Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Reis e Profetas - Aula 3

17 309 vues

Publié le

IBBC - Reis e Profetas - Aula 3

Reis e Profetas - Aula 3

  1. 1. Reis e Profetas Teologia II Pr. Moisés Sampaio de Paula IBBC - Aula 3 Reis e Profetas Teologia II
  2. 2. 2 Cronograma dos reis e profetas
  3. 3. Reis e Profetas 1. O reino Unido 2. O reinado do Saul 3. O reinado de Davi 4. O reinado de Salomão 5. Divisão do Reino 6. Reino do Norte 7. Introdução aos profetas 8. Profetas do Reino do Norte 9. Reino do Sul 10. Profetas do Reino do Sul 11. Revisão Geral 3
  4. 4. Reino do Norte 4
  5. 5. 5 1 2 3 4 5 6 7 8 9
  6. 6. 01-Jeroboão I (931-909) • Reinou 22 anos I Reis 14:20– • Filho de Nebate – I Reis 11:26- • Jeroboão intercede pelo povo ao rei Roboão – I Rs.12.12. • As dez tribos seguem Jeroboão – I Rs.12.16-25- • Jeroboão fez dois bezerros de ouro, para Israel adorar, colocou um em Dã e outro em Betel – I Reis 12. 28-30. • A idolatria de Jeroboão - I Reis 12.26-33 – • Um profeta prediz contra o altar – I Rs.13 – • O profeta Aias prediz a ruína da casa de Jeroboão, I Rs.14.1-20 • Houve guerra entre Roboão e Jeroboão todos os dias I Reis 15:6 6
  7. 7. Atos de Jeroboão: • Fez 2 bezerros de ouro e os colocou nos extremos de Israel. • Levantou sarcerdotes que não eram da tribo de Levi • Instiruiu um festa nos 8º mês em Betel visando rivalizar com a Festa dos tabernáculos • Sacrificava em um altar pagão • Se fez rei-sacerdote chefe. 7 Como a idolotria entrou no Reino do Norte
  8. 8. Jeroboão Rei do Reino do Norte + de 20x é identificado: “que fez pecar Israel” Hactor Ápis Mnevis A Religião dos 2 reinos
  9. 9. 02-Nadabe (910-909) • Reinou dois anos – I Reis 15:25 • Filho de Jeroboão I - I Reis 14:20 • Fez o que parecia mal aos olhos do Senhor I Reis 15:26-31 • Foi morto por Baasa 9
  10. 10. 03-Baasa (909-886) • Reinou 24 anos I Reis 15.33 • Filho de Aías – I Reis 15:33-34 • E fez o que era mal aos olhos do Senhor – I Reis 15.34 • Matou Nadabe Profeta: Jeú 1 Rs 16.1-7 10
  11. 11. 04-Elá (886-885) • Reinou dois anos I Reis 16:8 • Filho de Baasa I Reis 16: 6 • Zinri mata Ela • Assim destruiu Zinri toda a casa de Baasa, conforme a palavra do Senhor que falara pelo ministério do profeta Jeú, sobre Baasa. E por todos os pecados de Baasa, e os pecados de Ela, seu filho, com que pecaram e com que fizeram pecar a Israel, irritando ao Senhor, Deus de Israel com as suas vaidades. I Reis 16.9-14 11
  12. 12. 05-Zinri (885) • Reinou apenas 7 dias – I Reis 16:15- • Servo de Elá – I Reis 16:9-10 – • Zinri assassino de Ela – I Reis 16.10 – • Zinri conspirou contra Ela – I Reis 16.8-20. • Zinri refugiou-se na parte interior do palácio,pôs-lhe fogo, e pereceu nas chamas. I Reis 16.18- • Fez mal aos olhos do Senhor, fazendo pecar a Israel- I Reis 16.19. 12
  13. 13. 06-Onri (885-874) • - Reinou 12 anos -I Reis 16:23 – • Pai de Acabe I Reis 16. 28 – • O povo o fez rei sobre Israel I Reis 16.16-17 – • Onri comprou de Semer o Monte de Samaria edificou a cidade e a chamou de Samaria. I Reis 16.24. • E fez Onri o que era mal aos olhos do Senhor; • e fez pior do que todos quantos foram antes dele - I Reis 16.21-28 13
  14. 14. Tibni (885) • Não diz o tempo • Filho de Ginate – I Reis 16.21-22 • Metade do povo o seguia – 1Rs 16:21 • Competia com Onri pelo trono de Israel. • Morreu naquele ano. 14
  15. 15. 07-Acabe (874-853) • Reinou 22 anos I Reis 16.29 • Filho de Onri- I Reis 16:28-30 • Fez o que era mal aos olhos do senhor, mais do que todos que foram antes dele -I Reis 16.30 • Casou-se com Jezabel, mulher idólatra, filha de Etbaal, rei dos sidônios, edificou altar ao deus Baal e o serviu. I Reis 16.30.33 • Profetas: Elias e Micaías 15
  16. 16. 08-Acazias (852-853) • Reinou 2 anos I Reis 22.52 – • Filho de Acabe- I Reis 22:40 - II Reis 1. 1-18 – • E fez o que era mau aos olhos do SENHOR; porque andou nos caminhos de seu pai. • E serviu a Baal, e se inclinou diante dele, e indignou ao SENHOR, Deus de Israel, conforme tudo quanto fizera seu pai. I Reis 22.52-54. • Acazias caiu pelas grades de um quarto alto, buscou socorro em Baal-Zebute, adoeceu e morreu.II Reis 1.2-18. • Morreu sem deixar filhos. • Profetas: Elias 16
  17. 17. 09-Jorão (852-841) • Reinou 12 anos:II Reis 3.1 -II Reis 1.17– • Jorão-Irmão de Acazias e também filho de Acabe, II Reis 3:1 II Reis 8:16 - II Reis 8:25-29- • E fez o que era mau aos olhos do senhor; porém não como seu pai, nem como sua mãe; porque tirou a estátua de Baal, que seu pai fizera. Contudo, aderiu aos pecados de Jeroboão, filho de Nebate- que fizera pecar a Israel; não se apartou deles – II Reis 3. 2-3 • Pediu ao rei de Judá Josafá para ir com ele à guerra contra os moabitas II Reis 3.5-27 – • Jeú mata Jorão II Reis 9.14-25 • Profetas: Elias 17
  18. 18. 10-Jeú (841-814) • Reinou 28 anos - II Reis 10:36 – • Filho de Josafá - II Rei 9.2 – • Ungido rei por Eliseu-II Reis 9,1-6 – • Jeú extermina a casa do rei Acabe II Reis 10.1-14 – • Jeú encontra a Jonadabe e mata os servos de Baal. II Reis 10.15-30 • Jeú não se apartou de seguir os pecados de Jeroboão, filho de Nebate, que fez pecar a Israel, a saber, dos bezerros de ouro, que estavam em Betel e em Dã. Não teve cuidado de andar com todo o coração na lei do Senhor, Deus de Israel, nem se apartou dos pecados de Jeroboão que fez pecar a Israel. II Reis 10 29 e 31. 18
  19. 19. 11-Jeoacaz (814-798) • Reinou 17 anos- II Reis 13:1 – • filho de Jeú- II Reis 13.1 - II Reis 10:35 – • E fez o que era mal aos olhos do Senhor; porque seguiu os pecados de Jeroboão, filho de Nebate, que fez pecar a Israel; não se apartou deles. • Pelo que a ira do Senhor se acendeu contra Israel, o qual deu- os na mão de Hazael, rei da Síria, e na mão de Bem-Hadade, filho de Hazael, todos aqueles dias - II Reis 13.2-9 • Jeoacaz suplicou diante da face do senhor, e o Senhor o ouviu; pois viu a opressão de Israel, porque os oprimia o rei da Síria. II Reis 13.4 19
  20. 20. 12-Jeoás (798-782) • Reinou 16 anos II Reis 13.10 – • filho de Jeoacaz II Reis 13.9 – • E fez o que era mal aos olhos do Senhor; não se apartou de nenhum dos pecados de Jeroboão, filho de Nebate, que fez pecar a Israel, porém andou neles - II Reis 13.11- • Morte de Jeoás – II Reis 13.13 • Saqueou Jerusalém 20
  21. 21. 13-Jeroboão II (782-753) • Reinou 41 anos II Reis 14:23 – • Filho de Jeoás II Reis 14.23 – • E fez o que era mal aos olhos do Senhor; nunca se apartou de nenhum dos pecados de Jeroboão, filho de Nebate, que fez pecar a Israel. • II Reis 14.24 – Jeroboão pelejou e reconquistou Damasco e Hamate, pertencentes a Judá. II Reis 14.25-29 • Profetas: Oséias, Amós e Jonas 21
  22. 22. 14-Zacarias (753) • Reinou 6 meses II Reis 15.8 – • Filho de Jeroboão II- II Reis 14:29 II Reis 15:8 – • E fez o que era mal aos olhos do Senhor, como tinham feito seus pais; nunca se apartou dos pecados de Jeroboão, filho de Nebate, que fez pecar a Israel- II Reis 15.9 – • Salum, filho de Jabes, conspirou contra ele, e o feriu diante do povo, e o matou, e reinou em seu lugar – II Reis 15.10-11. 22
  23. 23. 15-Salum(753) • Reinou um mês inteiro- II Reis 15.13 – • filho de Jabes - II Reis 15: 10 e 13 – • Menaém, filho de Gadi, subiu de Tirza, e veio a Samaria, e feriu a Salum, filho de Jabes, em Samaria, e o matou, e reinou em seu lugar. II Reis 15.14-15 23
  24. 24. 16-Menaém (752-742) • Reinou 10 anos –II Reis 15:17 – • Filho de Gadi -II Reis 15.14,17- • Então, Menaem feriu a Tifsa e todos os que nela havia, como também seus termos desde Tirza, porque não lha tinham aberto; e os feriu, pois, e todas as mulheres grávidas fendeu pelo meio- II Reis 15.16 – • E fez o que era mal aos olhos do Senhor; todos os seus dias se não apartou dos pecados de Jeroboão, filho de Nebate, que fez pecar a Israel– II Reis 15.18 – • Menaém tirou de Israel mil talentos de prata e deu a Pul, rei da Assíria para unir-e ao rei - II Reis 15.19-20 – Morte de Menaém II Reis 15.21-22 24
  25. 25. 17-Pecaías (742-740) • Reinou 2 anos – II Reis 15:23 – • filho de Menaém- II Reis 15:23- • E fez o que era mal aos olhos do Senhor; nunca se apartou dos pecados de Jeroboão, filho e Nebate, que fez pecar a Israel. Reis 15.24 – • E Peca, filho de Remalias, seu capitão, conspirou contra ele e o feriu em Samaria, no paço da casa do rei, juntamente com Argobe e com Arié; e com ele estavam cinqüenta homens dos filhos dos gileaditas e o matou e reinou em seu lugar. II Reis 15.25-26. 25
  26. 26. 18-Peca (740-732) • Reinou 20 anos- II Reis 15.27– filho de Remalias- II Reis 15:25 – Isaías 7.1,4- • E fez o que era mal aos olhos do Senhor; nunca se apartou dos pecados de Jeroboão, filho e Nebate, que fez pecar a Israel –II Reis 15.28-29- • Nos dias de Peca, rei de Israel, veio Tiglate-Pileser, rei da Assíria,e tomou a Ijom,e AbelBeteMaaca, e a Janoa, e a Quedes, e a Hazor, e a Gileade, e à Galiléia, e à toda a terra de Naftali, e os levou para a Assíria. • II Reis 15.29 - E Oséias, filho de Elá, conspirou contra Peca,filho de Remalias, e o feriu,e o matou, e reinou em seu lugar 26
  27. 27. 19-Oséias (732-723) • Reinou 9 anos – II Reis 17:1 – • Filho de Elá – II Reis 15.30 - II Reis 17.1 – • E fez o que era mal • Pagou tributo a Assiria, mas se aliançou secretamente com o rei do Egito. • Samaria cai e acompanha a os demais de Israel no cativeiro. 27
  28. 28. Os cativeiros Israel 722 a.C Reino Unido Para a Assíria Davi – Salomão Judá 587 a.C Para a Babilônia 28
  29. 29. Império Assírio (A) (880 a 612 a.C.)
  30. 30. CATIVEIRO ASSÍRIO 256 anos após Salomão * OS ASSÍRIOS Capital: Nínive Habitantes: 600.000 a 1.000.000 Muros de Nínive: ~96 Km (Perímetro) ~ 32 m de altura ~1.500 torres Vala de 50 m de largura por 30 m de profundidade Cativeiro Assírio
  31. 31. CATIVEIRO ASSÍRIO * OS ASSÍRIOS • PERFURAVAM OUVIDOS COM FERRO QUENTE • CORTAVAM MÃOS, PÉS E LÍNGUAS • TIRAVAM O COURO DAS PESSOAS • ARRANCAVAM OS OLHOS DOS INIMIGOS • ESFOLAVAM PESSOAS VIVAS • ARRANCAVAM OS FILHOS DAS BARRIGAS DAS MÃES • DESMEMBRAVAM OS CORPOS DOS INIMIGOS • FAZIAM PIRÂMIDES DE CABEÇAS Cativeiro Assírio
  32. 32. O Cativeiro De Jerusalém para Babilônia (606, 597 e 586 a.C.)
  33. 33. Império Babilônico (B) (614 a 538 a.C.)
  34. 34. A história • Deus entregou Israel nas mãos dos Caldeus (605, 597 e 587 a.C). • Deus destruiu o templo e entregou seus utensílios sagrados. • O povo saiu de Jerusalém (cidade de paz) para a terra de Sinear/Babilônia (terra da confusão e oposição a Deus) ( Dn 1:1-2 ) vigilância
  35. 35. O melhor de Israel foi para o Cativeiro na 1ª leva • Jovens em quem não houvesse defeito algum • de boa aparência, • e instruídos em toda a sabedoria, • e doutos em ciência, • e entendidos no conhecimento, • e que tivessem habilidade para assistirem no palácio do rei ( Dn 1:4 )
  36. 36. O Ataque das trevas Seriam submetidos a 3 (três) situações 1. Deveriam aprender os ensinos e a língua Babilônica. 2. Deveriam comer da porção do rei. 3. Teriam seus nomes trocados ( Dn 1:4b-7 )ESTAR / ASSISTIR / SERVIR
  37. 37. Cativeiro •Por que?
  38. 38. Maldição ( Dt 28:15-68 ) • E vos espalharei entre as nações, e desembainharei a espada atrás de vós; e a vossa terra será assolada, e as vossas cidades serão desertas.
  39. 39. Maldição • E perecereis entre as gentes, e a terra dos vossos inimigos vos consumirá. • E aqueles que entre vós ficarem se derreterão pela sua iniquidade, nas terras dos vossos inimigos, e pela iniquidade dos seus pais com eles, se derreterão.
  40. 40. Reis e Profetas 1. O reino Unido 2. O reinado do Saul 3. O reinado de Davi 4. O reinado de Salomão 5. Divisão do Reino 6. Reino do Norte 7. Introdução aos profetas 8. Profetas do Reino do Norte 9. Reino do Sul 10. Profetas do Reino do Sul 11. Revisão Geral 40
  41. 41. Os Profetas NABI [Hebraico] / Prophetes [Grego] Falar+Diante Arauto, Porta-voz, Mensageiro de Deus Homem de Deus (Dt 33.1) Servo do Senhor (Js 1.1) Embaixador do céu (Ag 1.13) Intérprete (Dn 2) Vidente (1Sm 9.9)
  42. 42. O propósito de Deus através dos profetas 1. Entregar a mensagem divina de advertência ao povo rebelde. 2. Suplementar o ensino negligenciado pelo sacerdote. 3. Mostrar o plano divino para suas vidas.
  43. 43. As perspectivas dos profetas Dias do profeta Futuro Próximo Futuro Distante Dias de Cristo
  44. 44. Profetas antes do Exílio • Israel: Jonas, Amôs e Oséias. • Judá: Obadias, Joel, Isaías, Miquéias, Habacuque, Sofonias e Jeremias 44
  45. 45. PROFETAS CONTEMPORÂNEOS PRÉ-CATIVEIRO ELIAS ELISEU JOEL AMÓS OSÉIAS ISAÍAS E MIQUÉIAS JONAS JEREMIAS, SOFONIAS, NAUM HABACUQUE E EZEQUIEL REINO DO NORTE REINO DO SUL Profetas antes do Exílio
  46. 46. PROFETAS DURANTE E APÓS O CATIVEIRO JEREMIAS (Jerusalém) (627-585 a.C) DANIEL (Babilônia - palácio) (606 - 534 a.C.) EZEQUIEL (Babilônia - campo) (592-572 a.C.) OBADIAS (Edom) (586-583 a.C.) AGEU (520 a.C.) ZACARIAS (520-518 a.C.) MALAQUIAS (433-425 a.C.) PÓS-CATIVEIRO BABILÔNICO CATIVEIRO BABILÔNICO Profetas Exílicos
  47. 47. JEREMIAS DANIEL EZEQUIEL OBADIAS
  48. 48. Reis e Profetas 1. O reino Unido 2. O reinado do Saul 3. O reinado de Davi 4. O reinado de Salomão 5. Divisão do Reino 6. Reino do Norte 7. Introdução aos profetas 8. Profetas do Reino do Norte 9. Reino do Sul 10. Profetas do Reino do Sul 11. Revisão Geral 48
  49. 49. Profetas do Reino do Norte • Israel: Jonas, Amôs e Oséias. 49
  50. 50. Jonas • Autor: Jonas 1:1 especificamente identifica o profeta Jonas como o autor do Livro de Jonas. • Quando foi escrito: O Livro de Jonas foi provavelmente escrito entre 793 e 758 AC. • Propósito:Desobediência e revitalização são os principais temas deste livro. A experiência de Jonas no ventre da baleia lhe proporciona uma oportunidade única para buscar uma libertação ao se arrepender durante este retiro bastante diferente. Sua desobediência inicial o leva não apenas à sua revitalização pessoal, mas à dos ninivitas também. Muitos classificam a restauração que ele trouxe a Nínive como um dos maiores esforços evangelísticos de todos os tempos. 50
  51. 51. Resumo: • O medo e orgulho de Jonas levam-no a fugir de Deus. • Ele não quer ir a Nínive pregar o arrependimento ao povo, como Deus ordenou, porque ele sente que os ninivitas são seus inimigos e está convencido de que Deus não vai seguir adiante com sua ameaça de destruir a cidade. • Ao invés, ele embarca num navio para Társis, uma cidade na direção oposta. Uma grande tempestade logo faz com que a tripulação lance lotes para determinar que Jonas é o problema. Eles atiram-no ao mar, e ele é engolido por um peixe grande. Em seu ventre por 3 dias e 3 noites, Jonas se arrepende do seu pecado a Deus, e o peixe o vomita em terra seca (perguntamo-nos por que levou tanto tempo para se arrepender). • Jonas, em seguida, faz a viagem de cerca de 800 km a Nínive e lidera a cidade a um grande reavivamento. • Entretanto, o profeta fica insatisfeito (na verdade, reclama), ao invés de agradecido, quando Nínive se arrepende. Jonas aprende a lição, porém, quando Deus usa um vento, uma planta e um verme para lhe ensinar que Ele é misericordioso. 51 Jonas
  52. 52. Nínive • Nínive • O termo hebraico nineweh é uma tradução do assírio Ninua (em babilônico antigo, Ninuwa), que por sua vez é transliteração do nome sumério mais antigo ainda, Nina nome da deusa Istar, escrito com um sinal representando um peixe dentro de um ventre. • Conforme Gen 10:11 Nínive era uma das cidades do Norte fundada por Ninrode ou Assur depois de ter partido da Babilônia. • Uma cidade principal e última capital da Assíria. • Em 2003 a. C. O templo da deusa Istar em Nínive foi fundado por Manishtisu, filho de Sargom. 52
  53. 53. Nínive • Geograficamente: • Nínive estava localizada a leste do rio Tigre, e • distante aproximadamente 960 Km de Israel, uma viagem de três meses nos tempos antigos. • Era uma das cidades mais antigas no mundo, estabelecida por Ninrode (Genêsis 10:11). 53
  54. 54. Nínive • Geograficamente: • Calcula-se que sua população era de 600.000 habitantes, incluindo 120.000 crianças e muitos animais. • Embora o muro interno da cidade tivesse menos de cinco quilômetros de diamêtro, suas aldeias e subúrbios espalhavam-se numa circunferência de mais de 32 quilômetros. • Perímetro da cidade (incluindo terras adjacentes) = cerca de 96 Km .O muro externo tinha 96 Km de extensão, 30 metros de altura e uma largura suficiente para três carroças conduzidas lado a lado. • A intervalos, por todo o muro, havia 50 torres de 60 metros de altura para o serviço de vigilância realizado pelas sentinelas. 54
  55. 55. Nínive • Religiosamente: • A assíria tinha um povo idólatra politeísta. • Em 765 e 759 grandes calamidades caíram sobre a cidade, e em 15 de junho de 763 houve um eclipse solar total. • Naquele tempo o culto dos sentidos era um serviço aos deuses, os templos ocupavam o lugar dos bordéis, os amantes de ambos os sexos eram consagrados ao serviço do templo e os donativos por seus serviços iam para as caixas do templo como oferendas para a divindade. • Os mitos e costumes do povo assírio espelham o mais horrendo barbarismo, transbordam de cultos mágicos, de sensualidade, primitiva e grosseira, a deuses a semi-deuses. Tinham particular significação os ritos relacionados com as deusas da fecundidade. 55
  56. 56. Nínive • A visita de Jonas - • O arrependimento de Nínive, diante da pregação de Jonas, ocorreu no reinado de um destes dois monarcas assírios: • Durante o reinado de Adade Nirari III ( 810-783), houve um movimento em direção ao monoteísmo que poderia ter sido o resultado ( ou futura ajuda) da pregação de Jonas. • Durante o reinado de Assur-Dan III ( 771-754 a.C). em cuja administração ocorreu uma epidemia em 765 a.C., o eclipse do sol em 763a.C. E uma segunda epidemia em 759 a.C. Foram eventos considerado pelos antigos como indícios do juízo divino, e poderiam, por isso, ter preparado o povo da capital assíria para a mensagem de Jonas e o possível avivamento. 56
  57. 57. Nínive • Moralmente: • Os habitantes de Nínive eram conhecidos como uma raça sensual e cruel . • Viviam de saques e orgulhavam-se dos montes de cabeças humanas que traziam de violentas pilhagens de outras cidades. • A malícia incluía idolatria e extrema crueldade contra os prisioneiros de guerra. • Depois de atacarem uma cidade, passavam a chacinar implacavelmente os habitantes, deportando o restante da população a outras partes do Império. • Muitas pessoas morriam como resultado das marchas forçadas ao exílio. • Os líderes das nações conquistadas eram torturados sem misericórdia, e executados. • A brutalidade, crueldade e atrocidade dos ninivitas eram conhecidas. Conhecida como cidade ensanguentada pois havia massacrado vários povos e nações , cidade cheia de mentiras, rapina e roubo ... Os assírios eram, não somente cruéis, mas também extremamente imorais. • Externamente, Nínive parecia atraente, mas internamente achava-se repleta de prostituição ritual e imoralidades. • A cidade também estava entregue a feitiçaria. 57
  58. 58. Amôs • Autor:Amós 1:1 identifica o autor desse livro como sendo o profeta Amós. Quando foi escrito:O livro de Amós foi provavelmente escrito entre 760 e 753 AC. 58
  59. 59. Amôs • Propósito: • Amós é um pastor e apanhador de frutas da aldeia judaica de Tecoa quando Deus o chama, embora não tenha uma educação ou conhecimento sacerdotal. • A missão de Amós foi direcionada para o seu vizinho do norte, Israel. Suas mensagens de iminente ruína e cativeiro para a nação por causa de seus pecados foram amplamente impopulares e ignoradas, no entanto, porque estavam vivendo os melhores tempos desde os dias de Salomão. • O ministério de Amós ocorre enquanto Jeroboão II reina sobre Israel e Uzias reina sobre Judá. 59
  60. 60. Resumo: • Amós pode ver que por trás do poder e prosperidade externa de Israel, a nação é completamente corrupta internamente. • Os pecados pelos quais Amós castiga as pessoas são extensos: negligência da Palavra de Deus, idolatria, culto pagão, ganância, liderança corrupta e opressão dos pobres. • Amós começa pronunciando um julgamento sobre todas as nações vizinhas, em seguida, sobre sua própria nação de Judá e, finalmente, a mais dura sentença é dada a Israel. • Suas visões de Deus revelam a mesma mensagem enfática: o julgamento está próximo. O livro termina com a promessa de Deus a Amós de futura restauração do remanescente. 60 Amôs
  61. 61. Oséias • Autor: Oséias 1:1 identifica o autor do livro como sendo o profeta Oséias. Essa obra é uma narrativa pessoal de Oséias sobre suas mensagens proféticas para os filhos de Deus e para o mundo. Oséias é o único profeta de Israel que deixou um conjunto de profecias registradas durante os últimos anos de sua vida. • Quando foi escrito: Oséias, filho de Beeri, profetizou por um bom tempo, de 785 a 725 AC. O Livro de Oséias foi provavelmente escrito entre 755 e 725 AC. • 61
  62. 62. Oséias • Propósito: • Oséias escreveu este livro para lembrar aos israelitas - e a nós – de que o nosso é um Deus amoroso, cuja lealdade ao povo de Sua aliança é constante. • Embora Israel tenha continuado a recorrer a falsos deuses, o amor inabalável de Deus é retratado no marido sofredor da esposa infiel. • A mensagem de Oséias é também uma de advertência àqueles que dariam as costas ao amor de Deus. • Através da representação simbólica do casamento de Oséias e Gomer, o amor de Deus pela nação idólatra de Israel é exibido em uma rica metáfora com temas de pecado, juízo e amor perdoador. 62
  63. 63. Oséias • Resumo:O Livro de Oséias pode ser dividido em duas partes: (1) Oséias 1:1 - 3:5 é uma descrição de uma mulher adúltera e um marido fiel, simbólico da infidelidade de Israel a Deus através da idolatria, e (2) Oséias 3:6-14:9 contém a condenação de Israel, especialmente Samaria pela adoração de ídolos, e sua eventual restauração. A primeira seção do livro contém três poemas distintos que ilustram como os filhos de Deus continuavam se apegando à idolatria. Deus manda Oséias se casar com Gomer, mas depois de dar-lhe três filhos, ela o abandona pelos seus amantes. A ênfase simbólica pode ser vista claramente no primeiro capítulo quando Oséias compara as ações de Israel com o abandono de um casamento em busca de uma vida como prostituta. A segunda seção contém a repreensão dos israelitas por parte de Oséias, seguida pelas promessas e misericórdias de Deus. O Livro de Oséias é uma narração profética do amor incansável de Deus pelos Seus filhos. Desde o início dos tempos, a criação ingrata e indigna de Deus tem aceito o Seu amor, graça e misericórdia, enquanto ainda não podendo abster-se de sua maldade. A última parte de Oséias mostra como o amor de Deus mais uma vez restaura os Seus filhos à medida que Ele se esquece de seus erros quando se aproximam de Deus com um coração arrependido. A mensagem profética de Oséias prediz a vinda do Messias de Israel 700 anos no futuro. Oséias é citado frequentemente no Novo Testamento. 63 Fonte: http://www.gotquestions.org/Portugues/Livro-de-Oseias.html
  64. 64. 64

×