Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.

Relatorio da aula pratica microbiologia 04 09 2016

9 965 vues

Publié le

Relatório de aula de microbiologia

Publié dans : Sciences
  • Identifiez-vous pour voir les commentaires

Relatorio da aula pratica microbiologia 04 09 2016

  1. 1. FACULDADE REDENTOR CURSO: FISIOTERAPIA CAMILA PASCOAL, HELENICE, HIULY, LETICIA, MARIA APARECIDA RELATORIO DE AULA PRATICA Relatório da aula pratica de Microbiologia apresentado a disciplina de Fisioterapia da Instituição Sociedade Universitária Faculdade Redentor da cidade de Itaperuna Rj, para obtenção de notas parciais pertinentes a matéria. Professor. Vagner Amado Veiga Itaperuna 2016
  2. 2. Introdução Controle microbiano e técnicas de biossegurança. Regras de laboratório, normas de regulatória para evitar transtornos Normas de Biossegurança são um conjunto de ações voltadas para a prevenção, minimização ou eliminação de riscos inerentes às atividades realizadas no laboratório durante as aulas práticas. Cuidados gerais a serem adotados no laboratório de microbiologia: 1. Assumir postura cuidadosa e responsável durante as experiências, através da concentração sobre o trabalho e o conhecimento sobre o mesmo 2. Seguir expressamente as orientações de aula do professor 3. Manter as unhas aparadas 4. Manter o cabelo preso para evitar acidentes; 5. É recomendado o uso de calça comprida e calçados fechados 6. É indispensável o uso do jaleco 7. Evitar se apoiar, sem necessidade, sobre as bancadas 8. No caso de ferimentos nas mãos não realizar a aula prática (comunicar ao professor) 9. Comunicar imediatamente ao responsável qualquer ferimento sofrido dentro do laboratório 10.É obrigatório fazer anti-sepsia das mãos antes e após as atividades práticas 11.É obrigatório fazer a desinfecção da bancada antes e após as atividades práticas; 12.É proibido comer ou beber dentro do laboratório 13.Não tocar a mucosa oral, nasal ou ocular durante as atividades práticas 14.Não pipetar com a boca, utilizando sempre pêra ou dispositivos similares 15.Ao derramar culturas bacterianas cobrir a área com papel toalha e colocar desinfetante (comunicar ao professor) 16.Ao derramar líquidos, cuidado com comprometimento da rede elétrica pois existe o risco de choque elétrico; Normas de trabalho e utilização dos equipamentos • O uso de jaleco é obrigatório; • Não é permitido o uso de telefones celulares nas aulas práticas. • Não é permitido fumar e/ou comer no Laboratório. • Todo material fornecido durante o período de aulas práticas é de total responsabilidade do aluno, devendo o mesmo zelar por ele. • Comunicar ao Docente qualquer tipo de problema referente ao laminário e/ou ao Microscópio. Manuseio de um microscópio óptico O microscópio óptico (de luz) é um instrumento óptico de precisão que deverá ser utilizado com disciplina, cuidado e zelo, observando rigidamente as normas de conduta no interior do laboratório. Antes de iniciar o trabalho com o microscópio observe atentamente o seguinte: - Retire a capa de proteção, - Verifique se o sistema de iluminação encontra-se na tensão mínima, caso contrário diminua até o mínimo e só depois ligue (plugar) a tomada. - Acione o interruptor para posição “on” para acender a lâmpada do sistema de iluminação.
  3. 3. 1. Verificar se a lâmpada encontra-se acessa. 2. Movimentar o revólver, colocando em posição a objetiva de menor aumento (4X). 3. Tomar a lâmina com a lamínula para cima e colocá-la na platina, prendendo-a. 4. Movimentar o charriot, fazendo com que o preparado fique imediatamente abaixo da objetiva e sendo atravessado pelo feixe de luz. 5. Com o parafuso macrométrico, elevar a platina ao máximo, observando para que a objetiva não toque na lamínula, pois poderá quebrá-la. 6. Focalizar a preparação para a obtenção de uma imagem nítida, movimentando o parafuso macrométrico e abaixando a platina até que se possa visualizar a imagem. 7. Ajustar o foco com o parafuso micrométrico. 8. Colocar a região do preparado que se quer ver com maior aumento bem no centro do campo frontal da lente. 9. Movimentar o revólver, colocando em posição a objetiva de 10X (aumento médio). 10. Repetir o procedimento do item 7. 11. Colocar a objetiva de 40X (maior aumento) em posição e repetir o item 7. 12. A objetiva de imersão (100x) é utilizada com óleo de imersão: gire o revólver no sentido desta objetiva; antes de dispô-la no eixo óptico, ponha sobre a preparação uma gota do óleo de imersão fornecido pelo docente ou pelo técnico responsável; em seguida gire a objetiva até que a mesma contactar o óleo; use o micrométrico para focar Objetivos Normas de regulatória para evitar transtornos Normas de Biossegurança voltadas para a prevenção, minimização ou eliminação de riscos inerentes às atividades realizadas no laboratório durante as aulas práticas. Material e métodos Materiais: Cloro , Iodo , placa de pétrea, saliva palito com algodão para remoção da saliva Procedimento: Foi coletado a saliva em um palito de algodão e colocado na placa de pétreo e adicionada uma porção de cloro em um lado da praça e uma porção de Iodo no outro lado da placa, para teste bacteriano, colocado na estufa em temperatura de 37º e retirado após 24 horas
  4. 4. Placa de pétreo com material após 24 horas. OBS: Após as 24 horas foi retirada da estufa, e observada que a bactéria não desenvolveu no cloro. Porém no Iodo ela cresceu. Como segue em anexo. Amostra coletada após 24 horas. Gráfico 1 Cloro Gráfico 2 Iodo Resultados e discussão “Os resultados da contagem de micro-organismos ( graf. 01) indicam um nível baixo de contaminação nas amostras analisadas: Teste Bacteriano 24 24 cloro Iodo
  5. 5. “Os resultados da contagem de micro-organismos ( graf. 02) indicam um elevado nível de contaminação nas amostras analisadas: Conclusão O cloro foi eficiente não houve crescimento da bactéria, já o Iodo não foi eficiente, e a bactéria desenvolveu normalmente. Referências Para Livro Laboratório de Microbiologia: normas gerais, instruções de trabalho e Procedimentos Operacionais Padrões 1ª edição Lajeado, 2013 Coordenação e revisão final: Ivete Maria Hammes Editoração: Bruno Henrique Braun e Marlon Alceu Cristófoli Capa: Bruno Henrique Braun Avelino Tallini, 171 - Bairro Universitário - Cx. Postal 155 - CEP 95900-000, Lajeado - RS, Brasil. Fone: (51) 3714-7024 / Fone/Fax: (51) 3714-7000 E-mail: editora@univates.br / http://www.univates.br/editora S182 Salvatori, Rosângela Uhrig Laboratório de Microbiologia: normas gerais, instruções de trabalho e procedimentos operacionais padrões / Rosângela Uhrig Salvatori, Greice Aline Kaisecamp Wolf, Fabíola Dresch e Andreia Aparecida Guimarães Strohschoen - Lajeado: Ed. da Univates, 2013. 72 p. ISBN 978-85-8167- 044-7 1. Microbiologia 2. Manual de laboratório I. Título CDU: 579(035)

×