Escola E.B.1 Dr. Joaquim de
                       Barros
                      História




J os e f Es ta line
         ...
Índice
•   Introduçã o
•   Ide ntifica çã o
•   A s ua vida …
•   O Ditador
•   Conclusão
•   Bibliografia & Netografia
• ...
Introdução
• O nos s o obje ctivo é a pre s e nta r os
  principa is a conte cime ntos da vida de s te
  dita dor e a s ca...
Identificação
•   Nome : J os e f Es ta line
•   Da ta de na s cime nto : 18 de De ze mbro , 1878
•   Loca l onde na s ce ...
A sua vida…
•   J os e f Es ta line e ra filho de uma cos ture ira e de um s a pa te iro . Te ve uma
    infâ ncia difícil...
O Ditador
• Nos a nos 30, ins ta urou um re gime de te rror. Aca bou
  com a s libe rda de s individua is e criou uma e s ...
• Em 1934, S e rge i Kirov, principa l líde r do P a rtido
  Comunis ta e m Le ningra do - e tido como prová ve l
  s uce ...
Conclusão
• Com e s te tra ba lho , pude mos fica r a s a be r ma is
  s obre J os e f Es ta line . P rocurá mos re fe rir...
Bibliografia & Netografia

• Bibliogra fia :
Depressão e ditadura
• Ne togra fia : http:/ pt.wikipedia.org
               ...
Imagens
Vídeos

• http://www.youtube.com/watch?v=mauNrcbS_

• http://www.youtube.com/watch?v=NiDuwjlAF0
Prochain SlideShare
Chargement dans…5
×

.

263 vues

Publié le

Publié dans : Technologie, Voyages
  • Soyez le premier à commenter

  • Soyez le premier à aimer ceci

.

  1. 1. Escola E.B.1 Dr. Joaquim de Barros História J os e f Es ta line Trabalho realizado por: Ana Araújo nº1 Patrícia Oliveira nº16
  2. 2. Índice • Introduçã o • Ide ntifica çã o • A s ua vida … • O Ditador • Conclusão • Bibliografia & Netografia • Ima ge ns • Víde os
  3. 3. Introdução • O nos s o obje ctivo é a pre s e nta r os principa is a conte cime ntos da vida de s te dita dor e a s ca ra cte rís tica s da s ua gove rna çã o . • O tra ba lho inte gra -s e na dis ciplina de His tória e de s tina -s e a fa ze r pa rte de uma Expos içã o e m torno dos dita dore s ma is importa nte s do s é culo XX.
  4. 4. Identificação • Nome : J os e f Es ta line • Da ta de na s cime nto : 18 de De ze mbro , 1878 • Loca l onde na s ce u : Gori, Ge órgia . • Da ta da morte : 5 de Ma rço , 1953 • Loca l onde fa le ce u : Mos covo
  5. 5. A sua vida… • J os e f Es ta line e ra filho de uma cos ture ira e de um s a pa te iro . Te ve uma infâ ncia difícil e infe liz pa s s a ndo a nos na pris ã o por orga niza r vá rios a s s a ltos , num dos qua is 40 pe s s oa s fora m morta s . • Ante s da Re voluçã o Rus s a de 1917, Es ta line e ra o e ditor de um jorna l do pa rtido : Pravda (“A ve rda de ”). De pois da morte de Vla dimir Le nin , e m 1924, Es ta line tornou -s e a figura domina nte da Uniã o S ovié tica ou URS S (Uniã o da s re pública s S ocia lis ta s S ovié tica s ). • S ob a lide ra nça de Es ta line , a Uniã o S ovié tica te ve um pa pe l de cis ivo na de rrota da Ale ma nha na zi na 2 ª Gue rra Mundia l (1939- 1945). • Foi o s e cre tá rio -ge ra l do P a rtido Comunis ta da Uniã o S ovié tica e do Comité Ce ntra l de s de 1922 a té à s ua morte . Foi a s s im o líde r da Uniã o S ovié tica .
  6. 6. O Ditador • Nos a nos 30, ins ta urou um re gime de te rror. Aca bou com a s libe rda de s individua is e criou uma e s trutura policia l e milita r de comba te a os inimigos do re gime . Ins tituiu a s purga s política s (limpa r ou e limina r os s e us inimigos políticos ) e puniçõe s que incluía m tra ba lhos força dos . • Ca lcula -s e que Es ta line te nha s ido re s pons á ve l pe la morte de 12 milhõe s de pe s s oa s que s e opunha m a o re gime .
  7. 7. • Em 1934, S e rge i Kirov, principa l líde r do P a rtido Comunis ta e m Le ningra do - e tido como prová ve l s uce s s or de Es ta line - foi a s s a s s ina do por um a nónimo (de s conhe cido ), de forma a té a gora obs cura ; muitos cons ide ra m a té hoje que Es ta line nã o te ria s ido e s tra nho a e s te a s s a s s ina to . S e ja como for, Es ta line utilizou o a s s a s s ina to como pre te xto ime dia to pa ra uma s é rie de re pre s s õe s que pa s s a ra m pa ra a His tória como o Grande Expurgo.
  8. 8. Conclusão • Com e s te tra ba lho , pude mos fica r a s a be r ma is s obre J os e f Es ta line . P rocurá mos re fe rir os fa ctore s ma is importa nte s da s ua vida , como a s fa s e s me nos boa s por que e le pa s s ou . Gos tá mos de re a liza r e s te tra ba lho , s e be m que te mos cons ciê ncia de que nos podía mos te r e s força do ma is !
  9. 9. Bibliografia & Netografia • Bibliogra fia : Depressão e ditadura • Ne togra fia : http:/ pt.wikipedia.org /
  10. 10. Imagens
  11. 11. Vídeos • http://www.youtube.com/watch?v=mauNrcbS_ • http://www.youtube.com/watch?v=NiDuwjlAF0

×