Ce diaporama a bien été signalé.

Aula básica de internet

22

Partager

Chargement dans…3
×
1 sur 25
1 sur 25

Aula básica de internet

22

Partager

Télécharger pour lire hors ligne

Atividade 4 - Pós Graduação - Módulo Tecnologia da Educação, ministrado pelo Prof. Luiz Matos

Material: Aula básica de Internet
Prof.: Anderson Santos Fernandes

Atividade 4 - Pós Graduação - Módulo Tecnologia da Educação, ministrado pelo Prof. Luiz Matos

Material: Aula básica de Internet
Prof.: Anderson Santos Fernandes

Plus De Contenu Connexe

Aula básica de internet

  1. 1. Internet e Intranet Prof. Anderson Santos Fernandes
  2. 2. Internet  Conceitos básicos  Formas de conexão  Correio Eletrônico  WWW  Principais navegadores para Internet
  3. 3. Conceitos Para compreender a Internet faz-se necessário o conhecimento de conceitos simples e que muitas vezes causam confusão. A palavra Internet é a abreviação de INTERnational NETwork, ou rede internacional. Intranet x Extranet: a intranet é uma rede corporativa que utiliza em suas comunicações a Internet, podendo disponibilizar informações apenas para os que estão conectados à ela, e que não necessariamente estejam no mesmo espaço físico. A extranet é rede privada que faz a ligação de duas ou mais intranets (que podem ocorrem entre matriz e filiais, por exemplo. Site, website, home page: Site é um local onde pode ser encontrada informação, e é a abreviação de website, que cientificamente é o nome correto. Home page é apenas a primeira página inicial de um site. Usuário x Internauta: o usuário (ou user) é a pessoa que utiliza os serviços de um computador, esteja ele conectado ou não a Internet. O internauta por sua vez é um usuário de Internet. Observa-se que boa parte dos termos utilizados encontra-se na língua inglesa, e, portanto, um conhecimento prévio facilita o aprendizado. Além disso, a maioria das páginas (sites) disponíveis ainda tem como língua padrão o inglês.
  4. 4. O que é a Internet? É uma grande rede de computadores formada pela interligação de milhares de redes do mundo inteiro Analogia  telefonia internacional
  5. 5. Qual a finalidade da Internet?  Acesso a informações  Troca de arquivos  Meio de comunicação:  Bate papo  Correio eletrônico  Listas de discussão  Comércio  Prestação de serviços  Educação  Entretenimento  Etc.
  6. 6. Breve Histórico  1969 Pentágono – projeto Arpanet (Advanced Research Projects Agency)  Idéia: rede descentralizada de informações que possibilitasse a comunicação entre países após uma guerra nuclear  Cientistas e pesquisadores usaram-na para troca de informações e colaboração entre projetos  Necessidade de criação de protocolo de comunicação padrão  TCP/IP (Transfer Control Protocol/ Internet Protocol) – 1977  1990 – rede TCP/IP  Internet – independente
  7. 7. Internet no Brasil  1988 - FAPESP  1990 – rede nacional de pesquisas – projeto do Ministério da Educação para gerenciar a rede  1995 – liberado o uso comercial da Internet no Brasil
  8. 8. Serviços da Internet  Navegação: consulta a sites de empresas, universidades, organizações, pessoas físicas, etc; compras, pesquisas de preços, buscas de informação etc. Utiliza navegador (ou browser).  Comunicação:  Assíncrona: o usuário pode digitar e enviar uma mensagem sem que haja a necessidade do destinatário estar conectado à rede (e-mail).  Síncrona: comunicação de forma interativa, onde há um tipo de “conversa” que ocorre ao mesmo tempo, ou seja, em tempo real, sendo necessário que ambos os usuários estejam conectados ao mesmo tempo. (Skype)  Acesso Remoto: permite que o usuário se conecte a um computador remoto que esteja conectado à rede. (Telnet - Remote Login)  Transferência de Arquivos: transferência de arquivos na rede.
  9. 9. Formas de Conexão
  10. 10. Como acessar?
  11. 11. Acesso discado  Linha telefônica + microcomputador + modem + conta num provedor de acesso  Conexão via provedor de acesso através de chamadas telefônica – pulsos  Uso de login e senha para acesso  Quando conecta o provedor designa um endereço IP na rede  computador se torna um nó dentro da rede do provedor  Discagem via programa dial-up  Ao finalizar o endereço IP é liberado e pode ser usado por outro usuário
  12. 12. Acesso via ADSL  ADSL (Asymetric Digital Subscriber Line) :linha digital assimétrica por assinatura  Nova opção de acesso para usuário doméstico ou empresarial  Mensalidade fixa na própria conta telefônica.  Serviço disponível 24 horas por dia  Pode ser usado o telefone ao mesmo tempo em que navega  Comparada ao acesso discado, a velocidade é bastante superior.  Necessária a compra de um modem especial e o pagamento da mensalidade ao provedor de acesso.
  13. 13. . A Cabo A conexão via cabo utiliza a mesma infra-estrutura (cabo) do serviço de TV por assinatura, por onde trafegam, ao mesmo tempo, tanto o serviço de televisão quanto os dados de internet. Por isso, a oferta deste tipo de acesso está restrita às regiões onde também existe o serviço de TV paga via cabo. Tal acesso exige um cable modem e um PC com placa ethernet. Um aparelho chamado splitter separa o sinal de TV dos dados da web, e o cable modem permite o acesso de seu PC à rede mundial. Uma das vantagens desse tipo de serviço é que a conexão com a web está permanentemente ativa; basta ligar o computador e sair navegando.
  14. 14. A Cabo
  15. 15. A Radio
  16. 16. Internet 3G  O que significa “3G”? 3G é a terceira geração de padrões e tecnologias  de telefonia móvel  É baseado na família de normas da União Internacional de Telecomunicações (UIT) permitindo às operadoras oferecerem a seus usuários uma ampla gama dos mais avançados serviços, já que possuem uma capacidade de rede maior por causa de uma melhora na eficiência espectral
  17. 17. Provedores Provedores de serviços são divididos em:  Provedores de backbone;  Provedores de acesso;  Provedores de informação;
  18. 18. Provedor de Backbone  Entidade que mantém uma rede de longa distância (WAN – Wide Area Network) de âmbito multiregional ou nacional  Objetivo: repassar acesso à rede através de pontos-de- presença distribuídos na região a ser coberta  Internet é uma coleção dessas redes, mantidas por provedores de backbones  Um provedor de serviços de backbone opera no “atacado” de conectividade, vendendo acesso a outras empresas que farão a (re)venda de acesso para usuários finais ou que usarão internamente.
  19. 19. Backbone RNP
  20. 20. Provedor de acesso  Se conecta a um provedor de backbone através de um link e revende conectividade na sua área de atuação, através de linhas dedicadas ou discadas:  A outros provedores  Instituições  Usuários individuais  Varejista de conectividade à Internet  Provedores de acesso:  www.uol.com.br  www.ig.com.br  www.ibest.com.br  www.mdnet.com.br  www.contilnet.com.br  www.provedom.com.br
  21. 21. Provedor de informação  Disponibilização de informação na rede  Venda de informações de algum tipo  Provedores de acesso são algumas vezes também provedores de informação (UOL)
  22. 22. Endereços e Nomes  Para acessar um computador precisa saber o endereço ou nome  Nome é composto por palavras separadas por pontos  Cada palavra tem um significado: Nome do Nome da Tipo de servidor ou • organização • organização • País serviço  Exemplos:  www.uol.com.br - servidor WWW do provedor de acesso UOL  www.mec.gov.br - servidor WWW do ministério da educação do governo brasileiro  www.microsoft.com.br - servidor WWW da Microsoft do Brasil  www.microsoft.com - servidor WWW da Microsoft nos EUA
  23. 23. Especificação de Domínio  Tipos de organização:  COM – empresas comerciais  GOV – órgãos do governo  EDU – instituições educacionais  IND – empresas industriais  ORG – organizações sem fins lucrativos  NET – companhias que administram redes  MIL – órgãos militares  INT – instituições internacionais  G12 – instituições de 1º e 2º graus
  24. 24. Especificação de Domínio - País  País onde o site está hospedado, o que não significa necessariamente que o site seja daquela nacionalidade. Países:  Alemanha (DE)  Espanha (ES)  Argentina (AR)  Estados Unidos (US)  Austrália (AU)  França (FR)  Áustria (AT)  Grécia (GR)  Bélgica (BE)  Brasil (BR)  Itália (IT)  Canadá (CA)  Japão (JP)  Chile (CL)  México (MX)  China (CN)  Paraguai (PY)  Cuba (CU)  Portugal (PT)  Uruguai (UY)
  25. 25. Protocolo  O protocolo http:// é a abreviação de Hipertext Transfer Protocol ou Protocolo de Transferência de Hipertexto, que indica o tipo de documento que será acessado.  Existem outros protocolos como:  ftp://  para transferência de arquivos (File Transfer Protocol)  file://  para acessar arquivos locais  telnet://  para conectar a um computador remoto.

×