Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.
Módulo 2
Estrutura organizacional
Raquel Correia, nº25
1ºTC
Direção-Geral dos estabelecimentos Escolares
Direção de serviç...
Índice
Raquel Correia nº25
1ºTC
Segurança no Trabalho
O Os Acidentes de Trabalho
O Primeiros Socorros
O Equipamento obriga...
O A segurança do trabalho tem como objetivo identificar, avaliar, controlar
situações de risco, a promoção da proteção dos...
Os acidentes de trabalho
O Todo o tipo de acidentes que se verificam no local de trabalho e
respetivo horário provocando, ...
Acidentes de trabalho podem
derivar de:
Causas humanas
O Stress (cansaço, distrações);
O Falta de interesse;
O Incupriment...
Primeiros Socorros
O Os Primeiros Socorros constituem uma série de procedimentos simples e
imediatos, prestados no local, ...
Primeiros Socorros (…)
Raquel Correia nº25
1ºTC
O Geralmente, as empresas possuem profissionais capacitados para
treinar t...
Equipamento obrigatório na
protecção contra incêndios
Raquel Correia nº25
1ºTC
Extintor
Mantas ignífugas
Sprinklers
Bocas ...
Medidas de Prevenção
O Em caso de cheiro a gás, deve-se abrir de imediato portas e
janelas. Não acender a luz nem, fazer l...
Raquel Correia nº25
1ºTC
Raquel Correia nº25
1ºTC
Cores
Vermelho
Sinal de Proibição
Perigo-Alarme
Material e Equipamento de
Combate a Incêndios
Raquel Correia nº25
1ºTC
(…)
Amarelo Sinal de
Aviso
Azul Sinal de
Obrigação
Raquel Correia nº25
1ºTC
(…)
Verde
Sinal de Salvamento
Situação de Segurança
Raquel Correia nº25
1ºTC
Figura Geométrica
Sinais de
Emergência e
de
Sinalização e
Sinais
Adicionais
Sinais de
Perigo
Sina...
Sinais Perigo
Raquel Correia nº25
1ºTC
Substâncias
Inflamáveis
Substâncias
Explosivas
Substâncias
Tóxicas
Substâncias
Corr...
Raquel Correia nº25
1ºTC
Perigo de
Eletrocussão
Perigos
Vários
Raios
Laser
Substâncias
Comburentes
Radiações-não-
ionizant...
Sinais de Proibição
Raquel Correia nº25
1ºTC
Proibido
Fumar
Proibido Fazer
Lume e Fumar
Passagem
Proibida a Peões
Proibido...
Sinais de Obrigação
Raquel Correia nº25
1ºTC
Proteção
Obrigatória dos
Olhos
Proteção
obrigatória da
Cabeça
Proteção obriga...
Raquel Correia nº25
1ºTC
Proteção Obrigatória do
Corpo
Proteção Obrigatória do
Rosto
Proteção Individual
Obrigatória Contr...
Raquel Correia nº25
1ºTC
Sinais de Emergência
Primeiros
Socorros
Maca Telefone para
Emergência
Lava-olhos de
Emergência
Du...
Raquel Correia nº25
1ºTC
Sinais de Incêndios
Carretel
Indicação da
Direção a Seguir
Escada
Extintor
Telefone de
Emergência
Raquel Correia nº25
1ºTC
Sinais Gestuais
Início Stop
Gestos de Carácter Geral
Fim das
OperaçõesMovimentos Verticais
Subir ...
Raquel Correia nº25
1ºTC
Avançar
Recuar
Movimento Horizontais
Movimentar
para a Direita
Distância
Horizontal
Perigo
Movime...
Raquel Correia nº25
1ºTC
Sinais de obstáculos e locais
perigosos
A sinalização de obstáculos e locais perigosos (vãos, bur...
Higiene e saúde no
trabalho
Higiene e saúde no trabalho é muito importante no programa de
prevenção de riscos profissionai...
(…)
O Os riscos para a Saúde e a Higiene no trabalho podem ocorrer de várias
fontes, como o ruído, substâncias tóxicas, ou...
Prevenção
Nas empresas deve-se criar um serviço de proteção e de prevenção,
nomeando um ou vários trabalhadores formados o...
(…)
O Não transportar pesos excessivos;
O Utilizar dispositivos de proteção coletiva e individual;
O Utilizar correctament...
Doenças profissionais
O As doenças profissionais não são diferentes de outras doenças, apenas
derivam de factores de risco...
(…)
As doenças profissionais podem ser:
Raquel Correia nº25
1ºTC
O Doenças do aparelho respiratório;
O Doenças cutâneas;
O...
Diagnóstico da saúde dos
trabalhadores
É necessário que o trabalhador conheça as normas de prevenção de acidentes para
evi...
Prochain SlideShare
Chargement dans…5
×

Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho

3 059 vues

Publié le

Trabalho de 10º ano

Publié dans : Droit
  • Soyez le premier à commenter

Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho

  1. 1. Módulo 2 Estrutura organizacional Raquel Correia, nº25 1ºTC Direção-Geral dos estabelecimentos Escolares Direção de serviços da região centro
  2. 2. Índice Raquel Correia nº25 1ºTC Segurança no Trabalho O Os Acidentes de Trabalho O Primeiros Socorros O Equipamento obrigatório na protecção contra incêndios O Sinalética Higiene e Saúde no Trabalho O Prevenção O Doenças Profissionais O Diagnóstico da saúde dos trabalhadores
  3. 3. O A segurança do trabalho tem como objetivo identificar, avaliar, controlar situações de risco, a promoção da proteção dos trabalhadores no seu local de trabalho, reduzindo assim o número de acidentes e doenças ocupacionais (causadas por fatores inerentes à atividade laboral), eliminando as condições inseguras do ambiente e educando os trabalhadores a utilizar equipamentos de segurança. O Constituem o fundamento material de qualquer programa de prevenção de riscos profissionais e contribuem, na empresa, como medidas preventivas. Pode subdividir-se em quatro categorias: O Acidentes de trabalho O Primeiros Socorros O Equipamentos obrigatórios na proteção contra incêndios O Sinalética Segurança no Trabalho Raquel Correia nº25 1ºTC
  4. 4. Os acidentes de trabalho O Todo o tipo de acidentes que se verificam no local de trabalho e respetivo horário provocando, directa ou indirectamente, uma lesão corporal, perturbação funcional ou doença de que resultem redução da capacidade de trabalho ou de ganho, ou a morte de um ou vários trabalhadores. O São também considerados acidentes de trabalho os acidentes de viagem, de transporte ou de circulação, nos quais os trabalhadores ficam lesionados no decurso desse trabalho (não são considerados os acidentes que ocorrem no percurso de casa para o local de trabalho ou inverso). Raquel Correia nº25 1ºTC
  5. 5. Acidentes de trabalho podem derivar de: Causas humanas O Stress (cansaço, distrações); O Falta de interesse; O Incuprimento das regras de segurança; O Ingestao de álcool e drogas. Raquel Correia nº25 1ºTC Causas materiais O Ausência de sinalização de segurança; O Desorganização do espaço de trabalho; O Má avaliação dos riscos de uma tarefa ou do local de trabalho; O Falta de informação e formação que deve ser dada aos trabalhadores. Causas organizacionais O Ausência de planos de manutenção de máquinas e equipamentos; O Mau estado de conservação dos materiais e equipamentos.
  6. 6. Primeiros Socorros O Os Primeiros Socorros constituem uma série de procedimentos simples e imediatos, prestados no local, a pessoas feridas ou doentes, em situações de emergência, com o intuito de salvar e preservar vidas, mantendo as funções vitais e evitando o agravamento do estado físico da vítima. Raquel Correia nº25 1ºTC O Este pré-atendimento é fundamental, pois evita complicações futuras e pode salvar vidas. Contudo, deve ser realizado por um socorrista formado e treinado com conhecimentos teóricos e práticos, para realizar um atendimento em condições seguras. É importante, após os primeiros socorros , solicitar ou encaminhar a vítima para avaliação médica.
  7. 7. Primeiros Socorros (…) Raquel Correia nº25 1ºTC O Geralmente, as empresas possuem profissionais capacitados para treinar todos os funcionários na prestaçãode primeiros socorros. O profissional deve ter o curso e, principalmente, que entenda as iniciais dos primeiros socorros ABC que correspondem aos procedimentos das emegências mais comuns, cardiorespiratórias.
  8. 8. Equipamento obrigatório na protecção contra incêndios Raquel Correia nº25 1ºTC Extintor Mantas ignífugas Sprinklers Bocas de Incêndio Tipo Carretel Bombas Sobrepressoras Contra Incêndios Plantas de Emergência Porta corta-fogo Iluminação de Segurança
  9. 9. Medidas de Prevenção O Em caso de cheiro a gás, deve-se abrir de imediato portas e janelas. Não acender a luz nem, fazer lume. O Afastar os materiais combustíveis da proximidade de trabalhos ou de operações de soldadura. O Despejar as cinzas e pontas de cigarros no recipiente do lixo somente após a certificar de que estão completamente apagadas. O Não atirar pontas de cigarros para o chão. O Não fumar em locais contra-indicados ou onde se utilizam produtos inflamáveis ou explosivos. Raquel Correia nº25 1ºTC
  10. 10. Raquel Correia nº25 1ºTC
  11. 11. Raquel Correia nº25 1ºTC Cores Vermelho Sinal de Proibição Perigo-Alarme Material e Equipamento de Combate a Incêndios
  12. 12. Raquel Correia nº25 1ºTC (…) Amarelo Sinal de Aviso Azul Sinal de Obrigação
  13. 13. Raquel Correia nº25 1ºTC (…) Verde Sinal de Salvamento Situação de Segurança
  14. 14. Raquel Correia nº25 1ºTC Figura Geométrica Sinais de Emergência e de Sinalização e Sinais Adicionais Sinais de Perigo Sinais de Obrigação e de Proibição Orientação
  15. 15. Sinais Perigo Raquel Correia nº25 1ºTC Substâncias Inflamáveis Substâncias Explosivas Substâncias Tóxicas Substâncias Corrosivas Substâncias Radioativas Substâncias Nocivas ou Irritantes Cargas Suspensas Veículos de Movimentação de Cargas
  16. 16. Raquel Correia nº25 1ºTC Perigo de Eletrocussão Perigos Vários Raios Laser Substâncias Comburentes Radiações-não- ionizantes Forte Campo Eletromagnético Queda com Desnível Baixas Temperaturas Risco Biológico Tropeçamento (…)
  17. 17. Sinais de Proibição Raquel Correia nº25 1ºTC Proibido Fumar Proibido Fazer Lume e Fumar Passagem Proibida a Peões Proibido Apagar com Água Água não Potável Proibida a Entrada a Pessoas não Autorizadas Proibida a Passagem a Veículos com Cargas em Movimento Não Tocar
  18. 18. Sinais de Obrigação Raquel Correia nº25 1ºTC Proteção Obrigatória dos Olhos Proteção obrigatória da Cabeça Proteção obrigatória dos ouvidos Proteção obrigatória das Vias Respiratórios Proteção Obrigatória dos Pés
  19. 19. Raquel Correia nº25 1ºTC Proteção Obrigatória do Corpo Proteção Obrigatória do Rosto Proteção Individual Obrigatória Contra Quedas Passagem Obrigatória para Peões Obrigações Várias Proteção Obrigatória das Mãos (…)
  20. 20. Raquel Correia nº25 1ºTC Sinais de Emergência Primeiros Socorros Maca Telefone para Emergência Lava-olhos de Emergência Duches de Emergência Indicação da Direção a Seguir Indicação da Direção de uma Saída de Emergência
  21. 21. Raquel Correia nº25 1ºTC Sinais de Incêndios Carretel Indicação da Direção a Seguir Escada Extintor Telefone de Emergência
  22. 22. Raquel Correia nº25 1ºTC Sinais Gestuais Início Stop Gestos de Carácter Geral Fim das OperaçõesMovimentos Verticais Subir Distância Vertical Descer
  23. 23. Raquel Correia nº25 1ºTC Avançar Recuar Movimento Horizontais Movimentar para a Direita Distância Horizontal Perigo Movimentar para a Esquerda Perigo (…)
  24. 24. Raquel Correia nº25 1ºTC Sinais de obstáculos e locais perigosos A sinalização de obstáculos e locais perigosos (vãos, buracos, desníveis, etc…) deve ser efectuada por intermédio de faixas de cor vermelho e branco ou amarelo e preto, alternadas com superfícies sensivelmente iguais e uma inclinação de cerca de 45º. Estas faixas devem circundar, a totalidade do obstáculo ou local perigoso.
  25. 25. Higiene e saúde no trabalho Higiene e saúde no trabalho é muito importante no programa de prevenção de riscos profissionais pois contribui para uma boaƒhigiene e saúde na empresa e para o completo bem-estar físico, mental e social do trabalhador, uma vez que os postos de trabalho têm de estar isentos de riscos, obrigando as empresas a terem um especial cuidado. Combate as doenças profissionais, identificando os problemas que podem afectar o ambiente do trabalho e o trabalhador, eliminando ou reduzindo condições inseguras: O Estuda, avalia e controla os riscos de operação da Higiene; O Identifica e controla condições de trabalho que podem prejudicar a saúde do trabalhador. Raquel Correia nº25 1ºTC
  26. 26. (…) O Os riscos para a Saúde e a Higiene no trabalho podem ocorrer de várias fontes, como o ruído, substâncias tóxicas, ou até doenças transmitidas por um colega. Cada empresa tem riscos diferentes para os trabalhadores, depende do que produz ou do que faz. O A ação de prevenção e manutenção deve ser tida como auxílio para a saúde e a higiene no trabalho das empresas e é um grande contributo para a melhoria da produtividade dos trabalhadores. O Higiene vai muito além da “limpeza física” é acima de tudo, uma forma correta de agir perante nós próprios e perante o outro. O Mais do máquinas de produção os trabalhadores, são pessoas e, como tal, deve ser-lhes garantido as condições mínimas de protecção de saúde e higiene no seu local de trabalho, pois são eles que mais contribuem na construir de uma empresa. Raquel Correia nº25 1ºTC
  27. 27. Prevenção Nas empresas deve-se criar um serviço de proteção e de prevenção, nomeando um ou vários trabalhadores formados ou recorrendo a serviços externos que garantem o acompanhamento das medidas. Obrigações dos trabalhadores Cada trabalhador deve cuidar da sua segurança e saúde bem como a das outras pessoas que podem ser afetadas pelas suas acções ou omissões no trabalho, e por isso devem: O Utilizar correctamente os equipamentos, instrumentos e substâncias relacionados com a sua actividade; O Ter regras de higiene pessoal, segurança e saúde no trabalho; O Ter precauções no manuseamento dos produtos; O Devem ter o local de trabalho limpo e arejado, conservá-lo e preservá-lo; Raquel Correia nº25 1ºTC Vídeo sobre prevenção http://www.youtube.com/watch?v=gbrx9nIDQi4
  28. 28. (…) O Não transportar pesos excessivos; O Utilizar dispositivos de proteção coletiva e individual; O Utilizar correctamente o equipamento de protecção individual; O Não desligar, mudar ou deslocar os dispositivos de segurança; O Comunicar de imediato qualquer situação de trabalho que represente um perigo grave; O Verificar os possíveis riscos que podem surgir na empresa e proteger os seus trabalhadores; O Utilizar de máquinas e equipamentos adequados e ferramentas que reduzam o esforço físico; O Fazer o controlo de Saúde: O Exames médicos ao trabalhador quando é contratado; O Exames periódicos e ocasionais. Raquel Correia nº25 1ºTC
  29. 29. Doenças profissionais O As doenças profissionais não são diferentes de outras doenças, apenas derivam de factores de risco existentes no local de trabalho. O Resulta directamente das condições de trabalho, e normalmente constam da Lista de Doenças Profissionais, causam incapacidade para o exercício da profissão ou morte. Também é considera doença profissional mesmo que não estejam incluídas na lista, desde que seja provado que foi consequência, da actividade exercida e não seja do normal desgaste do organismo. O O doente tem direito à reparação do dano, tanto em prestações médica, cirúrgica, farmacêutica, hospitalar, etc., como em dinheiro, uma indemnização por incapacidade temporária, redução da capacidade de trabalho, ou incapacidade permanente. Raquel Correia nº25 1ºTC
  30. 30. (…) As doenças profissionais podem ser: Raquel Correia nº25 1ºTC O Doenças do aparelho respiratório; O Doenças cutâneas; O Doenças infeciosas e parasitárias; O Doenças psicosocias; O Provocadas por agentes Químicos (intoxicações, dermatoses, alergias...); O Provocadas por agentes físicos (ruídos, temperaturas extremas, esforços excessivos…); O Provocadas por agentes Biológicos (microorganismos, contaminações, contágios...); O Tumores; O Manifestções alérgicas das mucosas.
  31. 31. Diagnóstico da saúde dos trabalhadores É necessário que o trabalhador conheça as normas de prevenção de acidentes para evitar as doenças profissionais e garantir-lhe um atendimento de qualidade nos serviços de saúde, onde haja profissionais de saúde com uma visão ampla das doenças profissionais e dos acidentes de trabalho. O Antes da contratação de um trabalhador, a empresa deve exigir um diagnóstico médico para verificar se este, não tem qualquer tipo de doença contagiosa ou não, que impeça a realização das tarefas do trabalho a que estão a concorrer ou que ponha em risco a saúde dos outros trabalhadores da instituição. O É fundamental por parte dos empregadores o conhecimento do ser humano do ponto de vista socioeconómico e cultural. Foi criado um sistema de referência tanto pelo atendimento aos acidentados de doenças profissional, como pelo diagnóstico do local de trabalho através da descrição do mapa de risco das empresas, além de outras atividades, sempre com objetivo de minimizar os riscos ocupacionais dos trabalhadores. Raquel Correia nº25 1ºTC

×