53. O melhor de Israel foi para o Cativeiro na 1ª leva • Jovens em quem não houvesse defeito algum • de boa aparência, • e instruídos em toda a sabedoria, • e doutos em ciência, • e entendidos no conhecimento, • e que tivessem habilidade para assistirem no palácio do rei ( Dn 1:4 )
  54. 54. O Ataque das trevas Seriam submetidos a 3 (três) situações 1. Deveriam aprender os ensinos e a língua Babilônica. 2. Deveriam comer da porção do rei. 3. Teriam seus nomes trocados ( Dn 1:4b-7 )ESTAR / ASSISTIR / SERVIR
  55. 55. Maldição ( Dt 28:15-68 ) • E vos espalharei entre as nações, e desembainharei a espada atrás de vós; e a vossa terra será assolada, e as vossas cidades serão desertas.
  56. 56. Maldição • E perecereis entre as gentes, e a terra dos vossos inimigos vos consumirá. • E aqueles que entre vós ficarem se derreterão pela sua iniquidade, nas terras dos vossos inimigos, e pela iniquidade dos seus pais com eles, se derreterão.
  57. 57. 57

×