Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
AS GRANDES REFORMAS URBANAS 
lições e repercussõe...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA 
@historyinpics
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
CERDÀ 1815|1876 
@historyinpics
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
CERDÀ 
• 1815 – Nasce Cerdà 
• 1830- Estuda filos...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
• 1859- Aprovação e Realização do projeto do Ensa...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA 
Desde a metade do século XIX, Barcelon...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA 
Plano de Cerdá para a expansão de Barc...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA 
O ensanche criado por Cerdá é uma malh...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
Vista da ensanche de Barcelona 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA 
Uma das características mais important...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
Quadra da Sociedade de Fomento do Ensache de Barc...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA 
Entretanto, a necessidade de se adapta...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA 
Distribuição das 
edificações nas 
qua...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
OS ESTUDOS DE CERDÀ 
Evolução dos conceitos, teor...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
SOBRE URBANIZAÇÃO 
novas teorias >>> criação de u...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
TEORIA GERAL DA URBANIZAÇÃO 
• PPPPrrrriiiimmmmee...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
TEORIA GERAL DA URBANIZAÇÃO 
• PPPPaaaarrrrttttee...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
TEORIA GERAL DA URBANIZAÇÃO 
• FFFFuuuunnnnccccii...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
TEORIA DA VIABILIDADE URBANA 
Surge diante à nece...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
TEORIA DA VIABILIDADE URBANA 
Concepção de rede v...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
TEORIA GERAL DA RURALIZAÇÃO E 
COLONIZAÇÃO (1861)...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
A CASA 
ELEMENTOS DE PROJETO 
• elemento principa...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO 
O QUARTEIRÃO 
• elemento fo...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO 
Tipologia dos Quarteirões
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
AS RUAS 
ELEMENTOS DE PROJETO 
· a rua foi projet...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO 
O SENTIDO DAS RUAS 
· adota...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO 
AS DISTRIBUIÇÕES 
· um conj...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO 
OS CRUZAMENTOS 
• os cruzam...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO 
A FERROVIA 
• o ensanche de...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
ELEMENTOS DE PROJETO
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
Detalhe do plano de 
Cerdá, bairro gótico e 
part...
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA 
Vista aérea das quadras da ensanche de...
EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO URBAÍSTICO I 
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
O BAIRRO GÓTICO
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
O BAIRRO GÓTICO
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
O BAIRRO GÓTICO
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
O BAIRRO GÓTICO
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
Catedral de Barcelona 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
O BAIRRO GÓTICO
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
O BAIRRO GÓTICO 
Vista aérea das Ramblas
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
Barcelona, atual 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
BARCELONA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
SOBRE ESCALA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
SOBRE ESCALA
CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues 
SOBRE ESCALA
Prochain SlideShare
Chargement dans…5
×

Aula 4 reform urbanas barcelona

3 320 vues

Publié le

EPU1

Publié dans : Formation
  • Olá!! Quais referências você usou nesta apresentação? Obrigada
       Répondre 
    Voulez-vous vraiment ?  Oui  Non
    Votre message apparaîtra ici

Aula 4 reform urbanas barcelona

  1. 1. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues AS GRANDES REFORMAS URBANAS lições e repercussões
  2. 2. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA @historyinpics
  3. 3. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues CERDÀ 1815|1876 @historyinpics
  4. 4. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues CERDÀ • 1815 – Nasce Cerdà • 1830- Estuda filosofia do colégio episcopal • 1831- Estuda matemática em Barcelona. • 1832- Estuda náutica, arquitetura e desenho técnico na escola La junta de comercio de Barcelona. • 1835- Vai para Madrid para estudar na Escuela de Ingenieros de Caminos. • 1841- Graduado engenheiro, trabalha como engenheiro para o Ministério de Fomento fazendo reconhecimento topográfico. • 1849- Renuncia seu emprego como engenheiro civil, para dedicar-se @historyinpics ao urbanismo. • 1851- É candidato em Cortes. Até 1854, trabalha nas obras da ferrovia de Barcelona a Granollers. • 1854- Torna-se engenheiro civil do Ministério da Fazenda. E começa os trabalhos para o estudo dos Ensanches de Barcelona. Comandante da Milícia Nacional e Conselheiro da prefeitura de Barcelona.
  5. 5. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues • 1859- Aprovação e Realização do projeto do Ensanche de Barcelona.( Teoria da Construção das cidades aplicada ao Projeto de Reforma e Ensanche de Barcelona) • 1860- Real Decreto (31 de maio) autorizando o Ensanche segundo o projeto de Cerdà. • 1867- Publicação da Teoria general de la urbanización , e aplicação de suas doutrinas e princípios na Reforma Del Ensanche de Barcelona. • 1872- Forma parte de uma comissão especial para estudar a execução da reforma do interior de Barcelona. • 1874- Vai para Madrid para cobrar seus trabalhos e trabalha na teoria da colonização de território. • 1876- Morre no balneário de Caldas de Besaya. @historyinpics CERDÀ
  6. 6. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA Desde a metade do século XIX, Barcelona apresentava grande adensamento na área entre as muralhas, mas não era permitido construir no entorno do muro. Em 1858 foi aberto um concurso de projetos para a ampliação da cidade. A maioria dos projetos apresentados restringia-se à urbanização do espaço entre as muralhas e as vilas próximas. A proposta vencedora foi de Ildefonse Cerdá que previa uma expansão da cidade até seus limites naturais. Na verdade, Cerdá não projetou uma expansão apenas, mas uma nova cidade diferente da existente, transformando a cidade antiga em uma parte da nova estrutura urbana.
  7. 7. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA Plano de Cerdá para a expansão de Barcelona, 1859
  8. 8. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA O ensanche criado por Cerdá é uma malha ortogonal, com quadras de forma de quadrados (lados com as mesmas dimensões). As vias possuem medida única (para evitar a preferência por alguma delas devido a diferenças de tamanho): todas possuem 20 metros de largura. O gabarito dos edifícios era determinado pelo tamanho das ruas: para Cerdá, a altura da edificação deve ter como limite o correspondente da largura da via. Sendo assim, ele mantém um gabarito único em toda a extensão.
  9. 9. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues Vista da ensanche de Barcelona BARCELONA
  10. 10. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA Uma das características mais importantes do projeto de Cerdá são as esquinas com suas edificações chanfradas, criando, assim, espaços mais largos que permitem o desenvolvimento de uma série de atividades, como o comércio ambulante, sem interferir no tráfego de pedestres. A quadra-tipo era constituída de dois blocos localizados em dois lados paralelos. Mas não era mais do que uma referência a partir da qual se poderia desenvolver muitas variantes. Existem três tipos fundamentais de disposição das edificações nas quadras: paralelas, em ângulo reto e em três lados do quarteirão.
  11. 11. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues Quadra da Sociedade de Fomento do Ensache de Barcelona BARCELONA
  12. 12. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA Entretanto, a necessidade de se adaptar às imposições de uma maior adensamento, obrigou Cerdá a estudar novas soluções. A área livre dentro das quadras era destinada ao lazer, um espaço público. Mas isso não se desenvolve plenamente. O plano original de Cerdá é de 1859, mas existe uma segunda versão de 1863. Este pode ser definido como um processo de definição arquitetônica do plano, com a procura de uma maior riqueza do espaço urbano.
  13. 13. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA Distribuição das edificações nas quadras
  14. 14. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues OS ESTUDOS DE CERDÀ Evolução dos conceitos, teorias e neologismos EEEvvvooollluuuçççãããooo dddooosss cccooonnnccceeeiiitttooosss,,, ttteeeooorrriiiaaasss eee nnneeeooolllooogggiiisssmmmooosss cccceeeerrrrddddiiiiaaaannnnoooossss eeeemmmm rrrreeeellllaaaaççççããããoooo àààà uuuurrrrbbbbaaaannnniiiizzzzaaaaççççããããoooo.... • Teorias fundamentais de Cerda: • Teoria da construção das cidades (1859); • Teoria da Viabilidade urbana (1861); • Teoria geral da urbanização (1863), única publicada em vida; • Teoria geral da colonização (1875), que inclui a anterior para as cidades e a Teoria geral da Ruralização para o interior;
  15. 15. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues SOBRE URBANIZAÇÃO novas teorias >>> criação de uma nova disciplina, a urbanização. Cerdá se viu diante do trabalho de criar neologismos, para que os conhecimentos recém teorizados expressassem com precisão a nova teoria. A criação dos neologismos > surgimento de um campo disciplinar novo > necessidade de uma nova representação semiológica. Primeiro teórico do urbanismo moderno, ele que publicou em 1867 o primeiro tratado teórico-prático da nova ciência denominada por ele de urbanização, com o título de Teoria geral da Urbanização, resultado de suas investigações e estudos durante 18 anos consecutivos.
  16. 16. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues TEORIA GERAL DA URBANIZAÇÃO • PPPPrrrriiiimmmmeeeeiiiirrrraaaa pppprrrreeeemmmmiiiissssssssaaaa: a necessidade de abrigo é a origem da urbanização. • SSSSeeeegggguuuunnnnddddaaaa pppprrrreeeemmmmiiiissssssssaaaa: o fato de o homem ser um ser social é que faz o desenvolvimento da urbanização. • UUUUrrrrbbbbeeee oooouuuu ccccoooonnnnttttiiiinnnneeeennnntttteeee: conjunto de casas e vias, em que a quantidade pouco importa, o que importa é a proporção entre elas. • PPPPooooppppuuuullllaaaaççççããããoooo oooouuuu ccccoooonnnntttteeeeúúúúddddoooo: conjunto de indivíduos que habita a urbe.
  17. 17. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues TEORIA GERAL DA URBANIZAÇÃO • PPPPaaaarrrrtttteeeessss ddddoooo ccccoooonnnnttttiiiinnnneeeennnntttteeee: Situação / Circunstâncias topográficas e atmosféricas / partes da planta / organismo da planta • PPPPaaaarrrrtttteeeessss ddddoooo ccccoooonnnntttteeeeúúúúddddoooo: membros / organismos / leis para a continuidade da população. • MMMMeeeemmmmbbbbrrrroooossss ddddoooo ccccoooonnnnttttiiiinnnneeeennnntttteeee: intervias (casas e quadras) / vias. • MMMMeeeemmmmbbbbrrrroooossss ddddoooo ccccoooonnnntttteeeeúúúúddddoooo: famílias / visinhos / e grupos sociais • OOOOrrrrggggaaaannnniiiissssmmmmoooo ddddoooo ccccoooonnnnttttiiiinnnneeeennnntttteeee: conjunto de vias e intervias da urbe. • OOOOrrrrggggaaaannnniiiissssmmmmoooo ddddoooo ccccoooonnnntttteeeeúúúúddddoooo: conjunto de famílias e grupos sociais
  18. 18. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues TEORIA GERAL DA URBANIZAÇÃO • FFFFuuuunnnncccciiiioooonnnnaaaammmmeeeennnnttttoooo: relação entre o continente e o conteúdo. • EEEEppppííííllllooooggggoooo: essência e valores do continente / existência do conteúdo. • FFFFiiiissssiiiioooonnnnoooommmmiiiiaaaa: forma particular que a urbe torna-se dependendo das diversas maneiras que ela se gera, dependendo da relação casas-rua. • PPPPaaaarrrrtttteeeessss pppprrrriiiinnnncccciiiippppaaaaiiiissss ddddoooo tttteeeerrrrrrrriiiittttóóóórrrriiiioooo: comarca (território homogêneo) / subúrbio / núcleo urbano.
  19. 19. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues TEORIA DA VIABILIDADE URBANA Surge diante à necessidade de novos vocábulos para expressar com maior precisão a disciplina urbana. Surge então a expressão mais precisa de viabilidade. Uma abstração geral do elemento mais significativo de estruturação da cidade > as vias. A palavra “urbano” aparece de forma mais sistemática adjetivando o titulo desta teoria – viabilidade urbana – e não da cidade ou das cidades como era usado anteriormente. (1861)
  20. 20. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues TEORIA DA VIABILIDADE URBANA Concepção de rede viária > traçado geométrico do sistema viário, não como opção estética > com intuito de definir a qualidade das vias, e seu grau de acessibilidade. URBANISMO COMO CIÊNCIA (1861)
  21. 21. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues TEORIA GERAL DA RURALIZAÇÃO E COLONIZAÇÃO (1861) • Desenvolve as idéias da teoria anterior, partindo da oposição campo-cidade, atribuindo à população rural o predomínio da natureza e às cidades mercantis e industriais o predomínio do elemento intelectual, da destruição da natureza. •CIDADE ARTEFATO • Cerdà foi um inovador da linguagem > desenvolvimento de novas teorias > novos termos e palavras para diluir o conteúdo dos tratados, é dele o intenso uso de palavras como COMUNICABILIDADE, CONGLOMERAÇÃO E FUNCIONALIDADE.
  22. 22. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO
  23. 23. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues A CASA ELEMENTOS DE PROJETO • elemento principal do conjunto urbano • suporte para uma boa qualidade de vida tendo assim que ter os elementos benéficos a saúde do homem como iluminação e ventilação. • Para Cerda a casa ideal tinha que ser uma residência unifamiliar ampla e com um jardim. • devido à especulação imobiliária ele teve que compactar esse seu modelo estabelecendo um tamanho de 200 metros quadrados • Princípio de privacidade e conforto e salubridade.
  24. 24. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO O QUARTEIRÃO • elemento forte que constrói o traçado urbano. • Cerdà com base em um exercício de geometria combinatória formula diferentes tipos de quadras com as quatro plantas de casas que ele pré-estipulou e logo após fez a inter-relação dessas quadras. PENSAMENTO TIPOLÓGICO - DURAND • Anteriormente as ruas, espaço de circulação, ocupavam somente 17% da área da cidade, com Cerdà esse número passa para 34%. • E uma característica marcante são os jardins internos das quadras e a área total de verde da cidade que faz menção à cidade jardim.
  25. 25. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA
  26. 26. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA
  27. 27. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA
  28. 28. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA
  29. 29. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA
  30. 30. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO Tipologia dos Quarteirões
  31. 31. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO
  32. 32. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO
  33. 33. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues AS RUAS ELEMENTOS DE PROJETO · a rua foi projetada para que todos os de locomoção: pedestres (a parte interna da calçada), pedestres com carga (a parte externa da calçada), veículos com tração manual (tipo um acostamento) e trens (via dupla central). · As ruas agora teriam a largura de 20 metros, antes o normal era de 4 metros. · Relação da altura dos edifícios e largura das ruas. CARÁTER CIENTÍFICO DO PENSAMENTO URBANO · Foram projetados um escoamento de água pluvial, e distribuição gás. · O lixo orgânico seria armazenado em fossas sépticas e coletado por carros-bomba que usariam esse lixo para fertilizar o campo.
  34. 34. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO
  35. 35. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO O SENTIDO DAS RUAS · adotando como principio uma malha quadricular com ruas paralelas ao mar Cerdà faz as inter-relações das quadras que possuíam 113 por 113 metros. LÓGICA PLANIMÉTRICA · O sentido dos principais ventos da região também seria usado para arejar o máximo possível as ruas. · Conduzir aos principais pontos da cidade como o porto (motor do crescimento histórico da cidade), a parte histórica e a Gran Plaza de Cataluña.
  36. 36. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO
  37. 37. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO
  38. 38. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO AS DISTRIBUIÇÕES · um conjunto de cinco por cinco de quadras formavam um bbbbaaaaiiiirrrrrrrroooo que possuía uma igreja, uma escola, uma creche, um asilo, e uma praça. · Outro conjunto de dez por dez quadras forma um ddddiiiissssttttrrrriiiittttoooo que possuía um mercado. · Vinte por vinte quadras formam um sssseeeettttoooor que possuía parques, hospital, prédios administrativos do estado. E finalmente o conjunto de sessenta por vinte quadras forma um CCCCOOOONNNNJJJJUUUUNNNNTTTTOOOO UUUURRRRBBBBAAAANNNNOOOO.... · EEEESSSSCCCCAAAALLLLAAAA – FFFFUUUUNNNNÇÇÇÇÃÃÃÃOOOO -DDDDIIIISSSSTTTTRRRRIIIIBBBBUUUUIIIIÇÇÇÇÃÃÃÃOOOO
  39. 39. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA
  40. 40. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA
  41. 41. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO OS CRUZAMENTOS • os cruzamentos têm área de aproveitamento de 100% como para área de visibilidade, área de espera, passagem, e carga e descarga. Foram criados quatro tipos diferentes de cruzamentos. • tipos de cruzamentos
  42. 42. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO
  43. 43. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO
  44. 44. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO
  45. 45. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO
  46. 46. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO
  47. 47. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO
  48. 48. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO A FERROVIA • o ensanche de Cerdà foi também chamado de “urbanização da locomotiva”, porque Cerdà pretendia unir a ferrovia totalmente no traçado urbano. MOBILIDADE • Junto com o plano da ferrovia foi criado o “quarteirão ferroviário” que unificava as residências às industrias fazendo uma retomada a cidade tradicional. • VISÃO CONTEMPORÂNEA | ANTIMODERNA
  49. 49. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues ELEMENTOS DE PROJETO
  50. 50. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues Detalhe do plano de Cerdá, bairro gótico e parte do ensanche. BARCELONA
  51. 51. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA
  52. 52. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA Vista aérea das quadras da ensanche de Barcelona, atual
  53. 53. EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO URBAÍSTICO I CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA
  54. 54. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA
  55. 55. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA
  56. 56. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues O BAIRRO GÓTICO
  57. 57. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues O BAIRRO GÓTICO
  58. 58. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues O BAIRRO GÓTICO
  59. 59. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues O BAIRRO GÓTICO
  60. 60. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues Catedral de Barcelona BARCELONA
  61. 61. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues O BAIRRO GÓTICO
  62. 62. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues O BAIRRO GÓTICO Vista aérea das Ramblas
  63. 63. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA
  64. 64. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA
  65. 65. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA
  66. 66. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA
  67. 67. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA
  68. 68. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA
  69. 69. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues Barcelona, atual BARCELONA
  70. 70. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues BARCELONA
  71. 71. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues SOBRE ESCALA
  72. 72. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues SOBRE ESCALA
  73. 73. CES-JF | ARQUITETURA E URBANISMO | EPU I | Prof. Msc. Raphael Rodrigues SOBRE ESCALA

×