Ce diaporama a bien été signalé.
Le téléchargement de votre SlideShare est en cours. ×
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Prochain SlideShare
Cnidários
Cnidários
Chargement dans…3
×

Consultez-les par la suite

1 sur 24 Publicité

Plus De Contenu Connexe

Similaire à Poríferos (20)

Publicité

Plus récents (20)

Poríferos

  1. 1. PORÍFEROS Prof.ª Claudimary Bispo ALDEAN LIMA SOUZA ANA PAULA SILVA JOSÉ SÉRGIO LOPES MARIA REGINA DE OLIVEIRA TACILEMA LEITE SANTANA DO IPANEMA – AL 2014 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL CAMPUS II – SANTANA DO IPANEMA-AL ZOOLOGIA DOS INVERTEBRADOS I CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
  2. 2. O QUE SÃO PORÍFEROS? http://dealemos40.blogspot.com.br/2012/08/em-defesa-dos-animais.html
  3. 3. INTRODUÇÃO  O Filo Porífera contém as mais simples criaturas do reino animal. São conhecidos também como esponjas e vivem presos em algum substrato (animais sésseis). Eles não possuem órgãos especializados e seu corpo é revestido por poros, fato este que originou o nome do grupo. Além disso, os poríferos são pluricelulares assim como muitos outros animais.
  4. 4. COMO OS PORÍFEROS VIVEM?  Os poríferos são exclusivamente aquáticos. São animais filtradores que se alimentam dos nutrientes que entram no seu átrio trazidos pela água filtrada. http://curiosomundodabio.blogspot.com.br/
  5. 5. COMO É O FORMATO DO CORPO DOS PORÍFEROS? http://exercicios.brasilescola.com/biologia/exercicios-sobre-poriferos.htm
  6. 6. ORGANIZAÇÃO CORPORAL  Óculo  Átrio ou espongiocele  Porócito  Coanócito  Espícula  Poro ou óstio  Pinacócito  Meso – hilo
  7. 7. PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS  São portadores de poros  São animais filtradores  Sésseis  Algumas ou todas as superfícies internas revestidas com coanócitos.  São animais de estrutura córpera mais simples, sem tecidos diferenciados.  Digestão intracelular
  8. 8. TIPOS DE CÉLULAS http://not1.xpg.uol.com.br/poriferos-esponjas-animais-filtradores-reproducao-e-informacoes/
  9. 9. PINACÓCITOS  Células achatadas de revestimento da parte externa, formando uma espécie de epiderme designada pinacoderme (embora não seja um verdadeiro tecido); http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos2/bioporifero.php
  10. 10. COANÓCITOS  Células flageladas com uma expansão membranosa em forma de colarinho, que revestem a espongiocele e outras câmaras vibráteis internas das esponjas. http://slideplayer.com.br/slide/293983/
  11. 11. AMEBÓCITOS  Células livres de vários tipos que se deslocam por movimentos amebóides, presentes no mesênquima ou mesogleia. http://bioglossa.wikispaces.com/Ameb%C3%B3cito
  12. 12. PORÓCITOS  Células dotadas de um poro central, designado poro inalante, que as atravessa de lado a lado. http://www.sobiologia.com.br
  13. 13. SUSTENTAÇÃO ESQUELÉTICA
  14. 14.  O corpo mole das esponjas é sustentado por muitas espiculas cristalinas diminutas  As espículas podem ser de sílica ou de carbonato de cálcio.  Algumas esponjas possuem espongina = fibras proteicas
  15. 15. TIPOS DE ESTRUTURAS CORPORAIS  Ascon  Sycon  Leucon http://estudebio.blogspot.com.br/2011_10_01_archive.html
  16. 16.  Ascon – É o tipo simples possuem apenas poros, que conduzem diretamente através dos porocitos.  Sycon – Contém dois tipo de canais, mas apenas os canais radiais são revestidos por coanocitos.  Leucon – É atravessado por sistema de canais complexamente ramificado. http://curiosomundodabio.blogspot.com.br/
  17. 17. REPRODUÇÃO ASSEXUADA  Brotamento: Surge um broto no corpo da esponja, que pode se soltar e dar origem à um novo indivíduo. http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos2/porifero2.php
  18. 18.  Fragmentação: pequenos fragmentos de uma esponja podem dar origem a novos indivíduos, pois as esponjas possuem um grande poder de regeneração.  Gemulação: ocorre em espécies de água doce. Formam-se gêmulas, estruturas de resistência que se formam no interior do corpo da esponja. São compostas por células indiferenciadas e protegidas por um envoltório rígido.
  19. 19. REPRODUÇÃO SEXUADA  Os espermatozoides saem da esponja pelo ósculo e penetram em outra esponja pelos poros, junto com a corrente de água. http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos2/porifero2.php
  20. 20. CONCLUSÃO  Ao estudar os poríferos conclui-se que cada animal é importante e indispensável para o meio ambiente e que todos exercem suas respectivas funções contribuindo para a manutenção da vida e de toda biosfera. Portanto, nós estudantes de Ciências Biológicas só temos que agradecer o que a natureza proporciona diante de cada beleza que incentiva a vontade de desvenda-la.
  21. 21. REFERENCIAS  http://curiosomundodabio.blogspot.com.br/, acessado dia 12 de julho de 2014 às 15h29min.  http://dealemos40.blogspot.com.br/2012/08/em-defesa-dos-animais.html, acessado dia 12 de julho de 2014 às 15h20min.  http://exercicios.brasilescola.com/biologia/exercicios-sobre-poriferos.htm, acessado dia 12 de julho de 2014 às 15h39min.  http://www.biologiatotal.com.br/blog/Por%C3%ADferos+-62, acessado em 12 de julho de 2014 às 15h42min.  http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos2/bioporifero.php, acessado em 12 de julho de 2014 às 15h51min.  http://estudebio.blogspot.com.br/2011_10_01_archive.html, acessado em 12 de julho de 2014 às 16h25min.  http://bioglossa.wikispaces.com/Ameb%C3%B3cito, acessado em 12 de julho de 2014 às 16h42min  http://biofimdomundo.blogspot.com.br/, acessado em 12 de julho de 2014 às 16h54min.
  22. 22.  Deus é a lei e o legislador do Universo. Albert Einstein

×