Ce diaporama a bien été signalé.
Le téléchargement de votre SlideShare est en cours. ×

Pedagogia da Autonomia de Paulo Freire - apresentação crítica

Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Publicité
Prochain SlideShare
Pedagogia da Autonomia
Pedagogia da Autonomia
Chargement dans…3
×

Consultez-les par la suite

1 sur 10 Publicité

Pedagogia da Autonomia de Paulo Freire - apresentação crítica

Apresentação, análise e discussão crítica da obra de Paulo Freire, Pedagogia da Autonomia - Saberes Necessários à Prática Educativa.
Apresentação realizada no âmbito da Unidade Curricular 'Políticas e Politicidade da Educação: o pensamento de Paulo Freire' do Mestrado em Ciências da Educação - Área de Especialização em Educação de Adultos (ed. 2010/11) da Universidade do Minho.
Docente: Licínio Lima
Grupo de trabalho: Andreia Dias e Miguel Martins

Apresentação, análise e discussão crítica da obra de Paulo Freire, Pedagogia da Autonomia - Saberes Necessários à Prática Educativa.
Apresentação realizada no âmbito da Unidade Curricular 'Políticas e Politicidade da Educação: o pensamento de Paulo Freire' do Mestrado em Ciências da Educação - Área de Especialização em Educação de Adultos (ed. 2010/11) da Universidade do Minho.
Docente: Licínio Lima
Grupo de trabalho: Andreia Dias e Miguel Martins

Publicité
Publicité

Plus De Contenu Connexe

Diaporamas pour vous (20)

Similaire à Pedagogia da Autonomia de Paulo Freire - apresentação crítica (20)

Publicité

Pedagogia da Autonomia de Paulo Freire - apresentação crítica

  1. 1. Políticas e Politicidade da Educação: o pensamento de Paulo Freire 2010/11 Apresentação, análise e discussão crítica Pedagogia da Autonomia Saberes Necessários à Prática Educativa Paulo Freire Paz e Terra, 1996 Andreia Dias e Miguel Martins
  2. 2. Políticas e Politicidade da Educação: o pensamento de Paulo Freire 2010/11 Estrutura: pedagogia da autonomia Três capítulos:  Não há docência sem discência  Ensinar não é transferir conhecimento  Ensinar é uma especificidade humana Cada capítulo está dividido em 9 partes enunciando as exigências do ensinar 1
  3. 3. Políticas e Politicidade da Educação: o pensamento de Paulo Freire 2010/11 Temática central  Formação docente e análise/reflexão sobre os saberes de uma prática para a autonomia Concebido como um ‘manual’ dirigido aos professores/educadores (prática docente) progressistas e mesmo, em certas dimensões, conservadores. 2
  4. 4. Políticas e Politicidade da Educação: o pensamento de Paulo Freire 2010/11 Referenciando: a bibliografia dentro do livro de Paulo Freire Pedagogia do oprimido, 1967-1968 ++++ A Educação na Cidade, 1991 + Pedagogia da Esperança, 1992 +++++ Professora, sim. Tia, não., 1993 +++ Cartas a Cristina, 1994 +++ À Sombra desta mangueira, 1995 ++ Álvaro Vieira Pinto, Ciência e Existência. David Crystal, The Cambridge Encyclopedia of Language François Jacob, Nous sommes programmés, mais pour appendre, 1991 Joseph Moermann, La globalization de l’economie provoquera-t- elle un mai 68 mondiale? Neil Postman, Technopoly – The Surrender of Culture to Technology. Wright Mills, A Elite do Poder 3
  5. 5. Políticas e Politicidade da Educação: o pensamento de Paulo Freire 2010/11 Revisitando: conceitos, teorias e mundivisões  Originalidade e singularidade da presença humana no mundo Constituição social e histórica da natureza humana; Co-construção da identidade e do reconhecimento de si.  Condicionamento (não determinação) do ser humano Decisão, avaliação, liberdade, ruptura, opção: fundamento da necessidade da ética e da responsabilidade 4
  6. 6. Políticas e Politicidade da Educação: o pensamento de Paulo Freire 2010/11 Revisitando: conceitos, teorias e mundivisões  Ética universal enquanto marca da natureza humana indispensável à convivência; inseparável da prática educativa; capacidade de ouvir e aprender com o diferente  Vocação ontológica para o “ser mais” Inconclusão do ser humano 5
  7. 7. Políticas e Politicidade da Educação: o pensamento de Paulo Freire 2010/11 Revisitando: conceitos, teorias e mundivisões Politicidade do acto educativo:  Dialogicidade Postura comunicacional e princípio generativo para a reconfiguração do poder Fundamento para a articulação de um projecto político radical  Crítica do fatalismo e assunção da esperança Crítica do neoliberalismo; pós-modernidade Expressão das emoções e da afectividade 6
  8. 8. Políticas e Politicidade da Educação: o pensamento de Paulo Freire 2010/11 Implicações: dimensão das práticas pedagógicas  Reinvenção nas tarefas do educador Crítica do mecanicismo da aprendizagem Reforçar: Capacidade crítica | Curiosidade | Insubmissão Promover: Autonomia | Dignidade | Identidade Diferenciar: formar e treinar | transformar e adaptar  Reinvenção na postura do educador - articulação da dodiscência e da investigação: 1) Ensinar e aprender o conhecimento já existente e 2) trabalhar a produção do conhecimento não existente - coerência - autoridade do professor e directividade da educação - crítica do intelectual memorizador 7
  9. 9. Políticas e Politicidade da Educação: o pensamento de Paulo Freire 2010/11 Implicações: algumas questões epistemológicas  Questão da ‘ruptura epistemológica’ (G. Bachelard). Paulo Freire prefere o termo superação, admitindo um continuum do conhecimento  Passagem da «curiosidade ingénua» para a «curiosidade epistemológica» através de um processo de criticização  Lugar à curiosidade e ao bom senso 8
  10. 10. Políticas e Politicidade da Educação: o pensamento de Paulo Freire 2010/11 Problematizando: algumas questões para discussão  A idealização da natureza humana  A consistência das categorias teóricas e de pensamento (conhecimento, autonomia, tecnologia, ciência, etc.)  A prevalência do modelo escolar e formal  Os condicionamentos sociais (socialização do indivíduo e formação da personalidade)  A reinvenção das formas de luta (a crítica da eficácia dos métodos tradicionais de contestação) 9

×