Ce diaporama a bien été signalé.
Nous utilisons votre profil LinkedIn et vos données d’activité pour vous proposer des publicités personnalisées et pertinentes. Vous pouvez changer vos préférences de publicités à tout moment.
A essência da literatura na vida cultural e acadêmica
Caros leitores deste renomado jornal. Sou professora universitária d...
Prochain SlideShare
Chargement dans…5
×

A essência da literatura na vida cultural e acadêmica

  • Soyez le premier à commenter

  • Soyez le premier à aimer ceci

A essência da literatura na vida cultural e acadêmica

  1. 1. A essência da literatura na vida cultural e acadêmica Caros leitores deste renomado jornal. Sou professora universitária de literatura na Unicamp há dezoito anos. Fui convidada por este meio de comunicação para tratar de um assunto, o qual foi a base da minha tese de doutorado. Minha linha de raciocínio é contrária a maioria das opiniões fundamentadas no senso comum. Portanto, sou a favor da simplificação da linguagem em um clássico literário. A educação no Brasil é medíocre, visto que essa não recebe a atenção e investimento necessário. Assim, muitas pessoas crescem sem oportunidade de ler clássicos literários brasileiros que são primordiais para a formação cultural e acadêmica do indivíduo. Desta forma, simplificar a linguagem de uma obra trará benefícios sociais e impactará energicamente na população, uma vez que o acesso à leitura será ampla e consequentemente, o índice de analfabetismo funcional reduzirá. Somado a isso, opiniões contra a simplificação da linguagem em clássicos literários são equivocadas. Profissionais leigos na área de educação e linguagem são despreparados social e culturalmente, e suas opiniões são irrelevantes. A adaptação da linguagem nas obras sem que se perca a sua essência é claramente possível incluído clássicos como os de Graciliano Ramos e de Machado de Assis. Entretanto, para que a adaptação seja de qualidade, pessoas como esses profissionais incompetentes não devem estar inclusos nesse ramo da escrita. Além disso, sabemos que Machado de Assis, que foi morador do Moro do Livramento e somente com o ensino primário, foi autodidata, sendo capaz de compreender e se tornar um dos mestres da literatura. Contudo ele foi uma exceção e por isso não deve servir de exemplo para que a adaptação simplificada da linguagem não ocorra em suas obras. Portanto, prezados leitores não se deixem influenciar por esses profissionais com opiniões e argumentos débeis. O meu ponto de vista com base na minha experiência é o correto. Então, divulguem minha tese através das redes sociais. E juntem-se a mim e assim, proporcionaremos oportunidades de leitura à jovens e adultos que anseiam por aquisição de cultura. Mariana Venâncio

×