Palácio/ Convento de Mafra

Diciplina: História A
Professora: Susana Simões
Carolina Freire nº8
Carolina Quaresma nº9
Joana Americano nº17
Mariana Americano nº 22
11ºC
Encontra-se no Concelho de
Mafra, distrito de Lisboa.
 Estilo Barroco Joanino.
Palácio-Convento de Mafra
D. João V
• Em virtude de uma promessa a D.
Maria Ana de Aústria - que a rainha
lhe concedesse descendência.
D. Maria Ana de
Aústria
• Construído numa época de grande
prosperidade real.
• Construído para Deus e ao divino
Santo António
Início da construção
17 de Novembro de 1717
Conclusão da construção
22 de Outubro de 1730
1 2
3
33
3
4 5
7
8
9
10
1112
13
14 15
16
17
18
19
1617
14
6
1. Pátios do Convento
2. Jardins de Buxo
3. Cerlas
4. Salão
5. Portaria-mor
6. Cozinha
7. Sala dos Atos
8. Sala dos Capítulos
9. Sacristia
13. Enfermaria
11. Sala de Profundis
12. Refeitório
10. Pátios da Basílica
14. Claustros
15. Basílica
16. Entradas para o Palácio
17. Torreões
18. Galilé
19. Adro
•Planta em cruz latina,
•Capelas laterias
•Revestimento em mármore
•Estátuas
•Seis orgãos
•Suporte de Cobertura
•Pilastras caneladas
•Arcos de volta perfeita
•Cúpula
Planta em cruz latina
Cúpula
Basílica
Segundo a tradição, ao indicarem a D. João V, o preço
de um carrilhão o valor de 400.000$00 réis, quantia
tida como demasiado elevada para um país tão
pequeno, sentindo-se ofendido - afinal era o monarca
mais rico do seu tempo - terá respondido: “Não
supunha que fosse tão barato; quero dois!”
Sala do Trono
Aposentos do Rei Aposentos da Rainha
•Grande tesouro do Palácio-Convento
de Mafra.
•Contém verdadeiras preciosidades
bibliográficas
•Papa Bento XIV concedeu o direito de
ter nas estantes os livros proibidos
pelo Índex
•Chão em mármore
•Livros encadernados em couro e
gradavados a ouro
Palácio/ Convento de Mafra
1 sur 9

Recommandé

Convento de mafra 11º ano par
Convento de mafra 11º anoConvento de mafra 11º ano
Convento de mafra 11º anoJoana Filipa Rodrigues
21.6K vues20 diapositives
Palácio de Mafra par
Palácio de MafraPalácio de Mafra
Palácio de Mafrahcaslides
13.9K vues20 diapositives
Convento de Mafra par
Convento de MafraConvento de Mafra
Convento de MafraTiago Faisca
3.6K vues10 diapositives
O Convento De Mafra par
O Convento De MafraO Convento De Mafra
O Convento De Mafraaneto
16.4K vues11 diapositives
Convento de Mafra par
Convento de MafraConvento de Mafra
Convento de MafraMariaOliveira551
377 vues19 diapositives
Módulo 6 caso prático 2 real edifício de mafra par
Módulo 6   caso prático 2 real edifício de mafraMódulo 6   caso prático 2 real edifício de mafra
Módulo 6 caso prático 2 real edifício de mafraCarla Freitas
2.4K vues31 diapositives

Contenu connexe

Tendances

Convento de Mafra par
Convento de MafraConvento de Mafra
Convento de MafraBiaEsteves
4.1K vues39 diapositives
Real Edificio De Mafra par
Real Edificio De MafraReal Edificio De Mafra
Real Edificio De Mafraluisornelas
3.9K vues33 diapositives
Arquitetura românica par
Arquitetura românicaArquitetura românica
Arquitetura românicaAna Barreiros
157.8K vues41 diapositives
Módulo 3 - Arquitetura românica par
Módulo 3 - Arquitetura românicaMódulo 3 - Arquitetura românica
Módulo 3 - Arquitetura românicaCarla Freitas
15K vues76 diapositives
Lourenço Médicis par
Lourenço MédicisLourenço Médicis
Lourenço MédicisCarolina Pardal
10.7K vues9 diapositives
Convento de Mafra par
Convento de MafraConvento de Mafra
Convento de MafraCarla Freitas
13.6K vues26 diapositives

Tendances(20)

Convento de Mafra par BiaEsteves
Convento de MafraConvento de Mafra
Convento de Mafra
BiaEsteves4.1K vues
Real Edificio De Mafra par luisornelas
Real Edificio De MafraReal Edificio De Mafra
Real Edificio De Mafra
luisornelas3.9K vues
Arquitetura românica par Ana Barreiros
Arquitetura românicaArquitetura românica
Arquitetura românica
Ana Barreiros157.8K vues
Módulo 3 - Arquitetura românica par Carla Freitas
Módulo 3 - Arquitetura românicaMódulo 3 - Arquitetura românica
Módulo 3 - Arquitetura românica
Carla Freitas15K vues
Real paço de mafra uma arquitectura de poder par angeldenis21
Real paço de mafra  uma arquitectura de poderReal paço de mafra  uma arquitectura de poder
Real paço de mafra uma arquitectura de poder
angeldenis211.8K vues
A arte barroca em portugal par Pedro Silva
A arte barroca em portugalA arte barroca em portugal
A arte barroca em portugal
Pedro Silva47.1K vues
Arte do renascimento - arquitetura par Carlos Vieira
Arte do renascimento - arquiteturaArte do renascimento - arquitetura
Arte do renascimento - arquitetura
Carlos Vieira54.3K vues
Torre dos clérigos par jsalgueiro1
Torre dos clérigosTorre dos clérigos
Torre dos clérigos
jsalgueiro15.4K vues
O Barroco par Rui Neto
O BarrocoO Barroco
O Barroco
Rui Neto65.4K vues
História de arte - Periodo Românico/ Gótico/ Manuelino par Cristiana Marques
História de arte - Periodo Românico/ Gótico/ ManuelinoHistória de arte - Periodo Românico/ Gótico/ Manuelino
História de arte - Periodo Românico/ Gótico/ Manuelino
Cristiana Marques6.9K vues

Similaire à Palácio/ Convento de Mafra

História do porto convento corpus christi vila nova de gaia par
História do porto   convento corpus christi vila nova de gaiaHistória do porto   convento corpus christi vila nova de gaia
História do porto convento corpus christi vila nova de gaiaUniversidade Sénior Contemporânea do Porto
1.1K vues33 diapositives
Artur Filipe dos Santos - História do porto - convento corpus christi vila no... par
Artur Filipe dos Santos - História do porto - convento corpus christi vila no...Artur Filipe dos Santos - História do porto - convento corpus christi vila no...
Artur Filipe dos Santos - História do porto - convento corpus christi vila no...Artur Filipe dos Santos
480 vues33 diapositives
Mosteiro da Serra do Pilar, Casa Barbot, Câmara Municipal de Gaia e Hotel The... par
Mosteiro da Serra do Pilar, Casa Barbot, Câmara Municipal de Gaia e Hotel The...Mosteiro da Serra do Pilar, Casa Barbot, Câmara Municipal de Gaia e Hotel The...
Mosteiro da Serra do Pilar, Casa Barbot, Câmara Municipal de Gaia e Hotel The...Universidade Sénior Contemporânea do Porto
1.3K vues76 diapositives
Artur Filipe dos Santos - História do porto Serra do Pilar, Casa Barbot, cam... par
Artur Filipe dos Santos - História do porto  Serra do Pilar, Casa Barbot, cam...Artur Filipe dos Santos - História do porto  Serra do Pilar, Casa Barbot, cam...
Artur Filipe dos Santos - História do porto Serra do Pilar, Casa Barbot, cam...Artur Filipe dos Santos
1.1K vues76 diapositives
Castelo de mafra par
Castelo de mafraCastelo de mafra
Castelo de mafraSandra Da Silva
73 vues10 diapositives
Patrimonio ana-silva_e_yuliya_pavelko par
Patrimonio  ana-silva_e_yuliya_pavelkoPatrimonio  ana-silva_e_yuliya_pavelko
Patrimonio ana-silva_e_yuliya_pavelkoyuliyapavelko
432 vues23 diapositives

Similaire à Palácio/ Convento de Mafra (14)

Artur Filipe dos Santos - História do porto - convento corpus christi vila no... par Artur Filipe dos Santos
Artur Filipe dos Santos - História do porto - convento corpus christi vila no...Artur Filipe dos Santos - História do porto - convento corpus christi vila no...
Artur Filipe dos Santos - História do porto - convento corpus christi vila no...
Artur Filipe dos Santos - História do porto Serra do Pilar, Casa Barbot, cam... par Artur Filipe dos Santos
Artur Filipe dos Santos - História do porto  Serra do Pilar, Casa Barbot, cam...Artur Filipe dos Santos - História do porto  Serra do Pilar, Casa Barbot, cam...
Artur Filipe dos Santos - História do porto Serra do Pilar, Casa Barbot, cam...
Patrimonio ana-silva_e_yuliya_pavelko par yuliyapavelko
Patrimonio  ana-silva_e_yuliya_pavelkoPatrimonio  ana-silva_e_yuliya_pavelko
Patrimonio ana-silva_e_yuliya_pavelko
yuliyapavelko432 vues
Em Vila Do Conde Pode Ver2 par netescrita
Em Vila Do Conde Pode Ver2Em Vila Do Conde Pode Ver2
Em Vila Do Conde Pode Ver2
netescrita905 vues
Património Cultural Português - Museu Nacional do Azulejo- Artur Filipe dos S... par Artur Filipe dos Santos
Património Cultural Português - Museu Nacional do Azulejo- Artur Filipe dos S...Património Cultural Português - Museu Nacional do Azulejo- Artur Filipe dos S...
Património Cultural Português - Museu Nacional do Azulejo- Artur Filipe dos S...

Plus de Susana Simões

O império português do Oriente par
O império português do OrienteO império português do Oriente
O império português do OrienteSusana Simões
2.3K vues15 diapositives
Reestruturação das instituições romanas par
Reestruturação das instituições romanasReestruturação das instituições romanas
Reestruturação das instituições romanasSusana Simões
807 vues12 diapositives
Antigo Regime-Contextualização do Módulo 6 par
Antigo Regime-Contextualização do Módulo 6Antigo Regime-Contextualização do Módulo 6
Antigo Regime-Contextualização do Módulo 6Susana Simões
1.6K vues53 diapositives
Revolução Liberal em Portugal par
Revolução Liberal em PortugalRevolução Liberal em Portugal
Revolução Liberal em PortugalSusana Simões
1.7K vues23 diapositives
Revolução Francesa par
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução FrancesaSusana Simões
1.4K vues15 diapositives
Momentos de tensão durante a guerra fria par
Momentos de tensão durante a guerra friaMomentos de tensão durante a guerra fria
Momentos de tensão durante a guerra friaSusana Simões
960 vues8 diapositives

Plus de Susana Simões(20)

O império português do Oriente par Susana Simões
O império português do OrienteO império português do Oriente
O império português do Oriente
Susana Simões2.3K vues
Reestruturação das instituições romanas par Susana Simões
Reestruturação das instituições romanasReestruturação das instituições romanas
Reestruturação das instituições romanas
Susana Simões807 vues
Antigo Regime-Contextualização do Módulo 6 par Susana Simões
Antigo Regime-Contextualização do Módulo 6Antigo Regime-Contextualização do Módulo 6
Antigo Regime-Contextualização do Módulo 6
Susana Simões1.6K vues
Revolução Liberal em Portugal par Susana Simões
Revolução Liberal em PortugalRevolução Liberal em Portugal
Revolução Liberal em Portugal
Susana Simões1.7K vues
Momentos de tensão durante a guerra fria par Susana Simões
Momentos de tensão durante a guerra friaMomentos de tensão durante a guerra fria
Momentos de tensão durante a guerra fria
Susana Simões960 vues
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmica par Susana Simões
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmicaArte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
Arte grega: arquitetura, escultura e cerâmica
Susana Simões1.2K vues
A administração dos Impérios Peninulares par Susana Simões
A administração dos Impérios PeninularesA administração dos Impérios Peninulares
A administração dos Impérios Peninulares
Susana Simões758 vues
Descoberta colonização Arquipélagos Atlânticos par Susana Simões
Descoberta colonização Arquipélagos AtlânticosDescoberta colonização Arquipélagos Atlânticos
Descoberta colonização Arquipélagos Atlânticos
Susana Simões2.3K vues
A cultura da Ágora - Contextualização par Susana Simões
A cultura da Ágora - ContextualizaçãoA cultura da Ágora - Contextualização
A cultura da Ágora - Contextualização
Susana Simões2.4K vues
Portugal: o projeto pombalino de inspiração iluminista. par Susana Simões
Portugal: o projeto pombalino de inspiração iluminista.Portugal: o projeto pombalino de inspiração iluminista.
Portugal: o projeto pombalino de inspiração iluminista.
Susana Simões3.5K vues
Portugal e as dificuldades económicas par Susana Simões
Portugal e as dificuldades económicasPortugal e as dificuldades económicas
Portugal e as dificuldades económicas
Susana Simões6.9K vues
Dinâmicas económicas entre os sécs. XVI-XVIII par Susana Simões
Dinâmicas económicas entre os sécs. XVI-XVIIIDinâmicas económicas entre os sécs. XVI-XVIII
Dinâmicas económicas entre os sécs. XVI-XVIII
Susana Simões1.5K vues
A Europa dos Parlamentos: sociedade e poder político par Susana Simões
A Europa dos Parlamentos: sociedade e poder políticoA Europa dos Parlamentos: sociedade e poder político
A Europa dos Parlamentos: sociedade e poder político
Susana Simões10.7K vues

Dernier

REVISÃO PARA O PROVÃO DE HISTÓRIA.pptx par
REVISÃO PARA O PROVÃO DE HISTÓRIA.pptxREVISÃO PARA O PROVÃO DE HISTÓRIA.pptx
REVISÃO PARA O PROVÃO DE HISTÓRIA.pptxprofesfrancleite
52 vues10 diapositives
4) Explique a diferença dos coxibes em relação aos AINEs convencionais, consi... par
4) Explique a diferença dos coxibes em relação aos AINEs convencionais, consi...4) Explique a diferença dos coxibes em relação aos AINEs convencionais, consi...
4) Explique a diferença dos coxibes em relação aos AINEs convencionais, consi...HelpEducacional
111 vues3 diapositives
4) Explique a diferença dos coxibes em relação aos AINEs convencionais, consi... par
4) Explique a diferença dos coxibes em relação aos AINEs convencionais, consi...4) Explique a diferença dos coxibes em relação aos AINEs convencionais, consi...
4) Explique a diferença dos coxibes em relação aos AINEs convencionais, consi...HelpEducacional
91 vues3 diapositives
3. Os vídeos “Filha de pais surdos dá lição de amor” e “Cadela aprende libras... par
3. Os vídeos “Filha de pais surdos dá lição de amor” e “Cadela aprende libras...3. Os vídeos “Filha de pais surdos dá lição de amor” e “Cadela aprende libras...
3. Os vídeos “Filha de pais surdos dá lição de amor” e “Cadela aprende libras...azulassessoriaacadem3
36 vues2 diapositives
a) Estruturar o Balancete de Verificação da empresa Estilo Chic Ltda. ordenan... par
a) Estruturar o Balancete de Verificação da empresa Estilo Chic Ltda. ordenan...a) Estruturar o Balancete de Verificação da empresa Estilo Chic Ltda. ordenan...
a) Estruturar o Balancete de Verificação da empresa Estilo Chic Ltda. ordenan...HelpEducacional
1.3K vues3 diapositives
B. Orientações para as mamães que tem bebês com mais de 7 meses de idade e qu... par
B. Orientações para as mamães que tem bebês com mais de 7 meses de idade e qu...B. Orientações para as mamães que tem bebês com mais de 7 meses de idade e qu...
B. Orientações para as mamães que tem bebês com mais de 7 meses de idade e qu...azulassessoriaacadem3
85 vues3 diapositives

Dernier(20)

4) Explique a diferença dos coxibes em relação aos AINEs convencionais, consi... par HelpEducacional
4) Explique a diferença dos coxibes em relação aos AINEs convencionais, consi...4) Explique a diferença dos coxibes em relação aos AINEs convencionais, consi...
4) Explique a diferença dos coxibes em relação aos AINEs convencionais, consi...
HelpEducacional111 vues
4) Explique a diferença dos coxibes em relação aos AINEs convencionais, consi... par HelpEducacional
4) Explique a diferença dos coxibes em relação aos AINEs convencionais, consi...4) Explique a diferença dos coxibes em relação aos AINEs convencionais, consi...
4) Explique a diferença dos coxibes em relação aos AINEs convencionais, consi...
HelpEducacional91 vues
3. Os vídeos “Filha de pais surdos dá lição de amor” e “Cadela aprende libras... par azulassessoriaacadem3
3. Os vídeos “Filha de pais surdos dá lição de amor” e “Cadela aprende libras...3. Os vídeos “Filha de pais surdos dá lição de amor” e “Cadela aprende libras...
3. Os vídeos “Filha de pais surdos dá lição de amor” e “Cadela aprende libras...
a) Estruturar o Balancete de Verificação da empresa Estilo Chic Ltda. ordenan... par HelpEducacional
a) Estruturar o Balancete de Verificação da empresa Estilo Chic Ltda. ordenan...a) Estruturar o Balancete de Verificação da empresa Estilo Chic Ltda. ordenan...
a) Estruturar o Balancete de Verificação da empresa Estilo Chic Ltda. ordenan...
HelpEducacional1.3K vues
B. Orientações para as mamães que tem bebês com mais de 7 meses de idade e qu... par azulassessoriaacadem3
B. Orientações para as mamães que tem bebês com mais de 7 meses de idade e qu...B. Orientações para as mamães que tem bebês com mais de 7 meses de idade e qu...
B. Orientações para as mamães que tem bebês com mais de 7 meses de idade e qu...
4. No vídeo “Cadela aprende libras para entender comando dos donos” foi apres... par azulassessoriaacadem3
4. No vídeo “Cadela aprende libras para entender comando dos donos” foi apres...4. No vídeo “Cadela aprende libras para entender comando dos donos” foi apres...
4. No vídeo “Cadela aprende libras para entender comando dos donos” foi apres...
Dois irmãos abriram uma farmácia no bairro que moravam na década de 1970. Ele... par azulassessoriaacadem3
Dois irmãos abriram uma farmácia no bairro que moravam na década de 1970. Ele...Dois irmãos abriram uma farmácia no bairro que moravam na década de 1970. Ele...
Dois irmãos abriram uma farmácia no bairro que moravam na década de 1970. Ele...
4. No vídeo “Cadela aprende libras para entender comando dos donos” foi apres... par azulassessoriaacadem3
4. No vídeo “Cadela aprende libras para entender comando dos donos” foi apres...4. No vídeo “Cadela aprende libras para entender comando dos donos” foi apres...
4. No vídeo “Cadela aprende libras para entender comando dos donos” foi apres...
Ao refletir sobre a importância da idealização de práticas inovadoras na Educ... par azulassessoriaacadem3
Ao refletir sobre a importância da idealização de práticas inovadoras na Educ...Ao refletir sobre a importância da idealização de práticas inovadoras na Educ...
Ao refletir sobre a importância da idealização de práticas inovadoras na Educ...
Você é um(a) assistente social trabalhando em um Centro de Referência da Assi... par azulassessoriaacadem3
Você é um(a) assistente social trabalhando em um Centro de Referência da Assi...Você é um(a) assistente social trabalhando em um Centro de Referência da Assi...
Você é um(a) assistente social trabalhando em um Centro de Referência da Assi...
a) Explique um motivo da relevância da ferramenta para compreender a situação... par azulassessoriaacadem3
a) Explique um motivo da relevância da ferramenta para compreender a situação...a) Explique um motivo da relevância da ferramenta para compreender a situação...
a) Explique um motivo da relevância da ferramenta para compreender a situação...
5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdf par Vítor Santos
5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdf5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdf
5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdf
Vítor Santos102 vues
2 – Desenvolver uma folha de verificação para avaliar e acompanhar a qualidad... par azulassessoriaacadem3
2 – Desenvolver uma folha de verificação para avaliar e acompanhar a qualidad...2 – Desenvolver uma folha de verificação para avaliar e acompanhar a qualidad...
2 – Desenvolver uma folha de verificação para avaliar e acompanhar a qualidad...
ETAPA 1: - Em até 1 (uma) lauda, identifique e explique pelo menos três instr... par azulassessoriaacadem3
ETAPA 1: - Em até 1 (uma) lauda, identifique e explique pelo menos três instr...ETAPA 1: - Em até 1 (uma) lauda, identifique e explique pelo menos três instr...
ETAPA 1: - Em até 1 (uma) lauda, identifique e explique pelo menos três instr...
Texto: Ezequiel 1:1 – Bíblia ARA Aconteceu no trigésimo ano, no quinto dia do... par azulassessoriaacadem3
Texto: Ezequiel 1:1 – Bíblia ARA Aconteceu no trigésimo ano, no quinto dia do...Texto: Ezequiel 1:1 – Bíblia ARA Aconteceu no trigésimo ano, no quinto dia do...
Texto: Ezequiel 1:1 – Bíblia ARA Aconteceu no trigésimo ano, no quinto dia do...
a) Elenque de forma sucinta as dificuldades apresentadas no relato do caso e ... par azulassessoriaacadem3
a) Elenque de forma sucinta as dificuldades apresentadas no relato do caso e ...a) Elenque de forma sucinta as dificuldades apresentadas no relato do caso e ...
a) Elenque de forma sucinta as dificuldades apresentadas no relato do caso e ...
A) Determine a média, a moda, a mediana, o desvio-padrão e o coeficiente de v... par azulassessoriaacadem3
A) Determine a média, a moda, a mediana, o desvio-padrão e o coeficiente de v...A) Determine a média, a moda, a mediana, o desvio-padrão e o coeficiente de v...
A) Determine a média, a moda, a mediana, o desvio-padrão e o coeficiente de v...
a) Explique como ocorre a circulação do sangue dentro do coração (câmaras car... par HelpEducacional
a) Explique como ocorre a circulação do sangue dentro do coração (câmaras car...a) Explique como ocorre a circulação do sangue dentro do coração (câmaras car...
a) Explique como ocorre a circulação do sangue dentro do coração (câmaras car...
HelpEducacional555 vues

Palácio/ Convento de Mafra

  • 1. Diciplina: História A Professora: Susana Simões Carolina Freire nº8 Carolina Quaresma nº9 Joana Americano nº17 Mariana Americano nº 22 11ºC
  • 2. Encontra-se no Concelho de Mafra, distrito de Lisboa.  Estilo Barroco Joanino. Palácio-Convento de Mafra
  • 3. D. João V • Em virtude de uma promessa a D. Maria Ana de Aústria - que a rainha lhe concedesse descendência. D. Maria Ana de Aústria • Construído numa época de grande prosperidade real. • Construído para Deus e ao divino Santo António Início da construção 17 de Novembro de 1717 Conclusão da construção 22 de Outubro de 1730
  • 4. 1 2 3 33 3 4 5 7 8 9 10 1112 13 14 15 16 17 18 19 1617 14 6 1. Pátios do Convento 2. Jardins de Buxo 3. Cerlas 4. Salão 5. Portaria-mor 6. Cozinha 7. Sala dos Atos 8. Sala dos Capítulos 9. Sacristia 13. Enfermaria 11. Sala de Profundis 12. Refeitório 10. Pátios da Basílica 14. Claustros 15. Basílica 16. Entradas para o Palácio 17. Torreões 18. Galilé 19. Adro
  • 5. •Planta em cruz latina, •Capelas laterias •Revestimento em mármore •Estátuas •Seis orgãos •Suporte de Cobertura •Pilastras caneladas •Arcos de volta perfeita •Cúpula Planta em cruz latina Cúpula Basílica
  • 6. Segundo a tradição, ao indicarem a D. João V, o preço de um carrilhão o valor de 400.000$00 réis, quantia tida como demasiado elevada para um país tão pequeno, sentindo-se ofendido - afinal era o monarca mais rico do seu tempo - terá respondido: “Não supunha que fosse tão barato; quero dois!”
  • 7. Sala do Trono Aposentos do Rei Aposentos da Rainha
  • 8. •Grande tesouro do Palácio-Convento de Mafra. •Contém verdadeiras preciosidades bibliográficas •Papa Bento XIV concedeu o direito de ter nas estantes os livros proibidos pelo Índex •Chão em mármore •Livros encadernados em couro e gradavados a ouro